Ana: Uma Mãe Magnífica

Uma Mãe MagníficaTema: Dia das mães

Texto: I Samuel 1:1-28
Introdução: Cada mãe que está aqui hoje é especial. Toda mãe que não pode estar aqui hoje é especial. Temos algumas novas mães, e nós temos algumas mães veteranas! Mas todas elas têm o privilégio de ser chamada de “Mãe”.
Às vezes não é até que tenhamos crescido que nós realmente apreciamos nossas mães. E ainda mais quando elas se foram. Talvez você esteja pensando: "minha mãe não é assim”. Isso pode ser verdade, mas hoje eu quero desafiar mães, pais, e filhos com um texto na Escritura de uma magnífica mãe. O nome dela era Ana.
[post_ad]

I. Observe sua tristeza. (1-8)

A. Por causa da época que vivia.
1. Durante o período dos juízes, os estrangeiros haviam invadido a terra e estavam oprimindo o povo.
2. A nação de Israel rejeitou o governo de Deus sobre eles.
3. Não havia governo central para manter a lei e a ordem.
4. No final do Livro dos Juízes, a Palavra de Deus diz: "... cada um fazia o que era reto aos seus próprios olhos”.
5. Era um momento difícil para todos, mas especialmente difícil para aqueles que procuravam servir a Deus fielmente.
6. A nação estava em um momento de baixa, moral e espiritualmente.
B. Por causa de sua família.
1. Elcana era seu marido.
a. Ele era o líder espiritual da casa.
b. Ele ia fielmente adorar no tabernáculo em Siló. V.3
c. Ele amava Ana, sua esposa. V.5
d. Em tudo isso Elcana se torna um exemplo a ser seguido pelos maridos em todos os lugares.
e. Você pode se perguntar por que Ana estava triste com um marido como Elcana.
f. Conheço muitas mulheres que gostariam de ter um marido fiel em seu serviço a Deus e que amasse sua esposa.
2. MAS! Elcana tinha um problema.
a. Ele havia sido influenciado pelo mundo em que vivia.
b. Ele havia ultrapassado o plano de Deus para o casamento e tinha tomado uma segunda esposa.
c. Deus tolerava essa prática, no Antigo Testamento, mas nunca teve a intenção.
d. Quanto mais do mundo permitimos em nossas casas; mais sofremos espiritualmente por isso!
3. O problema de Elcana afetou o relacionamento que ele tinha com Ana.
a. Embora Elcana fosse um líder espiritual...
b. Embora amasse Ana muito...
c. Ana estava triste com o fato de que ele havia tomado outra esposa.
C. Por causa de sua esterilidade. V.2
1. Ter filhos era de extrema importância para um relacionamento conjugal e para a realização de uma mulher sob a cultura do Velho Testamento.
2. No entanto, "o Senhor lhe havia cerrado a madre”', e ela não tinha filhos.
a. Quando eles iam até Siló para adorar a Deus, havia certos sacrifícios oferecidos e uma parte deles eram devolvidos ao ofertante e junto a família poderia desfrutar de uma festa do sacrifício. Veja v 3-5.
b. Elcana queria assegurar a Ana que ele a amava, embora ela não tivesse dado à luz filhos. Então ele lhe dava um "quinhão" ou uma porção dobrada. Agora, Penina estava com ciúmes por causa deste tratamento especial e ela começou a insultar Ana sobre sua esterilidade.
3. Penina se tornou sua adversária e a irritava muito. V. 6-7
4. Elcana não conseguia entender sua tristeza e dor, pensava que o seu amor e preocupação por ela seria o suficiente. V.8
D. Considere esta mulher piedosa.
1. Ela poderia ter caído em um ataque de depressão como nunca.
2. Ela poderia ter desistido de tentar viver uma vida piedosa; culpando Deus pelo seu problema.
3. Ela vivia em dias muito maus, seu marido havia se casado com outra mulher que não era uma pessoa fácil de conviver, e ela era incapaz de fazer a única coisa que ela precisava para realizar sua vida!
4. Ana se torna um excelente exemplo para todas as mulheres que vivem uma vida religiosa hoje!
a. Seu mundo era um lugar perverso para viver
b. Seu marido havia permitido que a influência mundana invadisse sua vida.
c. Ela carregava um fardo pesado tremendamente e seu marido não entendia.
d. E ainda com tudo isso contra ela; ela ainda permaneceu fiel a Deus!

II. Observe sua Súplica. (9-18)

A. A resposta correta para seus problemas. V.9-10
1. Ela não voltou para sua mãe e buscou consolo e conforto...
2. Ela não procurou aconselhamento jurídico para tentar sair de sua situação.
3. Ela nunca procurou um psiquiatra para uma terapia extensa.
4. Ela foi ao único que poderia ajudá-la.
B. Sua oração sincera. V.11-18
1. Ela não estava pedindo um filho a fim de obter favores do marido; ela já tinha isso.
2. Ela não estava pedindo um filho para se exibir diante de Peninha.
3. Ela não estava pedindo um filho, a fim de ter uma grande posteridade; que era a razão normal para desejar um filho.
4. NOTA: V.11 "e fez um voto, dizendo: Ó Senhor dos exércitos! se deveras atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e pela sua cabeça não passará navalha”.
a. A razão pela qual ela queria um filho é, para que ela pudesse, por sua vez dar-lhe de volta ao Senhor para o serviço ao longo da vida.
b. Ela ofereceu seu filho a Deus como nazireu (aquele que era separado para servir ao Senhor de uma maneira específica por um determinado período de tempo).
c. Ana não estava oferecendo seu filho a Deus, por um período de tempo, mas por todos os dias de sua vida.
d. Ela queria dar a Deus o dom mais precioso que ela podia: um filho!
e. Aqui está um grande exemplo para os pais cristãos; dedicar seus filhos ao Senhor.
1) Isso significa que temos algumas tarefas muito importantes diante de nós como pais:
2) É preciso ser um exemplo piedoso para eles
3) Devemos orar por eles
4) nós devemos ensinar-lhes as coisas de Deus
5) Devemos treiná-los de tal forma que seus pensamentos se voltarão para servir a Deus com suas vidas
6) Isso equivale a mais auto dedicação do que a dedicação da criança
C. Sua oração foi atendida. V.19
1. Ela viu a resposta à sua oração, quando ela orou corretamente e com a motivação certa.
2. Ana tinha orado muitas vezes, mas até agora ela não havia recebido a resposta.
3. Tiago 4:3, "Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites”.
4. Ana pediu corretamente e “o Senhor se lembrou dela”.

III. Observe sua rendição. (20-28)

A. Seu filho nasce. V. 20-23
1. Ela lhe deu o nome de Samuel: o que significa “pedido a Deus”.
2. Ela estava determinada a seguir com a promessa que havia feito a Deus. V. 22
3. Novamente ela dá um excelente exemplo para nós para que possamos seguir com nossos compromissos. Eclesiastes 5:4-5
4. As mulheres Hebreias amamentavam seus filhos até que eles tinham cerca de três anos de idade.
B. Seu filho é entregue. V. 24-28
1. Agora era a vez de Samuel começar o seu serviço para Deus.
2. Apenas uma mãe poderia perceber que grande sacrifício Ana estava fazendo.
3. Mas Ana creu em Deus e confiava nele para cuidar de seu filho.
4. Ela “devolveu” ao Senhor significa que ela o deu totalmente ao Senhor.
C. Sua fé foi recompensada.
1. Muitos pais cristãos estão dispostos a dizer que querem dedicar seus filhos a Deus...
2. Mas quando chega a hora de dizer adeus eles recusam!
3. Muitas vezes eles tentam desencorajá-los de servir de tempo integral.
4. A recompensa de Deus supera os sacrifícios!
5. NOTA: 1 Samuel 2:21
6. Samuel tornou-se um dos maiores homens de Deus encontrados nas páginas do Antigo Testamento.
A lição de 1 Samuel 1 é "dê os seus filhos a Deus", mas antes de podermos fazer isso, devemos primeiro dar-nos a Deus. Antes de podermos dedicar nossos filhos, devemos primeiro nos dedicar ao serviço de Deus. Ana deu seu filho, mas não devemos esquecer que Deus deu Seu Filho para que pudéssemos ter a vida eterna.
1) Mães e Pais, vocês conhecem a Cristo?
2) Pais cristãos, vocês estão vivendo uma vida religiosa para os seus filhos seguir?
3) Você ora pelo bem-estar espiritual dos seus filhos?
4) Você está ensinando-lhes a Palavra de Deus?
5) Você está empenhada em treinar seus filhos para servir a Deus ao longo da vida?

Você pode começar agora mesmo!

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Ana: Uma Mãe Magnífica Reviewed by Aldenir Araujo on sábado, maio 10, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.