Reprovando a conduta pecaminosa

Reprovando a conduta pecaminosa
"Toda a Escritura é ... proveitosa para ... repreensão" (2 Timóteo 3:16).

As pessoas que não estão interessadas na vida santa evitarão estar expostas à doutrina sadia.

Paulo instruiu Timóteo a "pregar a palavra, insta a tempo e fora de tempo, admoestar, repreender, exortar, com toda longanimidade e ensino" (2 Timóteo 4:2). Ele sabia que chegaria um momento em que muitas pessoas rejeitariam a sã doutrina, e "tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas" (v. 3-4).

Isso certamente é verdade em nossos dias. Muitos que professam amar o Cristo parecem intolerantes à Sua Palavra. Muitas vezes eles caem na complacência espiritual e se cercam de mestres que lhes dizem exatamente o que querem ouvir. Se eles não conseguem encontrar uma mensagem confortável, eles passam de igreja para igreja ou simplesmente abandonam tudo.

Tais pessoas trocaram convicção por conforto e precisam examinar a si mesmas para ver se são crentes genuínos (2 Coríntios 13:5). Sua atitude em relação à Palavra contrasta radicalmente com aqueles que amam a Cristo verdadeiramente e vêm à Palavra com um desejo sincero de aprender suas verdades e viver de acordo com ela.

Mas mesmo os verdadeiros crentes podem cair na armadilha da negligência e compromisso. Talvez você tenha notado que os cristãos que vivem pecando tentam frequentemente evitar a exposição à Palavra de Deus.

Às vezes, eles param temporariamente para comparecer à igreja ou estudos bíblicos. Eles também tentam evitar outros crentes - especialmente aqueles que os responsabilizam pelo que sabem ser verdade.

Mas, como qualquer pai amoroso, Deus não permitirá que os Seus filhos permaneçam no pecado por muito tempo sem discipliná-los (Hebreus 12:5-11). Mais cedo ou mais tarde eles devem se arrepender e se reconciliar com Ele.

Um elemento importante na conciliação dos cristãos pecadores com Deus é a oração fiel de outros crentes. Deus pode optar por usá-lo dessa forma, por isso sempre esteja pronto para orar, e ansioso para restaurar os outros com espírito de mansidão (Gálatas 6:1).

Você conhece um cristão que está sendo desobediente à Palavra de Deus? Se conhece, peça a Deus que o traga ao arrependimento. Coloque essa pessoa em suas orações e preocupação, e esteja disponível para ser mais usado no processo de restauração se o Senhor quiser.

O que Mateus 18:15-20 diz sobre como confrontar um cristão pecador?

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!