Curando emoções danificadas (Parte 4) - Vitória sobre a rejeição

Curando emoções danificadas (Parte 4) - Vitória sobre a rejeiçãoTema: Cura interior

 

Texto: Romanos 8:31-39

 

Introdução: As pessoas podem viver cativas pela rejeição e nem sequer saberem disso.

A rejeição nos faz acreditar em mentiras sobre nós mesmos e prejudica a nossa relação com o Senhor. Mesmo que Deus diz que Ele é por nós e nada pode nos separar dEle (Romanos 8:31-39), as experiências passadas pode nos fazer sentir de forma diferente.

 

É impossível evitar o sentimento de rejeição, por isso temos de lidar com isso, reconhecendo a sua presença, descobrindo a sua fonte, e deixar que o Senhor nos ajude a superar isso.

I. A natureza da rejeição.

É uma emoção dolorosa que é criada quando alguém nos recusa, e tem muitos resultados negativos:

A. Ela cria um sentimento de sermos excluídos ou indesejados. Podemos nos sentir indignos.

B. É uma forma de controle. Aqueles que se recusam a nos aceitar pode influenciar o que fazemos e pensamos.

C. Isso leva a auto rejeição. Nós nos tornamos críticos de nós mesmos e perdemos a autoestima.

D. Pode tornar-se uma síndrome. Aqueles que nunca lidaram com seus sentimentos agem de forma a levar os outros a rejeitá-los.

II. Quais são as características de uma pessoa que sofre de rejeição?

As pessoas que estão consciente ou inconscientemente, escravizadas pela rejeição:

A. Tem um espírito crítico em relação a si mesmo e aos outros. Pessoas com baixa autoestima, muitas vezes tentam levar outras pessoas para baixo.

B. Tem dificuldade de amar os outros. Se as pessoas não se amam, elas não estão preparadas para amar os outros.

C. Têm sentimentos de inferioridade. A rejeição faz as pessoas acreditarem que elas nunca se encaixarão ou estrão a altura de.

D. São excessivamente atentas à aparência. As pessoas feridas tentam se vestir de uma forma que irá ajudá-los a se sentirem aceitas.

E. São propensas ao perfeccionismo. Para evitar falhas, algumas pessoas não vão tentar tarefas que não podem fazer perfeitamente. Isso também leva à procrastinação.

F. Vivem em um estado de ira flutuante. Uma atitude de raiva permeia suas vidas e leva-os a encontrar defeitos nos outros.

G. Mostram uma atitude de superioridade. Uma atitude arrogante é realmente apenas um disfarce para sentimentos de inferioridade.

H. São excessivamente sensíveis. Aqueles que lutam com sentimentos de rejeição são feridos facilmente e propensos a má interpretação dos comentários sobre eles.

I. Resistem a ser amadas. As pessoas que não se sentem dignas têm dificuldade de aceitar afeto.

J. Estão sempre suspeitando. Algumas pessoas estão sempre suspeitando de quem tenta fazer amizade com elas, porque elas acreditam que deve haver um motivo.

K. Tornam-se indiferente. Para evitar a rejeição, algumas pessoas se tornam solitárias.

L. Caem em depressão. Quando as pessoas se sentem indignas, naturalmente se sentirão tristes e desanimadas.

M. São enganados. A pessoa que não podem superar os efeitos emocionais da rejeição perde as melhores bênçãos de Deus.

N. Tem um foco materialista. Para se sentir querido, algumas pessoas reúnem bens apenas para descobrir que nunca puderam se satisfazer.

O. Perdem o plano de Deus para suas vidas. O sentimento de rejeição engana as pessoas acerca de tudo que o Senhor quer fazer em e através delas.

P. Adotam práticas pecaminosas. Quando as pessoas não conseguem aceitar-se, às vezes elas voltam para as drogas, bebidas, ou sexo em uma busca de alívio.

III. As razões para sentir-se rejeitado.

A causa dessa emoção dolorosa é a opinião de uma pessoa de si mesmo, que é provocada por experiências dolorosas, tais como:

A. Defeitos físicos. Não gostar de como ela é pode fazer uma pessoa sentir-se indesejável ou indigna de ser amada.

B. O passado emocional dói. Quando uma pessoa é ferida, os efeitos danosos sempre ficam.

C. A morte de um ente querido. Algumas pessoas interpretam a perda como rejeição porque se sentem sozinhas. Aos seus olhos, Deus virou as costas para elas.

D. Divórcio. Esta é uma experiência muito dolorosa, porque ambos os cônjuges e filhos são afetados e estão se sentindo rejeitados.

E. Experiências da infância. Palavras de crítica e rejeição fixa na memória de uma criança e molda sua visão de si mesmo. Ele vai passar a vida inteira tentando validar o seu valor.

IV. Como podemos superar os sentimentos de rejeição?

Esses sentimentos negativos devem ser tratados, se quisermos ser verdadeiramente completo. Há três elementos essenciais que compõem uma atitude saudável, e que o Senhor supre todos eles. Através dele, nós ganhamos:

A. Um sentimento de pertencer. Aqueles que são a parte do corpo de Cristo pertencem à família de Deus (Romanos 8:16). Uma vez que corrigimos esta verdade em nossos corações, vamos nos sentir seguro não importa o quê aconteça.

B. Um sentimento de dignidade. Jesus nos considera tão valiosos que Ele se dispôs a morrer em nosso lugar (João 3:16).

C. Uma sensação de competência. Quando aceitamos Cristo como nosso Salvador, o Espírito Santo veio habitar dentro de nós. Um de seus trabalhos é para que possamos realizar tudo o que Deus nos chama para fazer (Filipenses 4:13).

 

Conclusão: Não há necessidade de passar pela vida imobilizado por experiências passadas.

O primeiro passo para ganhar vitória sobre a rejeição vem quando você escolhe acreditar no Senhor e encontrar a sua aceitação nEle. Comece pedindo perdão ao Senhor por permitir que as emoções dolorosas o impedisse.

 

O próximo passo é lidar com suas ofensas para com os outros e pedir o seu perdão, porque a verdadeira cura exige que você se dirija a ambos os lados da rejeição. Depois disso, tudo se resume a uma escolha entre acreditar no que Deus diz ou o que os outros dizem sobre você.

 

Veja também:

 

Pr. Aldenir Araújo

Faça uma contribuição
Seja um investidor financeiro e colaborador deste ministério. MAIS OPÇÕES

Próximo
« Anterior
Anterior
Próximo »
Obrigado pelo seu comentário