Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: A Luz do Mundo
Texto: João 9:1-12

Introdução: Luz do mundo, descreve o plano e propósito da vida e ministério do Senhor. Jesus veio a este mundo e realizou muitas grandes e milagrosas maravilhas, mas seu objetivo principal era iluminar a escuridão espiritual que envolveu esse mundo. Ele veio para ser a luz do mundo.

Nosso texto nesta noite detalha a cura e a salvação de um homem pobre e cego. É um exemplo do que Jesus veio fazer. Ele veio para dar luz àqueles que estão presos à escuridão. Se você está na escuridão esta noite, estou aqui para dizer-lhe que Jesus pode e irá levá-lo para a luz se você o invocar e se achegar a Ele pela fé.

I. A Miséria do Homem Cego

A. Considere sua cegueira
1. Este homem, de acordo com a Escritura, nasceu cego.
2. A meu modo de pensar, essa seria uma das mais horríveis desvantagens físicas.
3. Nunca ver um pôr-do-sol, o rosto de uma criança, o rosto de um ente querido seria uma coisa terrível.
4. No entanto, esse homem viveu toda a vida nesse estado de escuridão.
B. Mas há uma cegueira que é muito pior do que ter olhos sem visão?
1. É muito pior estar na escuridão espiritual.
2. E, esse é o lugar onde o mundo inteiro, sem Jesus, se encontra. (2 Coríntios 4:4) “nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus”.
3. Se você nunca recebeu Jesus como seu Salvador, de acordo com a Escritura, você está em profunda escuridão espiritual.
4. No entanto, há esperança em Jesus!
C. Considere seu Nascimento.
1. Este homem nasceu não apenas cego, mas também nasceu na pobreza.
2. Sua família não era capaz de prover para ele.
3. Muitos diriam que ele estaria melhor se nunca tivesse nascido.
4. No entanto, descobrimos que Jesus pensou o contrário.
5. Ele diz aos discípulos que a cegueira daquele homem foi permitida por Deus para que nele se manifestem as obras de Deu.
D. Que verdade maravilhosa!
1. Precisamos perceber que Deus pode tomar qualquer vida, independentemente de como os outros possam vê-la, e torná-la em algo bonito.
2. Essa é a graça de Deus!
3. Uma vida arruinada pelo pecado pode ser transformada por Sua graça e se tornar uma vida de infinitas bênçãos e alegria! (2 Coríntios 5:17) “Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”.
4. Deus é especialista em salvar vidas velhas e perdidas.
E. Considere sua vida de mendicância
1. Este homem era incapaz de encontrar emprego e, como resultado, ele foi reduzido a implorar por comida e dinheiro que ele recebia.
2. É suficiente ruim ser cego, mas ser cego e mendigo ... este era um estado lamentável para estar.
3. Parece que ninguém se preocupava com ele, até que Jesus passou por ele!
4. Aqui é onde cada pessoa está hoje que não conhece Jesus Cristo como seu Salvador.
a. Deus nos criou para estar em comunhão com Ele.
b. Mas sem Cristo ... não pode haver comunhão.
c. Sem comunhão ... nossas vidas estão vazias e estamos espiritualmente falidos.
d. Buscamos preencher o vazio e satisfazer esse anelo, mas falhamos miseravelmente.
e. As coisas deste mundo não podem nos trazer satisfação ... somente Jesus pode trazer a verdadeira paz espiritual.

II. O Ministério de Um Mestre Soberano. V. 13-38

A. Ele foi exposto à luz.
1. Quando Jesus passou, a vida deste homem mudou para sempre.
2. Jesus, primeiro, curou-o de sua incapacidade física.
3. Quando o homem foi a Siloé e lavou os olhos, ele foi curado de sua cegueira.
4. Ser capaz de ver com esses olhos físicos nunca é suficiente.
5. Devemos também chegar ao lugar onde somos capazes de ver a verdade espiritual.
B. Observe a progressão que este homem atravessou quando a luz começou a brilhar em sua vida.
1. Primeiro o conheceu apenas como "um homem que se chama Jesus". V. 11
a. Era aí que eu estava durante muitos anos na minha vida.
b. Eu sabia sobre Jesus ..., mas eu nunca o havia conhecido pessoalmente.
c. Muitas pessoas sabem sobre Ele, eles conhecem o Seu nome ... eles usam Seu nome ... mas eles não o conhecem como seu Salvador!
2. Em seguida, ele o chamou de profeta. V. 13-34
a. Quando os fariseus ouviram falar do milagre, eles chamaram o cego e tentaram ficar a par do assunto.
b. Alguns ficaram chateados com o fato de Jesus ter feito este milagre no dia do sábado.
c. Eles concluíram que, se ele fez algo considerado como trabalho no sábado, ele deveria ser um pecador.
d. Eles perguntaram ao sujeito que estava cego e ele disse que Jesus era "um Profeta". V. 17
e. Em outras palavras, "Ele é um homem a ser ouvido".
1) Este homem tinha ouvido Jesus uma vez e essa obediência resultou em sua cura.
2) Portanto, ele conclui que Jesus merece ser ouvido.
3) Há muitos que têm essa opinião sobre Jesus.
4) Ele é um sábio, um grande mestre ... um profeta.
5) Ele é um líder religioso como tantos outros.
6) No entanto, antes que uma pessoa possa chegar a salvação bíblica, ela deve perceber que, embora Jesus seja um profeta, Ele é muito mais!
3. Finalmente, ele percebe o que Jesus realmente é. V. 35-38
a. Os fariseus já ouviram o suficiente deste homem.
b. Eles o expulsaram da sinagoga.
c. Jesus vem ao homem pessoalmente e quando Ele vem, Ele revela Sua verdadeira identidade a esse homem.
d. Neste ponto, o homem confessa que Jesus é o Filho de Deus e é salvo gloriosamente.
e. Este homem progrediu de ver Jesus como um entre muitos, ou alguém para ser ouvido, ou alguém para ser seguido.
f. Ele agora vê Jesus como alguém digno de fé e adoração. Ele o vê como ele realmente é!
4. Esta é a conclusão que todos devem chegar antes de poderem ser salvos!
a. Ou Ele é o Filho de Deus como Ele disse, ou Ele não é digno de nossa adoração e nossa fé.
b. Se Ele não é o Filho de Deus, então você e eu estamos indo para o inferno esta noite.
c. Não há esperança além de Jesus! (1 Coríntios 15:19) “Se é só para esta vida que esperamos em Cristo, somos de todos os homens os mais dignos de lástima”.
d. Este homem passou de ver Jesus como "Um Bom Homem", para vê-lo como "O Deus Homem".
e. E é aí que cada um de nós deve estar se esperarmos ser salvos.

III. A Mensagem de Um Milagre Sobrenatural

A. Jesus é uma luz que brilha
1. Ele continua a brilhar na escuridão deste mundo maldito pelo pecado.
2. Os crentes também são chamados a ser luzes que são fiéis para apontar os outros para Cristo.
B. Jesus é uma luz que busca.
1. Quando os judeus expulsaram esse homem, Jesus foi buscá-lo.
2. É por isso que Ele veio!
3. Lucas nos diz: "... o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido".
4. E Ele ainda está buscando almas para salvar esta noite!
C. Jesus é uma luz que salva.
1. Quando este homem se curvou e recebeu Jesus, Ele foi eternamente salvo!
2. A obra que Deus faz salvando o pecador é eterna! João 10:28-29; 1 Pedro 1:5
João 10:28-29 “eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai”

Conclusão:

· Este homem não esperava que ele fosse curado de sua cegueira quando ele acordasse naquela manhã.
· Ele, sem dúvida, planejava viver naquele dia, como todos os dias, na escuridão da escuridão.
· Mas quando conheceu Jesus, sua vida mudou para sempre.
· Você conheceu Jesus, a Luz do mundo?
· Crente, somos fiéis para que nossa luz brilhe para que outros possam ver Cristo em nós?
· Venha agora.
Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: O Simpático Salvador
Texto: João 8:1-11

Introdução: Louve ao Senhor nesta noite que há um Salvador que ama os pecadores e nos entende como nós somos. Deus nunca tolera o pecado. Mas Ele sabe do que somos feitos e Ele sabe o que enfrentamos em nossas vidas dia a dia.

Ao observar o capítulo 8 de João, descobrimos que aqui Jesus é retratado como o simpático Salvador. Leia: João 8:1-11

I. A mulher pecadora. V. 3

A. Nós vemos seu pecado.
1. De acordo com as acusações, ela foi pega no próprio ato de adultério.
2. Não parece haver dúvida sobre a culpa dela ... ela não oferece nenhuma defesa.
3. Agora, o adultério é um pecado vil, mas não é pior do que qualquer outro. (Tiago 2:10) “Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos”.
4. A Palavra de Deus nos lembra que somos todos pecadores ... não há nenhum justo, nem um.
B. Nós vemos sua vergonha
1. Com a pressa de levar essa mulher a Jesus, seus acusadores provavelmente não deram tempo suficiente para ela se vestir adequadamente antes de levá-la a público.
2. No entanto, talvez tenha sido, ela certamente foi humilhada pela acusação pública e divulgação de seu pecado.
3. O pecado é uma coisa vergonhosa!
4. Não importa quão habilidosamente esteja escondido dos olhos dos homens, Jesus sabe tudo sobre ele e um dia será revelado diante de todos. (Lucas 12:3) “Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falaste ao ouvido no gabinete, dos eirados será apregoado”.
C. Nós vemos sua sentença.
1. Os acusadores estavam absolutamente certos!
2. De acordo com a Lei, ela merecia morrer.
3. Havia um pequeno problema aqui: onde estava o parceiro dela? (Levítico 20:10) “O homem que adulterar com a mulher de outro, sim, aquele que adulterar com a mulher do seu próximo, certamente será morto, tanto o adúltero, como a adúltera” - (Deuteronômio 22:22) “Se um homem for encontrado deitado com mulher que tenha marido, morrerão ambos, o homem que se tiver deitado com a mulher, e a mulher. Assim exterminarás o mal de Israel”.
4. Ambos deveriam morrer por este pecado!
5. No entanto, essa mulher era culpada e ela merecia morrer.
6. Ninguém se safa com o pecado! (Romanos 6:23a) “Porque o salário do pecado é a morte ...” - (Ezequiel 18:4b) “... A alma que pecar, morrerá”.
7. Com o esforço de humilhar esta mulher e desacreditar o Senhor, eles a levaram ao melhor lugar possível.
8. Eles levaram-na para o próprio homem que poderia lidar com seu passado e seus problemas e quem poderia fazer tudo certo.
9. Nunca pense que Jesus não cuida de você. Ele é o amigo do pecador!

II. Os críticos intrigantes. V. 3-9a

A. O plano deles.
1. Estes homens tinham em mente colocar Jesus em uma situação sem saída.
2. Se Jesus simplesmente deixasse a mulher ir, então ele estaria com problemas com os judeus porque Ele seria visto como sendo tolerante com o pecado.
3. Se Ele permitisse que a mulher fosse morta, então Ele estaria com problemas com a lei romana.
4. Estes homens religiosos eram como os legalistas em nossos dias.
5. Eles não se importavam com essa mulher, seu pecado, sua alma ou seu destino eterno.
6. Tudo o que lhes importava era os seus próprios sensos distorcidos de justiça.
7. A coisa não mudou tanto! Todos os fariseus são iguais!
B. Os problemas deles.
· O plano deles poderia ter tido êxito com um homem comum, mas eles estavam lidando com Jesus Cristo, e Ele simplesmente se recusou a usar suas regras!
· Quando eles tentaram pegar Jesus, eles descobriram que encontraram sua partida.
· Observe como Ele respondeu aos seus argumentos.
1. Eles foram ignorados. V. 6
a. Enquanto conversavam com o Senhor, ele apenas se ajoelhou e começou a escrever no chão.
b. Ele não tinha nenhum uso para pequenez deles e falta de amor pelos pecadores.
c. O que Jesus escreveu? Ninguém sabe!
1) Talvez os 10 mandamentos.
2) Talvez Ele escreveu uma lista dos pecados deles que eles pensavam que ninguém mais sabia.
3) Tudo o que o Senhor escreveu no chão, certamente chamou a atenção deles.
2. Eles foram expostos. V. 7-9ª
a. Quando Jesus falou, Ele disse: "Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra".
b. Neste ponto, todos os gritos cessaram e tudo o que podia ser ouvido era as pedras caindo de suas mãos e o arrastar de suas sandálias enquanto caminhavam silenciosamente para longe.
c. Vamos pelo menos dar-lhes algum crédito pelo fato de que quando eles se viram como realmente eram, eles pararam de pedir a morte daquela mulher.

Veja também:

III. O Simpático Salvador

A. Ele a encarou. V. 9b-10
1. Quando a última pedra atingiu o chão, Jesus levantou-se e encarou aquela mulher pecadora.
2. Quando ela encarou Jesus, ela estava de frente para o juiz final!
3. Ela chegou a um lugar em sua vida onde era apenas ela e Jesus.
4. Isso sempre se resume a isso!
5. Eventualmente, em algum lugar, algum dia teremos que enfrentar Jesus.
6. O que fazemos com Ele determinará onde e como passaremos a eternidade!
B. Ele a perdoou. V. 11
1. O único qualificado para jogar uma pedra se recusou a fazê-lo! ".... Nem eu te condeno..."
2. Jesus lidou com ela com base na compaixão. “... vai-te, e não peques mais”.
3. O perdão exige fé em Cristo, e a fé verdadeira sempre envolve o arrependimento genuíno ... afastar-se do pecado.
4. Jesus é nosso simpático Salvador; Ele é rígido com o pecado, mas gracioso com o pecador. (Hebreus 4:15-16) “Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno”.

Conclusão: Jesus sabe o que você está sentindo hoje. Ele conhece suas lutas, suas falhas e Ele o ama. Tanto que Ele foi ao Calvário para morrer em nosso lugar. Você não quer vir ao Salvador hoje e encontrar o perdão dos seus pecados? Um dia, todos nos encontraremos com Jesus ... porque não vem hoje?
Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: A Fonte da Água Viva
Texto: João 7:37-39

Introdução: De acordo com o versículo 2, os judeus celebravam a festa dos tabernáculos. Esta era uma festa que ocorria durante a primeira parte do mês de outubro. Durante esta festa de sete dias, os judeus habitavam em cabanas feitas de galhos de árvores para comemorar a peregrinação dos seus antepassados através do deserto. Em cada um desses sete dias, o Sumo Sacerdote ia ao tanque de Siloé e tirava água em um cântaro dourado. Esta água era então derramada no altar, onde as partes do sacrifício estavam dispostas. Quando a água era derramada, as pessoas cantavam para o Senhor e gritavam de alegria. Era um momento de grande celebração e adoração para as pessoas. Esse tipo de celebração continuava por 7 dias.

O oitavo dia era chamado o grande dia da festa. Neste dia, os sacrifícios eram novamente oferecidos, mas não havia cantos e gritos, esse era conhecido como um dia solene de arrependimento perante o Senhor. Outro elemento também faltava neste dia; não havia água derramada no oitavo dia.

Foi contra este pano de fundo de silêncio e simbolismo que Jesus se levantou e proclamou ser a Fonte da Água Viva. Quando Ele falou, milhares estavam presentes para ouvi-lo, e todos os que o ouviram entenderam imediatamente o que Ele queria dizer.

I. Jesus é a Fonte v. 37-38

A. A Fonte da Água Viva.
1. Nestes dois versículos, Jesus se proclama como o lugar onde a água viva é encontrada.
2. Jesus não é a água viva, mas Ele é a fonte onde pode ser encontrada!
3. Ao longo do Novo Testamento, a água é um símbolo do Espírito Santo.
a. É o Espírito de Deus que vai aos pecadores e mostra-lhe sua necessidade de salvação. (João 16:8) “E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”
b. É o Espírito Santo que aplica a Palavra de Deus em convicção. (João 6:44) “Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia”
c. É o Espírito que selar o crente. (Efésios 4:30) “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção”
d. É o Espírito de Deus que enche o crente e o usa para a glória de Deus. (Efeitos 5:18) “E não vos embriagueis com vinho, no qual há devassidão, mas enchei-vos do Espírito”
e. A salvação envolve todos os membros da Santíssima Trindade, mas o Espírito de Deus é aquele que permanece em nós e nos ajuda dia a dia.
f. Ele é a "água da vida" e Jesus é a fonte dessa Água Viva.
B. A Abertura da Fonte.
1. Antes que a Água da Vida pudesse ser dispensada a um mundo perdido e moribundo, a Fonte da Água Viva tinha que ser aberta.
2. Quando um poço é aberto, exige que a terra seja aberta para que a água viva possa fluir.
3. Da mesma forma, a Fonte da Água Viva foi aberta no Calvário.
4. Ele se permitiu ser zombado, espancado, cuspido e crucificado apenas para que ele pudesse ser aberto e, portanto, a água do Espírito poderia fluir livremente para uma humanidade carente.
C. O primordial que precisamos entender hoje é que quando Jesus foi à cruz e lá morreu, Ele estava fazendo isso por você e por mim!
1. Ele não estava morrendo porque era um homem ruim e merecia morrer.
2. Ele estava morrendo porque Ele o amava e queria fazer um caminho para nos livrar do inferno.
3. Ele morreu porque Ele nos ama. (Romanos 5:8) “Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós”
4. Nunca pense nem por um momento que Jesus não morreu por você.
5. Na verdade, se você fosse o único pecador do mundo, Jesus teria ido ao Calvário apenas para pagar seus pecados.

II. A Água Viva Traz Bênçãos

A. Salvação
1. O principal benefício de chegar a Jesus pela fé é o de ser eternamente salvo pela graça de Deus.
2. Salvo do que? Inferno!
3. O pecador é condenado e sentenciado perante o Senhor. (João 3:36) “Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus” - (Salmos 9:17) “Os ímpios irão para o Seol, sim, todas as nações que se esquecem de Deus”
4. No entanto, quando esse mesmo pecador vem a Jesus e o recebe pela fé, esse pecador é salvo do inferno, libertado da morte e protegido da ira de Deus. (Romanos 5:9) “Logo muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira” - (João 10:28) “eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão”
5. A alma que coloca sua fé em Jesus para a salvação nunca mais deve ter medo de se perder novamente.
6. Se este fosse o único benefício de ir a Jesus, valeria a pena!
7. Porque, a salvação mudará sua vida aqui e o levará a um lugar de benção e à família de Deus, e isso garante que você irá ao Céu quando você deixar este mundo.
8. Mas, há muito mais!
B. Satisfação
1. Observe que é do interior que esses "rios de águas vivas" fluem.
2. O interior é aquela parte do homem que nunca está satisfeita.
3. Nós o alimentamos e, logo depois disso, grita por mais.
4. No entanto, Jesus diz que, se formos a Ele, Ele nos dará satisfação pelas nossas necessidades mais urgentes.
5. Jesus satisfaz abundantemente a alma do homem!
6. Aquele que colocou sua fé em Jesus Cristo aproveitou uma fonte de água viva que nunca se esgota, mas que satisfaz abundantemente!
C. Força
1. A água nunca diminui.
2. Está sempre lá e constantemente refresca a vida do crente.
3. Esta Água Viva é aquela que nos dá poder, nos dá alegria e nos dá esperança neste mundo.
4. Há muitos que dizem que nunca poderiam viver uma vida cristã.
a. Esta é uma declaração verdadeira!
b. Ninguém, em seu estado natural, pode viver a vida cristã.
c. No entanto, quando o Espírito de Deus vive em nós e vive através de nós, ele faz todas as coisas possíveis.
d. É o Espírito de Deus que torna possível a vida cristã. (Filipenses 4:13) “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”
D. Serviço
1. A Bíblia deixa claro que esta água da vida que está dentro de nós constitui um rio poderoso que brota de nós e toca aqueles que nos rodeiam.
2. O que o Senhor está dizendo é que estaremos suficientemente satisfeitos e que Ele nos usará para alcançar os outros pela Sua glória!
3. Quando a Rocha no deserto foi aberta, a água jorrou no deserto e refrescou todos os que entraram em contato com ela.

Veja também:
4. Da mesma forma acontece conosco, o Espírito de Deus nos capacitará a ministrar aos outros e a ser uma fonte de satisfação para aqueles que nos rodeiam.

III. Esta água viva está disponível para todos. V. 37

A. “Se alguém tem sede”
1. Um desejo consciente de algo que não está em sua posse.
2. Antes que uma pessoa possa ser salva, ela deve sentir a necessidade de salvação.
3. Enquanto estiverem satisfeitos em seus pecados e contentes com sua vida e não tiverem pensado em Deus, a salvação não virá para eles!
4. No entanto, quando eles vêem sua necessidade, desejo ou sede de salvação e satisfação que só podem vir de Jesus ... podem ir a Cristo e ser salvos pela graça de Deus.
5. Seu coração está com fome hoje? Deseja verdadeira paz de coração?
6. Você já procurou em todos os lugares coisas que simplesmente não são capazes de satisfazer a alma? Por que não vir a Jesus hoje? Ele faz toda a diferença na vida.
B. “...venha a mim...”
1. Jesus convida todos os sedentos a ir a ele.
2. Observe vários aspectos do clamor de Cristo nesse ótimo dia.
a. O Convite - "Venha"
b. A disponibilidade - "Quem tem sede" (Romanos 10:13) “Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”
c. O acesso
1) O caminho está aberto a Jesus!
2) O seu poço nunca está seco, se você apenas ir a Ele, Ele irá demonstrar o Seu grande poder salvador em sua vida.
3) Ele o ama mais do que você pode imaginar, e Ele deseja salvar sua alma eterna.
4) Tudo o que Ele requer é que você venha a Ele com fé.

Conclusão: Onde você está em relação à salvação? Você pode ser um membro da igreja, pode ser fiel na frequência aos cultos. Você pode ser um visitante aqui hoje. Você pode ser alguém que é considerado por outros como perverso e sem esperança.

O que quer que você enfrente hoje, tenha a certeza de que se você vir a Jesus Cristo hoje, Ele o salvará pelo Seu poder e lhe dará a vida eterna. Tudo o que se requer de você é que você venha e que você creia nele.
Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: O Grande Médico
Texto: João 5:1-9

Introdução: O Evangelho de João é diferente dos outros, uma vez que seu principal objetivo não é dar aos homens um tratamento histórico da vida de Jesus. O propósito de João é exaltar a pessoa de Jesus para que os homens creiam nele e sejam salvos.

(João 20:30-31) “Jesus, na verdade, operou na presença de seus discípulos ainda muitos outros sinais que não estão escritos neste livro; estes, porém, estão escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome”.

Nosso texto nesta noite é encontrado em João capítulo cinco. Leia: João 5:1-9.

Nestes versículos, Jesus nos é apresentado como o Grande Médico. Como tal, ele anseia nos tirar de onde estamos e nos levar para onde precisamos estar.

Vamos observa-lo livrando esse homem da escravidão de sua aflição e, saiba que Ele pode fazer o mesmo por cada um de nós se permitimos a Ele a oportunidade.

I. Um homem doente. V. 1-5

A. Observe sua condição miserável
1. Ele era um homem incapacitado
a. De acordo com as Escrituras, esse homem vivia com essa enfermidade por 38 anos.
b. Ele estava doente por mais tempo do que Jesus havia estado na terra!
c. A Bíblia diz que este homem tinha uma "enfermidade".
d. Esta palavra significa que ele tinha alguma fraqueza ou fragilidade que o impedia de andar como outros homens.
2. Ele é uma imagem do pecador que está perdido e separado de Deus pelos seus pecados. (Isaías 59:2) “mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça” - (Romanos 3:23) “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”
a. Independentemente do que ele tente, o pecador ainda está perdido e incapaz de caminhar nos caminhos do Senhor.
b. O pecador pode colocar uma boa máscara e ter todas as aparências de estar certo com Deus ...
c. Mas o fato é que Deus conhece o coração do pecador e Ele sabe que o pecador ainda está morto até que ele experimente a vida que só pode ser encontrada no Senhor Jesus Cristo.
3. Muitas pessoas perdidas pensam que suas vidas estão indo bem e não precisam de nada.
a. Infelizmente, o pecador perdido está com mais problemas do que ele jamais poderia imaginar.
b. Viver sua vida sem Deus é uma coisa.
c. Afinal, você nunca sente falta de algo que nunca teve.
d. Mas, morrer sem Deus é uma coisa terrível!
e. Pois há apenas um destino para o pecador perdido, e esse é o Inferno. (Salmo 9:17) “Os ímpios irão para o Seol, sim, todas as nações que se esquecem de Deus” - (2 Tessalonicenses 1:8-9) “e tomar vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus; os quais sofrerão, como castigo, a perdição eterna, banidos da face do senhor e da glória do seu poder”

4. Ele era um homem decepcionado. V. 7
a. Ele diz a Jesus que cada vez que ele está prestes a entrar na água, alguém entra antes dele e é curado.
b. Ano após ano, ele viu suas esperanças e sonhos destruídos quando outra pessoa mergulha antes dele nas águas curativas.
c. Um homem pode tentar muitas coisas para trazer paz e salvação para a alma.
d. Ele pode tentar obras, religião, caridade, dar, orar, etc., mas nenhuma dessas coisas jamais poderá salvar a alma do homem.
e. É preciso o sangue de Jesus para realizar isso.
f. Qualquer coisa que a pessoa que decida tentar, fora de Jesus, ficará tristemente decepcionada.
5. Ele não estava sozinho. V. 3
a. Este homem estava cercado por outros que estavam na mesma condição que ele.
b. Eles não lhe ofereceram conforto e não lhe ofereceram ajuda.
c. Eles estavam tão desesperados quanto ele para serem libertado de suas próprias prisões.

II. Um Salvador simpático

A. Observe Sua grande graça.
1. De acordo com a passagem, havia uma "grande multidão" nesse dia.
2. Jesus poderia ter ido a qualquer pessoa naquele lugar, mas por suas próprias razões, ele foi a esse homem. Por quê?
3. Isso não passa de pura graça!
4. Graça = favor não merecido; Betesda significa "Casa da Graça".
5. "Graça maravilhosa quão doce o som que salvou um miserável como eu"
6. Não fizemos nada para merecer o Seu amor.
7. Não fizemos nada para ganhar a nossa salvação.
8. É somente por Sua graça que podemos ser salvos!
B. Observe Seu grande cuidado.
1. Jesus sabia tudo o que havia para saber sobre esse homem.
2. Ele sabia que ele estava paralisado, que ele era incapaz de caminhar, que não conseguia ficar de pé e carregar sua própria cama.
3. Jesus sabia que este homem era totalmente dependente dos outros para tudo o que tinha na vida.
4. No entanto, Jesus chegou até ele de qualquer maneira!
5. Jesus olha além de nossas falhas e nossas fraquezas e cuida de nós, apesar de nossos pecados. (Romanos 5:8) “Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós”.
6. Não é algo incrível que Jesus sabe tudo sobre nós, e ainda assim Ele nos ama? (Marcos 2:17) “Jesus, porém, ouvindo isso, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas sim os enfermos; eu não vim chamar justos, mas pecadores”.

III. Uma experiência sobrenatural. V. 6b-9

A. Ele faz ao homem uma oferta.
1. Jesus perguntou se ele gostaria de ser curado.
2. O homem responde apelando para a carne e diz a Jesus que ele não tem ninguém para ajudá-lo a entrar no tanque.
3. Este homem cometeu o mesmo erro que muitos cometem hoje.
4. Eles só pensam em termos da carne.
5. Mas esta foi uma oferta de cura sobrenatural!
6. Até hoje, Jesus vai ao encontro do pecador perdido e faz uma oferta de salvação.
a. As respostas comuns são, não sou bom o suficiente, não consigo permanecer, eu sou muito perverso, não vai funcionar para mim, etc.
b. O problema é que os pecadores estão procurando uma solução física para um problema espiritual.
c. O pecador precisa ser salvo!
d. Isso é algo que nenhum homem pode fazer por si mesmo!
e. É preciso o poder de Deus, a convicção do Espírito e o sangue de Jesus para conseguir isso para o pecador.
B. A salvação é pela fé.
1. Jesus diz ao homem para se levantar e andar.
2. Jesus apenas disse a este homem para fazer algo que ele não conseguia fazer em 38 anos.
3. No entanto, tudo o que era necessário por parte deste homem é simples, fé e obediência ao chamado de Jesus.
4. Jesus vai aos homens que viveram toda a sua vida sob o controle do pecado.
5. Ele chega e diz: "Saia da sarjeta e siga-me!"
6. Os homens se recusam porque parece muito simples.
7. Jesus não exige perfeição; Ele apenas exige fé nele!
8. Suponho que é por isso que é tão fácil para as crianças serem salvas.
a. Estão acostumadas a depender de outros para o que elas precisam.
b. Mamãe e papai cuidam de tudo, por isso é fácil para elas confiar em Jesus e serem salvas
c. No entanto, os adultos são diferentes; estamos condicionados a fazer a nossa própria vontade no mundo.
d. Mas devemos ir a Jesus com fé como de uma criança. (Marcos 10:15) “Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como criança, de maneira nenhuma entrará nele”.
C. O resultado da fé.
1. Quando este homem respondeu ao comando de Jesus pela fé, ele foi imediatamente curado e conseguiu se levantar e andar.
2. Tudo o que esse milagre exigiu do homem incapacitado foi confiar e obedecer.
3. Jesus vem a nós e nos chama para ser salvos ... tudo o que é necessário é que nós confiamos e obedecemos a Ele.
4. Você confiará nele hoje?

Conclusão: Qual é a sua necessidade hoje? Jesus pode atender a essa necessidade e muito mais. Se você nunca confiou na obra final de Cristo no Calvário como a única expiação pelos seus pecados, você deve vir a ele pela fé hoje.

Se você é um crente, você vai comprometer sua vida com Ele hoje? Deus nos chama a caminhar em obediência à Sua Palavra. Venha hoje e se entregue totalmente ao Senhor esta noite.
Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: O Ganhador de Almas
Texto: João 4:1-30

Introdução: (Provérbios 11:30) “O fruto do justo é árvore de vida; e o que ganha almas sábio é”.

"...o que ganha almas sábio é". O conhecimento é o acúmulo de informações, mas a sabedoria está em ver as coisas da perspectiva de Deus. Sabemos que Deus está interessado no destino eterno das almas. Se quisermos ser sábios, também devemos estar interessados ​​em almas. Nenhum exemplo maior pode ser encontrado na Escritura do que o de Jesus Cristo. Em nosso texto esta noite, Ele é apresentado como aquele que cuida das almas dos outros. De Natanael no início de Seu ministério ao ladrão na cruz no final de Seu ministério, Jesus estava ocupado em levar os pecadores a Si. Ele realmente se importava com os caídos e estava disposto a chegar a todos, seja qual fosse o custo!

Nestes versículos, vemos Jesus enquanto fala com uma mulher pobre, perdida e pecadora. Enquanto nos preparamos para examinar esta passagem, deixe-me fazer algumas perguntas. Você conhece o Senhor? Você está realmente salvo hoje? Caso contrário, saiba desde o início que Jesus se importa com você.

(Salmo 142:4) “Olha para a minha mão direita, e vê, pois não há quem me conheça; refúgio me faltou; ninguém se interessa por mim”.

Esse foi o choro de Davi há muitos anos, quando ele se encontrou no meio de uma crise. Na verdade, pode ser verdade que nenhum homem nesta terra realmente se preocupa com você ou com o que acontece com sua alma. Mas Jesus se importa! Ele se importou tanto que, voluntariamente, deixou o Céu e provou o Seu amor morrendo por seus pecados e os meus na cruz.

(Romanos 5:8) “Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós”.

Para aqueles aqui sem Cristo, deixe o Senhor falar o seu coração esta noite. Venha a Jesus para a salvação. Ele se importa com você, e Ele irá demonstrar esse fato, se você o permitir a oportunidade.

Crente, aprenda com o exemplo do Salvador. Ele deseja usá-lo para alcançar esse mundo perdido e moribundo.

I. O confronto com uma mulher pecadora. V. 1-8

A. Primeiro, vemos o Salvador
1. Nestes versículos iniciais, Jesus é mostrado em Sua compaixão e em Sua humanidade.
2. Enquanto Jesus é Deus, ele ainda era um homem e estava familiarizado com as provações e os problemas da vida.
3. Ele demonstra que Ele realmente se importa com os perdidos.
B. Em seguida, vemos a pecadora
1. Aqui está uma mulher que é pecadora e que precisa da salvação.
2. De acordo com o versículo 6, era cerca da sexta hora ou cerca de 12 horas.
3. Para uma mulher tirar água a esta hora seria uma ocorrência incomum.
4. Normalmente, as mulheres da aldeia se reuniam no início da manhã, enquanto o dia ainda era fresco.
5. Este também era um momento social para as mulheres, pois elas tiravam água para suas necessidades diárias.
6. Porque esta mulher estava sozinha e chegando durante o momento mais quente do dia é uma indicação de que ela era uma marginalizada pela sociedade.
7. Parece que as outras mulheres da aldeia não teriam nada a ver com ela.
8. Provavelmente foi ao poço sozinha para evitar os insultos e os ataques de outras mulheres.
C. Todos pecaram ...
1. Esta senhora não é diferente de qualquer outro pecador que já tenha andado sobre a face da terra.
2. Como todos os pecadores, ela tinha problemas mais profundos do que ser uma marginalizada social.
3. O problema que ela e todos os pecadores enfrentam é que, como pecadores, estamos afastados de Deus. (Isaías 59:2) “mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça”.
4. É o nosso pecado que está entre nós e um relacionamento com o Senhor.
5. Até que possamos chegar a Jesus pela fé, continuaremos a ser um pária espiritual de Deus.
6. Mas, Jesus é a ponte entre Deus e o homem. (1 Timóteo 2:5) “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”

II. A conversa com uma mulher pecadora

A. Eles falaram sobre poços. V. 9-11
1. Quando Jesus pediu água, aparentemente, ele não tinha meios para tirar água.
2. Ela respondeu com espanto que um judeu pediria água a mulher, e muito menos uma samaritana.
3. Era considerado inadequado um rabino falar com uma mulher em público.
4. Jesus, então, oferece-lhe a "água viva".
5. Ela confunde o físico com o espiritual.
6. A salvação não é uma transação que pode ser explicada em termos humanos.
7. Neste ponto, ela não está pronta para a salvação, mas Jesus a está conduzindo nessa direção.
B. Eles falaram de água. V. 12-15
1. Jesus diz a ela que ela pode beber do poço de Jacó todos os dias e ela ainda terá sede e terá que voltar e beber de novo.
2. No entanto, ele diz a ela que Ele pode lhe dar uma água que a satisfará para sempre.
3. Esta é a natureza da salvação.
4. Pode-se beber dos prazeres deste mundo, como esta pobre mulher, e ainda terá que tentar encontrar mais maneiras de se satisfazer.
5. No entanto, uma viagem à fonte de água viva satisfará para sempre a alma sedenta.
6. Vir para Jesus satisfará para sempre as necessidades da vida e do coração.
7. Mas ela ainda está confundindo o físico e o espiritual.
C. Eles falaram de iniquidade. V. 16-19
1. Em um esforço para despertá-la para sua necessidade espiritual, Jesus claramente toca o que deve ter sido o ponto mais grave na vida desta mulher.
2. Ele apontou sua pecaminosidade!
3. Eu quase posso imaginar a culpa que esta mulher vivia dia após dia.
4. Eu imagino que seu coração estava em constante turbulência por causa de seus pecados. (Provérbios 13:15) “O bom senso alcança favor; mas o caminho dos prevaricadores é áspero”.
5. Isso pode parecer cruel da parte do Senhor, mas ninguém jamais virá a Jesus para a salvação até que eles sejam primeiro despertados para sua própria necessidade pessoal.
6. Até que um pecador saiba que ele está perdido, ele nunca desejará ser encontrado.
D. Eles falaram de adoração. V. 20-24
1. Uma vez que eles estão no tema da religião, a mulher prossegue para mostrar a Jesus que ela também não é indolente nessa área.
2. Ela tenta começar um argumento sobre o lugar apropriado para adorar.
3. Jesus simplesmente ignora sua tentativa de argumentar e diz a ela que o verdadeiro culto nunca é encontrado em rituais externos e substitutos de Deus.
4. A adoração verdadeira só pode ser encontrada na adoração que vem do Seu Espírito que habita em nós.
5. Há bilhões que se entregam a formas externas de culto hoje em um esforço para aproximar-se do Senhor.
6. Essas coisas nunca funcionarão!
7. O culto não é algum ritual ou forma, o culto é um estado do coração que exalta um grande deus.
8. Para fazer isso, você só precisa do Seu Espírito e uma vontade de dar glória a Deus.

Veja também:
E. Eles falaram sobre a sabedoria. V. 25-26
1. Essa senhora mostra abertura para as palavras de Jesus.
2. Ela revela que está preocupada com a salvação e com as coisas de Deus.
3. Jesus simplesmente se revela como o suprimento que ela precisa.
4. Isto é o que ele faz para cada pecador.
5. Ele não vem julgar ou condenar.
6. Ele simplesmente vem como o Caminho, a Verdade e a Vida e se oferece como o único meio de salvação

III. A conversão de uma mulher pecadora. V. 27-30

A. Foi imediato. V. 28ª
1. Assim que Jesus se revelou a ela; Ela respondeu com fé e sua salvação foi instantânea.
2. Não houve um longo processo para realizar, não houve oração de confissão e etc.
3. Ela simplesmente confiou e ela foi salva instantaneamente.
4. Ainda funciona da mesma maneira hoje.
5. Quando um pecador vem a Jesus e coloca a fé em Cristo, a transformação é imediata.
6. O pecador é mudado instantaneamente de um pecador morto e perdido em um filho eternamente vivo de Deus.
7. Que mudança ocorre!
B. Foi incrível. V. 28b
1. Ela correu na sua excitação e esqueceu de por que ela até foi até o poço.
2. Ela simplesmente deixou seu pote de água para trás.
3. Ela chegou ao poço para a água física e descobriu a água espiritual.
4. Ela conheceu Jesus e foi transformada para sempre.
5. Quando um pecador vem a Cristo, há uma transformação imediata que ocorre. (2 Coríntios 5:17) “Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”.
C. Foi evidente. V. 28c-29
1. Ela correu para a cidade para contar aos outros sobre esse homem que conheceu.
2. Ela se sentiu compelida a contar aos outros sobre a salvação que acabara de experimentar.
3. A Salvação lhe dará uma mensagem para compartilhar e um coração para compartilhá-la.
4. Quando você é libertado da morte e do inferno, você quer ajudar outros a encontrar o caminho para sair do pecado também.

Conclusão: Jesus faz a diferença em cada vida que ele toca. Ele tocou sua vida? Ele o redimiu de seus pecados? Convido você a vir a Jesus hoje e a permitir-lhe salvar suas almas eternas. Não há absolutamente nada mais importante do que onde passaremos a eternidade, e que tudo repousa sobre o que decidimos sobre Jesus. Venha até ele hoje e seja salvo.
Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: O Mestre Divino
Texto: João 3:1-7

Introdução: Devemos lembrar que quando Jesus veio a esta terra, Ele veio ensinar os homens como escapar das trevas e chegarem à luz. Ele veio ensinar os homens a escapar da morte e a entrar na vida.

Neste capítulo, encontramos Jesus realizando seu ministério como mestre divino. Aqui, ele tem a oportunidade de ensinar um doutor da lei e ele faz exatamente isso! No entanto, Jesus usa esta passagem para nos instruir também. À medida que tomamos o tempo de observar esses versículos nesta noite, pode haver alguns dentre nós que estão da mesma forma que Nicodemos.

Aqui está um homem de sucesso que tinha tudo. Ele era respeitado, tinha dinheiro, poder, posição e todas as coisas que são consideradas fundamentais para uma vida bem-sucedida. No entanto, ele não tinha a única coisa que lhe garantiria a vida eterna. Faltava um relacionamento pessoal com o Senhor Jesus Cristo. Esta grande falta na vida de Nicodemos torna-se o tema da lição de Cristo.

Nestes versículos, Jesus explica a salvação a Nicodemos e no processo; Ele também explica isso para nós.

Leia: João 3:1-7

I. O caráter de Nicodemos. v. 1

A. Ele era um dos principais dos judeus - provavelmente um membro do sinédrio.
1. Como tal, ele estava entre os homens mais poderosos naquela época.
2. Ele era um juiz, bem como um membro do Supremo Tribunal.
B. Ele era religioso - Ele foi chamado de fariseu.
1. Isso significa que ele aderiu ao mais rigoroso dos padrões religiosos e éticos.
2. Nem todos os fariseus eram hipócritas.
3. Alguns realmente faziam o melhor para viver diante do Senhor em verdadeira santidade.
4. Parece que Nicodemos era desse calibre.
C. Ele era verdadeiro - Sua abordagem a Jesus indica que Ele era sincero em sua busca pela verdade.
1. Aqui está um homem que queria encontrar a verdadeira paz para sua alma.
2. Ele provavelmente veio de noite, não por medo, mas para que ele pudesse ter uma conversa ininterrupta com Jesus.
3. Eu não me importo com alguém que faz perguntas quando são sinceras e está procurando a verdade.
4. Nem o Senhor!

II. O cumprimento de Nicodemos. v. 2

A. Ele dirigiu-se a Jesus com respeito
1. Nicodemos chama Jesus de "Rabi".
2. Ele se refere a Ele como um mestre, e parece manter Jesus em grande consideração.
B. Ele aborda Jesus com uma percepção
1. Parece que Nicodemos, pelo menos, entendeu que Jesus havia sido enviado de Deus para o mundo.
2. Nicodemos, ao que parece, tinha pelo menos uma vaga compreensão de quem realmente era Jesus.
C. Ele aborda Jesus com raciocínio humano
1. Nicodemos está dando honra a Cristo e está mostrando respeito pelo poder de Cristo que ele viu, (Os milagres).
2. No entanto, ele tinha um conhecimento limitado em sua estimativa de quem realmente era Jesus.
3. Para Nicodemos, Jesus não era mais do que um mestre, ou um profeta que Deus havia enviado.
4. Este é sempre o problema da religião!
5. Conhecimento limitado de quem realmente é Jesus Cristo.
6. Eles querem dizer que Jesus é necessário, mas você deve adicionar o batismo, ou a confirmação, ou a participação da igreja, ou a comunhão, qualquer uma das mil outras coisas.
7. Se a fé deixa de reconhecer Jesus Cristo como o único meio de salvação, então você não tem salvação!
8. É Jesus, mais nada, menos nada.
9. É só Jesus e Jesus somente que podem salvar a alma do pecado.

Veja também:
(João 14:6) “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”.

(Efésios 2:8-9) “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie”.

III. O desafio de Jesus - Jesus aborda a necessidade do coração de Nicodemos.

A. Jesus diz a Nicodemos que sua religião não é suficiente para salvar sua alma.
1. Ele diz a Nicodemos que ele deve experimentar o "Novo nascimento".
2. Jesus usou uma ilustração comum para esclarecer seu pensamento.
a. O nascimento é uma experiência universal.
b. Todo mundo passou por isso.
c. Mas Jesus está falando sobre um tipo diferente de nascimento.
B. A natureza do novo nascimento
1. A palavra "de novo" significa "de cima ou de um lugar mais alto".
2. Refere-se a coisas que vêm somente de Deus.
3. Essa é a natureza do novo nascimento.
4. O homem não pode realizá-lo.
5. É uma obra de Deus e de nenhum outro!
C. A Necessidade do Novo Nascimento
1. A palavra "se", no texto é um imperativo.
2. Significa literalmente que uma pessoa não tem outras escolhas no domínio da salvação.
3. Ou você vem da maneira de Deus ou não experimenta a Sua salvação.
4. Em outras palavras, é Jesus ou nada!

(Atos 4:12) “E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos”.

IV. A confusão de Nicodemos. V. 4

A. Nicodemos, como tantos outros, confundiu as coisas de Deus com as coisas da carne.
1. Ele pensou que Jesus estava se referindo a um retorno ao ventre de sua mãe.
2. Uma coisa que seria uma impossibilidade absoluta.
B. Há muitos que não entendem o plano da salvação.
1. Quando alguém tenta pensar sobre isso em termos humanos, não faz absolutamente nenhum sentido.
2. É uma coisa espiritualmente discernida e a menos que o Espírito de Deus desperte a mente para a verdade do plano de Deus, então não pode haver entendimento e, em última análise, nenhuma salvação.
3. É por isso que Jesus ressalta a necessidade de o Pai levar os homens à verdade.

(João 6:44) “Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia”.

V. O esclarecimento de Jesus V. 5-13

- Em um esforço para esclarecer as coisas para Nicodemos, Jesus passa a explicar a forma desse "novo nascimento". 
A. Os instrumentos do novo nascimento
1. Nascido da água.
a. Muitos estão confusos quanto ao que a água aqui se refere.
b. Alguns pensam no batismo, mas isso é impossível, pois isso acrescentaria obras à graça.
c. Refere-se ao nascimento natural.
1) Nicodemos pensava em termos naturais.
2) Jesus explicou que havia necessidade de dois nascimentos ... o natural e o espiritual.
d. Refere-se à Palavra de Deus.
1) É a Palavra de Deus que regenera e move o coração do pecador.
2) É a Palavra de Deus que o torna extremamente consciente de Sua necessidade de Cristo.
3) É a Palavra de Deus que provoca a convicção do pecado e a possibilidade de fé, (Romanos 10:17) “Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo”.
2. Nascido do Espírito
a. Depois que a convicção chega e o Espírito do Senhor move nosso coração, nós temos uma decisão a tomar.
b. Quando voltamos para Jesus para a salvação, nós recebemos a vida eterna.
c. Este é o novo nascimento. (1 João 5:4-5) “porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? ”
d. Cremos que Jesus Cristo é o que Ele disse que Ele é ... o Filho de Deus!
B. O Imperativo do Novo Nascimento. V. 6-7
1. Jesus novamente enfatiza que há dois nascimentos.
2. O nascimento natural ou carnal, e o nascimento sobrenatural ou espiritual.
3. "Não te admires" ... não se surpreenda com esta declaração simples.
4. "Te" = Nicodemos, mas "Te" também significa todos os homens em todos os lugares.
5. Devemos nascer de novo ... não há outra maneira de ver o reino de Deus ... não há outro meio de ser salvo ... não há outro caminho para ter a vida eterna.

Conclusão: A escolha é nossa ... como responderemos ao Senhor hoje? Continuaremos a nos apegar a falsas esperanças e promessas vazias ... ou abraçaremos a verdade da Palavra de Deus hoje? Venha e nasça de novo!