31 de março de 2011

As promessas vazias da Páscoa
Páscoa,
Texto: Lucas 24:1-11
Introdução:
A. Cerca de quatro anos atrás, eu comprei um vidro de um medicamento que prometeu me dar algo de volta que eu estava perdendo. Uma promessa que parecia muito boa para ser verdade.
1. Muitos de nós temos sido enganados por promessas vazias
(Perder peso, aumentar a massa muscular, crescer o cabelo, melhorar o desempenho, aumento de memória, mais energia, a supressão do apetite e etc...).
2. Estas promessas vazias nos fazem desconfiar de tudo o que parece bom demais para ser verdade.
B. A palavra de Deus diz: "Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o SENHOR falara à casa de Israel; tudo se cumpriu". Josué 21:45
1. Deus tem cumprido todas as promessas que ele tem feito ao Seu povo.
2. O mundo nos dá promessas cheias de vazio: Deus nos dá o vazio cheio de promessas.
C. Eu espero que você confie em Deus e em Suas promessas nesta Páscoa. 
1. Quem aqui conhece Jesus Cristo?
2. Vamos observar duas promessas que surgem do vazio da Páscoa.

I. A primeira promessa vazia da Páscoa é... UMA CRUZ VAZIA.

A. Antes fiéis amigos de Jesus (Maria Madalena, Maria, a Mãe de Tiago, Joana e, várias outras mulheres) foram ao sepulcro, quando viram a cruz a uma distância. Lucas 23:50-53 “E eis que certo homem, chamado José, membro do Sinédrio, homem bom e justo. (que não tinha concordado com o desígnio e ação dos outros), natural de Arimatéia, cidade dos judeus, e que esperava o reino de Deus, tendo procurado a Pilatos, pediu-lhe o corpo de Jesus, e, tirando-o do madeiro, envolveu-o num lençol de linho, e o depositou num túmulo aberto em rocha, onde ainda ninguém havia sido sepultado”
1. A medida que o sol surgia, elas podiam ver a silhueta de três cruzes distantes contra o brilho de um céu avermelhado. (Ninguém tocou na cruz no sábado /Sabbath)
2. O do meio tem a sua atenção.
a. Inscrição sobre a cruz "Rei dos Judeus"
b. Sangue na viga transversal, cabeça, lado (soldado romano perfurou o seu lado para se certificar de que ele estava morto). Ele estava morto.
3. A cruz que as mulheres viram estava vazia, mas estava cheia de promessas de Deus.
B. As promessas da cruz vazia significa que você e eu estamos perdoados. (Jesus pagou o preço pelos nossos pecados na cruz.)
1. O pecado é qualquer coisa que fazemos que desagrade a Deus. Romanos 3:23 “pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,”
a. Todos nós pecamos. (A pessoa ao seu lado, na frente de você, atrás de você).
b. Romanos 6:23 "Porque o salário do pecado é a morte..." Morte = Inferno
c. Antes da ressureição, Deus podia olhar no livro todos os nossos nomes e escrever culpado de pecado... Culpado de pecado... Culpados de pecado; contas a pagar.
2. Jesus veio para resolver as nossas contas e ele pagou na cruz.
a. Jesus nunca pecou. (Buda, Maomé, Davi, Moisés, etc.)
I Pedro 1:18-19 “sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo,”
Hebreus 4:15 “Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado.”
b. Foi na cruz que Jesus sofreu, sangrou, morreu por uma humanidade pecadora. 
I Pedro 3:18 “Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito,”
Romanos 5:8 “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.”
c. Quando Jesus disse: "Está consumado" desde a cruz; o ato redentor para a humanidade estava, na verdade... concluído.
C. Vocês podem ver o que eu tenho na minha mão? Um recibo. Para qual propósito é que um recibo serve? É a prova de que o pagamento foi feito. Isso é o que a cruz de Jesus é. O recibo. A prova de que o pagamento é feito, que o poder do pecado já não tem poder sobre nós.
Como as mulheres continuaram depois de ver a cruz vazia, continuaram até o túmulo.

II. A segunda promessa vazia da Páscoa é... UM TÚMULO VAZIO.

Lucas 24:1-3,12 “Mas, no primeiro dia da semana, alta madrugada, foram elas ao túmulo, levando os aromas que haviam preparado. E encontraram a pedra removida do sepulcro; mas, ao entrarem, não acharam o corpo do Senhor Jesus”. 12. Pedro, porém, levantando-se, correu ao sepulcro. E, abaixando-se, nada mais viu, senão os lençóis de linho; e retirou-se para casa, maravilhado do que havia acontecido.
A. Estas mulheres foram à espera de ver o cadáver de seu amigo, em vez disso, viram o túmulo vazio do seu Senhor ressuscitado. (24:6a) "Ele não está aqui, mas ressuscitou...”.
1. Muitos líderes religiosos morreram e seus ossos todos viraram pó, o túmulo de Jesus estava e está vazio.
2. Todos os tipos de prova: o túmulo vazio, o testemunho ocular de mais de 500 pessoas durante um período de 40 dias... Jesus está vivo!
B. O túmulo vazio de Jesus é uma promessa para cada um de nós que nós também seremos ressuscitados para a vida eterna.
1. Para aqueles de nós que conhecem a Jesus como Salvador e Senhor, a morte perdeu seu aguilhão.
a. Morte espiritual versus morte física
b. I Coríntios. 15:55-57 "Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo”
2. Jesus pode te dar a vida eterna se você conhecê-lo!
a. Você pode conhecer fatos sobre Ex. Presidente Lula, Barack Obama, Presidente Dilma Rousseff, Cristiano Ronaldo e etc., mas não conhecê-los?
b. Você pode conhecer os fatos sobre Jesus (Belém, cruz, túmulo vazio), mas você pode não conhecê-Lo. Tiago 2:19 “Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem”
c. Apocalipse 3:20 “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”

Conclusão: Deus tem cumprido todas as promessas que ele já fez ao Seu povo. O mundo nos dá promessas cheias de vazio: Deus dá-nos o vazio cheio de promessas.
A. Nós observamos duas promessas que surgem do vazio da Páscoa.
1. Uma cruz vazia
2. Um túmulo Vazio
B. Espero que você confie em Deus e em Suas promessas nesta noite de Páscoa. 1. Cruz vazia: pecados perdoados
2. Túmulo vazio: a vida eterna
C. Quem aqui conhece Jesus Cristo?  Acredito que na Páscoa, mais do que qualquer outra época do ano, percebemos que Deus tem feito todos os tipos de promessas extravagantes. Tão extravagantes, que alguns de nós não podemos acreditar. Ou, podemos?
Esta noite, ouvimos sobre duas promessas que Deus fez para nós, a promessa do perdão dos pecados, a promessa da vida eterna, e a promessa de um relacionamento pessoal com Jesus Cristo.
Minha pergunta a vocês nesta noite é esta: você vai confiar na sua palavra? Se assim for, escute essa promessa final - é encontrada em Romanos 10:13 “Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”
Esta noite, se você ainda não aceitou as promessas de Deus para sua vida, Ele está esperando, provavelmente pensando: "Pelo amor de Deus, porque está demorando tanto?”
Não espere outro dia, faça hoje, e conheça a alegria da vida eterna em Cristo Jesus.
Eu creio que o Senhor abençoará realmente a cada um de vocês nesta Páscoa.

Pr. Aldenir Araújo

30 de março de 2011

Será Que Temos Uma Casa Limpa Nesta Páscoa?
Será que temos uma casa limpa nesta páscoa?
Texto: Mateus 21:12-15

I. O caráter da casa de Deus

A. Duas vezes o Senhor teve de intervir, sobre a qualidade da atividade em curso na casa de Deus.
B. Deus deseja um templo puro
1. Deve ser um lugar separado para louvor e adoração
2. Deve ser um lugar reservado para oração
3. Deve ser um lugar reservado para meditação e contemplação
C. A base para a purificação do templo
1. A Palavra escrita de Deus. Jeremias 7:11 “Será esta casa que se chama pelo meu nome um covil de salteadores aos vossos olhos? Eis que eu, eu mesmo, vi isto, diz o SENHOR”.
a. Quando pensamos sobre o caráter de nossa Igreja nesta páscoa, somos um covil de ladrões?
b. Jesus vai ainda mais longe ao dizer que são ativos nesta atividade - "estão fazendo"...
2. Será que estamos roubando a capacidade de outros adorarem em nosso meio?
3. Será que estamos roubando de nós mesmos à capacidade de adorar no meio do povo de Deus?
a. Qual é a nossa atitude quando entramos na casa de Deus?
1. A atitude errada interiorizada me proíbe de adorar a Deus - Eu roubo a mim mesmo!
2. A atitude errada verbalizada impede outros de adorar a Deus - Eu roubo os outros!
b. Para isso a Palavra de Deus declara que nós transformamos a sua casa em qualquer coisa menos ao que se destina.
c. Entendendo a consequência dessa atividade - Deus vai limpar a casa - mais de uma vez se for necessário!
4. A preeminência da atividade espiritual
Isaías 56:7 “também os levarei ao meu santo monte e os alegrarei na minha Casa de Oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar, porque a minha casa será chamada Casa de Oração para todos os povos”.
5. Jesus trouxe a purificação, pois a principal atividade dentro do templo já não era o que deveria ser.
a. A casa de Deus tinha sido profanada.
b. A adoração a Deus foi prejudicada
c. A atividade que estava acontecendo, estava acontecendo sem um coração para Deus!
d. O véu da religião traz grande indignação de Deus

II. O chauvinismo do povo de Deus.

A. Aqueles no templo deveriam ser acima de tudo, o povo de Deus!
B. A atividade dos sacerdotes no templo era lamentável (para dizer o mínimo).
1. Eles abusavam da atividade para a qual não havia justificativa
a. Não havia justificativa para ter sacrifícios lá para vender
1. As pessoas teriam que vir de longas distâncias, a fim de adorar no templo.
2. As pessoas teriam que vir ao templo mais de uma vez por ano a fim de apresentar um sacrifício.
b. Houve abuso do que foi justificado
1. Os preços dos animais eram de arrancar o couro!
2. Aqueles que escolheram trazer seu próprio sacrifício, quase sempre tinham sua oferta declarada imunda, e teria que comprar dos comerciantes de qualquer maneira.
3. O imposto do templo só poderia ser pago em moeda específica, e como tal, as moedas locais eram trocadas a preços extremos.
c. Mesmo os mais pobres eram explorados
1. "Pombas" é uma referência direta à oferta dos mais pobres da população.
2. Aqueles com a maior necessidade eram levados para a limpeza.
Mateus 25:40 "O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”.
3. Somos culpados de chauvinismo espiritual?
4. Será que temos um conjunto predeterminado de valores, para que alguém venha e adore conosco?
5. Esta era a mentalidade dos líderes religiosos da época. Eles usavam este versículo para justificar a proibição dos coxos e os cegos entrarem no templo! II Samuel 5:8 “Naquele dia, Davi disse: Davi, naquele dia, mandou dizer: Todo o que está disposto a ferir os jebuseus suba pelo canal subterrâneo e fira os cegos e os coxos, a quem a alma de Davi aborrece. (Por isso, se diz: Nem cego nem coxo entrará na casa.)”
d. Qual é a nossa mentalidade hoje?
1. Será que eles têm de usar a roupa certa?
2. Será que eles têm de falar do jeito certo?
3. Será que eles têm que ser do partido politico de direita ou esquerda?
4. Será que eles têm de ter um cheiro agradável?
5. Será que eles têm de viver na parte boa da cidade?
6. Será que eles têm que ter um passado sem manchas?
e. Chauvinismo Espiritual é:
1. Não procurar o passado da pessoa, a fim de ver a necessidade espiritual!
2. Não discernir a realidade das consequências, distinto do perdão dos pecados.

III. O conforto do filho de Deus.

A. A purificação do templo declarou a todos o que a casa de Deus deveria ser.
B. A purificação do templo declarou que a casa de Deus é aberta a todos.
C. A purificação do templo declarou que a casa de Deus não está voltada para as coisas, mas aos menos, aos últimos, e aos perdidos.
D. Agora, ficamos com duas escolhas enquanto Deus continua a limpar sua casa. Vamos dizer que é maravilhoso, ou ficar indignados?

Conclusão: Ore para que Deus trabalhe em seu coração a fim de que você possa se tornar alguém que se preocupa com a casa de Deus, que é um lugar de adoração, oração e meditação.

Ore para que você tenha o Espírito de Deus trabalhando no seu coração e mente, e convencendo-o do "ladrão de atividades"; que pode ter feito algo interno, ou externo, que roubou a si mesmo ou ao outro da plena participação na Casa de Deus.

Ore; porque os nossos corpos são o templo de Deus - 1 Coríntios 6:19 “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?”

Dedique alguns momentos derramando-vos a Deus, em preparação para a comunhão.

26 de março de 2011

Geração Geazi
Geração-Geazi
Eu acredito que nós estamos vivendo em um dos maiores períodos na história para cumprir o ministério.
Podemos aproveitar a tecnologia para a propagação do evangelho da maneira que os Apóstolos jamais sonharam. O espírito de colaboração que existe entre nós é que nos permite compartilhar as melhores práticas disponíveis. Estamos vendo as coisas no nosso tempo, que as gerações de pastores que vieram antes de nós desejaram e oraram.
Mas como Lucas 12:48 diz, a quem muito é dado, muito é esperado. E como a tocha do Ministério está sendo passada para a nossa geração, eu estou preocupado que nós vamos estar aquém do destino que Deus tem para nós.
Não através de fracasso moral. Ou complacência.

Mas, por perseguir a obra de Deus por todas as razões erradas.

[post_ad]Você pode ver essa possibilidade muito real na vida contrastante de Eliseu e Geazi.
Eliseu foi discípulo de Elias. Ele estava tão determinado a cumprir o chamado de Deus sobre sua vida que ele perseguiu esse chamado com todo o seu coração. Ele não permitiria que Elias estivesse fora da sua vista. Como resultado, ele herdou uma porção dobrada do espírito de Elias, e foi usado grandemente por Deus na sua geração.
Geazi foi discípulo de Eliseu e deveria ter sido o próximo na linha para continuar o ministério. Mas, em vez de perseguir o chamado de Deus e Sua glória, ele perseguiu o ouro de Naamã. E porque ele fez a obra de Deus por suas próprias razões, tornou-se leproso e inútil no Reino de Deus.

Às vezes, temo que a minha geração se transforme na geração Geazi:

Mais interessados ​​em favores de Deus do que a favor de Deus.
Perder o nosso desejo de perseguir Deus na caça de glória e de ouro.
Perseguir os presentes de Deus mais do que buscar a Sua glória.
Mas isso não tem que ser dessa maneira. Nós não estamos consignados para esse destino. Podemos ser muito usados ​​por Deus, se abraçarmos e entendermos esta verdade:

Não há maior dom e recompensa para o nosso ministério que o próprio Deus.

Ore comigo hoje para a nossa geração: Deus, nos ressuscitará para ser uma geração que vai perseguir a tua glória somente.
Que possamos cumprir fielmente os nossos destinos em um mundo cheio de distrações.

Pr. Aldenir Araújo 

25 de março de 2011

Promessa de Deus é coisa séria
Promessa de Deus é coisa séria
Texto: Gênesis 18:1-15 - Gênesis 21:1-7
Introdução:
1. Leia Gênesis 18:1-15
2. Deus tem um senso de humor.
a. Ele me fez
3. Exceto quando se trata de suas promessas.
4. Deus leva a sério as suas promessas e espera que façamos o mesmo.

I. Se quisermos experimentar as promessas de Deus, precisamos convidar a presença de Deus (18:1-8)

[post_ad]A. Meu Senhor
1. O Senhor apareceu a Abraão no calor do dia. De repente, três homens apareceram.
2. Um desses homens era o próprio Senhor.
a. A palavra Senhor no versículo 3 é a palavra hebraica Adonai.
b. Esta palavra só é usada no Antigo Testamento para Deus
c. Os três visitantes vieram de outro mundo para trazer uma mensagem a Abraão.
3. No entanto, o aspecto importante nesta passagem, um aspecto que não podemos esquecer, é como Abraão respondeu.
a. Ele pediu ao Senhor para ficar (v. 3)
b. Ele apressou-se a servi-lo (v. 6)
c. Ele preparou uma festa digna de um rei (vv.6-8)
4. Ele sabia que esta era uma visitação do próprio Deus, e ele a tratou de forma preciosa e especial.
B. A presença de Deus 1. No culto de dedicação, nós o tratamos como especial, e nós preparamos uma festa.
2. Nós temos a oportunidade de ter uma visitação de Deus todos os dias.
a. Nós estamos implorando-lhe para ficar?
b. Será que estamos nos apressando para servi-Lo?
c. Será que estamos tratando a presença de Deus como preciosa?
3. Salmo 16:11 Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente”.
4. Se quisermos as bênçãos de Deus em nossas vidas, então temos de convidar a presença de Deus.
C. As bênçãos de Deus começam na presença de Deus.

II. Se quisermos experimentar as promessas de Deus temos que leva-las a sério (18:9-15).

A. Por que Sara riu?
1. Então o Senhor perguntou a Abraão porque Sara estava rindo.
2. O Senhor disse-lhe que ele voltaria em um ano e Sara terá um filho.
a. Ele é enfático ao afirmar - "Eu certamente voltarei...”.
b. O Senhor não deixa nenhuma dúvida, isso vai acontecer.
3. Eles eram velhos.
a. Abraão estava com 99 anos
b. Sara aproximadamente 90 anos
4. Quando Sara ouviu isso ela riu.
a. "Sim, é verdade!"
b. O prazer que ela está falando é conceber uma criança.
c. Ilustração: Imagine a avó ter um bebê.
5. O Senhor ouviu a Sara.
a. Por que ela riu?
b. "demasiadamente difícil" também significa "muito extraordinário, muito maravilhoso".
B. A dúvida não leva a sério
1. Sara mostrou sua dúvida quando ela riu.
a. Deus isso é uma piada!
b. Deus você não é capaz!
2. Toda vez que nós duvidamos das promessas de Deus, mostra que não estamos levando a sério.
a. Deus suas promessas são uma piada!
b. Deus você não é capaz!
c. Não acreditamos nelas ou não?
3. Jó 42:2 "Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado”.
C. Se quisermos experimentar a promessa de Deus, precisamos levar a sério.

III. Se quisermos experimentar as promessas de Deus devemos recebê-las com alegria (21:1-7).

A. “Deus me deu motivo de riso”
1. Leia 21:1-7
2. Ilustração: Feliz é a pessoa que consegue rir de si mesmo. Ele nunca deixará de ser divertido.
3. “E o SENHOR visitou a Sara, como tinha dito, e o Senhor cumpriu o que lhe havia prometido”.
a. Ele interveio milagrosamente e alterou o seu destino
b. Ele também milagrosamente, interveio e mudou o nosso destino.
4. Eles deram o nome de seu filho Isaque.
a. "Riso"
b. Não era um riso de incredulidade e dúvida
c. Era um riso de alegria
d. O nome dele seria uma lembrança da fidelidade de Deus e não a sua incredulidade.
B. “e todo aquele que ouvir isso vai rir-se juntamente comigo”. 1. Nosso riso também pode ser um riso de alegria.
2. Nós temos uma escolha.
a. O riso de desprezo e incredulidade
b. O riso de alegria e de bênção. Salmo 126:2 “Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cânticos. Então eles disseram entre as nações: O Senhor fez grandes coisas por eles".

Conclusão:
1. O que você vai fazer com as promessas de Deus?
a. Rir em incredulidade?
b. Rir de alegria?
2. Você vai convidar a sua presença para receber as promessas?
3. Deus está aguardando sua resposta.

Pr. Aldenir Araújo

24 de março de 2011

Ladrões de alegria
Ladrões de alegria
Texto: Filipenses 4:4 
Introdução: Creio que se há algo que Deus quer que seus filhos tenham é, alegria! 
João 15:11 - "que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja completa”
Neemias 8:10 – “A alegria do Senhor é a nossa força”
Lucas 10:20 – “Alegrai-vos, porque vosso nome está escrito no céu”
Quatro coisas que querem roubar a nossa alegria:

1. Circunstâncias. Filipenses 1:12

[post_ad]- “Quero ainda, irmãos, cientificar-vos de que as coisas que me aconteceram têm, antes, contribuído para o progresso do evangelho;” - Paulo está dizendo que sua circunstancias ou problemas e as provas não foram para feri-lo, mas para o progresso do Evangelho.
- Ele não era um prisioneiro de Roma, ele era um prisioneiro de Jesus Cristo.
- As circunstâncias na vida de Paulo não o levaram ao desânimo, mas o levaram a fazer mais por Cristo!
- Se você é um verdadeiro filho de Deus, você vai ter problemas, provações ou circunstâncias!
- Um monte de cristãos; são cristãos de circunstâncias!
- Enquanto tudo está indo bem eles estão OK, mas quando os problemas vêm eles ficam desanimados e desistem! 
- Paulo não olhou para Cristo através de suas circunstâncias - ele olhou para sua circunstancia através de Cristo!
- Paulo disse em Romanos 8:28 – “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.
- Quando as coisas correm mal, o cristão fica triste! Não deixe as circunstancias roubar a sua alegria!
- Tiago 1:2 – “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações,”

2. Pessoas

- Todos nós uma vez ou outra perdemos nossa alegria por causa de pessoas! 
- O que eles são! - O que eles dizem! - O que eles fazem!
- E, sem dúvida, nós também temos causado tristeza em alguém! Funciona nos dois sentidos!
- Nós somos a luz do mundo e o sal da terra... mas às vezes a luz fica fraca e o sal torna-se amargo por causa das pessoas!
Filipenses 2:2-3 – “completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento. Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo”.

Não deixe as pessoas roubar a sua alegria!

3. Coisas – Filipenses 3:7-8

- Eu considero tudo como perda por Jesus!
- Um desejo de coisas materiais, Oh, o que os ladrões podem ser! 
História de Abraham Lincoln e seus dois meninos andando pela rua. O Sr. Lincoln tinha três nozes e os seus dois meninos, estavam chorando... alguém disse por que eles estão chorando? Ele respondeu: Ah, a mesma coisa de errado com o mundo, eu tenho três nozes e ambos querem duas!
- Esse é o problema com as pessoas.
- Elas nunca estão satisfeitas, estão sempre querendo mais.
- As coisas deste mundo nunca vão fazer você feliz!
- Jesus nos advertiu sobre juntar tesouros na terra... “Ele nos ensinou a acumular tesouros no céu, porque onde estiver o vosso tesouro, aí é onde está seu coração!”
- Filipenses 4:11 – “Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação”
- Não deixe as coisas roubar a sua alegria!

4. Preocupação - Filipenses 4:6

- “Não andeis ansiosos de coisa alguma;...”
O que nos preocupa? - Circunstâncias - Pessoas - Coisas!
- Se nós controlarmos essas coisas, não vamos nos preocupar!

Conclusão: Habacuque 3:17-19 “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação. O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente”.

Venha para Jesus!

Pr. Aldenir Araújo
Porque não chamou os anjos?
Porque não chamou os anjos?
Texto: Mateus 26:47-56
Introdução:
1. O Adversário e Judas tornaram-se associados
a. Satanás entra em Judas para trair Jesus (Lucas 22:3)
2. A traição e a prisão de Jesus no Getsêmani acontecem
a. Jesus poderia ter chamado setenta e dois mil anjos para livrá-Lo (Mateus 26:53)
3. Anjos e Jesus são associados
a. Os anjos são associados com o nascimento de Jesus (Lucas 1:26-37 - 2:1-14)
b. Os anjos estão presentes após a tentação de Jesus (Mateus 4:11)
c. Os anjos estão presentes na ressurreição de Jesus (Mateus 28:1-7)
4. Porque Jesus não chamou os anjos para livrá-lo?

I. As Escrituras deveriam se cumprir

A. A cruz era o plano eterno de Deus (1 Pedro 1:20)
B. Profecias sobre a cruz são encontradas em toda a Bíblia[post_ad]1. Todo cordeiro pascal retratado o Salvador morto

2. Davi escreveu sobre a crucificação (Salmo 22)
3. Isaías descreveu os sofrimentos e a morte de Cristo (Isaías 53)
4. Zacarias escreveu sobre as feridas de Cristo na Cruz (Zacarias 13:6)
C. Até mesmo a traição de Jesus foi profetizada (Salmo 55:13)
D. Uma interrupção angelical de a Cruz teria nos deixado sem um Salvador

II. O Salvador deveria ser abandonado.

A. Jesus repetidamente mostrou que sua traição viria
1. "O Filho do Homem será entregue" (Mateus 17:22)
2. "Entregarão aos gentios" (Mateus 20:19
B. Jesus disse aos discípulos que eles o abandonariam (V. 1)
C. Os profetas disseram que Jesus iria morrer sozinho, abandonado.
1. Davi disse: "desprezado do povo" (Salmo 22:6-8)
2. Isaías disse: "Nós escondemos... Nosso rosto dele" (Isaías 53:3)
D. Jesus deveria mesmo ser abandonado por seu pai (Salmo 22:1 - Mateus 27:46).
E. Jesus foi abandonado assim que nós nunca podemos ser abandonados

III. Almas devem ser libertadas de seus pecados.

A. Se anjos tivessem intervindo não teria havido nenhum evangelho
1. Não teria significado o evangelho, não haveria salvação.
2. Tudo estaria perdido para sempre; sem esperança.
B. O amor de Deus manteve Jesus na cruz (Romanos 5:8)
1. Os anjos não foram convocados para que pudéssemos ser salvos
2. Nós podemos ser limpos, porque os anjos não foram chamados.

Conclusão:
A. O chamado de Cristo é para os pecadores não aos anjos
B. Você já respondeu ao chamamento de Jesus à salvação?
1. Deus tem falado ao seu coração sobre seus pecados?
2. Já outros foram falar com você sobre estar bem com Deus?
C. Você vai responder ao chamado de Deus hoje?

Pr. Aldenir Araújo

23 de março de 2011

Sangue - O mais  extraordinário medicamento
Texto: Levítico 17:1-16 
Introdução: O sangue em nossas veias é o medicamento mais incrível do mundo para algumas doenças como câncer, hemofilia, e alguns casos de AIDS. O sangue e os medicamentos produzidos a partir dele, estão salvando mais vidas do que qualquer droga que a ciência já descobriu, e há ainda muito a aprender sobre como usar o sangue na luta contra a doença. O sangue sempre fascinou o homem, e ele foi espreitando seus mistérios ao longo dos séculos.
No ano de 1628, Sir William Harvey, cientista Inglês, descobriu que o sangue era um "rio da vida" fluindo ao redor do corpo. A partir de então, os médicos tentaram, pela primeira vez repor o sangue perdido com o sangue de outros seres humanos e animais.[post_ad]Muitas vezes, os pacientes morreram, mas, ocasionalmente, uma vida era salva. No entanto, as falhas eram tão comuns, que durante o século 17, foram aprovadas leis proibindo as transfusões de sangue.
Foi no ano de 1900, que um cientista alemão, Dr. Karl Lansteiner, descobriu que há quatro tipos de sangue humano, ou seja, A, B, AB e O. Isto abriu a porta para transfusões de sangue bem sucedidas, pois se soube que se o sangue de um doador de um desses grupos fosse dado a um paciente do mesmo grupo, nenhum dano poderia ser causado. A partir de então, as transfusões de sangue foram feitas e muitas e muitas vidas foram salvas.
Pessoas com esse tipo O-negativo são os "doadores universais", o seu sangue pode ser dado a pessoas de todos os outros tipos. No entanto, as pessoas com tipo O-negativo (10% da população) só pode receber sangue O-negativo. As pessoas com sangue tipo AB positivo são os "receptores universais", eles podem receber qualquer outro tipo de sangue. Foi a partir de 1915, que dois cientistas americanos, Peyton Rous, e Joseph Turner descobriram uma solução que, quando misturada com sangue, poderia evitar a coagulação.
Agora, o sangue pode ser preservado ou "enlatado" para uso de emergência no futuro, e o primeiro banco de sangue foi criado por um cirurgião do Exército Inglês Oswald Robertson, atrás das linhas do exército aliado na França em 1917, resultando no que temos hoje nas várias comunidades "bancos de sangue", que estão se esforçando para servir dia e noite, que têm como slogan, "Sangue é vida - Ajude a salvar uma vida" Sim, “o sangue é vida", e essa verdade é confirmada na palavra de Deus.
Um dos maiores temas da Bíblia "Sangue", que é a própria vida da fé cristã. Isso nos leva ao assunto do "maior doador de sangue do mundo" e nenhum outro senão o próprio Filho de Deus, o Senhor Jesus Cristo, que de boa vontade e sacrifício deu o Seu próprio sangue, para que nós pobres pecadores culpados tenha a vida eterna. Quando Caim matou seu irmão Abel, veja o que o Senhor disse em Gênesis 4:10 –E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão clama da terra a mim. Sim, o sangue chora e fala!

1. Sangue fala de vida. Levítico 17:11.

- A força motriz de toda a vida física é o sangue, enquanto a fonte da vida eterna é o sangue de Cristo.
- Veja a conexão da alma com o sangue no momento da morte (Gênesis 35:18 - Mateus 26:28 - Hebreus 13:12, etc. e Isaías 53:10).
- A Bíblia parece ensinar que a alma anima e controla a circulação do sangue humano.

2. Sangue fala de purificação. I João 1:7 - Apocalipse 1:5 - 12:11a.

- A dupla finalidade de sangue humano físico é eliminar resíduos e toxinas e o fornecimento de oxigénio e de energia em todos os órgãos do corpo.
- Da mesma forma, o sangue de Cristo nos purifica de todo pecado e nos capacita a ter vitória sobre o pecado e o diabo.

3. Sangue fala de valor. I Pedro 1:18-19 - Atos 20:28.

- Nós fomos comprados e redimidos com o líquido mais precioso do universo - O sangue do próprio Deus!

4. Sangue fala de unidade. Efésios 2:13.

- Fechar a brecha de separação entre um Deus santo e o homem pecador, caído.
- O Calvário é o local de encontro do céu e da terra, quando o Filho de Deus nos reconciliou com o pai enquanto ele estava pendurado na cruz!

5. Sangue fala de identidade (Êxodo 12:13 - I Coríntios 5:7.

- Cristo, o Cordeiro de Deus se tornou a nossa Páscoa. Deus diz: quando eu vir o sangue, passarei por cima!

Conclusão: Amigo, como o hino evangélico dos velhos tempos diz: "Você é lavado no sangue, no sangue purificador do Cordeiro? São as suas vestes imaculadas, elas são brancas como a neve? Você está lavado no sangue do Cordeiro?”
Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus, o único que pode perdoar e tirar os seus pecados.

Pr. Aldenir Araújo

22 de março de 2011

O espírito imundo
O espírito imundo
Texto: Marcos 1:21 – 27
Introdução: Em um tranquilo dia de sábado Jesus entrou na sinagoga de Cafarnaum, para declarar a vontade do Pai. Observe que quando o Senhor faz um bom trabalho, há também o diabo que procuram resistir a ele. Em nosso texto, Jesus se depara com um homem com um espírito imundo. É um dia de graça e de salvação para este pobre homem. 
Há várias coisas curiosas sobre este homem. Observe...

1. Sua pessoa –um homem possesso de espírito imundo”. V. 23.

Aqui está um homem habitado e controlado por um espírito imundo.[post_ad]Um homem com um espírito imundo é, naturalmente, um homem impuro. É perfeitamente possível, um homem ser totalmente possuído por um espírito maligno. Existe um espírito que agora opera na vida dos crentes. Efésios 2:2 – nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência;” Satanás - o deus deste mundo continua a cegar as mentes dos incrédulos. Se o espírito que trabalha no interior do homem é imundo, todo o homem se corrompe!

2. Sua localização – “no dia de sábado”. V. 21 “... na sinagoga deles.” V. 23.

Aqui está um homem profano guardando o Dia do Senhor e reverenciando a sinagoga - um diabo religioso! Os atos externos de um homem nem sempre revelam seu verdadeiro estado moral e espiritual. É possível ter uma forma de piedade que é vazia de poder espiritual. II Timóteo 3:5 – tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes”. Repare, há espíritos imundos, muito ativos no mundo religioso. I Timóteo 4:1 –Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios”.

3. Sua pergunta – “O que temos nós contigo, Jesus de Nazaré?” V. 24a.

Estes adoradores falsos não tem nada a ver com o Senhor Jesus. Este espírito maligno grita: "Que temos nós contigo?" Observe que, o homem e o espírito imundo são como um só. Nós somos um com o espírito que nos possui, seja ele o Espírito de Deus ou um espírito maligno. "Sois servos de quem vós obedeceis" (Romanos 6:16).

4. Sua confissão – Bem sei quem és: o Santo de Deus!” V. 24b.

Observe, porque ele não diz nós conhecemos você? Este diabo agora fala por si mesmo e expõe um conhecimento muito superior do que o pobre homem possuído pelo diabo. Observe as suas palavras, “... Vieste para nos destruir? Eu sei quem és..." (cf v. 24c. Marcos 5:7). Jesus não veio para destruir, mas para salvar (Lucas 9:56). Esta confissão é semelhante a de muitos espíritos imundos nas modernas pessoas religiosas. É uma confissão de boca, sem a verdadeira fé sincera. Tiago 2:19 –Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem”. Lembre-se do Apóstolo Judas. João 6:70-71 –Replicou-lhes Jesus: Não vos escolhi eu em número de doze? Contudo, um de vós é diabo. Referia-se ele a Judas, filho de Simão Iscariotes; porque era quem estava para traí-lo, sendo um dos doze”.

5. Sua súplica – “Deixa-nos”. V. 24a.

Estas palavras expressam o desejo intenso de todos os espíritos imundos. Todo amante do pecado quer ser deixado em paz pelo Senhor Jesus. Eles amam e desfrutam das trevas espirituais e morais, mais do que a pura luz de Deus, desde as suas obras são más. João 3:19-20 – O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem arguidas as suas obras”. Bem, se Jesus deveria deixar o diabo que possuía o homem, e então? O homem certamente irá permanecer sob o poder incriminador de Satanás e do pecado, para ser logo lançado com Satanás e seus anjos no lago de fogo.

6. Sua opressão – Então, o espírito imundo, agitando-o violentamente e bradando em alta voz...”. V. 26.

Cuidado com o diabo e a escravidão que ele traz. Primeiro, ele grita: "Deixem-nos em paz", em seguida, traz prejuízos. Ele tem o poder de contaminar e destruir o corpo e a alma. Buscar a independência de Deus é uma das obras mais perigosas dos espíritos enganadores. Só Jesus pode parar um espírito imundo de destruir as mentes e os corpos de muitos! Quando o diabo é permitido entrar na vida das pessoas, ele vai tentar matar, roubar e destruir as suas esperanças e vidas!

7. Sua libertação – Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te e sai desse homem”. V. 25.

Reprimiu-o e expulsou-o. O espírito imundo tem de ser repreendido, mesmo quando ele fala religiosamente, dizendo: "Tu és o Santo de Deus" (cf v.24d. Atos 16:16-18). É fácil para um espírito imundo superar o homem profano, mas a presença e o poder do Santo é suficiente para silenciá-lo e expulsá-lo. Se o poder do pecado é para ser reprimido e vencido dentro de um homem, o Senhor Jesus - o Santo de Deus - deve ser autorizado e confiado para exercer sua autoridade poderosa na alma do homem. Pois com grande autoridade Ele ordenou o espírito imundo, e ele imediatamente obedeceu. Então, o espírito imundo, agitando-o violentamente e bradando em alta voz, saiu dele”. (v.26).

Conclusão: A verdade é assustadora, só existem dois espíritos que controla um homem - Espírito Santo de Deus ou espírito imundo de Satanás. Amigo, qual o espírito está no controle sobre você? Se você não confiou em Cristo como Salvador, você é uma casa aberta para o diabo!

Pr. Aldenir Araújo

21 de março de 2011

Correndo para vencer
correndo-para-vencerTexto: Hebreus 12:1-2
Introdução: Quando eu estudo um texto eu tento responder estas sete perguntas.
1. Para quem foi escrito
2. Quem escreveu,
3. Qual o assunto que está sendo discutido,
4. Quando foi escrito,
5. Onde foi escrito,
6. Por que foi escrito
7. Como foi escrito.
Eu sinto que se eu posso lidar com essas questões eu posso obter um bom entendimento do contexto que foi escrito. Hebreus foi escrito para pessoas que estavam sendo perseguidas por causa da sua fé em Cristo.[post_ad]Muitos desses cristãos hebreus tinham deixado o judaísmo e se converteram a Cristo e o escritor está exortando-os porque em face da oposição eles poderiam desistir e voltar à heresia de que foram libertos. Assim, em um esforço para explicar e incentivá-los o escritor compara a vida cristã como a uma pessoa que está em uma corrida. Nesta época, muitos tornaram-se desencorajados e deixavam de correr.
Na história da "Lebre e a Tartaruga" a razão pela qual a lebre perdeu a corrida porque ele achava que já tinha ganhado e tirou uma longa soneca. Em seu sono, a tartaruga passou por ela e ganhou. Meu amigo não se trata de quão rápido você pode correr a corrida é sobre como terminar.
Eu quero pregar esta noite sobre o tema, "Correndo para vencer" Para vencer a corrida você tem que entrar na corrida. Nesta corrida não há um primeiro prêmio ou segundo prêmio ou um terceiro prêmio. A Bíblia diz que há apenas um prêmio e todos os que terminam a corrida ganham o prêmio. 

I. Para vencer a corrida você tem que ter alguma inspiração

A. Por trás de todo grande vencedor há alguma inspiração. Alguém que estava na vida dessa pessoa.
B. Eu não conheço um lugar melhor para começar do que Hebreus 11, olhando para todos aqueles que já completaram a corrida e tornaram-se nossos heróis.
C. (Hebreus 12:1) “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas...”.
D. Isso não quer dizer que todas essas pessoas em Hebreus 11, são espectadores do que está acontecendo na terra.
E. Em vez disso, testemunha-nos pela sua vida de fé e resistência e definem um padrão para nós imitar. 1. Estou falando de Abel que obteve um testemunho justo por aquilo que sacrificou a Deus
2. Estou falando de Enoque que andou com Deus e nos deu esperança do arrebatamento em Gênesis 5
3. Estou falando de Noé, que achou graça aos olhos de Deus, mas moveu-se com temor para salvar sua casa.
4. Estou falando de Abraão, que obedeceu a Deus e suportou com paciência por causa da promessa de Deus (Gênesis 22:16-18)

II. Para vencer a corrida você tem que ter alguma preparação.

A. (Hebreus 12:1) “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia...”.
B. Sinto-me atraído para a parte do versículo que diz: Vamos deixar de lado todo peso e o pecado
C. Aqui o escritor está falando de duas coisas diferentes
1. Peso - ogkos: carga ou impedimento
2. O pecado – hamartia: ofensas ou pecado
D. A vida cristã é um chamado a disciplina e a perseverança
E. É por isso que um corredor nesta corrida deve tirar todo o peso que o cerca
F. Embora esses pesos podem ser inofensivos em si mesmos, são obstáculos e pode atrapalhar o corredor
G. O pecado pode ser qualquer forma de pecado, mas especialmente o pecado da incredulidade. Se você não acredita que pode fazê-lo, então você não vai fazê-lo.
H. (Gálatas 5:7) “Vós corríeis bem; quem vos impediu de continuardes a obedecer à verdade?”.
I. Mas se você acredita que pode fazê-lo, então você vai fazê-lo.
J. Se você confia nas promessas de Deus e têm plena confiança nele, então esta vida de fé é a certeza de vitória.

III. Para vencer a corrida você tem que ter alguma determinação.

A. (Hebreus 12:1) “Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta”.
B. Muitas vezes nesta carreira a paciência esgota, e muitos obstáculos atrapalham.
C. Mas quando os obstáculos surgem em nosso caminho nós temos que encontrar o caminho sobre eles
1. Quando as pessoas estão falando de você, ore por elas.
2. Quando a perseguição vem em cima de você, cante.
3. Quando Satanás tentar você, ore e resista.
D. O que separa o cristão do hipócrita é uma mente formada e formada sobre o coração
E. Um cristão que está resolvido no seu coração ele vai até o fim
F. Um cristão que está resolvido em sua mente ele vai até o fim
G. Um cristão determinado está correndo para vencer

IV. Para vencer a corrida você tem que ter alguma dedicação.

A. (II Timóteo 4:7) “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé”.
B. Paulo estava escrevendo a Timóteo que estava chegando ao fim de sua vida
C. Paulo dedicou sua vida ministrando aos gentios
D. Ele foi dedicado à obra de Deus

V. Para vencer a corrida você tem que ter um alvo.

A. Cada corrida para correr tem um ponto de partida e uma linha de chegada
B. (Filipenses 3:14) “prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”
C. (II Timóteo 4:8) “Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda”
D. A corrida é a vida cristã
E. O prêmio é a coroa da justiça
F. O lugar é o Céu

Conclusão: Você está correndo para vencer, ganhar?

Pr. Aldenir Araújo

19 de março de 2011

Por que incomodar o Mestre?
Por que incomodar o Mestre?
Texto: Lucas 8:40- 41; 49
Introdução: O Evangelho de Lucas está cheio dos milagres de Jesus e no capítulo 8 é apenas um dos muitos capítulos cheios destes eventos espetaculares. Provavelmente o evento mais pregado a partir deste capítulo é a cura da mulher com o fluxo de sangue. Mas eu quero olhar para outra pessoa que tinha uma grande necessidade também. Eu nunca tinha prestado muita atenção ao que eu vou pregar hoje à noite e é isso que eu amo Deus revelando coisas para você nas Escrituras. Acho interessante o número 12 é tão prevalente no meu estudo nesta mensagem. Lembre-se o número 12 é o número do poder. Em Marcos 3:14, ele ordenou os doze que estivessem com ele e em Lucas 2:46 você encontra Jesus na idade de 12 anos no templo sentado entre os doutores tanto interrogando como ouvindo-os. E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e suas respostas.[post_ad]Enquanto a mulher há 12 anos com o fluxo de sangue estava pressionando o seu caminho através da multidão naquele dia havia um outro homem na multidão que precisava de Jesus também. Este homem Jairo estava lá procurando o Curador, em nome de sua filha de 12 anos que estava morrendo em casa, a mulher com o fluxo de sangue havia acabado de receber a sua cura quando Jairo recebeu uma má notícia. Quero pregar sobre o assunto, “Por que incomodar o Mestre?”

I. Por que incomodar o Mestre (Na doença)

A. A mulher com o fluxo de sangue havia feito tudo o que sabia fazer
B. Gastou tudo, foi a todos os médicos, mas o problema era que ela nunca tinha ouvido falar sobre o que Jesus tinha feito.
C. (Marcos 5:27) “tendo ouvido a fama de Jesus, vindo por trás dele, por entre a multidão, tocou-lhe a veste”
D. O problema para muitas pessoas hoje em dia é que eles nunca ouviram falar sobre o que Jesus pode fazer quando você tocá-lo, mas melhor, nunca experimentaram o que acontece quando ele te toca.
E. Esta mulher quis tocar Jesus. Ela não tinha nada a perder e tudo a ganhar.
F. Esta doença que ela tinha há 12 anos tinha o poder sobre ela. Ela estava se preparando para tocar o que tinha poder sobre a doença!
G. Mas enquanto ela estava se regozijando em sua cura o coração de outro homem estava quebrando
H. Jairo havia sido informado pelo seu servo que sua filha a quem ele havia procurado a Jesus estava morta e não havia necessidade de incomodar o Mestre.
I. Como o coração de Jairo deve ter afundado no peito
J. Mas graças a Deus o único que tinha poder sobre a doença ouviu cada palavra que foi dita para Jairo.
K. (Isaías 59:1) “Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar, nem seu ouvido agravado, para que não possa ouvir”
L. Mas Jesus sabia por que estava lá. A mesma fé que tinha feito tudo a mulher era a mesma fé que Jairo tinha, mas o problema era que ele não tinha o poder sobre a coisa que tinha levado sua filha... a morte.
M. Talvez Jairo estava no funeral do filho da viúva em Naim em Lucas 7:12 quando Jesus tocou o esquife e aquele que estava morto sentou-se e falou.
N. Tudo o que Jairo sabia que era a sua filha precisava de Jesus
O. Eu creio que Jesus, com profunda paixão em seus olhos, olhou profundamente nos olhos cheios de lágrimas de Jairo, quando disse...
P. (Lucas 8:50) “Não temas...: crê somente, e ela será salva”
Q. Algumas horas mais tarde, uma mãe com o coração partido olhou para fora através do campo viu algumas figuras recortadas contra o sol andando em direção a casa
R. Lá vem o papai trazendo o SOCORRO!
S. (Lucas 8:52) “E todos choravam e a pranteavam. Mas ele disse: Não choreis; ela não está morta, mas dorme”
T. (Lucas 8:53) “E riam-se dele, porque sabiam que ela estava morta”
U. Mas o que eles não sabiam era que, enquanto ela estava morta então ela só estava dormindo para Jesus!
V. (Lucas 8:54) “Entretanto, ele, tomando-a pela mão, disse-lhe, em voz alta: Menina, levanta-te!”
W. Naquela noite, depois que todos tinham ido para casa, senhor e senhora Jairo deitados na cama conversando sobre o que tinha acontecido e de um quarto distante a pequena voz gritou, papai, eu com certeza estou feliz por você ter incomodado o Mestre. Mas para Jesus não era problema algum.

II. Por que incomodar o Mestre (Na tempestade)

A. Jesus tinha acabado de pregar sobre a parábola do semeador e a parábola da candeia
B. Jesus e seus discípulos tinham partido para Gadara, quando uma tempestade se levantou.
C. (Lucas 8:23) “Enquanto navegavam, ele adormeceu. E sobreveio uma tempestade de vento no lago, correndo eles o perigo de soçobrar”
D. Já houve um tempo em sua vida quando você estava navegando a sós com Jesus e, de repente uma tempestade veio sobre você a partir do nada?
E. Você estava com medo? Preocupado? Ou até mesmo completamente com medo?
F. Esses homens estavam da mesma maneira, mas lembraram de algo. Eles tinham o mestre a bordo e gritaram por ele.
G. (Marcos 4:38) “E Jesus estava na popa, dormindo sobre o travesseiro; eles o despertaram e lhe disseram: Mestre, não te importa que pereçamos?”
H. Ele se importa!
I. Ouça isto. Se você é salvo e a tempestade atinge, apenas lembre-se você tem o mestre a bordo e com ele a bordo você NÃO perecerá.
J. A tempestade pode rugir, o relâmpago pode golpear e o trovão ecoar, mas amigo você não está indo para baixo você está indo para cima!
K. Jesus disse aos discípulos no verso 22, antes que eles saíssem... “Passemos para o outro lado do lago”
L. Eles incomodaram o Mestre e ele acalmou a tempestade
M. Se você está tendo uma tempestade em sua vida você deve incomodar o mestre e ele vai fazer duas coisas, ele vai acalmar a tempestade e ele vai acalmar a alma.
N. Para ele, acalmar as tempestades em sua vida não é problema nenhum.

III. Por que incomodar o Mestre (para aqueles em pecado)

A. Era quase o final da hora final sexta ou meio-dia e Jesus estava pregado na cruz por três horas e as trevas estavam a ponto de cobrir toda a terra para as próximas três horas. A luz estava se preparando para se ocultar quando Jesus estava prestes a morrer.
B. Mas antes de a luz se apagar, pouco antes de a escuridão vir e pouco antes de Jesus morrer, um fraco numa voz fraca falou de uma das outras cruzes e disse: "Senhor, lembra-te de mim quando entrares no teu reino" (Lucas 23:42)
C. Esse homem estava chamado em sua última esperança. Mas Jesus em toda a sua dor e sofrimento, sem hesitar respondeu:
D. (Lucas 23:43) “E Jesus disse-lhe: Em verdade te digo, que hoje estarás comigo no paraíso”
E. Mas agora, Jesus já fez o sofrimento e tudo que você tem a fazer é o chamado.
F. (Romanos 10:13) “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”

Conclusão: Talvez tenha havido momentos de doença em sua vida. Talvez as tempestades te atingiram e talvez o pecado tem te levado a um lugar que você nunca quis estar. Muitas vezes você pensou em orar e pedir ao mestre para ajudar ou até mesmo chamar o homem de Deus e pedir-lhe para orar por você, mas você acha que realmente não quero incomodá-los com os meus problemas. Meu amigo, se você chamar o mestre eu lhe asseguro que não é problema e ele vai fazer por você exatamente como ele fez a essas pessoas. Se você chegar na posição em que você precisa de alguém para ajudar você a orar você deve chamar o homem de Deus e se ele é o verdadeiro homem de Deus, eu lhe prometo que não haverá problemas para ele vir onde você está. Sua vida ou a vida de alguém pode depender se estás ou não incomodando o Mestre!

Pr. Aldenir Araújo
Promoção! Ebook esboços de sermões!
Ebook esboços de sermões!
Você gostaria de receber um ebook contendo mais de 50 esboços de sermões do Pr. Aldenir Araújo?
Esboços de sermões inéditos, que não foram postados. Como…
As metas do cristão
As características de uma igreja saudável
A perfeição
A importância do domínio próprio na vida do cristão
A bebida bíblica (o valor do leite)
Fostes formados para a família de Deus
Fatores que unem ao corpo de Cristo
Estou fraco!
Enfermidades do coração
O poder do louvor e adoração
O caráter cristão
Precisamos conhecer as armas para a batalha espiritual
Propósitos para o ano novo
Teses da guerra espiritual
Oito decisões para o nosso crescimento
e etc…[post_ad]Então participe da promoção!
Para receber o Ebook “Esboços de sermões selecionados”; você precisa:
  • Seguir o blog “O Pregador”,
  • Assinar nosso Feed e
  • Postar um comentário com seu nome e e-mail.
Promoção válida até 17 de Abril de 2011

18 de março de 2011

Não tem pão na casa do pão
Não tem pão na casa do pão
Texto: Rute 1:1-6; 22
Introdução: A prioridade da presença de Deus foi perdida na igreja moderna. Estamos como padarias abertas, mas não temos pão. Muitas vezes parece que não estamos mesmo interessados ​​em vender pão. Nós só gostamos do bate-papo que se passa em volta dos fornos frios e prateleiras vazias. Na verdade, eu me pergunto, será que estamos mesmo interessados em saber se ele está aqui ou não, e se Ele está aqui, o que ele está fazendo? Ou estamos apenas preocupados demais varrendo as migalhas imaginárias das padarias, sem pão. 
Não sabemos até quando Ele está na cidade? Os fariseus estavam dentro do templo orando pela vinda do Messias, quando Ele cavalgava por seu templo em um burrinho.[post_ad]Eles perderam a hora da visitação. Nós podemos estar lá dentro, orando para que ele venha enquanto Ele passa lá fora. Pior que isso, os de dentro perdem o momento da visitação, enquanto os de fora marcham com ele. 

I. Não tem pão

A. Belém significa "Casa do Pão".
B. A razão para a família de Noemi deixar Belém para ir para Moabe é simples: não havia pão na casa do Pão. É simples porque as pessoas deixam as igrejas: não tem pão. Precisamos ter mais para oferecer do que o mundo tem.
1. Noemi e sua família têm algo em comum com as pessoas que deixam ou evitam totalmente as nossas igrejas de hoje: elas deixaram aquele local e foram para outro lugar para encontrar pão.
2. As pessoas estão migrando para bares, clubes e boates, aos milhões, em busca de pão. Eles estão tentando de tudo para saciar sua fome porque a Igreja tem falhado com eles. Eles olharam, ou sabe de alguém que olhou para a igreja só para descobrir que o armário espiritual estava vazio. Não havia presença na despensa. Apenas prateleiras vazias e os escritórios cheios de receitas de pão, mas os fornos eram frios e empoeirados.
3. Nós fazemos falsa propaganda e até sensacionalismos as nossas afirmações que há pão em casa. Mas quando a fome vem, tudo o que podem fazer é recolher as migalhas do carpete de avivamentos passados e dos programas atuais, mas eles não encontram o maná fresco. Falamos muito sobre o que Ele fez no passado, mas podemos dizer muito pouco sobre o que Ele está fazendo hoje.
4. As pessoas vêm para a casa do pão, e mais uma vez para descobrir que havia muito do homem e pouco de Deus.
5. Há tanto de Deus, na maioria dos bares, como há na maioria das igrejas.
6. Se não há pão em casa, então quem poderia culpar os famintos por não irem lá.
C. Tendo que ir para Moabe.
1. Quando Belém, a casa do pão, está vazia, as pessoas são forçadas a buscar em outros lugares. Como Noemi foi descobrir, Moabe é um lugar cruel. Moabe roubará seus filhos de você. No final, tudo o que Noemi tinha era suas duas noras.
2. Nos dias de José, todas as terras (o Egito e Canaã) estavam na fome. O Egito só tinha mais a oferecer do que Canaã, porque eles se prepararam. Israel foi para o Egito, porque eles eram os únicos que podiam satisfazer as suas necessidades na hora da fome; fazendo isso, eles deixaram a terra prometida e caminharam em mais 200 anos de escravidão.
3. Nosso grito constante de pão quente respaldado somente por migalhas obsoletas em um tapete desgastado da tradição do homem deixarão inúmeras gerações famintas, desabrigadas e sem lugar para ir, exceto Moabe.
4. Estou cansado de ter apenas migalhas.
5. O que aconteceu com o pão? O sinal ainda está para cima. Continuamos a levar as pessoas em nossas igrejas e mostrar-lhes os fornos onde costumávamos assar o pão. Os fornos ainda estão no lugar e tudo está lá, mas tudo o que você pode encontrar é migalhas da visitação do ano passado, e da última grande onda de avivamento.

II. Jesus, O Pão da Vida.

A. João 6:30-35 “Então, lhe disseram eles: Que sinal fazes para que o vejamos e creiamos em ti? Quais são os teus feitos? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer pão do céu. Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: não foi Moisés quem vos deu o pão do céu; o verdadeiro pão do céu é meu Pai quem vos dá. Porque o pão de Deus é o que desce do céu e dá vida ao mundo. Então, lhe disseram: Senhor, dá-nos sempre desse pão. Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede”
B. João 6:48-51 “Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram. Este é o pão que desce do céu, para que todo o que dele comer não pereça. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne”
1. Em Belém, cerca de 2010 anos atrás, Jesus nasceu. O Pão da Vida chegou à Casa do Pão.
2. Leia o rótulo sobre o último pão que você comprou. Mais do que provavelmente você vai descobrir que foi vitaminado, enriquecido, e pulverizado. O pão não é a coisa simples que era. Mas como você pode melhorar o pão da vida? Mais do que isso, ele é único. Você pode fazer o pão físico de trigo, centeio, arroz, cevada, milho, inclusive batata. O pão para a alma pode vir de uma única fonte. Jesus disse: "Eu sou o pão da vida" (João 6:48).
3. O pão da vida nunca se torna obsoleto.

III. Onde não tem pão, tem fome.

A. Noemi ouviu um rumor que o pão estava de volta a Casa do Pão.
1. Não, não é falso! É difícil de acreditar, mas desta vez não é exagero ou manipulação. Não, não é apenas um fio, não são apenas migalhas no tapete. Realmente o pão está de volta a Casa do Pão! Deus está na igreja.
B. Noemi e Rute correram de volta para a casa do pão.
1. Duas coisas acontecem quando o pão da presença de Deus é restaurado na igreja. Noemi era a pródiga que deixou a casa do pão, quando a mesa ficou vazia. Uma vez que, ela ouviu que Deus havia restaurado o pão a Belém, a casa do pão, ela rapidamente retornou. Os filhos pródigos virão caminhando de Moabe de volta para Belém, uma vez que souberem que há pão em casa, e eles não virão sozinhos. Aqueles que nunca foram salvos virão com eles.

IV. Tem pão na casa. Não mais migalhas.

A. Abraão foi capaz de recusar a oferta do rei de Salém, porque Mefibosete tinha lhe dado pão e vinho.
1. Você será capaz de recusar Moabe, porque há pão na Casa do Pão.
B. Lucas 4:4 “Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem”
C. Mefibosete era aleijado e foi comer migalhas em comparação ao que ele poderia ter tido. Davi, o rei o adotou como filho e lhe disse que era para comer sempre à mesa do rei.
D. Por muito tempo, temos nos contentado com as migalhas no carpete em vez de ter a abundancia de pão quente que Deus preparou para nós nos fornos dos Céus! Ele preparou uma grande mesa de Sua presença neste dia, e Ele está chamando a igreja, "Vem cear".
E. Há aqueles que não se contentam mais com migalhas. Um pão inteiro. Nós queremos.
F. Se estivéssemos fisicamente famintos, agiríamos de forma diferente.
G. Distribuir pão
H. Ele não é Deus de migalhas e necessidade. Ele está esperando apenas para dispensar pães sem fim a sua vida dando lhe a sua presença, mas o nosso problema foi descrito por Tiago, "Vós não tendes, porque não pedis" Porém Davi canta através do túnel do tempo que "uma vez eu era jovem, mas sou agora velho, mas eu nunca vi o justo abandonado, nem sua descendência a mendigar o pão".
I. O que realmente precisamos é Dele. E o caminho para chegar a Ele é ter fome.
J. Mateus 6:11 “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje;”
K. Mateus 7:9 “Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra?”.

Conclusão: Espere o inesperado. Pão em casa, festa em vez de fome!

Pr. Aldenir Araújo
O que é Realmente o Inferno?
O que é Realmente o Inferno?
Texto: Lucas 16:20-31

Introdução: Algumas pessoas perguntam por que os pregadores que creem na Bíblia são tão dogmáticos sobre a pregação do Inferno. Este lugar chamado Inferno é mencionado na Bíblia 116 vezes como um lugar de tormento, separação, fogo, trevas e um lar eterno para os perdidos. Tão grande como é o Céu, apenas 28 vezes bíblia faz menção da qualidade do lar eterno do crente.

Durante anos, os pregadores tem alertado as pessoas para não irem para o inferno. Mas as pessoas recusam a advertência e vão para lá diariamente. Inclusive durante este culto e enquanto eu estou pregando muitas pessoas estão indo para o inferno. Mesmo com a minha descrição mais vívida do inferno eu nunca poderia trazer à luz totalmente o lugar horrível que é realmente.

I. O inferno é um lugar de pranto

A. "Ali haverá pranto e ranger de dentes" (Mateus 8:12)
B. Nenhuma lágrima será derramada no inferno, mas os soluços incontroláveis ​​dos perdidos irão soar através de todos os portais do inferno.

II. O inferno é um lugar de tormento.

A. "Estou atormentado nesta chama" (Lucas 16:24) foi ouvido do homem rico enquanto ele queimava no inferno
B. Haverá dor física enquanto o fogo queima o seu corpo e seus olhos se fundem fora das órbitas
C. Sua língua vai inchar na boca

III. O inferno é um lugar de trevas exteriores.

A. Você não vai ver ninguém no inferno, mas você vai ouvi-los.
B. As trevas lhe dará um senso de equilíbrio perdido
C. Pode ser que se você tropeçar e cair no inferno você vai esbarrar em alguém e morder e roer ele, e poderá muito bem ser seu filho que você esqueceu-se de falar para ele sobre Jesus e você não vai se importar

IV. O inferno é um lugar de fogo inextinguível. Marcos 9:46;48

A. O inferno será o lugar mais quente que qualquer fogo que você já experimentou na terra e nunca se apagará, mas apenas se intensificará com cada alma que entra em sua chama.
B. (Marcos 9:46,48) onde não lhes morre o verme, nem o fogo se apaga”

V. O inferno é um lugar de sede.

A. O homem rico implorou para que Lázaro molhasse a ponta do seu dedo na água e refrescasse a sua língua
B. (Ilustração)

VI. O inferno é um lugar de memória.

A. (Lucas 16:25) “Mas Abraão respondeu: Filho, lembra-te de que em tua vida recebeste os teus bens, e Lázaro somente males, mas agora ele é consolado, e tu és atormentado”
B. Os homens e as mulheres perdidos vão lembrar as mensagens e os chamados que rejeitaram

VII. O inferno é um lugar de paixão pelas almas.

A. O homem rico não queria que seus irmãos fossem para lá
B. Ninguém no inferno quer que você vá para lá

VIII. O inferno é um lugar de oração sem resposta.

A. O homem rico orou no inferno, mas não foi atendido.

IX. O inferno é para sempre!

Conclusão: Tão certo como estou aqui hoje, pode haver aqui alguém que vai para o inferno. Você não quer ir para lá, mas por causa de sua rejeição contínua ao chamado de Deus você vai.

Algumas pessoas podem passar tranquilamente e alguns podem ir tragicamente, mas quando você está lá você nunca mais pode sair. Algumas pessoas passam a não acreditar que há um inferno, mas não vai levar dois segundos quando eles chegarem lá para acreditar que existe o inferno.

17 de março de 2011

Aqui ou no inferno?
Aqui ou no inferno?
Texto: Romanos 14:1-12 
Introdução: As pessoas no mundo hoje estão vivendo como se eles não tivessem nenhuma preocupação no mundo. Elas agem como se não tivessem que prestar contas a ninguém, isso pode ser verdade aqui nesta terra, mas elas terão que comparecer diante do tribunal para prestar contas um dia desses. O fato é que há algumas coisas que as pessoas terão que fazer, quer aqui na terra ou na eternidade. Quero pregar sobre este assunto esta noite "Aqui ou no inferno".

I. Você vai confessar aqui ou no inferno?

A. O nosso texto deixa muito claro que, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus, no tribunal de Cristo.

II. Você vai acreditar em Jesus Cristo, aqui ou no inferno?

[post_ad]A. Algumas pessoas acreditam que houve um homem chamado Jesus, mas elas nunca acreditaram no homem chamado Jesus.
B. Embora não creiam nele, enquanto aqui na terra eles vão crer quando estiver em um lugar chamado inferno

III. Você vai orar, aqui ou no inferno?

A. O homem rico orou no inferno. Lucas 16:24
B. Porém, o inferno é um lugar oração sem resposta.

IV. Você vai acreditar no inferno, aqui ou no inferno?

A. Algumas pessoas não acreditam que há um inferno, mas não vai levar dois segundos quando eles chegarem lá para acreditar que existe o inferno.

Conclusão: Tão certo como estou aqui hoje, pode haver aqui alguém que está indo para o inferno. Você não quer ir para lá, você não tem que ir para lá. mas por causa de sua rejeição contínua ao chamado de Deus você vai.
Ouça o chamado de Deus hoje, e seja livre do inferno.

Pr. Aldenir Araújo

16 de março de 2011

O que Aconteceu Com o Lugar Chamado Inferno?
O que Aconteceu com o Lugar Chamado Inferno?
Texto: Provérbios 27:20 - Isaías 5:14

Introdução: Se você já olhou atentamente na Bíblia você vai perceber que o inferno é pregado mais do que o céu. Jesus pregou sobre o tema do inferno 56 vezes e só pregou sobre o Céu 24 vezes.

No livro de Mateus, Jesus pregou sobre o inferno 10 vezes. Ele pregou sobre o Inferno em seu primeiro sermão da Montanha e pregou sobre o inferno em seu último sermão no Monte das Oliveiras. Portanto, se os pregadores devem pregar o mesmo evangelho, o que aconteceu com a pregação sobre o inferno?
O problema hoje é que o assunto do inferno é muito controverso. Muitos pregadores hoje estão retratando Deus como um Deus de amor universal. Estão retratando Deus como alguém que dá uma tapinha nas costas do pecado e olha para ele. E ainda que Deus não tenha enviado ninguém para o inferno, ele julgará os pecados e lançará os incrédulos lá. Deus é amor, mas, ele também é um Deus de ira.

Quero pregar sobre o tema "O que aconteceu com o lugar chamado inferno?"

Muita gente acha que o inferno é um estado de ser e não é um lugar literal. Há alguns que pensam que o inferno é aqui na terra, como eu disse. Mas cada vez que leio sobre o inferno eu encontro uma descrição geográfica

I. O inferno é um lugar real

A. (Mateus 16:18) diz que o inferno tem portas
B. (Apocalipse 14:11) diz que o inferno tem fumaça
C. (Apocalipse 21:8) diz que o inferno tem enxofre
D. (Marcos 9) diz que há vermes no inferno
E. (Apocalipse 20:15) refere-se ao inferno como um lago
F. (Isaías 14:9) diz que o inferno é um lugar abaixo
G. (Salmos 55:15) fala de ir "para o inferno"
H. (Apocalipse 20:3) refere-se ao inferno como um poço sem fundo
I. Assim, o inferno é um lugar real.

II. O inferno é um lugar criado para um propósito.

A. (Mateus 25:41) nos diz que o inferno foi criado para o diabo e seus anjos
B. No entanto, por causa da maldade e da desobediência do homem o proposito do inferno mudou.
C. Agora, o inferno não é apenas um lugar para o diabo e seus anjos, mas é também um lugar para o diabo e seus filhos.
D. (João 8:44) Jesus se dirige aos judeus e diz: Vós sois do diabo, que é vosso pai...”
E. (II Pedro 2:4) O inferno foi criado para aqueles que se rebelaram contra Deus. E porque Deus não poupou os anjos que pecaram ele não vai poupar nenhum nesta terra que se rebela contra ele.

III. O inferno é um lugar com uma população em crescimento.

A. O perímetro do inferno está crescendo segundo a segundo, baseado em (Isaías 5:14), podemos ler que o inferno tem se ampliado
B. A Peste Bubônica em 1300 acabou com ¼ da população da Europa
C. Em 1556, o maior terremoto que já atingiu o Japão matou 830 mil pessoas.
D. Durante a Segunda Guerra Mundial, 55 milhões de pessoas foram mortas.
E. Estatística mundial de morte de não crentes
1. Número de pessoas no mundo (janeiro 2010) 7 bilhões de pessoas
2. Número de verdadeiros crentes 410 milhões
3. Número de não crentes 6.989 bilhões
4. Número da população do mundo que vão morrer este ano 0,883%
5. Número dos não crentes que vão morrer este ano 52,9 milhões
6. Número de segundos em um ano 31,536,000
7. Número dos não crentes que morrem a cada segundo 1,68
F. Não admira que o inferno esteja se expandindo enquanto falamos

IV. O inferno é um lugar de pessoas de destaque.

A. Uns montes de pessoas de destaque têm morrido e ido para o inferno. Pessoas que tenham sido mencionados na Bíblia estão no inferno.
B. Você sabia que quando as pessoas morrem elas tomam a sua natureza adâmica com elas?
C. O bêbado ainda vai querer o seu álcool, mas não vai estar lá
D. O viciado em drogas ainda vai querer a sua dose, mas eles não têm e as dores irão devastar seus corpos para a eternidade.
E. A prostituta ainda o desejo insaciáveis por sexo desejos lascivos
F. Caim estará lá, Acabe, o homem rico, Hitler, Mussolini, Stalin e muitos outros que fizeram a sua marca na história estarão lá
G. A minha pergunta é você vai ser o próximo?

Conclusão: Para encerrar, deixem-me ler algumas citações de alguns homens mais proeminentes e ateus como eles se agonizavam em seu leito de morte

Talleyrand Perigord - católico e ministro das relações exteriores de Napoleão Bonaparte - “Estou sofrendo as dores dos condenados”

Thomas Hobbs: (1588-1679), fundador da filosofia política moderna - "Eu digo novamente, se eu tivesse o mundo todo à minha disposição, eu daria para viver um dia, estou prestes a dar um salto no escuro”

Voltaire: (1694-1778) escritor francês e filosofo - "Estou abandonado por Deus e o homem, vou dar-lhe metade do que eu mereço, se você me der a vida por seis meses" (Ele disse isso ao Dr. Fochin, que lhe disse que nada poderia ser feito.) "Então eu vou morrer e ir para o inferno!"

Thomas Paine: (1737-1809) Revolucionário patriota, autor de “Common Sense” - "Fique comigo, pelo amor de Deus, eu não suporto ficar sozinho... Ó Senhor, ajuda-me, ó Deus, o que eu fiz para sofrer tanto! O que será de mim no futuro?"

Agora vocês acreditam que existe um lugar chamado inferno?

14 de março de 2011

Quem se Importa se Você está Indo para o Inferno?
Quem se Importa se Você está Indo para o Inferno?
Texto: Lucas 16:20-31
Introdução: Nesta passagem da Escritura, lemos sobre um mendigo e um homem rico. Ambos morrem e despertaram em seu destino eterno. O mendigo no seio de Abraão e o rico no inferno. No versículo 24, encontramos o homem rico pedindo apenas uma gota de água. No versículo 25 lemos como Lázaro, o mendigo agora é consolado, mas o homem rico está em tormentos. Mas eu quero olhar para os versículos 27-28. 
Aqui, descobrimos que o rico tem cinco irmãos que estão perdidos e ele está pedindo: Pai Abraão enviar Lázaro para avisá-los sobre este lugar de tormento terrível. Ele não quer que eles vão para lá. Quero pregar sobre este assunto, "Quem se importa se você está indo para o inferno?”

I. A sua família se importa se você está indo para o inferno. V. 27

[post_ad]A. Aqui vemos um irmão se preocupando com seus cinco irmãos que estão indo para o inferno. Ele quer adverti-los

II. As pessoas no inferno se importam se você está indo para o inferno. V. 27

A. O homem rico já está no inferno.
B. Não há uma pessoa no inferno agora que quer que você vá para lá.
C. Se eles pudessem enviar um aviso para você ficar longe eles fariam sem hesitação.

III. Deus pai se importa se você está indo para o inferno

A. Mateus 18:14 “Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos”
B. João 3:16 “Porque Deus amou o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”

IV. Jesus ​​Cristo se importa se você está indo para o inferno

A. II Pedro 3:9 “Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento”
B. Lucas 19:10 “Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido”

V. O Espírito Santo se importa se você está indo para o inferno.

A. João 16:7 “Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei”
B. Em Atos capítulo 1, encontramos o Senhor subindo em uma nuvem de volta à glória, mas em Atos capítulo 2, encontramos o Espírito Santo, o Consolador descendo sobre os discípulos em línguas como que de fogo e ele ainda está aqui hoje.
C. As visitas do Espírito Santo a números incalculáveis de corações diariamente tentando persuadi-los a evitar o lugar horrível chamado inferno.

Conclusão: Você pode estar dizendo para si mesmo essas pessoas poderiam não se importar se eu estou indo para o inferno. Você pode até estar pensando que não há tal lugar chamado inferno, mas, não vai levar um segundo no inferno para você perceber que há um lugar assim.
Pecador, você não gostaria de virar seu coração a Deus e escapar deste lugar horrível?
Pode ser que se você for para o inferno alguns de seus familiares ou até mesmo crianças podem ir para lá porque querem ser como você. Mas pode muito bem ser que se você for salvo e for para o Céu eles podem segui-lo para lá.

Pr. Aldenir Araújo

12 de março de 2011

A mão do oleiro
A mão do oleiro
Texto: Jeremias 18:1-6
Introdução: Deus não comete erros.
Em 1502, em Florença, Itália, foi doado um grande bloco de mármore a uma igreja em Santa Maria, a igreja contratou imediatamente o que eles pensavam que era um profissional para esculpir a peça enorme de pedra. O homem era um profissional e, logo depois de iniciar a grande tarefa o homem perfurou um buraco na parte inferior e destruiu a magnífica peça de mármore. Então, a igreja decidiu apenas colocar um enorme lençol sobre ela não sabendo mais o que fazer, uma vez que o mármore tinha sido danificado além do reconhecimento e reparação. Um certo homem, chamado Michelangelo soube desta grande pedra e como ela havia sido destruída, por curiosidade, ele foi verificá-la e pensou: "Ei, eu acho que posso fazer alguma coisa aqui" Depois de um tempo ele começou a trabalhar e esculpir, e o que parecia ser uma causa perdida se tornou uma das maiores estátuas do personagem bíblico Davi já construída.[post_ad]Muitas pessoas hoje sentem-se como uma gigantesca pedra de mármore, talvez, golpeado e ferido - talvez sem substância - talvez alguém que tenha sido rejeitada por algumas pessoas.
Mas, nas mãos capazes do Senhor Deus Todo-Poderoso, você pode ser moldado em algo bonito.

Deus - O Oleiro Mestre - tem um jeito de pegar os restos e fazer algo belo.
Ele é o oleiro, nós somos o barro. Ele é o pastor, nós somos as ovelhas. Ele é o Mestre, nós somos os servos. Não importa o quão educados somos, não importa quanto poder e influência podemos pensar que possuímos, não importa quanto tempo temos andado sem Ele, não importa o quão insignificantes podemos nos imaginar para estar em seus planos, nada disso nos qualifica para compreender por que Ele faz o que ele faz quando o faz e como ele escolhe fazê-lo. A vontade de Deus é um caminho além da nossa compreensão, mas é um caminho em que somos chamados a pensar e viver.

Deus sabe o que está fazendo por todos nós. Ele é o oleiro e nós somos Suas argila. Ele vai moldar-nos e fazer-nos, de modo que pode ser feito uma peça perfeita de trabalho para cumprir a Sua boa, agradável e perfeita vontade.
Hoje, ao estudarmos Jeremias 18, vemos três fases do barro na mão do oleiro.

Fase 1: A imagem de um vaso estragado. V. 4.

“Como o vaso que o oleiro fazia de barro se lhe estragou na mão, tornou a fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu”
A. Deus usa a adversidade e as experiências negativas em sua vida para moldá-lo a semelhança de Cristo. - Não é você quem forma Deus, é Deus quem forma você.
- Assim, pois, você é o mundo de Deus, esperando a mão do Artista.
- Quem faz todas as coisas no devido tempo
- Ofereça ao Oleiro seu coração, macio e formável,
- E mantenha o propósito em que Ele moldou você.
- Deixe seu barro estar úmido, para não endurecer, e perder a marca da mão do oleiro.
- Não gostamos de experiências na vida que criam cicatrizes.
- A dor. O luto. As lágrimas. As perguntas. O lamento.
- Encontramo-nos quebrados.
- Será que o quebrantamento é o primeiro passo para ser a pessoa que Deus quer que sejamos?
- Davi disse, como registado no Salmo 51:17, "Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus"
- Talvez a nossa oração devesse ser: "quebrantamento, quebrantamento, é o que eu desejo. Quebrantamento é o que eu preciso"

Fase 2: A imagem de um vaso que está sendo reformado. V. 4.

“Como o vaso que o oleiro fazia de barro se lhe estragou na mão, tornou a fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu” .
A. Às vezes, as coisas precisam ser refeitas. Como você e eu
B. Deus – O Oleiro Mestre - sabe como tirar os erros da vida e reformá-lo em algo belo.

1. Há uma presença divina no trabalho em sua vida.
Quando você estiver viajando pela estrada da vida e, finalmente, permitir o Senhor assumir o volante, espere uma reviravolta.
2. Existe um propósito divino em ação em sua vida.
Às vezes, temos tudo misturado com o que nosso propósito na vida se trata.
Você já reparou que quando você tenta consertar as coisas que você não está qualificado a consertar, você se encontra em uma profunda confusão?
Há um propósito divino em ação em sua vida - Vamos deixar o Senhor tomar conta das coisas.
3. Existe uma paciência divina no trabalho em sua vida.
Ficamos frustrados na vida quando as coisas não acontecem na nossa tabela de tempo.
Acredito que uma das áreas de nossa paciência é testada quando estamos dirigindo. 
O Senhor é paciente com você e eu
4. Será que precisamos aprender a ser paciente com a Sua obra em nós?

Fase 3: a imagem de um vaso útil. V. 4.

“Como o vaso que o oleiro fazia de barro se lhe estragou na mão, tornou a fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu”
- V. 5. “Então, veio a mim a palavra do SENHOR:” (v.6) "Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? -- diz o SENHOR; eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel”
- II Timóteo 2:20-21 “Ora, numa grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata; há também de madeira e de barro. Alguns, para honra; outros, porém, para desonra. Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra”
- Meu amigo, Deus não comete erros.
- E você nunca estará cumprido na vida, até você permitir que Deus faça a obra em sua vida que precisa ser feita.

Conclusão: Como a palavra do Senhor veio a Jeremias, a palavra do Senhor vem a você hoje: "Como barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão”.

Pr. Aldenir Araújo