Abraão: Deixando o Mundo Para Trás

Abraão: Deixando o Mundo Para Trás
Texto: Gênesis 13:1-4

Introdução: Em nosso último estudo, encontramos Abraão deixando a terra de Canaã, descendo ao Egito durante um período de fome. Embora Abraão seja reconhecido como um homem de grande fé e amigo de Deus, ele também lidou com uma época de dúvida. Essa dúvida levou-o para longe de Deus e para o mundo. Se bem que esta temporada não durou muito tempo, mas trouxe consequências duradouras.

Felizmente Abraão não ficou no Egito. Sendo expulso do Egito pelo Faraó, ele começou sua jornada de volta a Canaã. O Egito é sempre uma imagem do mundo nas Escrituras. Abraão havia deixado a terra da promessa e viajou para o mundo. Agora ele está novamente voltando para Canaã, a terra que Deus o chamou para habitar.

Certamente todos nós tomamos más decisões e saímos do Senhor. Felizmente para nós, não precisamos ficar separados de Deus no mundo. Como Abraão, quando nos encontramos no Egito, precisamos rapidamente voltar para Deus. Eu quero discutir as lições reveladas em nosso texto enquanto meditamos sobre o tema: Abraão: Deixando o mundo para trás.

I. A Partida de Abraão. V. 1

- “Subiu, pois, Abrão do Egito para o Neguebe, levando sua mulher e tudo o que tinha, e Ló o acompanhava”. Embora viver errante do Senhor nunca seja bom, é uma bênção quando reconhecemos nosso erro e nos esforçamos para voltar ao Senhor. Observe:

A. A Direção“Subiu, pois, Abrão do Egito...”. Embora não saibamos quanto tempo Abraão pretendia permanecer no Egito, seu tempo havia chegado ao fim. Estou convencido de que Deus ordenou essa situação que obrigou Abraão a deixar o Egito e voltar para casa.

- É interessante notar que Abraão desceu ao Egito, Gênesis 12:10, e aqui nós o encontramos subindo do Egito. Essa descrição não foi colocada aqui por acaso. Nunca se ganha terreno ou melhora sua existência, se afastando do Senhor. O pecado e a rebelião sempre levam a uma espiral descendente. Sempre que reconhecemos nossa necessidade e nos esforçamos para voltar ao Senhor, estamos fazendo uma jornada ascendente.

B. A Resolução“Subiu, pois, Abrão do Egito para o Neguebe, levando sua mulher e tudo o que tinha, e Ló o acompanhava”. Quando Abraão saiu do Egito, ele assegurou que todos e tudo saíssem com ele. Ele determinou não deixar nada para trás no Egito. Esta viagem foi mal aconselhada, e ele estava comprometido em deixar o Egito no passado.

- Isso é frequentemente onde muitos cometem um erro. Ao contrário de Abraão, eles veem a dificuldade e o desespero associados à habitação entre o mundo e os desejos da carne, mas não estão dispostos a assumir o compromisso de deixar o mundo para trás. De fato, muitos gostam de habitar em algum lugar no meio, criando uma sensação de facilidade para viajar ao mundo e, então, supostamente retornar ao Senhor a sua vontade. Aqueles que caminharam com o Senhor por qualquer período de tempo sabem que esse cenário nunca produz o resultado desejado. Não podemos nos envolver no mundo, favorecer a carne e esperar desfrutar da abundância de Canaã ao mesmo tempo.

C. O Destino. V. 1“Subiu, pois, Abrão do Egito para o Neguebe, levando sua mulher e tudo o que tinha, e Ló o acompanhava”. Quando Abraão saiu do Egito, ele tinha uma direção clara de onde estava indo, com um destino específico. Ele não estava interessado em apenas sair das fronteiras geográficas do Egito; ele estava comprometido em retornar a Canaã.

- Embora eu tenha ouvido muitos reclamarem da dificuldade em conhecer a vontade de Deus para suas vidas, um verdadeiro crente sempre saberá quando eles estão andando com o Senhor e quando eles se afastaram da comunhão com Ele. Nunca devemos procurar esse meio termo, em algum lugar entre o mundo e a vontade de Deus. Descobriremos que Abraão voltou para casa, o lugar onde ele deixou o Senhor. Devemos voltar ao lugar onde desfrutamos da comunhão com o Senhor, se quisermos ter alguma paz em nossas vidas.

II. A Dependência de Abraão. V. 2

- “Abrão era muito rico em gado, em prata e em ouro”. Há alguns aspectos que devemos considerar em relação a essa declaração. Observe:

A. Os Recursos - Embora Abraão tivesse se afastado de Deus, o Senhor continuou a abençoá-lo, apesar de sua dúvida e desobediência. Isso não encoraja a desobediência, mas revela a fidelidade de Deus. Ele havia chamado Abraão para segui-lo, prometendo fornecer uma grande nação através de Abraão. Deus tinha um plano soberano, e Ele cuidou de Abraão, mesmo quando Abraão foi incapaz de cuidar de si mesmo.

- Novamente, este versículo não tolera nem encoraja a desobediência. Abraão lidaria com as consequências de suas escolhas pelo resto de sua vida. No entanto, isso fornece encorajamento para nós. Embora nos desviemos e erramos o alvo às vezes, nosso Senhor não nos abandona na jornada. Ele continua a cuidar de nós e a satisfazer nossas necessidades, mesmo quando nos falta a fé para confiar Nele. Eu estou feliz por sua fidelidade não depender da minha fidelidade a ele!

B. A Realidade - Abraão tinha muito em termos de riqueza material - gado, prata e ouro; mas essas provisões não poderiam fornecer a paz e a segurança de que ele precisava. Independentemente da riqueza que ele adquiriu, ele sentiu a necessidade de retornar ao Senhor. Abraão permaneceu dependente do Senhor para assegurar seu futuro e prover o filho prometido.

- Sou grato por todas as bênçãos que tenho e, no entanto, estou ciente de que elas nunca poderiam substituir o Senhor. Independentemente do que obtemos nesta vida, continuamos dependentes do Senhor. Nossa riqueza não pode comprar paz de espírito, saúde física ou vida eterna. Deus é tão bom e gracioso para nós, mas nunca devemos esquecer nossa total dependência Dele!

III. A Devoção de Abraão. V. 3-4

- Nestes versos finais descobrimos a devoção comprometida de Abraão ao Senhor. Observe:

A. Seu Compromisso. V. 3a“Nas suas jornadas subiu do Neguebe para Betel...”. Abraão não se contentou em estar a salvo do Egito e longe do faraó; ele queria continuar até chegar ao lugar que Deus o havia guiado no começo. Ele se recusou a parar no caminho. Ele estava comprometido em voltar ao Senhor e renovar sua comunhão com Ele.

- Estou ciente de que todos nós temos várias responsabilidades e deveres. Há coisas que devemos fazer e atividades que exigem nosso tempo e atenção. Temo, no entanto, que o Senhor seja frequentemente empurrado para o fim de nossa lista de prioridades. É fácil tornar-se tão consumido com as exigências da vida que deixamos de considerar nosso Senhor ou desejamos passar bons momentos com Ele. Precisamos do compromisso que Abraão possuía neste momento de sua vida. Devemos estar dispostos a tornar nosso relacionamento com o Senhor nossa prioridade!

B. Seu Discernimento. V. 3b“Nas suas jornadas subiu do Neguebe para Betel, até o lugar onde outrora estivera a sua tenda, entre Betel e Ai”. Abraão sabiamente voltou para onde começou. Ele retornou ao lugar entre Betel e Ai, o lugar que ele havia comungado com Deus. Embora Abraão tivesse vagado, ele sabia onde o Senhor poderia ser encontrado. Ele estava determinado a voltar para Deus.

- Que verdade simples e profunda! Todos nós temos sido culpados de afastar-se do Senhor. Durante esses momentos de separação, quando nossa comunhão é quebrada, devemos perceber que nosso Senhor não mudou. Ele continua o mesmo ontem, hoje e para sempre. Se você não tiver companheirismo e comunhão com Cristo, volte para onde antes desfrutava. Volte para Ele e renove sua comunhão hoje!

C. Seu Investimento. V. 4“...até o lugar do altar, que dantes ali fizera; e ali invocou Abrão o nome do Senhor”. Abraão retornou ao lugar onde havia construído um altar de adoração a Deus e mais uma vez invocou Seu grande nome em oração. Abraão perambulou, mas ele desejou retornar para ter comunhão com Deus e adorá-Lo.

- Sem dúvida, a maioria de nós pode se identificar com o que Abraão experimentou. Muitas vezes nós vagamos pelo Egito, longe de nosso Amado Salvador. Precisamos retornar ao lugar do altar, inclinando-se perante Ele em genuíno louvor e adoração. Precisamos reconhecer nossa necessidade de Sua contínua orientação e oferecer a Ele o louvor que Ele merece. Ele tem sido fiel a nós, mesmo em nossos momentos de desobediência. Ele é digno do nosso louvor!

Conclusão: Pode haver alguns aqui hoje que se afastaram do Senhor. Você deixou o local de culto em busca dos prazeres do mundo. Espero que você tenha percebido que a jornada nunca é lucrativa e sempre leva ao desespero. Por que não voltar para onde você deixou o Senhor e renovar seu compromisso com Ele? Por que não vem e lhe dá o louvor que Ele merece? Se você não é salvo, Jesus está chamando você para sair do Egito e desfrutar da vida abundante disponível n'Ele.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

MAIS EBOOKS E CURSOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!