A fé de Abraão - Parte 2

A fé de Abraão - Parte 2Texto: Gênesis 11:27-12:9
Introdução: Na grande galeria da fé em Hebreus 11, Abraão é apresentado no versículo 8, com a seguinte declaração:
"Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, saindo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia”.
Há duas palavras-chave nesse verso que descrevem Abraão: fé e obedeceu. Ele exerceu fé em Deus e obedeceu (agiu nessa fé).
Os primeiros onze capítulos do Gênesis estão cheio de decepção e fracasso após a criação inicial de Deus. Adão e Eva desobedeceram a Deus e foram expulsos do jardim, Caim matou seu irmão Abel, a humanidade tornou-se tão corrompida que Deus purificou a Terra com um dilúvio, depois de sair da arca Noé ficou bêbado e Cam olhou para sua nudez, em desafio a Deus os homens construíram uma cidade e uma torre para alcançar o céu e Deus enviou uma confusão de línguas para acabar com a rebelião.
[post_ad]
Poderia ter sido tentado a destruir a humanidade novamente, mas Deus decidiu escolher um homem e dar à humanidade um novo começo. Ele escolheu Abraão. Ao longo das próximas semanas vamos considerar a vida de Abraão e aprender com este homem de fé.

I. O Chamado. (12:1a)

A. Quando Deus o chamou.
1. Não nos é dito exatamente quando Abraão recebeu o chamado, mas sabemos que foi um chamado da graça. (João 15:16 ) “Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda”.
2. Abraão foi chamado da idolatria. (Josué 24:2) “Disse então Josué a todo o povo: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Além do Rio habitaram antigamente vossos pais, Tera, pai de Abraão e de Naor; e serviram a outros deuses”.
3. Abraão tinha 75 anos quando Deus o chamou de Harã, e ele confiou em Deus por 100 anos. (Gênesis 25:7) “Estes, pois, são os dias dos anos da vida de Abraão, que ele viveu: cento e setenta e cinco anos”.
4. Ele era casado com Sara e eles não tinham filhos.
5. Por que Deus chama um casal tão improvável para ser uma grande nação para Ele? (1 Coríntios 1:27-29) “Pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para confundir os sábios; e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas ignóbeis do mundo, e as desprezadas, e as que não são, para reduzir a nada as que são; para que nenhum mortal se glorie na presença de Deus”.
B. Como Deus o Chamou.
1. Estevão nos diz que "O Deus da glória apareceu a Abraão". Atos 7:2
2. Nós não sabemos como Deus lhe apareceu, mas esta foi uma das sete comunicações diretas de Deus a Abraão.
3. O versículo nos diz que Deus havia falado com Abraão.
4. Sabemos que a fé vem pelo ouvir e o ouvir a Palavra de Deus.
5. Era um chamado para separar-se da corrupção ao redor dele, e ele obedeceu.
C. Por que Deus o Chamou.
1. Em Seu amor, Ele estava preocupado com a sua salvação.
2. Em Seu plano, Deus quis abençoar o mundo inteiro através dele.
3. Em Sua sabedoria, Ele providenciou a vida de Abraão como um exemplo para todos os crentes.
4. Abraão não era perfeito, mas a sua caminhada com Deus foi geralmente caracterizada pela fé.
5. Ao considerarmos a sua vida de fé, vamos aprender que quando nós confiamos no Senhor, nenhuma prova é impossível e nenhuma falha é permanente.

II. O Pacto. (12:1-3)

A. A verdadeira fé é baseada na Palavra de Deus.
1. Deus falou a Abraão e disse-lhe o que Ele faria por ele e por meio dele se ele confiasse e obedecesse.
2. Nós não somos salvos, fazendo promessas a Deus, mas por acreditar nas promessas de Deus para nós.
3. Deus deu a Sua aliança com Abraão e ele, por sua vez, respondeu com fé e obediência.
B. Deus não deu a Abraão razões ou explicações.
1. Ele simplesmente lhe deu promessas.
2. "Eu te mostrarei... Eu farei de ti... Eu te abençoarei... Abençoarei os que te abençoarem...”.
3. Os homens em Babel disseram: "Façamos...”, mas Deus disse: "Desçamos e confundamos...”.
4. Nos anos posteriores, Deus iria reafirmar e ampliar determinadas áreas deste pacto, mas já foi o suficiente para Abraão crer Nele e sair pela fé.

III. O compromisso. (12:4)

A. Os primeiros passos de fé.
1. Estes nem sempre são passos de gigante.
2. Abraão não obedeceu plenamente a Deus.
3. Em vez de deixar sua família, como lhe fora ordenado, ele levou seu pai e seu sobrinho Ló com ele quando ele saiu de Ur. Gênesis 11:31
4. Ele atrasou por um tempo, talvez meses ou anos, até que em Harã Tera morreu. Gênesis 11:32
B. Abraão começa sua caminhada com compromisso.
1. Ele fez um acordo com Sara para mentir sobre o relacionamento deles. (Gênesis 20:13) “Quando Deus me fez sair errante da casa de meu pai, eu lhe disse a ela: Esta é a graça que me farás: em todo lugar aonde formos, dize de mim: Ele é meu irmão”.
2. Ele levou seu pai junto, talvez justificando seu compromisso com a idade de seu pai ou a falta de uma boa saúde.
3. Ele levou seu sobrinho, Ló, ao longo do qual resultou em problemas, até que mais tarde concordaram em separar.
4. Todas estas coisas impediram Abraão de obedecer totalmente a Deus, mas Deus nos prova, a fim de edificar a nossa fé.

IV. A Entrega. (12:4-9)

A. A fé nos tira de onde estamos. V. 4-5
1. Pode ter sido o amor de um filho para com seu pai idoso que fez Abraão demorar.
2. Mas finalmente chegou o dia em que ele e Sara tiveram que sair e ir para a terra que Deus havia escolhido para eles.
3. A fé exige o compromisso de obedecer.
4. Abraão saiu pela fé.
B. A fé nos faz entrar. V. 6-8
1. Deus nos tira para fora para que ele possa nos fazer entrar. (Deuteronômio 6:23 ) “mas nos tirou de lá, para nos introduzir e nos dar a terra que com juramento prometera a nossos pais”.
2. Ele tirou Abraão de Ur para que pudesse levá-lo a Canaã.
3. Canaã representa a herança do crente que ele vai receber pela fé.
4. A reivindicação de uma herança envolverá muitas provas e tentações, mas Deus é capaz de nos guardar.
5. Onde quer que Abraão fosse, na terra de Canaã, ele era marcado por sua tenda e seu altar.
6. Sua tenda o identificava como um estrangeiro e peregrino, e o altar o identificava como alguém que adorava o Deus vivo e verdadeiro.
C. A fé nos faz avançar. V. 9
1. A vida de fé é aquela que continua.
2. Deus iria manter Abraão se movendo para que ele pudesse enfrentar novos desafios e ser forçado a confiar em Deus para a graça em momentos de necessidade.
3. Abraão estava agora no lugar onde Deus o havia chamado, mas sua jornada estava apenas começando.

Conclusão: Como Abraão, cada um de nós que fomos salvos fomos chamados a segui-Lo. Devemos andar pela fé e não por vista. Confiar em Deus através das diversas circunstâncias da vida, sabendo que Ele tem um plano e um propósito para cada um de nós para sua glória.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A fé de Abraão - Parte 2 Reviewed by Aldenir Araujo on sexta-feira, junho 27, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.