O CAMINHO DE VOLTA A DEUS
Lição 18

Gênesis 3:7-15

I. Introdução

A. Deus disse a Adão e Eva que quando eles comessem da árvore do conhecimento do bem e do mal, morreriam (Gênesis 2:16-17). Mas Satanás, disfarçado de serpente, disse que eles não morreriam (Gênesis 3:4) e que eles teriam os olhos abertos para serem como Deus e conhecer o bem e o mal.

B. Nesta seção, imediatamente após comer o fruto proibido, Adão e Eva não morrem. A princípio, o diabo parecia estar certo. O diabo estava certo? Não, no momento em que pecaram, começaram a morrer fisicamente (Romanos 5:12), o que seria completado centenas de anos depois. Eles também morreram espiritualmente, pois estavam separados de Deus e não tinham comunhão com ele. No momento em que pecaram, os sinais da morte espiritual começaram a aparecer em suas vidas.

II. O Despertar Para o Pecado. 3:7

A. “Então foram abertos os olhos de ambos”. A desobediência em nossos primeiros pais trouxe uma compreensão do mal e do bem. Agora seus olhos se abriram para o fato de que eles estavam corrompidos e contaminados em seus seres porque haviam pecado contra Deus. Isso foi um despertar da consciência e um despertar da compreensão das realidades do pecado. Eles reconheceram sua condição perdida e perceberam o tamanho da queda que haviam caído.

B. “e conheceram que estavam nus”. Antes da queda, o primeiro homem e mulher viam as coisas como realmente eram. Eles viam o mundo como bom, pois conheciam apenas o bem. A nudez é boa, mas o conhecimento do mal, por causa da queda, traz uma perversão a tudo que é bom. Agora, tudo é julgado do ponto de vista falso e a nudez se torna uma questão de vergonha.

NOTA: A queda trouxe um estado de autoconsciência e eles ficaram envergonhados. O mundo agora é visto do ponto focal do eu e não de Deus. Deus originalmente não fez o homem para ser autoconsciente. Seus interesses deveriam estar fora de si mesmo; ele deveria ser altruísta.

C. “pelo que coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais”. Cientes do pecado, Adão e Eva, sendo humanos, agora tentam vestir-se com folhas de figueira. O raciocínio deles era tão pervertido que eles fazem a primeira tentativa de salvação pelas obras. O homem não pode fazer o impossível, e é impossível que uma criatura caída, por seus próprios esforços, vista sua nudez e se apresente a Deus. A salvação deve vir de Deus, que pode vestir os homens em Sua justiça (3:21).

NOTA: As vestes de alguma forma ajudaram sua autoconsciência. Isso explica por que toda a raça humana psicologicamente acha necessário se vestir. A roupa nos torna mais seguros. Isso nos ajuda a projetar uma imagem para encobrir a autoconsciência. Não queremos que as pessoas nos vejam como realmente somos por fora ou por dentro.

III. A Consciência da Culpa. 3:6

A. “E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha”. Deus é espírito (João 4), mas Adão e Eva o ouviram e o viram caminhando no jardim. Quem é esse então? Este era um Deus teofânico que Se revelou em forma humana) e provavelmente era o Cristo pré-encarnado, a segunda pessoa da Trindade, pois Cristo é a única representação visível de Deus em forma humana na Bíblia.

B. “esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus”. Adão e Eva descobriram que eram pecadores, mas agora vem a culpa que acompanha um coração contaminado. Suas consciências humanas começam a funcionar e experimentam o tormento interior da culpa. O homem se esconde em sua primeira tentativa de interpretar a vida e a realidade à parte do Criador. É tolice eles se esconderem de Deus, pois Ele sabe tudo e é o Criador deles. No entanto, isso não é mais tolo do que o homem moderno que faz todos os esforços para escapar dEle, fazendo todos os esforços para negar as realidades da vida e criando uma filosofia de vida que exclui Deus.

NOTA: Os psicólogos concordam que a culpa é uma reação universal à vida, que sem razão ou explicação aparente todos nós sofremos de culpa. Por quê? Isso nos leva de volta a queda.

IV. A Busca de Deus. 3:9

A. “Mas chamou o Senhor Deus ao homem”. O homem se separou de Deus, mas Deus não o deixará em sua condição perdida. Deus tinha todo o direito de atingir Adão e Eva com morte física e eterna e nenhum grito poderia ter sido levantado contra ele. Não há nada que obriga Deus a salvar o homem; Ele faz isso por Seu próprio prazer, e Sua abordagem ao homem está apaixonada. É Deus quem toma a iniciativa de trazer o homem de volta à comunhão consigo mesmo.

NOTA: Todas as religiões, além do cristianismo, começam com a nota do homem que busca por Deus. Somente a Bíblia começa com a visão de Deus buscando o homem. Essa é uma das diferenças essenciais entre a fé cristã e as outras grandes religiões étnicas do mundo.

B. “Onde estás?”. Deus não precisava saber onde estavam Adão e Eva, pois Ele é onisciente. Essa pergunta foi planejada para levar Adão à realização de sua pecaminosidade, para que ele confessasse seu pecado diante de Deus. Deus está se movendo para levar Adão e Eva ao arrependimento (para mudar de ideia).

NOTA: Essa pergunta foi planejada espiritualmente também para alertar o homem sobre sua tremenda condição perdida. Quando um homem está perdido, a pergunta mais importante que ele pode fazer é: “Onde estou?” Somente quando o homem vê sua condição perdida em relação a Deus, ele será salvo.

NOTA: Aqui está o primeiro ato da graça salvadora na Bíblia. Com toda a justiça, Deus poderia ter lançado o homem de vez no castigo eterno; em vez disso, aproximou-se do homem com terno amor para anunciar Sua determinação em salvá-lo.

V. O Arrependimento. 3:10-13

A. “Ouvi a tua voz no jardim e tive medo”. O pecado e a culpa trazem medo. Quando o homem pecou, ​​ele pensou que estaria livre de Deus e independente dEle. Mas ele não encontrou liberdade alguma de Deus; ao contrário, Seu chamado chegou até eles e eles ouviram Sua voz. Mesmo em sua condição pecaminosa, eles não podem escapar dEle.

NOTA: Um grande medo ocorre quando alguém percebe que é culpado diante de Deus, pois somente Deus tem o direito de julgar os homens.

B. “Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?”. Deus está agora mostrando a Adão e Eva que o pecado é mais sério do que apenas as consequências. Ele quer que Adão e Eva vejam que eles têm um coração contaminado e se rebelaram contra o Santo Deus do céu e da terra. Deus faz uma pergunta direta e merece uma resposta direta. Um simples "sim", uma admissão de culpa seria suficiente para uma resposta. Uma simples confissão honesta, foi tudo o que Deus buscou.

C. “A mulher que me deste por companheira deu-me a árvore”. Em vez de confessar o pecado, Adão começa a dar desculpas, pois a natureza humana odeia admitir que está errado. Adão passa a bola e culpa Eva por haver comido.

NOTA: Ele está dizendo o que os homens dizem há séculos - somos vítimas de circunstâncias. É isso que está por trás do desejo do homem de culpar um ao outro e atribuir a culpa por nossas ações ou atitudes a algumas circunstâncias externas. Adão culpou seu ambiente e associações, não a si mesmo.

NOTA: Adão, em última análise, não culpa Eva, mas Deus, pois foi Deus quem a deu a ele. Ele está dizendo que Deus cometeu um erro, mas isso é apenas a racionalização humana, que falha em enfrentar a própria responsabilidade pelo pecado.

D. “E eu comi”. Ele indiretamente admite que foi ele quem comeu da árvore. Ele vê que a razão de estar onde está é por causa do que é. Ele é um pecador, separado de Deus e à mercê de Deus, se houver perdão. Deus o conduziu gentil, graciosa e firmemente ao lugar onde ele admitiu: Sim, Senhor, eu pequei; Eu comi.

E. "Que é isto que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente enganou-me, e eu comi". Observe que a pergunta de Deus foi muito mais suave a Eva do que a pergunta brusca a Adão. Deus entende a natureza terna das mulheres.

NOTA: Eva admite que comeu, mas não antes de tentar culpar a serpente por seu ato. O arrependimento é frequentemente um processo lento e tedioso para o homem que odeia admitir que está errado.

NOTA: Assim que Adão e Eva dizem essas palavras mágicas: "E eu comi", não há mais perguntas de Deus. Não há mais estímulos ou sondagens de Sua parte. Deus começa agora a falar com a serpente, com a mulher e com o homem.

VI. A Promessa de um Redentor. 3:14-15

A. Introdução: Esses dois versículos podem ter um duplo significado. Certamente se refere à Serpente literal que estará em inimizade com a semente da mulher (a raça humana). No entanto, o contexto implica mais e refere-se à inimizade entre a semente incrédula e crente em toda a humanidade, e certamente implica que essa "semente" é messiânica. Gênesis 3:15 é chamado de “Protoevangelium” (primeira pregação do evangelho) pelos pais da igreja primitiva. É a primeira promessa da vinda do Redentor.

B. “sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida”. Estas são palavras de desprezo, uma degradação que se aplica à serpente e também ao diabo, que a usou como um instrumento para seus maus propósitos.

NOTA: Satanás é vencido e amaldiçoado por Deus. Embora Satanás tenha mais poder que o homem, ele não é onipotente e é uma criatura sujeita ao controle de Deus. Satanás, uma criatura, não é páreo para o Deus Todo-Poderoso, o Criador.

C. “Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência”. Deus pronuncia inimizade contínua entre a semente da mulher e a semente de Satanás. Deus diz que haverá duas classes de humanidade que serão inimigas. A "semente da mulher" refere-se aos verdadeiros crentes de todos os tempos e a "semente do diabo" refere-se aos incrédulos que se alinham com Satanás contra o verdadeiro Deus (João 8:44). Satanás continuamente assediará o povo de Deus até que ele seja finalmente julgado no Segundo Advento (Apocalipse 20).

D. “esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”.

1. Essa afirmação nos leva a pensar que há um significado ainda mais profundo nas palavras “sua semente”. Esta é uma referência a Jesus Cristo e Seu nascimento virginal. O pronome masculino "ele" indica definitivamente que o cumprimento dessa promessa, a semente da mulher, seria um homem, nascido de uma mulher. Em qualquer outro lugar da descendência bíblica é contada através da linhagem masculina.

PONTO: Esta é uma profecia do Messias que viria como Redentor para aqueles que confiam nele e Juiz para aqueles que O rejeitam e seguem a mentira de Satanás.

2. “esta te ferirá a cabeça”, refere-se ao fato de que o Messias dará um grande golpe no Diabo, o que será fatal. “e tu lhe ferirás o calcanhar” indica que Satanás dará um golpe menor no Messias.

NOTA: Do nosso ponto de vista a vinte séculos de distância, entendemos o que isso significa. O ferir o calcanhar refere-se à tentação no deserto, às trevas do Getsêmani, à oposição de Jerusalém, à traição de Judas, ao sofrimento diante de Pilatos, Caifás e Anás e ao sangue e morte da cruz. O esmagamento da cabeça da serpente ocorreu quando Cristo ressuscitou o pecado e a morte na Ressurreição e agora o Diabo está aguardando seu julgamento final no Segundo Advento.

PONTO: Agora, o fardo do diabo é o fato de que as vitórias, que ele alcança, também se tornam suas derrotas. Há uma estranha reviravolta pela qual as vitórias que o Diabo realiza são transformadas pelo poder e sabedoria de Deus no lugar de sua derrota máxima. Satanás será derrotado.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Gostou? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.