Um Noivo, Uma Noiva, e Um Bebê

Um Noivo, Uma Noiva, e Um BebêLivro de Rute, Parte 6 – Final
Texto: Rute 4:1-22
Introdução: O Livro de Rute começa com três funerais e termina com um casamento. O capítulo um é cheio de tristeza e choro, mas o capítulo quatro é preenchido com alegria. Nem todas as histórias de vida têm esse tipo de final feliz, mas este livro nos lembra que, para o crente, Deus ainda escreve o último capítulo. Este capítulo se concentra em um noivo, uma noiva, e um bebê.

I. O Noivo. 4:1-10

A. O significado da redenção. Nota: A lei do parente remidor é dada em Levítico 25:23-34 e a lei que rege o casamento levirato é encontrado em Deuteronômio 25:5-10. O objetivo dessas leis era preservar o nome e proteger a propriedade das famílias em Israel.
[post_ad]
1. A palavra redimir significa "libertar mediante o pagamento de um preço".
2. No caso de Noemi e Rute, a propriedade de Elimeleque tinha sido vendida ou estava sob algum tipo de hipoteca.
3. Os direitos sobre a terra tinha passado para o marido de Rute quando Elimeleque morreu.
4. Mas Rute era muito pobre para redimir a terra, por isso vemos a necessidade de um parente remidor.
5. Quando se trata de redenção espiritual, todas as pessoas estavam sob a escravidão do pecado, e eram incapazes de se libertar; mas Jesus se tornou nosso redentor quem pagou o preço para que possamos ser livres.
B. As marcas do Remidor.
1. Nem todo mundo poderia desempenhar as funções do parente remidor.
2. Ele tinha que ser um parente próximo... isso foi um grande obstáculo para Boaz superar porque havia um homem em Belém que era um parente mais próximo de Rute que ele.
3. Quando vemos isso como um tipo de Cristo, percebemos por que era importante que Cristo estivesse "relacionado" a nós antes que Ele pudesse nos redimir.
4. Ele se fez carne e sangue para que Ele pudesse morrer por nós na cruz. Hebreus 2:14-15
5. O parente remidor também tinha que ser capaz de pagar o preço da redenção.
6. E ele tinha que estar disposto a resgatar, como vemos nestes versos, o parente mais próximo tinha a capacidade de resgatar, mas faltava-lhe a motivação, ele estava com medo de que isso colocasse em risco a herança de sua própria família. V.6
C. O método de redenção.
1. A porta da cidade era o lugar onde o negócio oficial era transacionado com a presença de testemunhas.
2. Boaz apresentou primeiro a proposta de resgatar a terra; e o homem estava pronto para resgatá-la.
3. No entanto, quando ele apresentou a necessidade de também tomar Rute como esposa; o homem recusou e rejeitou a oferta de resgate.
4. Ele deu o seu sapato para Boaz que significava que ele estava renunciando a todos os direitos de "andar e possuir a terra"
5. Boaz agora tinha a terra, e tinha Rute!
6. Como Cristo, Boaz fez o que fez por causa de seu amor pela noiva... Rute.

II. A noiva. 4:11-12

A. Toda a comunidade se alegrou com Boaz em sua decisão de resgatar Rute.
B. Eles ofereceram suas bênçãos sobre eles.
1. "... Como Raquel e Lia...”.
a. Ter filhos era importante para o povo judeu.
b. Para perpetuar a nação e porque através do nascimento de uma criança o Messias viria.
c. A oração deles foi para que Rute fosse frutífera e famosa.
d. Raquel e Lia deram à luz a oito filhos de Jacó e eles se tornaram as principais tribos de Israel.
2. "... Como a casa de Perez...”.
a. A família de Perez tinha se instalado em Belém e Boaz era um descendente dessa família fundadora.
b. A oração deles foi para que Rute e Boaz gerassem muitos filhos e que sua família trouxesse honra para a cidade de Belém.
c. Suas orações certamente foram respondidas, uma vez que Belém se tornaria conhecida como o lugar onde o Messias, Jesus Cristo, nasceria... e Ele seria descendente de Rute e Boaz.

III. O Bebê. 4:13-22

Nota: Deus foi muito bondoso com Rute. Ele a tirou de Moabe para Belém. Ele a levou a confiar nEle para a salvação. Ele guiou-a para o campo de Boaz, onde eles se apaixonaram. A graça de Deus continuou em vê-la redimida e casada com Boaz. Ele permitiu que ela concebesse e desse à luz um filho... Obede (servo). Ora, Deus usaria esta criança para ser uma fonte de bênção para muitos.
A. Obede foi uma bênção para Boaz e Rute.
1. Toda criança nascida em um lar é uma bênção de Deus.
2. Obede não seria exceção.
3. Que privilégio trazer uma nova vida ao mundo e, em seguida, orientar essa vida para que ela amadureça e torna-se tudo o que Deus planejou.
B. Obede foi uma bênção para Noemi.
1. Ele seria um "restaurador da vida"
2. Ele daria a ela uma razão para viver.
3. Ela já não estava vazia... agora ela tinha um filho novamente.
C. Obede traria bênção para Belém.
1. Ele traria fama para aquela pequena cidade.
2. Isso aconteceu através da vida e ministério do Rei Davi.
3. Isso seria ampliado através da vida e ministério de Jesus Cristo.
D. Obede traria bênção para o mundo todo.
1. A melhor coisa que Deus fez por Davi não foi dar-lhe a vitória sobre os inimigos de Israel.
2. Mas foi permitir que ele fosse o ancestral do Messias.
3. Obede teria um filho chamado Jessé, Jessé teria oito filhos, o mais novo se tornaria o rei Davi, e Jesus nasceria da casa de Davi.

Conclusão: Quando começamos nosso estudo no livro de Rute, falamos sobre como a mão providencial de Deus estava na vida dessas duas mulheres. Tendo concluído o livro, podemos olhar para trás e ver como Deus tem trabalhado para cumprir a Sua vontade.
Rute é um grande exemplo para nós de pessoas que foram comprometidas com Deus e Deus as usou maravilhosamente para realizar a Sua vontade.

Recomendo:
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Um Noivo, Uma Noiva, e Um Bebê Reviewed by Aldenir Araujo on segunda-feira, abril 28, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.