O Alto Custo De Estar Perdido

O Alto Custo De Estar Perdido
Texto: Lucas 12:16-21
Introdução: O termo "perdido" é algo que todos nós entendemos. A maioria de nós perdemos algo em algum momento ou outro. Nós ficamos chateados com algumas perdas. Pode nos custar muito ter que substituir algo que perdemos.

Mas considere o uso desta palavra em referência a eternidade. Agora, ela assume uma conotação muito mais sombria e séria. Estar perdidos para sempre ... por toda a eternidade! Deve nos trazer grande preocupação para com aqueles que rejeitaram a verdade do Evangelho.

Muitas vezes as pessoas pensam que para fazer um compromisso com Cristo é muito grande. (E é um grande compromisso). Pessoas me disseram que eles teriam que parar de beber ... fumar ... drogar ... ou outro comportamento. Certamente existem mudanças na vida de uma pessoa. Mas esta noite, por um momento eu quero considerar o custo de não fazer esse compromisso. O custo de se perder por toda a eternidade também é grande. Sem esperança de nunca sair do inferno e do tormento eterno.

Leia: Lucas 12:16-21

Esta é uma triste parábola de um homem perdido que perdeu tudo. Ele era próspero, mas lamentável. Ele era rico, mas ele termina a sua vida em arrependimento. Considere comigo hoje o alto custo de estar perdido. Por que este homem perdeu tudo?

I. Sua Felicidade Era Limitada Aos Acontecimentos Da Terra (v. 16)

A. "O campo de um homem rico produziu com abundância"
1. Tudo parecia estar indo muito bem
2. Estou certo de que os seus vizinhos olharam para ele e ficaram maravilhados com o seu grande sucesso.
3. Ele estava feliz; ele avaliou sua vida e sucesso e determinou expandir sua operação.
B. Porém, os investimentos aqui são sempre arriscados, pense no que os reveses financeiros teriam feito a ele.
1. Uma seca teria devastado.
2. O excesso de chuva teria arruinado.
3. Ele não conseguiu reconhecer que essas coisas são sempre uma possibilidade.
4. Ele não tinha feito nenhum plano para caso de desastre.
C. Seu desastre aconteceu em uma área totalmente inesperada. (Como geralmente acontece)
1. Ele achava que tinha muito tempo. "... muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te"
2. Mas Deus pensava o contrário. "...esta noite te pedirão a tua alma..."
3. Ele estava totalmente despreparado para a eternidade.
4. Toda a sua felicidade e atenção tinha sido gasto com as coisas da terra.

II. Suas Possessões Eram Limitadas Às Colheitas Da Terra (vv. 17-18)

A. "que farei...?"
1. Sua prosperidade produziu problemas para ele.
a. Ele não sabia o que fazer com seu sucesso
b. O aumento de sua riqueza complicou sua vida (não facilita as coisas)
c. Ele não pensou em compartilhar com outras pessoas que estavam em necessidade
B. O rico insensato sofria com alguns problemas
1. "Farei isto: destruirei os meus celeiros"
2. Seus novos celeiros iriam anunciar a sua riqueza
3. "...recolherei todo o meu produto e todos os meus bens"
C. Mas, tudo o que este homem colheu era perecível.
1. Nada disso duraria para sempre.
2. Seus frutos e bens acabariam apodrecendo.
3. Inclusive seus novos celeiros acabariam em decadência e desmoronaria.
4. Esse é o fim deste mundo e esta vida.
5. As coisas desta vida simplesmente não vão durar. (Carros; casas; posses; etc.)

III. Suas Esperanças Eram Limitadas Aos Horizontes Da Terra (vv. 19-20)

A. Este homem estava preparado para a aposentadoria.
1. Ele olhou para o futuro com confiança no que ele tinha realizado.
2. Ele fez tudo o que era suposto fazer, quanto os padrões do mundo.
3. Somos bombardeados com publicidade e informação que nos levam a se preparar para o nosso futuro, fazendo algum tipo de investimentos.
4. Ele fez os investimentos certos para suas possessões terrestres ... ele era bem-sucedido como um fazendeiro e sua colheita provou isso.
B. Mas o seu plano para o futuro estava com defeito, porque não incluía Deus.
1. Ele tinha esquecido de planejar para a eternidade.
2. Ele não levou em conta a sua necessidade de além-túmulo.
3. Talvez ele estava ocupado demais para pensar no que aconteceria depois da morte.
4. Talvez ele sentiu que estava muito iluminado para acreditar no céu ou no inferno.
5. Não importa o que ele pode ter pensado ou acreditado ... não muda os fatos.
6. Deus disse: "... Esta noite ..."
7. Ele partiu para a eternidade “Perdido” para sempre!
C. Tudo o que ele tinha trabalhado tão duro para acumular foi deixado para trás.
1. Que desenvolvimento trágico!
2. Tudo o que ele tinha trabalhado tão duro para ganhar.
3. Ele perdeu tudo, incluindo sua alma.

IV. A Aplicação Do Senhor. (v. 21)

A. É uma advertência para todos nós.
1. Onde está o nosso foco?
2. Está neste mundo e nas coisas deste mundo?
3. Está somente nas coisas temporais?
4. Jesus disse que sofremos a mesma perda.
B. O não ser "rico para com Deus" vai significar a perda eterna de nossas almas.
1. A eternidade sem Cristo ...
2. A eternidade no lago de fogo ...
3. Dor e tormento eterno ...
4. Eterna escuridão ...
5. Sem esperança ... perdidos para sempre!
C. O convite é para todos nós.
1. Aqueles que estão sem Cristo; vêm a Ele com fé hoje e encontre a vida eterna.
2. Aqueles que são crentes; avalie sua vida ... no que você está investindo seu tempo e talentos? Será que vai trazer recompensa eterna?
3. Se não, venha hoje e acerte as coisas com Deus ...
4. Entregue seu coração e sua vida a Ele hoje.

Pr. Aldenir Araujo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

O Alto Custo De Estar Perdido Reviewed by Aldenir Araujo on segunda-feira, novembro 02, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.