Lutando contra o inimigo

Serie: Caminhos para o avivamento – Mensagem # 4
Lutando contra o inimigo
Texto: II Reis 18:7-8; Tiago 4:7 
Introdução: Enquanto avivamento é um momento maravilhoso de felicidade e retorno a Deus, não é apenas um momento de facilidade! Retornar a Deus significa se rebelar contra o inimigo! Um tempo de avivamento não nos leva para fora da batalha, mas nos coloca energizados para a batalha! Neste sentido, um avivamento é um tempo de refrigério no Espírito e resistência a Satanás!
O avivamento não acaba com os nossos problemas, nem elimina os nossos esforços na guerra espiritual, um avivamento, muitas vezes aumenta a quantidade de trabalho.
Ilustração: Renovar a Igreja é como remodelar a sua casa: leva mais tempo do que você esperava, custa mais do que o planejado, e faz uma bagunça maior do que você jamais imaginou ser possível.[post_ad]Ezequias descobriu que avivamento significava lidar com o inimigo, e não apenas lidar com Deus. Ezequias não teria mantido os benefícios do avivamento, se não tivesse também enfrentado o inimigo, avivamento, portanto, é mais do que obter a bênção de Deus, é também combater o inimigo.

A Bíblia nos ensina que devemos lutar contra o inimigo para assegurar os benefícios do avivamento, Deus nos pede para responder a Ele, e se rebelar contra o inimigo!

I. Rejeitando o inimigo. II Reis 18:7

A. Confiança. 18:7ª
1. Note esta frase, "e o Senhor estava com ele, ele foi bem sucedido em tudo o que ele realizou...”.
a. Por causa de seu compromisso com a Palavra de Deus, apesar das circunstâncias Ezequias tinha as bênçãos de Deus sobre ele!
b. A obediência em honrar a Palavra de Deus o colocou sob as bênçãos e não as maldições da aliança.
c. Ezequias estava desfrutando a presença de Deus e seu nível de confiança era alto!
2. Esta não era "autoconfiança”, mas era "confiança em Deus”.
a. A confiança de Ezequias estava em Deus e na Sua Palavra, não em si mesmo.
b. Ezequias tinha aprendido a se firmar em Deus e em Sua palavra.
3. Para Ezequias, a única prioridade era o que Deus havia dito, não importa o que Senaqueribe ou os filisteus tinham a dizer, ou o quão grande eram os seus exércitos, ou quantas cidades e nações já haviam conquistado, era o que Deus disse que contava na mente de Ezequias.
4. O inimigo tinha ficado satisfeito com as suas vitórias e tinha se tornado arrogante, Ezequias manteve sua confiança em Deus e permaneceu humilde.
5. Orgulho precede a queda... torna-os descuidados.
6. Os filisteus estavam convencidos com suas vitórias, isto os deixou vulneráveis ​​para Ezequias que manteve sua confiança em Deus e não em si mesmo.
7. Deus havia dado a Judá um avivamento sob a liderança de Ezequias, mas apenas desfrutar as bênçãos de Deus não era suficiente, era o momento de derrotar o inimigo para garantir os benefícios do avivamento!
B. Compromisso. 18:7b
1. Ezequias se rebela contra o rei da Assíria e sai e luta contra os filisteus. Eles haviam capturado uma faixa grande do território de Judá!
a. Ele não estava satisfeito em ter as bênçãos de Deus e a experiência do avivamento caindo apenas sobre Jerusalém, enquanto o resto do país estava sob cerco pelo inimigo!
b. O avivamento não pode fazer-nos indiferentes à humanidade perdida em torno de nós, não podemos gozar a glória de Deus enquanto o inimigo ainda tem um ponto de apoio em outros lugares!
2. O inimigo precisava ser destruído e as bênçãos do avivamento chegar à área circundante.
3. Ezequias estava empenhada em colocar Deus em primeiro lugar, mesmo na presença de seus inimigos!
4. Observe que Ezequias não apenas feriu o inimigo um pouco, ele fez o inimigo tomar o caminho de volta para seu próprio território, ele resgatou toda a terra de Judá!
a. O avivamento restaura o desejo de derrotar o inimigo completamente, não apenas se contentar com algumas vitórias!
b. Avivamento também era recuperar o terreno perdido, e não apenas ficar parado sob uma bênção!
c. Ezequias estava comprometido com o Senhor e em derrotar o inimigo!
5. Avivamento significa chegar-se a Deus e resistir o inimigo!
6. Ezequias estava comprometido com ambos – obedecer a Deus e resistir o inimigo!

II. Resistindo ao inimigo. II Reis 18:8 Tiago 4:7

A. Conflitos. 18:8ª
1. Dentro da relativa segurança da cidade murada de Jerusalém Ezequias poderia ter desfrutado das bênçãos de Deus por algum tempo, teria sido fácil sentar e governar, ignorando o inimigo fora das muralhas de Jerusalém! Ilustração: Qualquer um pode segurar o leme quando o mar está calmo.
a. Isto teria durado apenas por um curto tempo, sem duvida...
b. Os riscos eram altos demais para sentar e desfrutar das bênçãos, enquanto os acampamentos inimigos fora dos muros de Jerusalém tramavam sua destruição.
c. Eles não podiam ignorar a situação das outras cidades que estavam sob prisão só porque eles ainda estavam livres ... o inimigo precisava ser tratado!
2. Se optarmos por desfrutar de nossas bênçãos e ignorar o sofrimento daqueles que nos rodeiam não vamos testemunhar o que o avivamento se destina a fazer... derrotar o inimigo, assim como abençoar os santos!
3. Talvez os filisteus deixassem Jerusalém, mas você nunca sabe o que o inimigo vai fazer a melhor coisa a fazer é levá-lo para longe, resistindo-lhe!
a. É uma boa ideia não confiar no inimigo, mesmo quando ele parece inofensivo, seus motivos não são confiáveis!
b. Muitas vezes o inimigo vai parecer ser gentil e até mesmo inofensivo... mas por trás das ações inocentes geralmente há um plano para nos meter em problemas! ... É por isso que precisamos resistir-lhe!
4. Ezequias não vê a trégua temporária dos Filisteus como um bom sinal, ao invés disso ele se concentra na preparação para destruí-los e expulsá-lo de Judá para acabar com sua influência sobre o resto do povo de Deus!
a. Ezequias faz planos para manter um olho no inimigo através das torres de vigia, precisamos manter um olho sobre o que está acontecendo ao nosso redor!
b. Ezequias ataca os filisteus e os tira de toda a terra de Judá, ele não está satisfeito com algumas vitórias, ele quer a vitória total sobre o inimigo!
c. Precisamos resistir ao diabo o tempo todo, não só às vezes!
B. A conquista. 18:b; Tiago 4:7
1. Não importava que tanto Assíria e os filisteus fosse contra eles, e que todas as suas outras cidades haviam caído, assim como as outras nações ao redor... Ezequias acreditava que Deus poderia ajudá-los a conquistar o inimigo, mesmo quando em número bem menor!
a. Deus é aquele que nos faz vitoriosos, não em nosso próprio poder ou inteligência!
b. Não importa o quão em desvantagem ou dominando o inimigo pode parecer Deus está no controle!
2. Confiar em Deus e resistir ao inimigo pode trazer grande vitória!
a. Só temos de lutar contra o impulso de pensar que somos fracos demais para ganhar!
b. Podemos superar as maiores chances com fé em Deus!
c. Não importa quantas vezes o inimigo tem abatido os outros, se estamos fortes e firmes e resistindo ao inimigo Deus nos dará a vitória!
3. Não podemos e não devemos aceitar a derrota!
4. Muitos cristãos cedem cedo demais e perdem algumas das maiores vitórias!
5. Precisamos resistir ao inimigo...
a. Resistir é um processo ativo e contínuo!
b. É uma batalha da vida também!
c. Mas está cheio de grandes recompensas quando praticamos resistir o inimigo!
6. Avivamento significa submeter se a Deus, mas combater o inimigo também!
7. Como está a sua batalha?

Conclusão: "Avivamento" significa uma luta ativa contra o inimigo de nossas almas! Avivamento não é apenas um tempo de "descanso", é um tempo de "resistência!" Em todo avivamento há um movimento ativo para derrotar essas coisas que nos escravizam espiritualmente. Uma vez que os filisteus foram conquistados, Judá teve paz em todo o reinado de Ezequias. Lutar contra o inimigo! ... vale a pena!

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Lutando contra o inimigo Reviewed by Aldenir Araujo on segunda-feira, julho 11, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.