Três coisas que podem causar a morte de uma igreja


Três coisas que podem causar a morte de uma igreja
Texto: Apocalipse 3:1b "Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto."
Introdução: Jesus disse que a Igreja de Sardes estava morta! Vejo dois sentidos aqui, poderia haver mais. Em primeiro lugar, isso provavelmente significa que esta Igreja local perdeu a sua influência na comunidade local e a verdadeira Igreja foi-se! Em segundo lugar, a morte significa separação, e poderia, portanto, significa que a Igreja local em Sardes estava separada do Cristo Vivo. 
Que as igrejas locais podem morrer é reforçado em Apocalipse 2:5 “Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te, e volta a pratica das primeiras obras; e, se não, venho a ti, e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas”. [post_ad]Os candeeiros foram explicados como sendo as igrejas no capítulo 1 versículo 20.
Nesta mensagem escrita à Igreja de Sardes, podemos ver pelo menos três coisas que podem causar a morte de uma Igreja. Lembre-se enquanto meditamos nessa passagem, nós somos a Igreja e temos de ter cuidado com o alerta dado nos aqui.

I. Fé sem obras

Para a Igreja em Sardes Jesus disse: "Sê vigilante, e confirma os restantes, que estão prontos para morrer, porque não achei tuas obras perfeitas diante de Deus.” Apocalipse 3:2
Tiago escreveu sob a inspiração do Espírito Santo: “Vês como a fé operava juntamente com as suas obras, com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou...” Tiago 2:22
A. Em Sardes, as obras da igreja não eram perfeitas (completa), porque elas não eram acompanhadas pela fé. As boas obras são o resultado de uma vida mudada ou uma vida de fé. Elas caminham juntas, se você for realmente um filho de Deus pela fé em Jesus Cristo, então você terá frutos (obras). Mateus 7:16-20 “Vós os conhecereis pelos seus frutos. Colhem-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Mesmo assim, toda árvore boa dá bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Uma árvore boa não pode dar maus frutos, nem a árvore má dar frutos bons. Toda árvore que não dá bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.”
B. Eu gosto de ouvir testemunhos sobre uma vida mudada, porque uma árvore que tem vida tem frutos. Nós não
mudamos a nós mesmos, nem nos damos fruto por nós mesmos. João 15:5 “Eu sou a videira, vós sois os ramos: Aquele que permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto: porque sem mim nada podeis fazer.” Frutificação é prova de que estamos em Cristo, ou melhor, que Cristo está em nós.
C. Tanto Jesus e Tiago estão dizendo; Pare de enganar a si mesmo que você é um cristão! Se você não tem obras ou frutos, você pode estar morto! O que significa que você está separado do Cristo vivo. Você diz: Eu ainda não me rendi completamente a Jesus, Bom, então se renda!
Você diz, eu ainda não o fiz Senhor, bem, então o torne Senhor da sua vida! Você diz, eu ainda não morri para mim mesmo, bem, então morra! Custe o que custar, mas comece a deixar que Jesus tenha o controle de sua vida ou você nunca vai dar frutos.

II. Adoração sem santidade

Apocalipse 3:4 “Tens, contudo, em Sardes, umas poucas pessoas que não contaminaram as suas vestes, e andarão de branco junto comigo, pois são dignas.”
A. Em Sardes, a maioria dos membros tinham contaminado suas vestes. Isso vale também para as igrejas de hoje!
O problema surge quando não há purificação ou santidade. I João 1:9 nos diz como tomar um banho cristão. I João 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” Quando foi a última vez que com sinceridade e honestidade buscamos nosso coração, confessando os nossos pecados ao Senhor?
B. Muitas vezes temos entristecido ou apagado o Espírito Santo de Deus, portanto, não há poder vivificador na
nossas vidas ou na vida da Igreja. Isaías escreve em Isaias 1:15-16 “Pelo que, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicai as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue. Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal.”
C. Nós não precisamos de mais dinheiro, ou mais programas na Igreja, precisamos de mais corações quebrantados, mais confissão, mais arrependimento. Falando de coração quebrantado você se lembra que Jesus disse sobre Jerusalém? Mateus 23:37 “Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te são enviados!, Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não o quisestes” Lucas 19:41 “E quando chegou perto e viu a cidade, chorou sobre ela”

III. Amor sem sacrifício

Apocalipse 2:4 “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor”
A. Em Éfeso, a Igreja tinha deixado seu primeiro amor. Por que as pessoas que se dizem cristãos, deixam seu primeiro amor? Vejamos a parábola do Semeador, Marcos 4:7 “E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram, sufocaram-na, e não deu fruto”
A explicação de Jesus foi: Marcos 4:18-19 “E estes são aqueles que foram semeados entre os espinhos, os quais ouvem a palavra, mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera”
Será que a Igreja de Éfeso, tornou-se tão envolvida nos cuidados deste mundo e a sedução das riquezas e as ambições de outras coisas que deixaram o seu primeiro amor? Será que eles deixaram de servir a Jesus Cristo, para servir a si mesmos? Isso nos faz perguntar a nós mesmos: qual é o amor Jesus estava falando? Bem, o que Jesus nos ensina sobre o amor?
B. Jesus nos ensinou que o amor custa algo. Lembre-se de João 3:16? "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu..." O que é o amor sem sacrifício? Você diz para sua esposa que você a ama, mas nunca gasta algum tempo com ela, nunca deixe que o seu amor lhe custe alguma coisa e veja o que ela pensa sobre o seu amor.
Você olha para uma boa mãe que realmente ama seu filho, ela se sacrifica pelo seu filho, é melhor você acreditar. Pense o que custou a Deus nos amar! Pense em como nós ferimos a Deus com nossos pecados. Será que Ele deixar de amar-nos, porque a dor lhe custa muito? Quanto será que não custou a Deus amar a humanidade. Eu digo que o amor sem sacrifício é morto!
C. Davi entendeu isso quando disse II Samuel 24:24 “Porém o rei disse a Araúna: Não, mas eu to comprarei pelo devido preço, porque não oferecerei ao Senhor meu Deus, holocaustos que não me custem nada”. O que tem lhe custado ultimamente, ser cristão?
O que Jesus quis dizer quando Ele disse em Mateus 22:37-39 “Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração, e com toda tua alma e com toda tua mente. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo é semelhante a este: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”
D. Deus sabe "onde está o teu tesouro, aí estará o seu coração também" Lucas 12:34 Onde está o teu tesouro? É na Igreja, é nas horas que você passou a servir ao Senhor?
O que é que você tem feito que é importante para você? E sobre “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Quando você estiver deitado no seu leito de morte, não importa quanto dinheiro você tem no banco, ou o carro que você dirige, ou a metragem quadrada de sua casa. O que importa é ser você amou os outros e você amou a Deus.
E. É um sacrifício passar o tempo lendo e estudando a sua Bíblia para que você possa saber qual é a vontade de Deus. É um sacrifício passar tempo com sua família e sua igreja. Mas, outra maneira de soletrar amor é "tempo". Como você vê o tempo é a coisa mais preciosa que temos, gaste-o com outros.
Amor sem sacrifício é morto!

Conclusão: Jesus disse: "Eu vim para dar vida e vida em abundância” Devemos perguntar-nos as seguintes perguntas:
1. Será que temos fé sem obras?
2. Adoração sem santidade?
3. Amor sem sacrifício?
Se não o fazemos e os que nos cercam na Igreja não fazem, então talvez a nossa Igreja tenha nome que vive, mas Deus sabe que ela está morta ou morrendo.
Pergunte a si mesmo o que Jesus diria sobre a nossa Igreja ela está foi incluída na mensagem as Igrejas no livro do Apocalipse?
Se permitires Cristo trabalhar através de você, sua vida pode fazer a diferença em toda a Igreja.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Três coisas que podem causar a morte de uma igreja Reviewed by Aldenir Araujo on quinta-feira, fevereiro 03, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.