30 de dezembro de 2017

O Batismo no Espírito Santo é o que Nós Precisamos
O Batismo no Espírito Santo é o que Nós Precisamos
O Sermão em uma Sentença: Se nossas igrejas desejam ter poder para resistir e mudar nossos ambientes, nosso povo precisa estar batizado no Espírito Santo.

O Propósito do Sermão: Que os crentes compreendam a necessidade de ser capacitados pelo Espírito Santo e que eles busquem e recebam o batismo no Espírito Santo.

Textos: Lucas 24.49; Atos 1.4-8; 8.14-17; 19.1-7.

Introdução

1. Receber o batismo no Espírito Santo é a solução para os que são mornos, mundanos e para os que têm uma fé rasa na igreja de hoje.

2. O ambiente de louvor na igreja hoje revela uma igreja desesperadamente necessitada do poder do Espírito Santo.

I. Uma Igreja Doente

A. Quando Paulo chegou a Éfeso, ele descobriu uma igreja doente.
1. Era pequena e fraca.
2. Era incapaz de impactar sua cidade para Cristo.

B. A igreja estava sendo opressa e sufocada pelo seu ambiente.
1. O culto à deusa Diana dominava a cidade.
2. O culto de Diana envolvia feitiçaria, magia negra, bruxaria e perversão sexual.
3. A igreja era sem poder para combater estas forças demoníacas.

C. Muitas igrejas hoje estão na mesma condição.
1. Elas estão sendo sufocadas por seu ambiente.
2. Elas são carnais, fracas, e sem poder para combater o mal dos seus ambientes.

II. Prescrição Para a Cura.

A. Paulo conhecia a cura para a doença da igreja – o batismo no Espírito Santo.

B. A igreja em Éfeso precisava dois remédios:
1. Conhecimento: Eles precisavam ter sua teologia corrigida.
2. Experiência: Eles precisavam o poder do Espírito.
3. Paulo falou destes dois assuntos:
a. Ele corrigiu seu conhecimento (Atos 19.1-4).
b. Ele os levou à experiência (Atos 19.5-6).

C. O mesmo é verdade com a igreja de hoje:
1. Nós precisamos entender o que a Bíblia ensina sobre o batismo no Espírito Santo:
a. É separado da salvação.
b. É para todos os crentes.
c. É para ter poder de testemunhar e representar Cristo.
d. É evidenciado pelo falar em línguas.
2. Como os doze discípulos Efésios, cada de nós precisa experimentar o batismo no Espírito Santo.

III. Os Benefícios do Batismo no Espírito Santo.

A. Muitos benefícios vêm de receber o Espírito, incluindo:
1. A presença pessoal de Jesus torna-se mais real (João 14.15-17; 16.14-15).
2. Nós somos capacitados para viver vidas santas (Romanos 8.2,13).
3. Nós somos ajudados com nossas orações (Romanos 8.26-27).
4. Nós somos confortados em tempos difíceis (João 14.16, 26; 15.26; 16.7, Almeida; Atos 18.9-11).

B. O benefício mais importante é que nós recebemos poder para sermos testemunhas de Cristo (Atos 1.8).

IV. Receba O Espírito Santo

A. Nós recebemos o Espírito como indivíduos (Atos 9.17-18).

B. Nós precisamos ser zelosos em desejar a experiência (Mateus 5.6; João 7.37).

C. Nós precisamos nos arrepender, pedindo para o Espírito Santo (Atos 2.38).

D. Nós precisamos ter fé (João 7.38; Marcos 11.24).

Conclusão e Apelo

1. Somente na medida em que os crentes estiverem cheios do Espírito é que a igreja será bastante poderosa para resistir os efeitos do seu ambiente.

2. Somente então teremos poder para impactar e mudar nossas cidade e aldeias para Cristo.

3. Vem, agora, ser cheio do Espírito.
Novas Coisas Para um Novo Ano - 2018
Texto: Apocalipse 21:5

“.... Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve; porque estas palavras são fiéis e verdadeira”

Introdução: A Bíblia é um livro que fala sobre "coisas novas". A palavra "novo" é mencionada 150 vezes na Bíblia, enquanto a palavra "velho" é mencionada cerca de 380 vezes em nossa versão da Bíblia. Deus torna possível o que é "novo" para mim e para você.

À luz do que Deus fez para a terra em Gênesis através de Seus atos criativos, sabemos que Ele pode trazer "coisas novas" para nós hoje nesta geração. Vejamos algumas das coisas novas que são mencionadas na Palavra de Deus.

I. O Senhor dá um novo cântico (Salmo 33:3; 40:3).

As músicas do mundo estão cheias de letras sobre drogas, álcool, sexo ilícito e uma série de outras coisas indesejáveis. Mesmo com todas as suas festas e deleites, não há pessoa mais triste no mundo que o pecador perdido.

Se alguém se arrepender e crer, Deus lhes dá um novo cântico. Terá um conteúdo diferente do que o mundo tem para oferecer. Você pode estar triste por causa do pecado, mas o Senhor pode dar uma canção através de Sua justiça divina. Por que estar desanimado quando você pode ser satisfeito?

II. O Senhor dá novas misericórdias (Lamentações 3:22-23).

Deus, em Sua misericórdia, poupou um remanescente de Judá, protegeu e os abençoou durante seus anos de cativeiro, e então lhes permitiu retornar à sua terra mais uma vez. Ele lhes permitiu reconstruir sua cidade e templo; Ele os protegia das nações pagãs que odiavam os judeus.

Quão misericordioso Deus é com Seu povo. Quão misericordioso Ele é para nós hoje. É Sua grande misericórdia que retém o que você e eu merecemos. Deus deu um suprimento novo de amor leal ao Seu povo da aliança - assim Ele fará por nós. Suas misericórdias são como o maná no Antigo Testamento, que não se esgotavam.

III. O Senhor dá um novo coração (Ezequiel 18:31).

Foi dito a Israel que recebesse um novo coração, arrependendo-se do pecado e voltando-se para o Senhor. O coração do homem é enganoso e desesperadamente perverso. Deve haver uma mudança se deseja ter o céu como seu futuro lar! Fazer o que Deus diz!

IV. O Senhor dá novas criaturas (Ver 2 Coríntios 5:17).

Quem está em Cristo se torna uma nova criatura. A pessoa nunca é a mesma quando ele ou ela encontra o Senhor em salvação e perdão. Pedro diz que somos participantes da natureza divina (2 Pedro 1:4).

V. O Senhor dá uma nova cidade (João 14:1-3).

Uma linda mansão celestial espera todos os redimidos de Deus. Está preparada agora!

29 de dezembro de 2017

Superando Desafios Para Atingir os Objetivos do Ano de 2018
Superando desafios para atingir os objetivos do ano de 2018
Texto: Josué 3: 1-17

Introdução: O capítulo 3 de Josué nos diz que Josué junto com a nação de Israel atravessaram o rio Jordão transbordando. Essas pessoas tinham um objetivo principal em suas mentes. Conquistar a cidade de Jericó (um alvo militarmente importante) que prepararia o caminho para conquistar a terra prometida. No entanto, havia um desafio. A correnteza do Jordão era muito forte em Jericó. Além disso, era a época da colheita e a neve que derretia nas montanhas do Líbano faziam com que o rio transbordasse.

Assim como Josué e os israelitas, estou certo de que todos nós temos novos objetivos (pessoais, educacionais, ministeriais, profissionais) para alcançar nesse novo ano. Assim como eles, enfrentaremos desafios inimagináveis ​​enquanto corremos em direção a esses objetivos. O sermão de hoje é sobre como superar esses desafios.

1. Tome medidas imediatas

A. A tarefa de Josué não era fácil. O rio Jordão transbordando tinha mais de 1 milha de largura. Josué era responsável por levar 2 milhões de pessoas com segurança.

B. Ele poderia ter esperado. Em vez disso, ele tomou medidas imediatas (Josué 3:1)
C. A maioria das pessoas confrontadas com tarefas difíceis e arriscadas as adiam o maior tempo possível. Muitas vezes isso só piora as coisas.

D. Neste novo ano, quando você enfrentar uma situação desafiadora, não procrastine. Confie na força e na sabedoria de Deus. Então, levante-se "no início da manhã" e faça o que precisa ser feito. No final do dia você ficará feliz por ter feito.

2. Siga o conselho de seus líderes espirituais

A. Os líderes anunciaram a ordem de Deus para o povo seguir os sacerdotes e os levitas (Josué 3:2-3).

B. Os líderes espirituais são guias divinamente constituídos de nossa caminhada cristã. Siga-os.

C. A geração anterior morreu no deserto porque desprezaram as instruções de Moisés. Josué foi abençoado porque obedecia a Moisés desde o início.

D. A maioria de nós perdemos as bênçãos de Deus porque ignoramos o conselho de nossos líderes espirituais. Desobedecer a autoridade da liderança é rebelião direta contra Deus.

E. Neste ano faça um novo compromisso de se submeter à liderança constituída por Deus.

3. Espere na presença de Deus

A. Os israelitas não sabiam para onde ir, porque nunca tinham passado por lá, (Josué 3:4).

B. Do mesmo modo, não sabemos o que o ano de 2018 tem para nós.

C. A arca da aliança era um símbolo da presença de Deus e de Sua orientação.

D. É importante que os filhos de Deus passem tempo em Sua presença para orientação e direção no novo ano.

4. A santificação é um dever

A. O povo foi ordenado a tirar qualquer coisa e tudo que desagradava a Deus, (Josué 3:6).

B. O pecado nos impede de se tornar cristãos vitoriosos.

C. Se você examinar sua vida, confessar seus pecados e voltar-se para Deus, você será perdoado (1 João 1:9)

D. Peça a graça de Deus para que você não repita os mesmos erros cometidos no ano de 2017.

5. Confie em Deus e Sua Palavra

A. Deus prometeu que venceriam as nações que ocupavam a terra que prometeu a eles (Josué 3:9-13).

B. Pense em algumas promessas que você recebeu de Deus no ano passado?

C. Este ano, lembre-se dessas promessas e reivindique-as quando você enfrentar os rios Jordão da vida.

6. Fé em ação

A. A fé sem ações é morta (Tiago 2:17)

B. O rio Jordão se abriu somente depois que os sacerdotes entraram na água, (Josué 3:14-17).

C. A fé prática envolve um risco. Não gostamos de correr riscos. Queremos o caminho aberto antes de nos movermos para Deus. Um risco é apenas um risco se Deus não for conosco. Avance e confie em Deus para confirmar sua fé no momento apropriado.

D. Uma coisa importante que devemos fazer para permanecer forte na fé é lembrar o que o Senhor fez no ano de 2017 (Salmos 103:2). Ele abriu o mar vermelho. O rio Jordão não é nada para ele. Esteja disposto a molhar seus pés e depois esperar Deus responder.

Conclusão: Eu sei que muitos de vocês estão enfrentando águas turbulentas esta noite. Poderia ser em casa, na escola, no local de trabalho ou na igreja. A boa notícia é que você vai atravessar os rios Jordão e conhecer seus objetivos para o ano de 2018, se você seguir estes 6 princípios da Palavra de Deus que compartilhei com você. Veja mais esboços de sermões para o Ano Novo

20 de dezembro de 2017

A Unção Que Quebra o Jugo
A Unção que Quebra o Jugo
O Sermão em uma Sentença: Nós precisamos ser ungidos pelo Espírito para que possamos quebrar os jugos que amarram o povo.

O Propósito do Sermão: Que crentes possam ser batizados no Espírito Santo para que eles possam ser ungidos pelo Espírito para libertar o povo da sua escravidão.

Texto: Isaías 10.27

I. Os juízes quebraram o jugo por causa da unção.

A. Eles quebraram a escravidão política através do poder do Espírito Santo.

B. Cinco exemplos:
1. Otoniel (Juízes 3.10).
2. Débora (Juízes 4.4)
3. Gideão (Juízes 6.14, 34).
4. Jefté (Juízes 11.29).
5. Sansão
a. O Espírito o incitou (Juízes 13.25).
b. O Espírito veio sobre ele (Juízes 14.14).

II. Jesus quebrou o jugo por causa da unção.

A. Jesus declarou que através do Espírito Ele poderia quebrar a escravidão espiritual, física e emocional (Lucas 4.17-18).

B. Ele cumpriu a promessa no Pentecostes (Atos 2.1-4).

C. Uma vez que receberam o Espírito, os discípulos saíram e ministraram no poder e unção do Espírito Santo.
1. Por exemplo: O ministério ungido de Pedro e João à Porta do templo, chamada Formosa (Atos 3.1-10).

III. Hoje nós também temos sido chamados para quebrar os jugos por meio da unção.

A. Hoje as pessoas estão amarradas por muitas coisas.
1. Amarradas pelo pecado.
2. Amarradas pelo ocultismo.
3. Amarradas pelo Islamismo.

B. Nós precisamos ser ungidos pelo Espírito se nós vamos ser usados por Deus para quebrar estes jugos.

C. Como podemos ter esta unção?
1. Nós precisamos nos submeter “Àquele que unge” (Jesus).
2. Nós precisamos estar em união.
a. Nossa união é a união de propósito... de promoção... de determinação.
b. Salmo 133.1-3. (Nota como esta união resulta em unção que resulta em bênção).
c. Precisamos ser disponíveis a Jesus para Lhe permitir nos ungir.

Conclusão e Apelo

Vem para receber a unção sendo batizados no Espírito Santo.

19 de dezembro de 2017

A Sabedoria do Natal
A Sabedoria Do Natal
Texto: Mateus 2:1-12

Introdução

1. Mateus 2: 1-12

2. Não se sabe muito sobre os homens sábios.
a. Não temos certeza de quantos eram.
b. Não temos certeza do que eles seguiram.
c. Não temos certeza exatamente de onde eles vieram.
d. Eles conheciam profecias sobre o nascimento de Jesus.
e. Eles eram sábios porque eles buscaram Jesus para o adorar.

3. Não há muita certeza sobre o que era a estrela.
a. Existe a possibilidade de que fosse a glória Shekinah de Deus.
i. Êxodo 13:21
ii. 2 Crônicas 7: 1-2
iii. Ezequiel 10:18
iv. Lucas 2: 9
b. Os sábios enfrentaram várias dificuldades.
i. Distância
ii. Eles estavam viajando de uma terra distante.
c. Desconforto
i. A jornada era muito longa e cansativa.
d. Perigo
i. Os sábios tiveram que lidar com o rei Herodes.
ii. Herodes era o tipo de homem que não tinha problema em matar pessoas.
e. Jeremias 29:13

1. Como os sábios procuraram Jesus (Mateus 2:1)

1. O ministério do Espírito
a. Romanos 3:11
b. 1 João 4:19
c. 2 Pedro 3:9
d. João 1:9

2. A mensagem da Escritura
a. Mateus 2:2-6
b. Miquéias 5:2
c. Daniel 9:24-27
d. O milagre da estrela
i. Mateus 2:10

2. O que os homens sábios levaram para Jesus (Mateus 2:11)

1. O ouro fala do seu domínio soberano.
a. Mateus 2:2,6
b. 2 Timóteo 3:16
c. Daniel 9:25
d. Isaías 9: 7
e. Lucas 1:33
f. Mateus 22:21

2. O incenso fala da sua divindade sem pecado.
a. Mateus 2:11
b. Êxodo 30:37
c. Êxodo 20: 3
d. Apocalipse 19:10
e. 1 Timóteo 3:16
f. Isaías 9: 6

3. A mirra fala de Sua morte sacrificial.
a. Mateus 2:11
e. Marcos 15:23
f. João 10:18
g. Romanos 6:23
h. Salmo 50:12
i. Marcos 10: 17-22
j. 1 João 5: 3
k. 2 Coríntios 2:17
l. Isaías 1:18
m. Romanos 10:13
n. Romanos 9:33

Conclusão

1. Você conhece pessoalmente Jesus? Caso contrário, você pode orar a Ele hoje pedindo que Ele venha à sua vida.

2. Convide hoje a Jesus. Arrependa-se (dar meia volta) dos seus pecados e volte-se para Jesus. Peça que ele perdoe seus pecados e reconheça-o como o Senhor da sua vida.

3. Romanos 10: 9-10

4. Romanos 10:13
Ovelhas, Lobos, Serpentes e Pombas
Ovelhas, Lobos, Serpentes e Pombas
Texto: Mateus 10:16

Introdução: Neste capítulo, Jesus enviou seus doze apóstolos em uma missão (Mateus 10:5-7). Existem algumas semelhanças entre a sua comissão e as nossas responsabilidades hoje.

Nós somos como ovelhas no meio de lobos, então devemos ser astutos como serpentes e simples como pombas.

1. Enviados como ovelhas

A. Estamos em posição de fraqueza percebida - Jesus foi conduzido como um cordeiro ao abate (Isaías 53:7); o evangelho não atrai o "poderoso" (1 Coríntios 1:26); devemos estar "contentes nas fraquezas" (2 Coríntios 12:10) porque confiamos nele.

B. Somos seguidores do Senhor - Ele é o pastor (João 10:11); nós devemos ouvir a Sua voz e segui-Lo (João 10:27)

C. Nossa proteção vem do Senhor - ninguém pode nos tirar dele (João 10:28); eles estavam sendo enviados (separados fisicamente), mas eles ainda estavam protegidos (Mateus 10:28-31, 39)

2. No meio dos lobos

A. Vamos enfrentar inimigos - seremos perseguidos (2 Timóteo 3:12); não devemos nos surpreender com isso (1 Pedro 4:12)

B. Seremos superados em número - exemplos de outros (Atos 7:57-58; 2 Timóteo 4:16); contudo, o Senhor estará conosco (2 Timóteo 4:17-18, Mateus 28:20)

C. Devemos estar atentos ao diabo - ele nos caça como um leão (1 Pedro 5:8), que é uma ideia semelhante; O mundo o segue (2 Coríntios 4:4); então o mundo estará contra aqueles que seguem a Cristo (João 17:14)

3. Astutos como serpentes

A. Devemos agir com sabedoria (Colossenses 4: 5; Efésios 5:15) – orar por sabedoria (Tiago 1:5); nós a adquirimos aprendendo a colocar a palavra de Deus em prática (Colossenses 1:9-10)

B. Devemos evitar o perigo desnecessário - não ter uma "sede fanática de martírio"; devemos estar dispostos a sofrer e morrer quando necessário (Apocalipse 2:10), mas não quando desnecessário; pode fugir da perseguição (Mateus 10:23), o que nos permite continuar a obra do Senhor (Atos 8:4)

C. Devemos viver uma vida tranquila - essa deve ser a nossa ambição (1 Tessalonicenses 4:11) e a oração (1 Timóteo 2:2); não significa que estamos separados do mundo (João 17:15); ainda devemos ensinar e ser exemplos (1 Pedro 3:15; 2:12)

4. Simples como Pombas

A. Nós fomos perdoados - eles estavam ansiosos para isso, mas Jesus já morreu por nós (Efésios 1:7); "pelas suas feridas fostes sarados” (1 Pedro 2:24); nos desviamos, mas agora o seguimos (1 Pedro 2:25)

B. Devemos evitar o pecado - "astutos como serpentes", mas não em astúcia enganosa (Gênesis 3:1; 2 Coríntios 11:3); a palavra simples / inofensivos; significa inocentes; semelhante a uma criança (ver 1 Coríntios 14:20)

C. Devemos ser um símbolo da paz - os discípulos devem ser pacificadores (Mateus 5:9, Hebreus 12:14); temos uma mensagem de paz (Efésios 6:15); procuramos "preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz" (Efésios 4:3)
O Batismo no Espírito Santo
O Batismo no Espírito Santo
O Sermão em uma Sentença: Você pode ser batizado no Espírito Santo hoje.

O Propósito: Para ver crentes batizados no Espírito Santo.

O Texto: Atos 1.8; 2.1-4.

Introdução

1. Não existe nada mais importante na vida de um Cristão do que ser batizado no Espírito.
2. Nesta mensagem nós vamos responder três perguntas sobre o batismo no Espírito Santo.

I. O Que é o Batismo no Espírito Santo?

A. É uma experiência poderosa de Deus pela qual Deus reveste e enche um crente com Seu poder e presença (Lucas 24.49; Atos 1.8, 2.1-4).

B. É uma promessa para todos os crentes (Atos 2.4; Atos 2.14-17; Atos 2.38-39).

C. É uma ordem para todos os crentes (Atos 1.4-5; Efésios 5.18).

II. Porque o Batismo no Espírito Santo é tão importante na vida de cada crente?

A. Porque é a fonte de poder para a vida e serviço de um Cristão (Atos 1.8; Atos 4.31-33).

B. Porque, quando você for batizado no Espírito, você receberá poder para testemunhar (Atos 1.8).

C. Porque, quando você for batizado no Espírito, você também receberá poder para fazer o seguinte:
1. Poder para vencer a tentação e viver uma vida santa (Romanos 1.4; 8.13).
2. Poder para orar com mais eficácia (Lucas 11.1-13; Romanos 8.26-28).
3. Poder para amar com mais ardor (Romanos 5.5).
4. Poder para entender melhor a Palavra de Deus (1 Coríntios 2.14; João 14.26; 16.13).
5. Poder para pregar com mais eficácia (Atos 4.8, 31; 1 Coríntios 2.4).
6. Poder para fazer as obras de Jesus (João 14.12 com João 14.16; 16.7).
7. Poder para discernir, com mais clareza, a voz de Deus (Romanos 8.16).
8. Poder para cultuar (João 4.24).

III. Como você pode ser cheio do Espírito Santo hoje?

A. Três coisas você precisa fazer antes que você possa ser cheio do Espírito.
1. Você precisa verdadeiramente nascer de novo (Atos 2.38; João 14.17).
2. Você precisa ter fome e sede de Deus (Mateus 5.6; João 7.37).
3. Você precisa estar preparado para obedecer a Deus e tornar Sua testemunha (Atos 5.32).

B. Você recebe o Espírito pela fé.
1. Fé é o ingrediente essencial para receber qualquer coisa de Deus (Gálatas 3.2, 5, 14).
2. Você precisa crer em Deus para o Espírito (João 7.38).

C. Dar estes três passos de fé.
1. Pedir com Fé (Lucas 11.9, 13).
2. Receber pela Fé (Lucas 11.10; Marcos 11.24).
3. Em Fé se expressar do mais íntimo do seu ser (Atos 2.4; João 7.37).

Conclusão e Apelo

Vem agora para ser batizado no Espírito Santo.

12 de dezembro de 2017

A Promessa de Jesus em Atos 1:8
A Promessa de Jesus em Atos 1:8
O Sermão em uma Sentença: Jesus prometeu capacitar cada um dos Seus seguidores para ser Sua testemunha.

O Propósito do Sermão: Para observar crentes batizados no Espírito Santo e capacitados como testemunhas de Cristo.

Texto: Atos 1:4-8

Introdução

1. É a vontade de Deus para cada crente neste lugar ser batizado no Espírito Santo e capacitado para a tarefa de evangelização e missões.
2. A promessa de Jesus em Atos 1:8 é Sua última e mais importante promessa à igreja.
a. Ele cumpriu esta promessa primeiramente no Dia do Pentecostes.
b. O Pentecostes iniciou um poderoso movimento missionário do primeiro século.
c. Lucas o descreve assim: (Leia Atos 2.1-4).
3. Mas o que significava tudo isso?
a. Significa que Jesus tinha começado a cumprir Sua promessa em Atos 1.8.
b. Poder sobrenatural entrou nestes discípulos.
c. Eles foram transformados por dentro.
d. Eles tornaram poderosas testemunhas ungidas pelo Espírito.
4. Nossa oração é que hoje Jesus cumprirá Sua promessa em Atos 1.8 em nosso meio.
5. Desta promessa de Jesus nós aprendemos quatro verdades poderosas:

I. Nós aprendemos sobre a promessa de Jesus acerca de poder.

(“Mas recebereis poder...”)

A. Jesus tem nos dado uma tarefa importante.
1. Quer dizer, ser Suas testemunhas começando em Jerusalém e continuando a todo o mundo.
2. Humanamente falando, é uma tarefa impossível.
3. Pense em como aqueles primeiros discípulos deveriam ter se sentido.
B. Mesmo assim, Jesus prometeu poder para realizar a tarefa.
1. Seria um poder sobrenatural.
2. É uma promessa para cada crente.
C. Pergunta: Quem são os “vocês” a quem Jesus Se referiu em Atos 1.8?
1. Primeiramente, se refere aos Seus apóstolos.
a. Eles tinham sido salvos, chamados e comissionados.
b. Nós somos parecidos com eles: nós, também, temos sido salvos, chamados e comissionados.
2. “Vocês” também incluem todos os crentes em todo lugar (Atos 2.38-39).
3. “Vocês” incluem cada pessoa presente aqui hoje.
4. Inclui você!

II. Nós aprendemos sobre a fonte daquele poder.

(“... ao descer sobre vós o Espírito Santo”)

A. A fonte do poder é o Espírito Santo.
B. O Espírito Santo fornece capacitação sobrenatural.
1. Para serem testemunhas de Cristo.
2. Para pregar e ensinar com poder.
3. Para realizar as obras de Jesus.
4. Para avançar o reino de Deus.

III. Nós aprendemos sobre o propósito do poder.

(“... e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra”)

A. O Espírito nos dá poder para obedecer ao mandado de Cristo de pregar o evangelho.
1. Tanto em nosso lar como aos confins da terra.
2. Infelizmente, os Pentecostais demais não têm entendido esta verdade.
B. Nós todos devemos participar.

IV. Nós aprendemos algo sobre quando e como podemos receber este poder.

(“... ao descer sobre vós o Espírito Santo”)

A. Este poder para testemunhar não vem automaticamente na conversão ou batismo na água.
1. Tem algo que nós temos que fazer para receber este poder.
2. Para receber o poder nós precisamos, pela fé, receber o Espírito Santo (Gálatas 3.2, 14).
B. Jesus nos ensinou como receber: (Leia: Lucas 11.9-13)
1. Primeiramente, você precisa pedir com fé (Lucas 11.9, 13).
2. Em seguida, você precisa receber pela fé (Lucas 11.10; Marcos 11.24).
3. Finalmente, você precisa falar em fé (Atos 2.4; João 7.38).

Conclusão e Apelo

Vem agora e recebe a Promessa de Jesus em Atos 1.8.

9 de dezembro de 2017

Todo o Povo do Senhor como Profetas
Todo o Povo do Senhor como Profetas
O Sermão em uma Sentença: Deus quer lhe usar para torná-lo Sua testemunha capacitada pelo Seu Espírito.

O Propósito do Sermão: Que cada crente seja cheio do Espírito e reconheça que, como resultado, ele ou ela deveria tornar a voz profética de Cristo declarando o evangelho aos perdidos no poder do Espírito Santo.

O Texto: Números 11.26-29

Introdução

1. Nestes últimos dias, Deus está levantando um exército de profetas capacitados pelo Espírito para declarar a mensagem de Cristo às nações.

2. Sempre tem sido o plano de Deus que Seu povo seja uma comunidade de profetas ungidos pelo Espírito (i.e. Testemunhas capacitadas pelo Espírito).

3. Vamos esquadrinhar a Bíblia e descobrir o plano de Deus:

I. Moisés o desejou.

A. A história de Moisés e os Setenta Anciãos (Números 11.16-30).

B. Moisés desejou que todo o Povo do Senhor fosse profeta ungido pelo Espírito (Números 11.28-29).

C. Por que Moisés desejou isso?
1. Para que eles pudessem ajudá-lo no trabalho.
2. Hoje, Jesus nos alista na ajuda da pregação do evangelho às nações.
3. Nós precisamos ser cheios do Espírito.

II. Joel o confirmou.

A. O que Moisés desejou, Joel confirmou (Joel 2.28-29).
1. O dia certamente viria quando Deus tornaria todo seu povo em profetas.

B. A promessa será cumprida antes do tempo da seara espiritual (Joel 2.23-24).

III. Pedro o declarou.

A. A profecia de Joel foi cumprida primeiramente no Dia do Pentecostes.
1. A História de Pentecostes (Atos 2.1-13).

B. Pedro declarou que o tempo tinha chegado no qual todo o povo de Deus seria profetas (Atos 2.14-17).
1. “Isto é aquilo...” (Ferreira Almeida): i.e. Esta experiência dos Gentios de ser cheio do Espírito e falar em línguas é o cumprimento daquilo que Joel profetizou.

C. Três verdades poderosas:
1. Aconteceria nos Últimos Dias (Atos 2.17).
2. Seu propósito seria capacitar para uma missão (Atos 1.8).
3. É para todo o povo de Deus – filhos e filhas, jovens e velhos, escravo e livre (Atos 2.17).

IV. Nós podemos experimentá-lo.

A. Deus quer que Sua igreja seja uma comunidade de testemunhas capacitadas pelo Espírito.

B. Você pode tornar um dos profetas de Deus dos últimos dias sendo cheio do Espírito e se entregando à Grande Comissão de Cristo.

C. A promessa é para você hoje (Atos 2.38-39).

Conclusão e Apelo

1. Vem se comprometer em cumprir a missão de Deus.

2. Você será cheio do Espírito e capacitado para a missão.

6 de dezembro de 2017

Avançando o Reino de Deus
Avançando o Reino de Deus
O Sermão em uma Sentença: Jesus avançou o reino de Deus através do poder do Espírito Santo e nós continuaremos fazendo o mesmo quando nós formos cheios do Espírito Santo.

O Propósito do Sermão: Ver pessoas cheias do Espírito Santo e capacitadas para avançarem o reino de Deus.

O Texto: Mateus 12.22-28; Atos 1.3-5, 8

Introdução

1. Existe uma guerra cósmica acontecendo entre o reino de Deus e o reino de satanás (Efésios 6.12).
2. O reino de Deus está avançando poderosamente mesmo com aqueles que tentam impedi-lo (Mateus 11.12 NVI).
3. Jesus declarou que o reino de satanás não resistirá o avanço do reino de Deus através da igreja (Mateus 16.18).
4. A pergunta que responderemos nesta mensagem é esta: “Como o reino de Deus avança? ”

I. Jesus avançou o reino de Deus no poder do Espírito Santo (Mateus 12.22-28).

A. Jesus frequentemente curou e libertou as pessoas que estavam debaixo do poder de espíritos demoníacos.
1. O poder de Jesus sobre os demônios significa que o reino de Deus estava triunfando sobre o reino de satanás.

B. Nosso texto em Mateus mostra um exemplo significante de Jesus avançando o reino de Deus.
1. Neste texto, Jesus fez uma declaração que revelou duas importantes verdades:

C. Primeiro, Jesus revelou que a fonte do Seu poder era o Espírito Santo (v 28a).
1. “... eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus...”
2. Na encarnação, Jesus tornou um homem.
3. O Espírito Santo veio sobre Jesus como um homem e O capacitou para o ministério (Lucas 3.21-22; 4.1, 14-21).
4. Tudo que Jesus realizou no ministério Ele fez pelo poder do Espírito Santo (Atos 10.38).
5. Esta é uma verdade importante porque Jesus é o exemplo principal de como nós deveríamos viver no serviço a Deus.

D. Segundo, Jesus revelou que o reino de Deus avança no poder do Espírito Santo.
1. “... se Eu expulso demônios pelo Espírito de Deus então o reino de Deus tem vindo sobre vocês”.
2. É impossível o poder humano vencer o poder de satanás.
3. Satanás, porém, não resiste o avanço do reino de Deus no poder do Espírito Santo que Ele usou para avançar o reino de Deus.

II. Como Jesus, nós também podemos avançar o reino de Deus no poder do Espírito Santo (Atos 1.3-5, 8).

A. Jesus prometeu a Seus discípulos – e a nós – o mesmo poder do Espírito Santo que Ele usou para avançar o reino de Deus.
1. Depois da ressurreição, Jesus continuou a ensinar Seus discípulos sobre o reino de Deus.
2. Jesus enfatizou que eles iriam avançar o reino de Deus através do poder do Espírito Santo (vv 4-5, 8).
a. O Espírito Santo é tão importante que Jesus os instruiu a esperar até que O tivessem recebido (v 4).
b. Ele explicou que eles iriam receber o poder do Espírito Santo sendo batizados no Espírito (v 5, 8).
c. No dia do Pentecostes, o Espírito Santo veio sobre eles e eles foram cheios da Sua presença e poder como Jesus tinha prometido (At 2.1-4).
d. O resto do livro de Atos mostra como a igreja primitiva avançou o reino de Deus no poder do Espírito Santo.

B. A promessa do Espírito Santo é para nós hoje como foi para os discípulos primitivos.
1. Pedro declarou que a promessa do dom do Espírito Santo é para todo mundo (Atos 2.38-39).

C. Nós ainda estamos numa guerra contra os poderes demoníacos.
1. Muitas pessoas no mundo hoje estão oprimidas e em escravidão pelo pecado e pelo poder de satanás.
2. A única esperança para o mundo é uma igreja capacitada pelo Espírito e capaz de avançar contra satanás.

D. Hoje nós precisamos crer na promessa de Cristo e Lhe pedir que nos encha com o poder do Espírito para avançarmos o reino de Deus.
1. Se nós formos cheios do Espírito, nós também proclamaremos com poder o evangelho e veremos o reino de Deus vir em poder.
2. Se nós buscarmos ser cheios do Espírito, Deus vai operar através de nós para libertar os cativos e avançar Seu reino como Ele fez através de Jesus (João 14.12, 16-17).

Conclusão e Apelo

1. Venha em fé e se entregue para avançar o reino de Deus.
2. Se nós pedirmos a Deus, Ele nos encherá com o poder do Seu Espírito e nos capacitará para avançar Seu reino (Lucas 11.9, 13).
O Herdeiro de Todas as Coisas
O Herdeiro de Todas as Coisas
"Nestes últimos dias [Deus] nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas" (Hebreus 1:2).

Como Jesus é o Filho de Deus, Ele é o herdeiro de tudo o que Deus possui.

Quando Cristo veio à terra, tornou-se pobre por causa de nós, para que nós, por meio de Sua pobreza, pudéssemos ser enriquecidos (2 Coríntios 8:9).

Ele não tinha nada para si mesmo - Ele não tinha "onde reclinar a cabeça" (Lucas 9:58). Até as suas roupas foram tiradas dele quando Ele morreu, e Ele foi enterrado em um túmulo que pertencia a outra pessoa.

Está além de nossa compreensão imaginar que o carpinteiro galileu que foi crucificado como um criminoso comum, nu e sangrando em uma cruz fora da cidade de Jerusalém, é o Rei dos reis e Senhor dos senhores. Mas ele é!

Como o Filho de Deus, Jesus é o herdeiro de tudo o que Deus possui. O apóstolo Paulo explica que todas as coisas não só foram criadas por Cristo, mas também para Ele (Colossenses 1:16). Tudo o que existe encontrará o seu verdadeiro significado somente quando estiver sob o controle final de Cristo.

Os salmos predisseram que Cristo um dia seria o herdeiro de tudo o que Deus possui. O Pai, falando ao Filho, diz: "Pede-me, e eu te darei as nações por herança, e as extremidades da terra por possessão" (Salmo 2:8). Deus também declarou: "Também lhe darei o lugar de primogênito; fá-lo-ei o mais excelso dos reis da terra" (Salmo 89:27, Colossenses 1:15). "Primogênito" refere-se aos direitos legais - especialmente aqueles de herança e autoridade.

Quando Cristo vier à terra novamente, Ele herdará completamente e eternamente todas as coisas (Apocalipse 11:15). E porque confiamos nele, devemos ser "co-herdeiros de Cristo" (Romanos 8:16-17).

Quando entrarmos no Seu reino eterno, juntos possuiremos tudo o que Ele possui. Nós não seremos Cristos conjuntos ou Senhores conjuntos, mas seremos herdeiros conjuntos. Sua herança maravilhosa também será nossa.

Agradeça a Deus por te fazer um herdeiro comum com Cristo. Agradeça ao seu Senhor por permitir que isso aconteça através da Sua morte na cruz.

Leia Apocalipse 5:1-14 e 11:15-18 e observe como os habitantes do céu respondem a Cristo.

5 de dezembro de 2017

Onde o Poder de Deus Flui?
Onde o Poder de Deus Flui?
Texto: Atos 3:1-10
Introdução
1. São 3 horas da tarde (a hora da oração no Templo), Pedro e João dirigem-se para se juntarem à multidão na grande Casa de Deus.

2. E, no caminho, quando chegaram a Porta chamada Formosa (uma porta embutida com ouro e pedras preciosas, situada como uma entrada no lado leste dos tribunais do Templo) - eles encontraram esse homem que era aleijado desde o nascimento.

3. Você observa que ele não foi permitido dentro do Templo para se juntar na oração, porque ele era um paralítico. Por causa do orgulho espiritual, sentiram que ele estava manchado - não era adequado para a casa de Deus. E então ele se sentou nos degraus e implorou. E as pessoas lhe davam alguma esmola (para aliviar suas consciências enquanto eles iam à oração!)

4. Mas, quando Pedro e João se aproximaram, neste dia em particular, ele os viu, e então ele pediu uma esmola. (Pedro e João tinham acabado de ser cheios com o Espírito Santo, e assim eles estavam cheios de alegria e vida - então esse homem coxo tinha certeza de obter uma boa oferta desses caras).

5. Pedro disse a ele: "Olhe para nós!" - Talvez a cabeça do homem estava curvada, ele nunca olhou nos olhos daqueles que entravam por medo de ofendê-los. Então ele olhou para eles "esperando receber algo deles". Pedro disse: "Prata e ouro, eu não tenho, mas o que eu tenho lhe dou: em nome de Jesus Cristo de Nazaré, levanta-te e anda".

6. Com isso, Pedro segurou a mão direita do homem e levantou-o, e nesse momento a "força" veio aos pés e ao tornozelo desse homem pela primeira vez em sua vida. E ele se levantou! E ele começou a saltar - diante de centenas de judeus que foram para orar - e ele glorificou a Deus!

7. Que grande milagre! Você não gosta de ouvir histórias como a do poder de Deus. Você não espera que o poder de Deus se mova assim em nosso meio?

8. A questão é, nesta noite: em que tipo de ambiente o poder de Deus fluirá?

9. O título desta mensagem é "Onde o poder de Deus flui" e vamos ver quatro parâmetros para o poder de Deus fluir. Primeiramente:

I. O poder de Deus flui onde ele está

Soa simples / óbvio, não é? O poder de Deus flui onde Deus está.

A. Deus não estava no templo
1. Olhe para a situação do coxo. Ele estava sentado à entrada do templo durante anos (4:22 diz que ele tinha "mais de 40 anos de idade"). O Templo era supostamente a própria Casa de Deus - o "lar" da presença de Deus - e, no entanto, ele passou toda sua vida acampado em suas portas e ele ainda continuava aleijado!
2. Em todo fervor religioso, não havia nada que essas pessoas pudessem oferecer-lhe! O melhor que podiam fazer era poucas moedas de cobre para aliviar suas consciências enquanto passavam - um ato de piedade.
3. Este era o lar do Deus que criou o universo pela palavra de sua boca? Não, meus amigos! Ele não estava lá.
4. Como eu sei disso? Quando Jesus foi pendurado na cruz e clamou "Está consumado", a Bíblia registra que o véu do templo foi rasgado em dois, significando que a presença de Deus não está mais restrita ao Santo dos Santos, mas agora ele vive em uma nova habitação, lar! Nós somos os vasos de Deus.
5. Quando esse véu foi rasgado, o povo religioso ficou realmente nervoso. Então, o que eles fizeram? Eles colocaram o véu de volta.
6. Amigos, quando esse véu foi rasgado, Deus estava escrevendo "Ichabod" sobre os umbrais da porta: "A glória partiu".

B. Deus reside no crente
1. Deus não estava mais neste templo, mas ele estava na vida desses dois discípulos de Jesus: Pedro e João. O homem coxo agora experimenta o poder real da presença de Deus - Não fluindo pelas portas do templo - mas sim subindo as escadas!
2. Quando Pedro estendeu a mão e curou o homem - Diga-me - a mão que estendida, era de Pedro ou de Deus? Pedro - mas nós somos as mãos e os pés de Deus. "Cristo em vós, a esperança da glória!" Colossenses 1:27.
3. O homem coxo foi curado porque o poder de Deus flui onde quer que ele esteja. Se queremos o poder, devemos garantir a presença de Jesus.
4. Maria e Marta souberam disso. Quando seu irmão Lázaro morreu, elas chamaram Jesus. Elas sabiam que, onde Jesus estava, o poder de Deus flui. Mas Jesus chegou tarde, e Lázaro já estava morto.
5. Marta disse: "Se tu estivesses aqui!" Seu problema era que ela via Jesus como o Deus de ontem. Mas Jesus a esclareceu dizendo: "EU SOU a ressurreição e a vida, aquele que crer em Mim, ainda que esteja morto, viverá".
6. Amigos, "Jesus Cristo, é o mesmo ontem, hoje e para sempre!" Você não serve um Deus de ontem, mas de hoje!
7. O poder de Deus flui onde ele estiver presente.

II. O poder de Deus flui onde há expectativa

A. A importância da expectativa
1. Este homem coxo poderia estar pensando apenas em prata e ouro - Mas pelo menos ele estava esperando algo!
2. Quantos sabem que Deus faz "muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos”? O problema é que muitas vezes nós chegamos a Deus, não esperando nada! Nós chegamos à igreja pronto para "apenas outro culto de domingo".
3. Nada é mais triste do que ir à igreja quando você não espera que algo aconteça - e pior ainda quando você está certo de que nada vai acontecer! Se chegar ao ponto que chegamos à igreja, não esperando que nada aconteça, então "somos de todos os homens mais miseráveis". Quando você se sente assim, que surpresa - nada acontece!
4. Amigos, seja em casa em seu devocional particular ou quando você vem para a casa de Deus, devemos vir a Deus com expectativa! "porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam". Você veio aqui hoje esperando que Deus faça algo novo, algo emocionante, algo fresco em sua vida? Se você veio, então "você não vai sair daqui como se você estava no Nome de Jesus".
5. Este homem coxo esperava algo - e ele conseguiu muito mais do que ele esperava. O poder de Deus flui onde há expectativa. Precisamos desenvolver uma atitude de expectativa. Jesus disse: "... tudo o que pedirdes em oração, crede que o recebereis, e tê-lo-eis" Marcos 11:24.

B. A expectativa permite que Deus seja Deus!
1. Esse tipo de expectativa deve caracterizar todas as áreas da vida do crente. Por exemplo:
a. Você pode ter a expectativa de que Deus vai dirigir a sua vida.
b. Você pode ter a expectativa de que Deus o salve de circunstâncias extremas.
c. Você pode ter a expectativa de que Deus providencie.
d. Você pode ter a expectativa de que Deus cure.
2. O lema da vida de Hudson Taylor era o seguinte: "Faça grandes coisas para Deus e espere grandes coisas de Deus!"

Citação: "Muitos cristãos avaliam as dificuldades à luz de seus próprios recursos e, portanto, tentam pouco e muitas vezes falham no pouco que tentam. Todos os gigantes de Deus foram homens fracos que fizeram grandes coisas para Deus porque contaram com o Seu poder e presença com eles" (J. Hudson Taylor)

3. Pergunta: "Como você acha que Deus se sente quando comparecemos diante dele sem um senso de expectativa?" Ele é o grande Deus que fez todo o céu e a terra - deve ser insultante para Ele quando não esperamos que nada aconteça! Quando esperamos totalmente vê-lo mover-se, veremos seu poder.

III. O poder de Deus flui onde a autoridade do reino é reconhecida

A. Os apóstolos tinham autoridade
1. Uma característica mais marcante deste relato para mim é que não há registro de Pedro e João orando por esse homem coxo. Eles simplesmente exerceram a autoridade disponível em nome de Jesus, e o homem foi curado. (Agora tenho certeza de que os apóstolos "oravam" - tenho certeza de que passaram muito tempo buscando o Senhor, mas quando este apresentou sua necessidade, eles não sentiram que tinham que orar - simplesmente o curaram no Nome de Jesus.)
2. O reino de Deus é a esfera da autoridade de Jesus! Em Mateus 28:18, Jesus diz: "Toda autoridade me foi dada no céu e na terra".
3. Quando Pedro disse: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo", Jesus respondeu: "...sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela; dar-te-ei as chaves do reino dos céus... " Mateus 16:18-19.
4. Como Jesus vê sua igreja?
a. Como uma Igreja ... tentando "aguentar" até que Ele venha?
b. Como uma Igreja ... que é intimidada?
c. Como uma Igreja ... lutando para superar o mundo?
d. Como uma Igreja ... lutando para se manter viva?
5. Não! Em vez disso, uma Igreja vitoriosa e conquistadora! Jesus retrata a igreja não como se protegendo contra os poderes do mal, mas como avançando contra esses poderes até que suas maiores fortalezas sejam derrubadas!

B. Foi-nos dada autoridade
1. De fato, os Evangelhos enumeram várias vezes quando Jesus investiu Sua autoridade em Seus seguidores para completar as tarefas que Ele os enviou para realizar.
2. Ilustração. Algum tempo atrás, uma pintura perdida de Da Vinci "Salvator Mundi" foi vendida por US$ 450 milhões. Imagino as pessoas que venderam por US$ 125 em 1958, e por US$ 10.000 em 2005. Eles tinham algo valioso e não aproveitaram isso. E nós?
3. Jesus disse: "Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai" João 14:12.
4. Jesus enviou os 12 discípulos (Lucas 9:1-2); então enviou 70 discípulos (Lucas 10:1); por fim, ele comissionou a todos os crentes dando Sua autoridade para curar, expulsar demônios, purificar leprosos, etc. (Marcos 16:15-18).
5. Você é um "crente"? Se assim for, então os mesmos sinais devem seguir você e eu!

IV. O poder de Deus flui onde ele receberá a glória

A. Não dado para a glória própria [Leia v. 8-10]
1. Deus é muito rigoroso em ter certeza de que ele recebe a glória pelo que ele faz. Muitas vezes no Antigo Testamento, Deus diz: "Não darei a minha glória a outro" Isaias 42:8; 48:11. Essa é a razão pela qual ele reduziu o exército de Gideão a 300, etc.
2. Aqui, em Atos 3, Deus queria curar esse homem para que o nome de Jesus fosse exaltado, para que as pessoas pudessem se chegar a Ele como Salvador. Pedro e João tiveram o cuidado de dar o credito a Jesus pelo milagre.
3. O poder de Deus flui onde ele receberá a glória!

B. Ilustração
1. Uma vez conheci um homem muito usado de Deus em milagres. Um jovem ministro chegou a ele, perguntando se o homem de Deus o ensinaria a orar a oração de fé, para que ele também pudesse ver os milagres em seu ministério.
2. O antigo ministro respondeu: "A manifestação do Espírito não depende de quanto você possa confiar em Deus, mas de quanto Deus pode confiar em você!"
3. Se estamos fazendo o trabalho do Senhor e permanecendo em comunhão com o Senhor e nosso motivo está correto - podemos ter certeza.

Conclusão

A. Ilustração
1. O Reverendo Vince D'Acchioli contou como pregou em uma das maiores igrejas de Cingapura quando o Pastor anunciou a congregação de vários milhares de pessoas que o Rev. Vince voltaria a orar por elas.
2. 2000 pessoas abriram caminho para a frente. O reverendo Vince nunca havia participado de um culto de cura daquele tipo. Seguindo a liderança do Pastor, Vince começou a orar por eles. Cada vez, o poder de Deus caia sobre eles. Muitos deles caíram no chão.
3. Ele confessou mais tarde a sua esposa: "Eu não senti nada. Como eles foram curados? "Ela disse:" Eles foram com expectativa!"
4. Com essa resposta simples, uma verdade profunda começou a enraizar-se na minha alma. Será por isso que não vemos mais obras sobrenaturais de Deus?
5. Eu venho a Deus esperando que ele faça algo extraordinário, algo especial, algo muito além dos meus sonhos e habilidades?
6. Em seu livro The Crisis in the University, Sir Walter Moberly diz aos cristãos professos: "Se um décimo do que você acredita é verdade, você deveria estar dez vezes mais animado do que você está".

B. O ambiente certo - Em que "ambiente" o poder de Deus flui? Aqui, nos Atos 3, temos quatro princípios orientadores:
1. Onde Ele está.
2. Onde há expectativa.
3. Quando a autoridade certa é reconhecida.
4. Onde ele só receberá a glória.

C. Precisa de um milagre? O poder de Deus está fluindo!

28 de novembro de 2017

Compelidos a Alcançar os Perdidos
Compelidos a alcançar os perdidos
Sermão em uma frase: Somos compelidos por Cristo, pelo Espírito, e pela necessidade do mundo a levar o evangelho aos perdidos.

Propósito do sermão: Que os crentes sejam revestidos com o Espírito e se comprometam a alcançar os perdidos com o evangelho.

Texto: Atos 20:22: "Agora, compelido pelo Espírito, estou indo para Jerusalém, sem saber o que me acontecerá ali" (NVI)

Introdução:

1. No nosso texto, Paulo descreve como ele foi compelido pelo Espírito a terminar a tarefa que Cristo lhe havia dado.
2. Sua tarefa dada por Deus era "...testemunhar do evangelho da graça de Deus" (v. 24).
3. Esta mensagem: Quatro coisas que nos compele a alcançar os perdidos hoje:

I. Somos compelidos a alcançar os perdidos porque nos foi dado um comando de cima.

A. Recebemos uma comissão da mais alta autoridade.
1. Quando Jesus deu a Grande Comissão, Ele lembrou aos discípulos que "toda autoridade no céu e na terra me foi dada" (Mateus 28:18).
2. Portanto, nós fomos comissionados por Aquele que tem toda autoridade para "ir e fazer discípulos de todas as nações ..." (vv. 19-20).

B. Cristo nos comissiona a alcançar os perdidos em casa e em todo o mundo.
1. Ele nos diz para "Sair pelos caminhos e valados, e obriga-os a entrar, para que a minha casa se encha" (Lucas 14:23).
2. Ele nos ordena: "Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16:15)

C. Devemos obedecer ao nosso comandante em chefe.

II. Somos compelidos a alcançar os perdidos porque ouvimos o choro de baixo.

A. Se você ouvir com seu coração, você pode ouvir o choro dos corredores daqueles que estão condenados.
1. Uma vez, Jesus nos deu um vislumbre do inferno (Lucas 16:19-31).
2. No inferno, o homem rico implorou a Abraão: "Tenho cinco irmãos. Deixe [Lázaro] avisá-los, para que eles também não venham a este lugar de tormento" (v. 28).

B. A única maneira pela qual as pessoas podem escapar do inferno é através da fé em Jesus Cristo (João 14:6, Atos 4:12).

C. É nossa responsabilidade dizer-lhes antes que seja eternamente muito tarde!

III. Somos compelidos a alcançar o perdido porque podemos ouvir um chamado de fora.

A. Aqueles que nunca ouviram o evangelho estão implorando conosco: "Venham e ajude-nos".
1. Contar a história do "Apelo macedônio" de Paulo (Atos 16:9-11).
2. Na África existem mais de 900 tribos que não tiveram um testemunho adequado do evangelho.
3. Devemos ouvir o seu clamor, e devemos levar o evangelho para elas.

B. Podemos alcançar os não alcançados de três maneiras:
1. Podemos orar por eles.
2. Nós podemos ir até eles com a mensagem de Cristo.
3. Podemos apoiar outros que irão até eles.

IV. Somos compelidos a alcançar os perdidos porque sentimos uma compulsão de dentro.

A. Todos os que foram verdadeiramente salvos, têm o Espírito Santo vivendo dentro de si.
1. Eles foram "nascidos do Espírito" (João 3:6-8).
2. Se eles ouvirem, o Espírito irá falar com eles (Romanos 8:16).
3. Ele nos compele a ir para os perdidos e a falar sobre Jesus.
a. Em nosso texto, Paulo disse: "Agora, compelido pelo Espírito, estou indo para Jerusalém, sem saber o que me acontecerá ali" (Atos 20:22).
b. A razão pela qual ele estava indo era "para testemunhar do evangelho da graça de Deus" (v.24).
c. Pedro teve a mesma experiência com o Espírito (Atos 11:12).

B. O Espírito não somente nos enviará para os perdidos, Ele nos dará o poder de alcançá-los.
1. Jesus prometeu: "Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra" (Atos 1:8).
2. Recebemos esse poder quando somos batizados no Espírito Santo (Atos 1:4-5).
3. Foi o que aconteceu com Pedro e os outros discípulos no Dia de Pentecostes (Atos 2:1-4).

Conclusão

1. Cristo nos compele a levar o evangelho aos perdidos.
2. Venha agora e comprometa-se a alcançá-los antes que seja tarde demais.
3. Venha agora e receba o poder do Espírito Santo.
Bênçãos de Ensinar a Bíblia
Bênçãos de Ensinar a Bíblia
Texto: 1 Timóteo 4:16

Introdução: Os cristãos têm muitas oportunidades de ensinar a Bíblia, mesmo sem ensinar publicamente diante da igreja.

Há vários benefícios de ter a Bíblia como tema do nosso ensino - também responsabilidades / encargos [vamos discutir estes na próxima mensagem].

Neste sermão, nos concentraremos nas bênçãos de ensinar a Bíblia.

1. A mensagem não muda

A. Isso não é verdade em outras áreas de estudo. os livros didáticos devem ser continuamente revisados ​​e / ou substituídos por novos que contenham novas informações

B. A palavra do Senhor não muda (1 Pedro 1:25) - contém tudo o que precisamos para a vida e a piedade (2 Pedro 1:3); nos equipa por toda boa obra (2 Timóteo 3: 16-17); uma vez para sempre foi entregue (Judas 3)

C. Nós também sabemos que ela não muda porque Deus proibiu expressamente os homens de mudá-la (Gálatas 1: 6-9) - deve seguir os mandamentos do Senhor revelados pelos apóstolos (Mateus 28:18-20; 1 Coríntios 14:37); ir além disso ou mudar a mensagem foi proibido (2 João 9; 2 Pedro 3:16)

D. Portanto, simplesmente precisamos ir à Bíblia para a mensagem que devemos ensinar (1 Pedro 4:11)

2. A mensagem é clara e simples

A. Quando ensinamos, devemos usar "muita ousadia no falar." (2 Coríntios 3:12) - fazemos isso porque a Palavra de Deus foi revelada de forma a que possamos compreendê-la (Efésios 3:4)

B. Deus não mostra parcialidade (Atos 10: 34-35) - não quer que o homem se perca (2 Pedro 3:9); todavia, aqueles que não obedecem ao evangelho estão perdidos (2 Tessalonicenses 1:8-9)

C. Como o evangelho é o poder de Deus para a salvação (Romanos 1:16), ele revelou-o de forma clara e simples para nós

3. A própria mensagem é motivadora

A. Muitas vezes, é difícil ser motivado para aprender certos assuntos ou ler certos livros - desinteressante, irrelevante, muito difícil, etc. Esse não é um problema com a Bíblia

B. A Bíblia é interessante (Salmo 119:24) - aprendemos sobre pessoas, lugares, eventos; nos mostra Deus e coisas celestiais

C. A Bíblia é relevante (Eclesiastes 1: 9) - aborda o problema do pecado (Romanos 6:23), um problema universal (Romanos 3:23)

D. A Bíblia não é muito difícil (Efésios 3:4) – até mesmo as passagens que são mais difíceis ainda podem ser entendidas (2 Pedro 3:16)

4. Há algo para todas as idades

A. Por mais velhos que sejamos, a Bíblia é para nós - desde a infância (2 Timóteo 3:15); como novos cristãos (1 Pedro 2: 2); como cristãos maduros (Hebreus 5:14); para os que são jovens (Eclesiastes 11:9; 12:1) e aqueles que são velhos (2 Timóteo 4:7-8; Apocalipse 14:13)

B. Ninguém é muito novo ou muito velho para a mensagem da Bíblia

5. Há algo para qualquer condição ou estação na vida

A. Não importa quem somos ou o que devemos suportar, a Bíblia é para nós - cristãos ou não-cristãos (Mateus 28:18-20; Atos 2:37-42); marido, esposa, pai, filho, mestre, escravo (Efésios 5:22 - 6:9); ricos ou pobres (Provérbios 22:2; Gálatas 3:26-29); abundantemente abençoado ou sofrendo dificuldades (Filipenses 4: 11-13)

B. Portanto, é sempre apropriado dirigir as pessoas para a Bíblia

6. Não existe maior recompensa pessoal para o êxito

A. Alegria em saber que aqueles a quem ensinamos estão seguindo o Senhor (3 João 4)

B. No final, há salvação para nós mesmos (1 Timóteo 4:16)

Conclusão

A. Quando ensinamos a Bíblia, estamos ensinando uma mensagem que é para todos

B. Ela foi desenhada por Deus para ser clara, simples, motivadora e gratificante

C. Reconheçamos essas bênçãos e usemos as oportunidades que temos para ensinar a Bíblia aos outros

27 de novembro de 2017

Coisas Que Nunca Haverá no Inferno
Coisas que nunca haverá no inferno
Texto: Salmo 9:17

Introdução: Tudo em nosso mundo físico possui certas qualidades que o tornam essencial. Por exemplo, a água é composta por duas moléculas de hidrogênio e uma molécula de oxigênio. Qualquer outra mistura, e você não terá água. Você terá algo totalmente diferente.

Em um sentido muito real, reconhecemos coisas em nosso mundo físico, não só pelas características que possuem, mas também por aquelas que não possuem. Você provavelmente não verá um cavalo com chifres crescendo na cabeça, ou um cervo com um tronco pendurado em sua cara. Se assim fora, seriam considerados aberrações da natureza.

Hoje, enquanto lidamos com o tema do Inferno, quero falar sobre algumas coisas que nunca haverá lá. Ao fazê-lo, também teremos uma ideia vívida de suas características. Posso garantir-lhe, se você é normal, não vai gostar do que verá.

Você pode estar se perguntando por que eu pregaria uma mensagem como esta. Espero que, se houver alguém aqui hoje sem Cristo, eles determinarão dar seu coração a Jesus antes que seja eternamente muito tarde. Para aqueles que são salvos, oro para que você tenha um quadro tão vívido do inferno hoje que você determinará ganhar o máximo de pessoas possível.

Quero deixar muito claro hoje que este pregador não vê o que a Bíblia tem a dizer sobre o Inferno como simplesmente metafórico ou alegórico. Eu acredito que o Inferno de que a Bíblia fala é um lugar literal, cheio de pessoas literais, suportando uma dor insuportável literal. Eu acredito que nosso pior pesadelo não se aproxima dos horrores do inferno.

Pode-se perguntar: "Por que um Deus amoroso criaria um lugar tão horrível?" Pessoal, acredito que Deus quis fazer o inferno tão horrível, tão quente, para que todos os que considerassem seriamente isso fossem repelidos por isso. O inferno não foi criado com o homem em mente. Foi criado para Satanás e seus anjos de acordo com Mateus 25:41. No entanto, a Bíblia ensina que todos os que rejeitam Cristo também irão para lá.

Hoje eu quero que vejamos algumas coisas que o Inferno nunca terá. Vamos ver o que a Palavra de Deus tem a dizer sobre isso.

I. No Inferno, nunca haverá LUZ

Mateus 8:12a "mas os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores..."

Mateus 22:13a "Ordenou então o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, e lançai-o nas trevas exteriores..."

II Pedro 2:17 "Estes (falsos mestres) são fontes sem água, névoas levadas por uma tempestade, para os quais está reservado o negrume das trevas".

Judas 12-13 "Estes (falsos mestres) são os escolhidos em vossas ágapes, quando se banqueteiam convosco, pastores que se apascentam a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos; são árvores sem folhas nem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas ondas furiosas do mar, espumando as suas próprias torpezas, estrelas errantes, para as quais tem sido reservado para sempre o negrume das trevas”

Você pode imaginar nunca mais ver a luz novamente? Quando as almas perdidas sofrerem a escuridão do Inferno por milhares de anos, elas ainda serão atormentadas pelas lembranças do brilho quente da luz do sol que uma vez acariciou seus rostos. Mas a luz do dia nunca mais verão. Mas que castigo mais adequado poderia haver para aqueles que "amaram antes as trevas que a luz" (João 3:19)?

Disseram-me que alguém que é forçado a permanecer na escuridão total por um longo período de tempo torna-se muito agitado e irritável.

Há outras razões pelas quais não haverá luz no inferno:

a. A Luz do mundo não estará lá (João 8:12).
b. A luz do Evangelho não estará lá, pois todo coração já se escureceu. II Coríntios 4:4b diz: "... nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo".

II. No Inferno, nunca haverá ÁGUA

Lucas 16:24 "E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e envia-me Lázaro, para que molhe na água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama".

Para a consternação e tormento dos condenados, o único líquido legal que terão no Inferno será o que permanece em suas memórias. Pode-se imaginar o tormento de uma garganta seca e uma língua inchada que implora por uma gota de água e, contudo, nunca pode ser satisfeita.

III. No Inferno, nunca haverá SORRISOS

Lucas 16:23a "no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos...”

Lucas 16:24b "... estou atormentado nesta chama".

Mateus 8:12b "... haverá choro e ranger de dentes".

Mateus 13:42 "e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes".

Mateus 22:13b "... haverá choro e ranger de dentes".

Apocalipse 14:11a "A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre..."

Provérbios 17:22a diz: "O coração alegre serve de bom remédio" - Deixe-me ilustrar:

Como percebido pelo paciente, Norman fala de ser hospitalizado com uma doença rara e incapacitante. Quando ele foi diagnosticado como incurável, Norman ​​saiu do hospital. Consciente dos efeitos prejudiciais que as emoções negativas podem ter no corpo, Norman raciocinou que o inverso era verdadeiro. Então ele pegou emprestado um projetor de filmes e prescreveu seu próprio tratamento, composto por filmes de Marx Brothers e velhas reprises de "Candid Camera". Não demorou muito para ele descobrir que 10 minutos de risada proporcionaram duas horas de sono sem dor. Surpreendentemente, sua doença debilitante foi eventualmente revertida. Depois que o relato de sua vitória apareceu no New England Journal of Medicine, Norman recebeu mais de 3000 cartas de médicos em todo o mundo.

O sorriso de prazer e regozijo nunca será visto no inferno. O riso de crianças pequenas ou os risos de adultos nunca serão ouvidos no inferno, pois todas as risadas serão substituídas choro e ranger de dentes.

IV. No Inferno, nunca haverá LIBERDADE

A. Aqueles que recebem Cristo são livres para sempre.

João 8:36 "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres".

B. Aqueles que rejeitam Cristo estão encarcerados para sempre.

II Tessalonicenses 1:8 "...quando do céu se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder em chama de fogo, e tomar vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus; os quais sofrerão, como castigo, a perdição eterna, banidos da face do senhor e da glória do seu poder”

Apocalipse 20:10 "e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos".

A dor será para sempre. A escuridão será para sempre. A sede será para sempre. O ranger de dentes e o tormento serão para sempre.

Pessoal, não haverá sinais de saída no inferno. Não haverá fuga. Uma vez que uma pessoa chega no inferno, é para sempre.

V. Ninguém que não está PERDIDO

A. O Santo nunca pode perecer.

João 6:47 "Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê tem a vida eterna".

João 10:28 "eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão".

B. O pecador não pode evitar a punição.

Lucas 13:3b "... se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis".

João 3:36b "o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus".

Apocalipse 20:15 "E todo aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo".

No Inferno, nunca haverá:

I. LUZ
II. ÁGUA
III. SORRISOS
IV. LIBERDADE
V. NINGUÉM QUE NÃO ESTÁ PERDIDO

21 de novembro de 2017

O Plano de Salomão Para Construir o Templo
O plano de Salomão para construir o templo
Texto: 2 Crônicas 2:4-9

Introdução: Quando Salomão fez planos para construir o templo, ele explicou o que planejava fazer, por que ele planejava fazê-lo e o que ele precisava para completar o trabalho.

Não adoramos o templo nem devemos adorar um edifício tão elaborado como o templo. Mas existem princípios que se aplicam ao nosso serviço ao Senhor hoje na igreja.

1. Ele estava construindo para o Senhor (v. 4)

A. Isto era "ao nome do Senhor" - este era um lugar para "ali fazer habitar o seu nome" (Deuteronômio 12:11); Deus "não habita em templos feitos por mãos de homens" (Atos 17:24); O seu trono está no céu (Isaías 66: 1); Isso o fez diferente dos "deuses" das outras nações

B. O templo foi dedicado a Ele - esta palavra significa ser consagrado / separado; na igreja, devemos ser inteiramente dedicados à obra do Senhor (1 Timóteo 5:16)

C. Isto era fazer o que Deus o havia instruído a fazer - o que era "obrigação perpétua de Israel"; não devemos fazer o que pensamos que o agradará (Mateus 7:21-23); faça o que Ele disse (João 4:24)

2. Ele reconheceu a grandeza de Deus (v. 5)

A. Maior que todos os deuses - provado em toda a história de Israel (Êxodo 18:9-11; Josué 2:8-11; 1 Samuel 5:1-7); Salomão disse isso ao rei de Tiro, que tinha seus próprios "deuses" que ele adorava, mas sua afirmação não era feia ou antagônica; devemos estar dispostos a declarar a verdade sobre o Senhor (1 Pedro 3:15)

B. Porque Deus é grande, a casa que ele construirá seria grande – isso não significa que precisamos do prédio mais legal, maior, mais fofo ou mais caro para adorar; lembre-se, a igreja é o povo (Atos 2:47; Efésios 5:23); deve ser santo e irrepreensível (Efésios 5:27)

3. Ele expressou sua humildade (v. 6)

A. "Quem sou eu ..." - uma expressão de humildade diante de Deus (cf. Êxodo 3:11; 1 Crônicas 17:16) - esta é a atitude que todos deveriam ter (Salmos 8:3-4, Tiago 4:10)

B. Construir a casa do Senhor não era para exaltar Salomão - não servimos ao Senhor para receber o louvor dos homens (Mateus 23:5-7; 2 Coríntios 4:5)

4. Ele insistiu que fosse bem feito (v. 7-9)

A. O plano de Salomão para o templo incluía o melhor do que poderia ser usado - melhores materiais (v. 7); melhores artesãos (v. 7); abundância de materiais (v. 9); nenhuma despesa seria poupada (v. 10)

B. A medida que servimos hoje na igreja, devemos insistir em que a Sua obra seja bem feita - faça disto uma prioridade (Mateus 6:33; Hebreus 10:25); Dar o nosso melhor esforço (Eclesiastes 9:10; Romanos 12:1); esteja disposto a sacrificar (2 Coríntios 8:1-5; Marcos 12: 41-44)

Conclusão

A. Quando Salomão fez planos para construir o templo, ele deixou muito claro o motivo pelo qual ele estava construindo

B. Era para honrar a Deus - portanto, valia a pena todo o esforço e as despesas que gastaria para fazê-lo

C. Precisamos ter a mesma atitude hoje, pois servimos o Senhor na igreja

D. Tudo o que fazemos precisa ser para honrá-lo - Ele é digno de nossos melhores esforços para servi-Lo

20 de novembro de 2017

Quatro Características de Uma Igreja Saudável
Texto: Atos 2:37-47

Introdução: Se observarmos os dias, os tempos e as estações em que vivemos, há muitas coisas que nós, como igreja, podemos concluir. Uma conclusão a que cheguei é que, se já existiu um momento em que a igreja deve ser genuinamente saudável, agora é o momento. Na comunidade, que a Assembleia Intercultural de Deus faz parte, ser espiritualmente vigoroso não é uma opção para nós. Além disso, é necessário e obrigatório que, como igreja, sejamos espiritualmente vibrantes e saudáveis nesses últimos dias.

No nosso texto, observamos a igreja imediatamente após o Pentecostes. A Igreja imediatamente após o Pentecostes parecia estar no seu estágio mais feliz, mais vibrante, mais poderoso e mais saudável em toda a história da Igreja, como a conhecemos. A Igreja de Atos do Novo Testamento é o modelo que devemos seguir. Portanto, parece apropriado que, se queremos descobrir como ter uma Igreja saudável, devemos aprender com o exemplo da Igreja no livro de Atos imediatamente após o Pentecostes.

Nestes tempos incrivelmente diversos, em que vivemos, há muito debate sobre o que é preciso para que uma igreja seja uma igreja pentecostal verdadeiramente saudável. Você também pode fazer a pergunta, pastor, o que é realmente necessário para uma igreja ser verdadeiramente viva, vibrante, robusta e saudável? Primeiro, as igrejas saudáveis ​​e vivas são saudáveis ​​e vivas por causa de uma decisão intencional que eles fizeram para ser saudável e vivas. Igrejas saudáveis ​​não são saudáveis ​​e vibrantes por causa de um acidente. Igrejas saudáveis ​​não acontecem por acaso.

Igrejas vivas e saudáveis mudam constantemente. As igrejas doentes não precisam mudar. Igrejas vivas e saudáveis ​​ melhoram constantemente para o futuro. As igrejas doentes e mortas adoram o passado. Igrejas vivas e saudáveis ​​avançam pela fé. As igrejas mortas e doentes sempre operam dentro do domínio da visão humana. Igrejas vivas e saudáveis ​​se concentram nas pessoas. As igrejas doentes estão focadas nos programas. Igrejas vivas e saudáveis ​​são cheias de dizimistas. As igrejas doentes são cheias de ladrões. Igrejas vivas e saudáveis ​​sonham grandes sonhos de Deus. As igrejas doentes estão constantemente revivendo pesadelos. Igrejas vivas e saudáveis ​​evangelizam e fazem discípulos. Igrejas doentes e mortas simplesmente fossilizam.

A Bíblia claramente define para nós quais características compreendem uma igreja saudável. Esses traços são as características do plano de Deus para a Sua igreja ser totalmente triunfante e conquistadora. Examinemos nosso texto e aprendamos as quatro características de uma igreja saudável.

I. Compromisso com a doutrina.

A. Atos 2:42 "e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações".
1. A primeira coisa que fez desta igreja uma igreja saudável ​​foi a doutrina!
a. É raro que isso seja considerado de extrema importância hoje em muitas Igrejas!
1) 2 Timóteo 4:3-4 diz, "Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas".
2) É extremamente trágico que o mundo não se preocupe com a doutrina. No entanto, é ainda mais trágico que a maior parte da igreja não se preocupa também com a doutrina.
b. Muitas vezes, inclusive em alguns avivamentos, a doutrina é removida para dar lugar a experiência!
c. Experiências saudáveis, no entanto, devem ser guiadas pela doutrina, e não o contrário!
B. Todos os avivamentos saudáveis ​​na história tiveram como característica uma maior ênfase na pregação e na Palavra, não uma diminuição!
1. Os avivamentos duradouros são alimentados por uma sólida pregação bíblica.
2. Os avivamentos momentâneos que duram apenas como um fogo de palha geralmente são evidenciados por uma negligencia a pregação em favor das experiências.
C. A Bíblia é muito clara em relação à importância da Palavra.
1. Romanos 10:17 declara: "Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo".
a. Às vezes, a Igreja pode ser enganada ao pensar que outras coisas são mais importantes que a Palavra de Deus, a ênfase às vezes muda incorretamente as necessidades físicas sobre a Palavra de Deus.
b. Devemos ter cuidado para não negligenciar a Palavra em favor de outras coisas como prioridades maiores!
D. Não é por acaso que a doutrina é colocada no topo da lista aqui em Atos 2:42.

II. Compromisso com a comunhão.

A. Atos 2:42 "e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações".
B. Atos 2:44-46, "Todos os que criam estavam unidos e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração"
1. A igreja de Atos não apenas olhava para suas próprias vidas e suas próprias necessidades, eles se importavam profundamente uns com os outros, tanto que, sob as difíceis circunstâncias do primeiro século, juntaram seus recursos e os compartilhavam para que todos pudessem viver e sobreviver em um ambiente de difícil perseguição.
a. A vida cristã não é apenas um conjunto de doutrinas, mas a PALAVRA FEITA CARNE, como foi em Cristo, mas agora está em nós!
b. Assim como Cristo se entregou por nós, devemos entregar-nos uns aos outros através da contínua comunhão.
2. São os atos de amor e comunhão que permitem aos outros saberem que a boa doutrina está de fato trabalhando em nossas vidas!
a. Muitas vezes, são as coisas simples, mas práticas todos os dias, coisas aparentemente mundanas, que demonstram o amor de Deus e o poder da Palavra de Deus viva em nós!

III. Compromisso com a adoração.

A. Atos 2:42 "e perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações".
1. É interessante que a comunhão dos santos (que é mais comumente referida como comunhão) é seguida com a comunhão com Deus (que é comumente referida como Adoração)!
a. Foi João em sua primeira epístola que ligou a vertical com a horizontal!
b. 1 João 1:3-7 "sim, o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que vós também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. Estas coisas vos escrevemos, para que o nosso gozo seja completo. E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e nele não há trevas nenhumas. Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade; mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado".
2. Não se pode ter comunhão com Deus (adoração) se não tem comunhão com os seus semelhantes.
3. Não se pode ter comunhão com seus companheiros crentes se não tem comunhão com Deus (adoração).
4. Porque a Palavra de Deus é viva, a doutrina deve fluir em algum lugar através de nós, em direção a Deus e uns aos outros!
5. Ser "devotado" à doutrina, à comunhão e agora a adoração e a comunhão refletem um esforço genuíno, um esforço constante para com algo, o que é, neste caso, um esforço para a excelência e o desenvolvimento de uma igreja saudável.
B. Como verdadeiros discípulos, devemos ser uma igreja de adoração.
1. A igreja primitiva era caracterizada pelo sua fervorosa adoração e oração.
2. 1 Coríntios 11:17-30 "Nisto, porém, que vou dizer-vos não vos louvo; porquanto vos ajuntais, não para melhor, mas para pior. Porque, antes de tudo, ouço que quando vos ajuntais na igreja há entre vós dissensões; e em parte o creio. E até importa que haja entre vós facções, para que os aprovados se tornem manifestos entre vós. De sorte que, quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a ceia do Senhor; porque quando comeis, cada um toma antes de outrem a sua própria ceia; e assim um fica com fome e outro se embriaga. Não tendes porventura casas onde comer e beber? Ou desprezais a igreja de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo. Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou pão; e, havendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo que é por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo pacto no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes do cálice estareis anunciando a morte do Senhor, até que ele venha. De modo que qualquer que comer do pão, ou beber do cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma do pão e beba do cálice. Porque quem come e bebe, come e bebe para sua própria condenação, se não discernir o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e enfermos, e muitos que dormem".
a. O apóstolo Paulo criticou severamente os coríntios por suas reuniões impróprias de comunhão, porque elas se tornaram nada mais do que apenas uma refeição, e até mesmo nisso eles consideravam um ao outro enquanto comiam um com o outro.
1) Os membros mais pobres ficavam sentados lá com pouco para comer, e seus irmãos e irmãs em Cristo, mais ricos não compartilhavam com eles sua refeição abundante!
2) Eles perderam o sentido de adoração na comunhão e na Igreja!
b. A devoção a adoração (representada aqui pela comunhão) deveria ser fervorosa e real ... direcionada a Cristo como o símbolo dos elementos da comunhão.
1) Muitas vezes hoje, o culto tornou-se uma formalidade ou ritual!
2) Adoração não é apenas um ato ou uma lista programada, é refletir a paixão de nossos corações e mostrar devoção tão forte que não podemos ser distraídos por outras coisas quando focados em Cristo!
C. As pessoas não salvas não serão negligentes a um culto de adoração apaixonada, o mundo já teve o suficiente de rituais vazios e dogmas sem sentido, e está com fome de saber que existe um Deus real adorado por verdadeiros discípulos apaixonados!

IV. Compromisso com o Evangelismo e a oração

A. Atos 2:46-47 "E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos".
1. A quarta coisa que essa Igreja saudável era dedicada era comunicar a alegria da salvação!
a. O evangelismo surgiu da devoção deles!
b. Sua devoção era tão poderosa que eles caiam "na graça de todo o povo. E cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos".
2. Esta quarta área realmente tem duas direções de comunicação.
a. "louvando a Deus" – oração
b. "acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos" – evangelismo
3. Este último item reflete a paixão da Igreja em falar com Deus e com o mundo!
4. Sem dúvida, estas características estão conectadas com a comunhão - se isso não acontecer verticalmente, não é provável que aconteça horizontalmente!
a. Uma igreja que ora é uma igreja evangelizadora!
b. Uma igreja evangelizadora é uma Igreja que ora!
5. A Igreja primitiva era uma Igreja que orava. Isso alimentava o evangelismo!
a. A Igreja ou cristão que aprendeu a falar com Deus não terá nenhum problema em aprender a falar com os homens!
b. Ilustração: preferiria orar do que ser um grande pregador; Jesus Cristo nunca ensinou aos discípulos como pregar, mas apenas como orar.
B. Uma Igreja saudável evangeliza porque está em contato com Deus e com as pessoas!
1. Não pode deixar de compartilhar o que tem recebido!
2. A medida que as pessoas testemunham a devoção e a vida de uma Igreja saudável, elas são atraídas pelo Evangelho e pela Igreja!
C. A melhor forma de evangelismo é ser uma Igreja saudável e ser cristãos saudáveis!
D. Nós precisaríamos de muito menos seminários sobre o crescimento da Igreja se curássemos a Igreja internamente em vez de apenas gastar energia em coisas externas!
1. Se a Igreja primitiva pôde ser saudável sem dinheiro, sem edifícios, sem Editora Gospel, sem especialistas em crescimento de Igreja, nós também podemos ser saudáveis hoje!
E. As quatro características de uma Igreja saudável estão sempre ao alcance daqueles que se dedicam a vivê-las!

Conclusão: a Igreja primitiva era saudável porque estava cheia de amor por Deus e Sua Palavra e amor um pelo outro. A Igreja de hoje também pode ser saudável se estivermos dispostos a permitir que o Espírito de Deus faça um trabalho semelhante em nós e sejamos dedicados à doutrina, (o ensino da doutrina é chamado de discipulado), comunhão, adoração e evangelismo! (A expressão mais eficaz do evangelismo é a compaixão).

11 de novembro de 2017

Calebe, o Conquistador de Cabelos Grisalhos
Calebe, o conquistador de cabelos grisalhos
Texto: Josué 14:6-15

Introdução: Esta passagem se concentra em um homem chamado Calebe. Calebe fazia parte de Israel quando partiram do Egito. Ele estava presente Deus dividiu as águas do Mar Vermelho. Para sua informação - Israel atravessando o Mar Vermelho é uma imagem da Salvação. Livres da servidão e livres de faraó.

Ao observarmos Israel enquanto viajam pelo deserto, podemos ver claramente que há muito mais para a salvação do que simplesmente ser libertado. Deus tinha uma terra que manava leite e mel, preparada para eles. Seria uma terra de gigantes e uma terra de batalhas, mas era deles se quisessem.

Agora, como você sabe, Israel escolheu vagar pelo deserto por quarenta anos. Além disso, aqui está outra imagem excelente da vida cristã. Deus nos salva e nos promete que podemos ter uma vida de vitória e intensa alegria espiritual, mas ao invés de reivindicar o que é corretamente nosso - coisas como paz, alegria, companheirismo, poder e glória de Deus, escolhemos viver em uma região desértica espiritual, derrotada e deprimida.

Esta noite, quero que vejamos o que permitiu a este homem de 85 anos possuir o que Deus lhe prometeu. Calebe é um tipo de cristão que está disposto a pagar o preço, lutar as batalhas e ganhar a vitória que Deus o prometeu. Nestes versos, somos mostrados como nós também podemos tomar posse na nossa parte de Canaã e caminhar na vitória todos os dias de nossas vidas! Permita-me falar com você um pouco sobre Calebe: o conquistador de cabelos grisalhos.

I. O compromisso de Calebe. (Vs. 8, 9, 14)

A. A primeira chave para o sucesso de Calebe foi que Deus tinha tudo que Calebe tinha!
1. Observe a frase repetida de que Calebe "eu perseverei em seguir ao Senhor meu Deus".
2. Esta afirmação é feita sobre Calebe seis vezes no Antigo Testamento.
a. Esta frase significa "fechar a lacuna".
b. É uma frase que é frequentemente usada pelos caçadores para se referir ao fechar a brecha entre eles e suas presas.
c. Aqui em nosso texto, ela se refere a Calebe sendo comprometido a manter a distância entre ele e o Senhor a um mínimo possível.
d. Nós, como Calebe, devemos dedicar-nos a seguir inteiramente o Senhor.
e. (Ilustração) Quando Júlio César desembarcou nas margens da Grã-Bretanha com suas legiões romanas, ele deu um passo ousado e decisivo para garantir o sucesso de seu empreendimento militar. Ordenou seus homens que parassem no limite dos penhascos de Dover, ele ordenou que olhassem para baixo, para a água. Para o espanto deles, viram todos os navios em que atravessaram o canal envolto em chamas. César havia interrompido deliberadamente qualquer possibilidade de retorno! Agora que seus soldados não conseguiriam retornar ao continente, não havia mais nada para fazer senão avançar e conquistar! E isso é exatamente o que eles fizeram. Muitos cristãos deixaram uma espécie de escapatória de volta à antiga vida de pecado. Precisamos queimar todas as pontes que levem a vida antiga e colocar nossas mentes na tarefa de conquistar a nossa Canaã.
f. Mateus 16:24 diz: "Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me"
g. Quando Jesus usou essa imagem de seus seguidores tomando suas cruzes para segui-lo, os discípulos sabiam o que ele queria dizer.
h. A crucificação era um método comum de execução romana, e os criminosos condenados tinham que levar suas cruzes pelas ruas até o local de execução.
i. Seguir Jesus, portanto, significava um verdadeiro compromisso, o risco de morte e sem volta.

B. Cristãos de corações divididos são cristãos fracos e nunca aprendem a conquistar os gigantes em suas vidas. Tiago 1:8 diz, “homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos".
1. Existe apenas uma maneira de se levantar contra o diabo e as portas do inferno; é sendo totalmente entregue a Jesus.
2. Jesus nos chama a segui-Lo com compromisso e coragem, disposto a arriscar tudo por causa dele.

C. O homem que se ajoelha diante de Deus em submissão pode permanecer de pé diante de qualquer pessoa ou qualquer coisa.
1. Nosso compromisso com Cristo afeta todos os nossos outros relacionamentos.
2. Quanto mais devotados somos a Jesus, mais fiéis seremos para nossa igreja, família e amigos.

D. Tudo o que Jesus quer de nós é o nosso compromisso total.
1. Qualquer coisa menos do que o compromisso total impedirá você de ser vitorioso em todas as áreas da sua vida.
2. Precisamos dar tudo o que temos para ele.
3. Isso se resume a uma verdade.
a. Se você, como Calebe, fechar a brecha entre você e Ele.
b. Se você perseguir Deus com cada fibra do seu ser, ele fará o mesmo em sua direção.
c. Tiago 4:7, 8 diz: “Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos para Deus, e ele se chegará para vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de espírito vacilante, purificai os corações".

II. A confiança de Calebe (V. 12)

A. O que foi que deu a Calebe, de 85 anos, a ideia de que ele poderia ser um matador de gigantes?
1. A confiança de Calebe estava na Palavra de Deus. (Vs. 10 e 12)
2. Deuteronômio 1:34-36 diz: "Ouvindo, pois, o Senhor a voz das vossas palavras, indignou-se e jurou, dizendo: Nenhum dos homens desta geração perversa verá a boa terra que prometi com juramento dar a vossos pais, salvo Calebe, filho de Jefoné; ele a verá, e a terra que pisou darei a ele e a seus filhos, porquanto perseverou em seguir ao Senhor"
3. Calebe tinha visto a Terra Prometida e por 45 anos, essa visão tinha queimado em seu coração enquanto ele vagava pelo deserto!
4. Enquanto outros se queixavam, Calebe procurou uma montanha onde o leite e o mel fluíam e onde as uvas de Escol cresciam.
5. Ele pôde ver além de suas circunstâncias as promessas do Senhor.
a. A fé não é apenas um pensamento positivo.
b. A fé não é apenas otimismo.
c. A fé não é apenas olhar para o lado positivo.
d. A fé é simplesmente atuar sobre o que a Palavra de Deus diz.
e. A fé é mais do que dizer que você crê; é agir segundo o que você crê.
f. Hebreus 11:1 diz, "Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem".
6. É preciso fé para obter a vitória espiritual.
7. Na verdade, somente a fé em Deus pode nos dar a vitória que buscamos.
a. Hebreus 11:6 diz "Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam".
8. A fé nunca é um salto cego, mas é, em vez disso, uma profunda convicção de que Deus fará o que Ele prometeu!

III. A coragem de Calebe

A. O compromisso levou à confiança – a confiança a coragem.
1. Calebe teve que superar 3 grandes obstáculos em sua busca por sua Canaã.

B. Calebe teve que superar gafanhotos.
1. Números 13:33 diz: "Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos"
2. Para que Calebe reivindicasse o que Deus prometeu, ele tinha que ir contra a maioria.
3. Jesus estava geralmente sozinho em tudo o que Ele fazia!
4. Os hipócritas e os murmuradores sempre cercam as pessoas de verdadeira fé.
5. Sempre haverá alguém dizendo que não pode ser feito, nunca foi feito assim, não podemos pagar, etc.
6. Às vezes, você ficará sozinho, mas se você está na Palavra de Deus, na vontade de Deus, então você nunca esteve em melhor companhia!

C. Calebe teve que superar gigantes.
1. Números 14:6-9 diz, “E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, que eram dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes; e falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra, pela qual passamos para a espiar, é terra muitíssimo boa. Se o Senhor se agradar de nós, então nos introduzirá nesta terra e no-la dará; terra que mana leite e mel. Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão. Retirou-se deles a sua defesa, e o Senhor está conosco; não os temais".
2. Todos nós temos gigantes em nossas vidas.
a. Gigantes do desânimo.
b. Gigantes das finanças.
c. Gigantes das doenças.
d. Gigantes dos problemas familiares.
e. Gigantes da angústia.
f. Gigantes da dúvida.
g. A verdade é que não podemos vencê-los por nós mesmos.
h. Temos 2 opções para lidar com os gigantes de nossas vidas.
3. Podemos dizer olhar como somos pequenos comparados com aqueles gigantes.
a. Esta é a perspectiva do medo!
b. 2 Timóteo 1:7 diz, "Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação".
4. Alternativamente, podemos dizer; olha quão pequenos são esses gigantes comparados com Deus!
a. Esta é a perspectiva da fé!
b. Filipenses 4:13 diz: "Posso todas as coisas naquele que me fortalece".
c. Efésios 3:20 diz: "Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera".
d. Mateus 28:18 diz: "E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra".
e. Enfrentar gigantes também é bom para você.
f. Os gigantes são pão para os filhos de Deus.
g. Números 14:9 diz: "Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão. Retirou-se deles a sua defesa, e o Senhor está conosco; não os temais".

D. Calebe teve que superar os cabelos grisalhos. (Vs. 10, 11)
1. Quando Deus faz uma promessa, ele nos dará força para ver o seu cumprimento!
2. Nunca conte com Deus, nem com você mesmo.
3. A verdadeira fé olha além da atual circunstância e vê a provisão do Todo-Poderoso!
4. Toda verdadeira coragem cristã realmente é, a vontade de dizer "Sim!" para o chamado de Deus em sua vida.

IV. A conquista de Calebe (vs. 13, 14)

A. Calebe experimentou o que Deus prometeu!

B. Ele escalou as montanhas e derrotou os gigantes - ele reivindicou sua posse.

C. O nome do lugar que Calebe herdou foi chamado Hebrom.
1. Significa "comunhão".
2. Calebe recusou-se a desistir até que ele tivesse obtido tudo o que o Senhor tinha para ele!
3. Ele se recusou a parar até ter obtido esse lugar de comunhão com Deus.
4. Esse deve ser nosso grito de batalha esta noite!
a. Devemos nos recusar a desistir, dar meia volta, ou calar e parar, até que estejamos levantados, alinhados, confessados, guardados e preenchidos em tudo o que o Senhor quer dar aos Seus filhos!
b. Não devemos nos contentar com nada menos que o lugar de perfeita comunhão com o Senhor nosso Deus!
5. E quanto a você, você entrou na sua Canaã e reivindicou sua posse?
6. Não é a vontade de Deus que você fique vagando pelo deserto da derrota para sempre.
7. É a vontade dele que você ande na vitória e em Seu poder.
8. 1 Coríntios 15:57 diz, "Mas graça a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo".
9. Segundo Coríntios 2:14 diz: "Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu conhecimento".

D. Haverá provações.
1. Deus tinha: um dilúvio para Noé.
2. Uma fornalha para os 3 jovens hebreus.
3. Uma cova de leão para Daniel.
4. Um bolo para a viúva.
5. E uma cruz para Jesus.
6. No entanto, houve vitória no meio de cada provação para estes e haverá vitória para você também!

Conclusão: Onde você está em sua caminhada pessoal com o Senhor esta noite? Você entrou em sua Canaã, ou você está vagando pelo deserto ainda lutando dia a dia? Deus tem um lugar de paz e poder para você, mas você deve estar disposto a reivindicar sua posse. Não é para os fracos, mas é para o coração da fé. Venha reivindicar a sua Canaã agora mesmo! Você observa que, há uma grande diferença entre uma promessa e uma posse! Deus prometeu a Israel a terra, mas eles tinham que possuir antes de se tornarem deles. Ei, Deus tem vitória para Seus filhos, qual é a Sua promessa! No entanto, essa promessa deve ser ativamente perseguida e possuída antes de se tornar uma realidade.

Alguns de vocês nem sequer são salvos esta noite. Não há nada para você fazer, senão vir ao Senhor Jesus e se curvar diante dele confessar seus pecados e depois recebê-Lo em seu coração como seu Salvador pessoal. Sua maior necessidade é ser salvo pela graça de Deus!