Inferno: Vozes Do Outro Lado
Texto: Lucas 16:19-31
Introdução:
A. Jesus tinha três tópicos principais em seu ministério de ensino
1. Dinheiro e bens materiais,
2. O reino de Deus
3. E o inferno.
B. Esta história inclui todos os três.
1. Contexto de Lucas 16:19-31 = cobiça.
2. vv. 1-13 mordomo infiel. "Ninguém pode servir a dois senhores"
3. vv. 14-18 fariseus cobiçosos.
C. A única maneira possível de descrever a eternidade, céu ou inferno, é com o vocabulário de Deus, a Palavra de Deus.

Várias verdades sobre a eternidade de Lucas, capítulo 16.

I. A forma como as coisas parecem agora não vai contar muito na eternidade. (vv. 19-23)

A. A aparência bonita aos olhos dos homens pode ser totalmente corrompida aos olhos de Deus. (v. 19)
B. Os pobres e repugnante aos olhos do homem podem ser ricos aos olhos de Deus. (Vv. 20-21)
C. Um homem com o enterro de um cão pode ser atendido pelos anjos. (v. 22)
D. Um funeral caro pode produzir uma alma miserável. (v. 23)

II. As coisas que eu possuo agora não vão me servir na eternidade. (v. 24)

A. O homem mais rico do mundo não será capaz de comprar uma única gota de água.
B. Paulo nos aconselhou a não confiar na incerteza das riquezas. I Timóteo 6:17

III. Oportunidades passadas não contará na eternidade. (vv. 25-26)

A. O verdadeiro tormento será a memória de uma vida desperdiçada. (v. 25)
B. Santos e ímpios vivem juntos agora, mas um dia serão separados para sempre. (v. 26)
C. Será tarde demais para levar a sério. (Vv. 24, 27-28)

IV. Aqueles que se recusam a crer na palavra de Deus agora irão perecer sem remédio. (Vv. 29-31)

A. As palavras de Jesus sobre o inferno são sóbrias e sérias. Sua admoestação constante para seus ouvintes foi esta: fazer o que é necessário para evitar o inferno.
B. Jesus nos ensina que o inferno é um lugar de tormento consciente, arrependimento, justiça e esse é o final.
C. Se o que Jesus estava ensinando sobre o inferno é simbólico (como dizem alguns), então é lógico pensar que a realidade será muito pior.

Conclusão: Inferno é uma palavra de esperança para os fiéis. Isso significa que as escalas do universo finalmente serão equilibradas e o mal será julgado, condenado e erradicado.

Pr. Aldenir Araujo