A Parábola da Pérola de Grande Valor

A Parábola da Pérola de Grande Valor
Texto: Mateus 13:45-46

Introdução

A. Onde Deus está trabalhando neste mundo? Como Ele está realizando Seus planos e propósitos na era presente? Qual é a relação do cristão com a vontade soberana de Deus no período entre o primeiro e o segundo advento de Cristo? As respostas a essas perguntas são indicadas na Parábola da Pérola de Grande Valor.

NOTA: Mais uma vez, confesso a você que minha interpretação particular desta parábola pode estar aberta ao debate porque nosso Senhor não dá nenhuma interpretação divina para a parábola. Naturalmente terá que haver alguma subjetividade em minha interpretação desta parábola, mas a teologia nela é baseada em uma doutrina essencialmente correta.

B. Esta parábola é importante porque adiciona outra ligação aos mistérios do reino nesta era presente, enquanto Jesus Cristo, o Rei e Seu reino terreno está ausente do mundo.

NOTA: Deve-se notar que esta parábola foi dada aos discípulos apenas e, portanto, é a verdade que diz respeito aos verdadeiros crentes e deve ser apreendida pela fé. O mundo não salvo não entende essas verdades.

I. A Parábola. V. 45-46

“Outrossim, o reino dos céus é semelhante a um negociante que buscava boas pérolas; e encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e a comprou”

II. A Interpretação

A. Se vamos seguir o padrão básico na maioria das parábolas de Mateus 13, então é apropriado ver o negociante simbolizando o próprio Cristo. Em outras parábolas, Cristo era o Semeador, o plantador do trigo e o plantador do grão de mostarda. A parábola do tesouro escondido é muito parecida com esta parábola e lá novamente o homem era Cristo. Ao longo dessas parábolas, é Cristo quem está ativo nesta época. É lógico, portanto, concluir que é Cristo que vem como um comerciante em busca de pérolas finas.

B. O que então as pérolas e a pérola de grande valor simbolizam? É certo que este não é um símbolo fácil de definir. Esta certamente parece ser uma imagem oriental natural. O povo hebreu não dava valor às pérolas. No Antigo Testamento muito se fala sobre diamantes, rubis, safiras, ágatas e outras pedras valiosas, mas nada sobre pérolas. No entanto, o Senhor presume que essa ilustração seja familiar aos discípulos. Todos os discípulos eram galileus e a Galileia era uma região para a qual muitos gentios foram. Os discípulos estariam familiarizados com os comerciantes gentios que vinham em busca de pérolas valiosas e que pagariam preços fabulosos por elas.

NOTA: Na semana passada, vimos como a Parábola do Tesouro Escondido simboliza Israel e como Deus ainda tem planos e propósitos para o Israel nacional nesta era presente, mas isso não acontecerá até um pouco antes ou no segundo advento de Cristo. O tão esperado Messias veio a Israel e a nação como um todo O rejeitou. Nosso Senhor, sabendo muito antes da rejeição de Israel, ainda foi à cruz para fazer provisão para os judeus na Nova Aliança quando eles se voltassem para o Messias. O tão esperado Messias veio e ofereceu Seu reino, mas Israel rejeitou. Então Cristo anunciou que o reino estava sendo tirado de Israel e dado a outra nação (Mateus 21:43). Essa nova nação é a igreja (I Pedro 2:9).

NOTA: Na semana passada, vimos como Cristo vendeu tudo para comprar Israel, Seu tesouro. Mas que outro tesouro Deus valoriza neste mundo? Que outra entidade Cristo desistiu de tudo para comprá-lo? A resposta óbvia é a igreja (Efésios 5:25b).

NOTA: A igreja é a parte principal do programa do reino de Deus nos dias de hoje. Enquanto o Rei e Seu reino estão ausentes, Deus está chamando um povo para Si, que são filhos espirituais do reino de Cristo (Atos 15:14; I Pedro 2:9-10).

Mateus 21:43: “Portanto eu vos digo que vos será tirado o reino de Deus, e será dado a um povo que dê os seus frutos”

I Pedro 2:9: “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós que outrora nem éreis povo, e agora sois de Deus; vós que não tínheis alcançado misericórdia, e agora a tendes alcançado”

Efésios 5:25b: “...Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela”

Atos 15:14: “Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios para tomar dentre eles um povo para o seu Nome”

C. Por que nosso Senhor usou o símbolo da pérola para descrever a igreja? De todas as joias do mundo, apenas a pérola é um produto de matéria viva. Uma pérola é a resposta de uma ostra a algo que a causa dano. Uma pérola cresce da dor. Talvez devêssemos nos familiarizar com a forma como uma pérola é formada. Uma pequena partícula de areia entra na casca da ostra e irrita o forro da ostra. A ostra não tem como tirar a areia, então sua única defesa é transformar o que a está ferindo. A resposta da ostra ao que a irrita é transmutá-la e transformá-la em algo que não é mais fonte de irritação. A ostra vai cobrindo a areia com um nácar macio e delicado que vai se acumulando camada por camada até formar uma joia lustrosa, brilhante e bela.

NOTA: Que bela imagem da igreja. A igreja é composta de pecadores salvos pela graça de Deus. Antes da conversão a Cristo, éramos areia áspera e crua em rebelião ao Rei soberano, Jesus Cristo. Assim como a areia é um objeto estranho para a ostra, em nosso estado de não-salvos éramos estrangeiros para Cristo e Seus propósitos (Efésios 2:11-13). Sim, éramos estrangeiros, mas Deus em graça procurou mudar nossa posição diante Dele. Cristo, que é o comerciante, começou a buscar pérolas preciosas para Si mesmo. Cristo tomou a iniciativa da graça para nos salvar (Lucas 19:10). E tudo o que temos como membros da igreja universal é pela graça de Deus (Efésios 2:1-5).

NOTA: Cristo em amor nos buscou quando éramos desagradáveis. Cristo em graça nos buscou quando éramos indelicados e Cristo em misericórdia nos buscou quando éramos impiedosos!

NOTA: Quem são então as pérolas e a pérola de grande valor? As pérolas são cristãos individuais que Cristo está buscando e a pérola de grande valor é a igreja coletivamente.

Efésios 2:11-13: “Portanto, lembrai-vos que outrora vós, gentios na carne, chamam circuncisão, feita pela mão dos homens, estáveis naquele tempo sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos aos pactos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto”

Lucas 19:10: “Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido”

Efésios 2:1-5: “Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais outrora andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência, entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais. Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)”

D. Esta parábola nos diz que quando o comerciante encontrou a pérola de grande preço, ele "foi, vendeu tudo o que tinha e comprou". Este é um pensamento surpreendente que confunde a mente humana: Cristo comprou a igreja antes que ela existisse. Em Sua morte no Calvário, Ele comprou a igreja. Ele redimiu a igreja (Efésios 1:7).

NOTA: Nós realmente entendemos o que Cristo fez na cruz? Talvez nossa compreensão da redenção seja muito secular. Alguns podem pensar em “redenção” em um sentido comercial, como centros de resgate, onde você recebe presentes com selos que foram dados quando você comprou algo em uma loja. Talvez pensemos na redenção como nada mais do que fazer uma compra de algo no mercado. Talvez pensemos muito na morte de Cristo em termos físicos, como a agonia da cruz, a dor física, a angústia, o ferimento, a dor, a sede, as lágrimas, a escuridão, a morte - tudo isso podemos entender. Mas o que significa quando diz que Cristo nos redimiu? Significa que Cristo foi espiritualmente feito pecado por nós (II Coríntios 5:21). Ele substituiu nosso pecado de uma forma espiritual que nunca podemos entender. Ele sentiu nossa mágoa por causa do pecado. Ele conhecia nossa dolorosa solidão, nossa dor no coração, nossa miséria, nossa rejeição, nosso sentimento de desespero, nossa inutilidade, nossa falta de sentido e nossa terrível hostilidade que resulta do pecado. Cristo sabia tudo sobre isso antes de nós existirmos e Ele morreu por nós como um substituto do pecador, sabendo muito bem o que realmente era nosso ódio e inimizade para com Deus. Ele nos amou antes que o amássemos (I João 4:9-10). Cristo morreu para tirar nossa ferida para que pudesse nos curar e ministrar a nós. Ele deu Sua vida por Sua pérola preciosa para que tivéssemos vida (II Coríntios 8:9).

Efésios 1:7: “em quem temos a redenção pelo seu sangue, a redenção dos nossos delitos, segundo as riquezas da sua graça”

II Coríntios 5:21: “Àquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus”

I João 4:9-10: “Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: em que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos. Nisto está o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados”

II Coríntios 8:9: “pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que pela sua pobreza fôsseis enriquecidos”

E. As analogias entre uma pérola e a igreja são muitas, mas uma que se destaca é que leva tempo para a ostra transformar a areia em uma pérola. A pérola começa a se formar quando a primeira camada de nácar é colocada sobre a areia, mas leva anos para chegar ao produto final. Cristo morreu pela igreja e um dia apresentará a igreja ao Pai como uma igreja gloriosa, mas leva tempo para obter o produto acabado.

NOTA: Nós nos perguntamos por que devemos passar por provações e dificuldades, mas não é difícil de entender do ponto de vista divino. Por meio do processo de santificação, o Senhor está tirando todos os defeitos de nós, curando nossa dor e tristeza, e criando uma igreja gloriosa, uma igreja sem mancha ou defeito.

NOTA: Deus está realizando Seu propósito na igreja através de você. Por meio de seus sofrimentos como cristão, Deus está transformando você em uma pérola que Ele deseja que você seja - uma pérola brilhante, translúcida e bela.

F. O objetivo final de nossa salvação é que Deus está operando todas as coisas agora para nos tornar troféus de Sua graça no futuro (Efésios 2:4-7). Nos tempos que virão, a igreja será uma manifestação total da graça de Deus. Devemos compartilhar o reino de Cristo neste tempo e na eternidade.

NOTA: No entanto, até que esse momento chegue, a igreja e cada indivíduo que a compõe é uma pérola em construção. Deus ainda não acabou conosco. Ele está cumprindo Seus propósitos por meio da rotina diária da vida, com todas as suas pressões, turbulências e perplexidades. Essas coisas são instrumentos de Deus para fazer de você uma linda pérola. Não resista a essas provações. Não as empurre para fora de sua vida. Dê as boas-vindas a elas e aprenda a se gloriar nelas (Filipenses 4:4; I Tessalonicenses 5:18; II Coríntios 12:8-10).

NOTA: Por toda a eternidade, cada cristão individualmente e a igreja coletivamente será uma demonstração da graça infinita de Deus. É somente quando entendemos os propósitos de Deus que realmente seremos capazes de lidar com as pressões e incertezas da vida agora (II Coríntios 4:17).

Efésios 2:4-7: “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus”

Filipenses 4:4: “Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos”

I Tessalonicenses 5:18: “Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”

II Coríntios 12:8-10: “acerca do qual três vezes roguei ao Senhor que o afastasse de mim; e ele me disse: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então é que sou forte”

Atos 14:22: “...por muitas tribulações nos é necessário entrar no reino de Deus”

II Coríntios 4:17: “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós cada vez mais abundantemente um eterno peso de glória”

Por favor, seja paciente. Deus ainda não acabou com você. É isso, somos todos produtos inacabados; estamos todos em construção; todos nós estamos sendo transformados em lindas pérolas.

Conclusão

A. Você aqui esta noite sem Cristo como seu Salvador pessoal! Como você viu a história? Você vê a história como um registro de civilizações, reinos, batalhas, explorações e descobertas? Você já pensou que a história tem um começo e um fim e que a Bíblia diz que terminará no segundo advento de Cristo? Cristo está voltando para terminar esta era presente.

B. No entanto, os propósitos de Deus estão sendo realizados nesta era presente por meio da igreja. Ele está chamando um povo por Seu nome. Ele está chamando homens de todas as nações, raças e origens para Cristo. Cristo morreu pela igreja e está preparando a igreja para o Seu reino.

C. Cristo morreu por você? Deus está chamando você? Você nunca saberá até receber Jesus Cristo como seu Rei, Senhor e Salvador. No momento em que você receber a Cristo, você terá seus pecados perdoados e receberá a vida eterna. No momento em que você crer em Cristo, você terá um lugar garantido no reino de Cristo.

D. Esta era pode muito bem estar chegando ao fim e o retorno de Cristo pode não estar muito distante. Se você está sem Cristo, advirto que enfrentará o juízo (II Tessalonicenses 1:7b-9)!

II Tessalonicenses 1: 7b-9: “. . . . quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder em chama de fogo, e tomar vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus; os quais sofrerão, como castigo, a perdição eterna, banidos da face do senhor e da glória do seu poder”

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem
Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.