A fé de Abraão - Parte 7

A fé de Abraão - Parte 7Texto: Gênesis 17:1-27
Introdução: Na semana passada vimos o que aconteceu quando Abraão e Sara ficaram impacientes com Deus e tentaram contornar o Seu plano para a sua vida, trazendo Hagar na situação. O capítulo terminou com a intervenção de Deus e a submissão de todas as partes envolvidas. Há um período de silêncio de treze anos entre os capítulos 16 e 17.
Ismael é agora um adolescente, e não é a semente prometida. A última vez que Deus havia falado diretamente com Abraão foi no capítulo 15, quando Deus fez sua aliança com Abraão, mas durante os próximos 23 anos não há comunicação direta registrado.
[post_ad]
Hoje à noite vamos ver o silêncio quebrado. Com a pausa em silêncio, vamos descobrir alguns novos nomes.

I. Um novo nome para Deus = Deus Todo-Poderoso. V. 1 -2

A. O nome hebraico é El Shaddai.
1. Esta é a primeira de 48 vezes que encontramos este nome de Deus no Antigo Testamento
2. Isso significa que o Deus todo-poderoso e todo-suficiente... Ele pode fazer qualquer coisa e atender a qualquer necessidade.
B. Por que um novo nome para Deus?
1. Depois de tantos anos de silêncio, Deus escolhe se revelar a Abraão como El Shaddai.
2. Agora, quando Abraão e Sara estão "como mortos", Deus garante que ele é suficiente para provocar o nascimento da semente prometida.
3. O Senhor queria que Abraão soubesse que Ele é o Deus que é todo suficiente e todo-poderoso, e que nada é difícil demais para ele.
C. Deus reafirma sua aliança com Abraão.
1. A frase "Eu farei" é usada mais e mais neste capítulo.
2. "A minha aliança" é usado pelo menos nove vezes.
3. Deus não havia mudado de ideia sobre o que ele ia fazer com Abraão.
4. Embora Abraão deva ter se perguntado sobre isso por causa dos anos de silêncio, Deus não havia mudado o Seu propósito.

II. Um novo nome para Abrão = Abraão v. 3-14

A. O nome Abraão significa "pai de uma multidão". V. 3-6
1. Agora, sempre que Abraão olhava para o chão, para o céu, ou ouvia alguém chamá-lo pelo nome...
2. Ele iria ser lembrado da promessa graciosa de Deus de lhe dar muitos descendentes.
3. Isto ainda era uma promessa e não uma realidade
4. Neste momento, ainda não tinha filho! Mas ele continuou a envelhecer... agora ele tinha 99 anos de idade.
B. Uma aliança eterna e uma possessão perpétua. V. 7-8
1. A promessa de Deus seria para Abraão e à sua descendência que viria depois dele.
2. Junto com esta promessa estava a posse da terra de Canaã para sempre.
3. Esta é a mesma promessa que Abraão recebeu antes, mas cada vez Deus dá informações adicionais.
4. Embora Deus conheça o fim desde o princípio, Ele nem sempre revela tudo para nós imediatamente.
5. Mas um dia a gente vai saber... um dia a nossa compreensão será completa .
C. Um sinal da aliança = circuncisão. V. 9-14
1. Não houve benefício místico ou espiritual adquirido por este rito.
2. Era apenas "um sinal da aliança"... um sinal de obediência.
3. Infelizmente, os judeus, mais tarde, fizeram deste ritual um meio de salvação.
4. Eles não perceberam que a circuncisão representava o relacionamento de uma pessoa com Deus.
5. Muitas pessoas colocam hoje a mesma falsa confiança no batismo, comunhão, e outros ritos.
6. Abraão obedeceu a Deus imediatamente. Nota: v. 23-27

III. Um novo nome para Sarai = Sara. V. 15-17

A. Sara significa "princesa das multidões”.
1. Este seria um nome apropriado para a mãe de reis.
2. Ela seria a mãe da nação judaica.
3. A importância da mudança de Sarai para Sara seria para marcar a ocasião.
B. Sara iria ser a mãe da semente prometida.
1. Não haveria mais intrigas e planos calculistas para “ajudar a Deus”
2. Ficou claro que Sara era para ser a mãe, não mais Agar e nenhum suplente.
3. Neste ponto, Abraão ri.
4. Sua risada é uma expressão de dúvida, enquanto ele tenta igualar a sua fé com as suas circunstâncias.
5. Ele ora para que Ismael possa ser aceito por Deus.
6. Ismael seria a fonte de uma grande nação (16:10) , mas ele não era o que Deus tinha escolhido.

IV. Um novo nome para a semente prometida: Isaque.

A. Ele é nomeado por Deus. V. 18-22
1. Isaque significa "riso" Acho que Deus tem um senso de humor, você não acha?
a. Parece que cada vez que Ele menciona que Abraão e Sara teriam um filho, a resposta foi o riso...
b. Você pode imaginar isso? Um homem de 100 anos, empurrando um carrinho de bebê... ou mulher de 90 anos correndo atrás de uma criança?
2. Ele é o segundo filho nascido que foi nomeado antes de seu nascimento.
3. Estes dois nascimentos representam:
a. Ismael = o nascimento da carne (homem selvagem)
b. Isaque = o nascimento do espírito (alegria e risos)
B. Deus abençoaria Ismael, mas sua aliança seria com Isaque.
1. Ismael era a escolha do homem e o resultado de pensamento e planejamento do homem.
2. Isaque era a escolha de Deus e o resultado da obra de Deus!

Conclusão: Novos nomes porque Deus estava preparando para fazer algo novo! Em um ano, Deus faria acontecer tudo o que Ele havia prometido a Abraão. Sem novo nome para Ismael, porque ele estava fora do pacto da promessa. Deus ia fazer algo maravilhoso, e os esforços do homem não teriam participação.
O mesmo acontece com a salvação. Deus faz algo maravilhoso além do trabalho do homem, para que somente Ele possa receber a glória para ele.
Eu era um pecador, mas eu recebi o perdão do meu Senhor... Isto foi dado livremente, e eu aprendi que ele sempre cumpre a sua palavra... Há um novo nome escrito na glória e é o meu... O sim é o meu... E os anjos vestidos de branco cantam a história de um pecador que voltou para casa!
(Apocalipse 3:11-12 ) “Venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, donde jamais sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, da parte do meu Deus, e também o meu novo nome”.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A fé de Abraão - Parte 7 Reviewed by Aldenir Araujo on segunda-feira, julho 14, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.