A Fé Sem Obras é Morta

A Fé Sem Obras é Morta
Texto: Tiago 1:1-5: 20

Introdução: Multidões se iludem pensando que são, em um grau ou outro, salvos por suas obras. A grande maioria das pessoas neste mundo, religiosas e não religiosas, presumem em vão que o que uma pessoa faz ou deixa de fazer tem algo a ver com sua salvação, que as obras têm algo a ver com nosso relacionamento com Deus.

  • Na justificação
  • Na santificação
  • Na segurança
  • Na recompensa celestial

Nada poderia estar mais longe da verdade. Meu relacionamento com Deus determina em grande medida o que eu faço; mas o que eu faço não determina em nenhuma medida meu relacionamento com Deus.

Muitos imaginam em vão que devem fazer algo para serem salvos. Mas, infelizmente, há outros que se iludem pensando que a fé em Cristo não tem influência em como vivemos neste mundo. A Palavra de Deus repudia totalmente esses dois erros graves - legalismo e ilegalidade.

O livro de Tiago nos mostra como nosso relacionamento com Deus afeta nossas vidas e tudo o que fazemos. Tiago nos ensina como devemos viver pela fé em Cristo neste mundo de pecado. Tiago nos ensina como viver neste mundo para a glória de Deus.

Esta noite, estou iniciando uma série de mensagens sobre o Livro de Tiago. Abra sua Bíblia em Tiago 1, estarei pregando sobre o assunto - “A fé sem obras é morta”. Daremos uma breve olhada em todos os cinco capítulos desta curta epístola. Tiago 1:1 - 5: 20 será o nosso texto. O título da minha mensagem é - “A fé sem obras é morta”.

O livro de Tiago é considerado a primeira de todas as epístolas do Novo Testamento. Foi escrito por Tiago, o meio-irmão de nosso Salvador. A epístola foi escrita para os crentes judeus que foram espalhados em várias partes do mundo pela sábia e boa providência de Deus.

(Tiago 1:1) “Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos da Dispersão, saúde”

Nestes cinco capítulos curtos, Tiago se dirige àqueles a quem está escrevendo como "irmãos" quinze vezes (1:1, 16, 19; 2:2, 5, 15; 3:1, 10, 12; 4:11; 5:7, 9, 10, 12, 19). Ele está escrevendo para homens e mulheres que nasceram de Deus, para pessoas que creem no Senhor Jesus Cristo. Esta epístola foi escrita para todos em todo lugar que são lavados no sangue de Cristo e vestidos em sua justiça, para todos os que confiam no Senhor Jesus Cristo.

Proposição: Nestes cinco capítulos curtos, Tiago nos dá instruções divinamente inspiradas sobre como devemos viver neste mundo para a glória de Deus.

Tiago não escreveu esses cinco capítulos como um conselheiro oferecendo conselhos, mas como um mensageiro de Deus dando instruções oficiais. Ao longo do livro, Tiago fala em imperativos.

Nossas Provações

Primeiro, no capítulo 1 (versículos 2-12), Tiago nos diz que devemos sempre olhar para nossas provações, aquelas coisas que tentam, testam e provam a realidade de nossa fé, como sinais da graça de Deus. Essas dores de cabeça e problemas que os santos de Deus experimentam neste mundo não são evidências de raiva, ira e julgamento, mas evidências de misericórdia, amor e graça (Hebreus 12:5-14). Isso é particularmente verdadeiro quando as coisas que sofremos são o resultado de nossa fé em Cristo (2 Timóteo 2:12).

Em Atos 8:1, lemos: “Naquele dia levantou-se grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e da Samaria”. No capítulo 11, somos informados de que os perseguidos foram espalhados “até a Fenícia, Chipre e Antioquia”, e que os santos perseguidos iam a todos os lugares “pregando a palavra” (Atos 11:19).

Nosso Salvador disse: “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós” (Mateus 5:10-12).

Tiago parece ter essas mesmas palavras em mente ao escrever os versos iniciais de sua epístola. Ele nos exorta a sempre considerar nossa honra, como filhos de Deus, sofrer qualquer coisa nas mãos de homens ímpios por amor de Cristo. No entanto, o que ele nos diz se aplica a tudo o que sofremos neste mundo na boa e sábia providência de nosso Deus.

“Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações, sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseverança;... Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam” (1: 2, 3, 12).

A palavra “provação”, como é usada em Tiago 1:2 e 12, refere-se a um teste ou prova pela qual nossa fidelidade é exibida, pela qual nossa fé se manifesta. Nos versos 13-16, a mesma palavra é usada, mas é óbvio que ela é usada em um sentido diferente. Nos versículos 13-16, a palavra “tentado” refere-se a uma tentação para o mal.

Nossas Tentações

Nossas provações sempre devem ser atribuídas à obra de nosso Pai celestial e sua bondade. Elas são sempre as bênçãos de sua graça e favor. Nossas tentações para o mal, nunca devemos atribuir ou culpar Deus. Esta distinção Tiago faz com grande clareza nos versículos 13-16.

“Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Não vos enganeis, meus amados irmãos”

Deus nos envia provações para nos ensinar paciência (v. 3), para nos fazer crescer na graça e na fé; mas Deus nunca tenta ninguém a pecar (v. 13).

  • Sim, Deus ordenou desde a eternidade todas as coisas que acontecerão no tempo (Efésios 1:11).
  • Sim, Deus trabalha todas as coisas juntamente para o bem de seus eleitos (Romanos 8:28).
  • E, sim, Deus graciosa e sabiamente governa e anula as más ações dos homens e demônios para soberanamente cumprir sua vontade (Salmo 76:10).
  • Mas o santo Senhor Deus não pode ser tentado com o mal e ele não tenta ninguém para o mal.

Quando pecamos, não temos ninguém para culpar a não ser nós mesmos. Jamais procuremos desculpar nosso pecado atribuindo-o ao propósito soberano de Deus. Somos tentados ao mal quando somos atraídos por nossa própria concupiscência perversa. É nossa luxúria, nada mais, que deve ser culpada por nosso pecado (vv. 14-15). “Não vos enganeis, meus amados irmãos” (v. 16). Seu pecado é sua culpa - de ninguém, sua responsabilidade - de ninguém mais.

A Obra de Deus

Em segundo lugar, nos versículos 17-25 Tiago nos diz que a obra de Deus é boa. Ele nos diz que todas as coisas boas neste mundo vêm de nosso Pai que está no céu. Assim como todo o mal que existe neste mundo irrompe da corrupção purulenta de nossos corações vis (Marcos 7:20-23), tudo de bom que existe neste mundo desce do trono de Deus e é o dom da sua graça (v. 17).

(Tiago 1:17) “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação”

Então, no versículo 18, Tiago nos diz que é pela obra e boa dadiva da graça onipotente de Deus que os pecadores redimidos e escolhidos nascem de novo, nascem de novo pela boa dadiva do evangelho.

(Tiago 1:18) “Segundo a sua própria vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas”

Que presente abençoado é este! - Cuide disso!

  • “segundo a sua própria vontade” (Romanos 9:15-16)
  • Nos gerou (João 3:8)
  • “pela palavra da verdade (Romanos 10:17; 1 Pedro 1:23-25)
  • "para que fôssemos como que primícias das suas criaturas" - As primícias são as melhores. - As primícias pertencem a Deus. - As primícias são o penhor da colheita plena.

O Poder da Divindade

“A Palavra da Verdade” é todo o Volume da Sagrada Escritura, que é a Revelação de Cristo, redenção, graça e salvação por ele. A Palavra da Verdade é toda a Revelação de Deus nas Sagradas Escrituras, o evangelho de sua graça em Cristo. Este é o poder de Deus para a salvação (Romanos 1:16-17) e o poder da piedade pelo qual vivemos neste mundo para a glória de Deus (2 Timóteo 3: 5).

(Romanos 1:16-17) “Porque não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque no evangelho é revelada, de fé em fé, a justiça de Deus, como está escrito: Mas o justo viverá da fé”

(2 Timóteo 3:5) “tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses”

Se quisermos viver neste mundo para a glória de Deus no exercício da religião verdadeira, nossa vida deve ser governada e guiada pelo evangelho de Cristo. Se quisermos viver sob a influência da poderosa graça de Deus, pelo poder da piedade, devemos ouvir o evangelho (vv. 19-20), receber a mensagem de Deus (v. 21) e obedecê-la (vv. 22- 25).

(Tiago 1:19-25) “Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus. Pelo que, despojando-vos de toda sorte de imundícia e de todo vestígio do mal, recebei com mansidão a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar as vossas almas. E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Pois se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante a um homem que contempla no espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo e vai-se, e logo se esquece de como era. Entretanto aquele que atenta bem para a lei perfeita, a da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas executor da obra, este será bem-aventurado no que fizer”.

Sempre que entramos na casa de Deus, devemos fazê-lo com um desejo intenso de ouvir a Palavra de Deus. O puritano, Thomas Manton escreveu ...

“Se fôssemos tão rápidos para ouvir quanto estamos prontos para falar, haveria menos ira e mais proveito em nossas reuniões”

Normalmente, eu acho que quando os homens não se beneficiam do ministério da Palavra, é porque eles praticam exatamente o oposto do que Tiago ordena em Tiago 1:19. - “Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar”. Eles são lentos para ouvir, rápidos para falar e rápidos para a ira. Há alguns que parecem ir à igreja apenas para encontrar algum ponto de desacordo. Eles mal podem esperar que o pregador termine de falar para que possam apontar seus erros. Esses homens são uma fonte contínua de contendas e divisões. Eles não adoram e tentam impedir os outros de adorar. Vamos nos proteger contra essa tendência de carne orgulhosa e obstinada. Que Deus nos torne prontos para ouvir e lentos para falar.

Ouvindo o Evangelho

Deixe-me dar alguns conselhos práticos sobre como ouvir a Palavra de Deus, sobre ouvir o evangelho.

1. Prepare-se para ouvir a Palavra (Eclesiastes 5:1-2).

(Eclesiastes 5:1-2) “Guarda o teu pé, quando fores à casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos; pois não sabem que fazem mal. Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma na presença de Deus; porque Deus está no céu, e tu estás sobre a terra; portanto sejam poucas as tuas palavras”.

Antes de vir para a casa de Deus, passe algum tempo em oração. Peça a Deus para falar com você. Peça a Deus para capacitar o pregador a falar com clareza e poder. Venha em busca de uma mensagem do céu.

2. Submeta-se à Palavra de Deus. Quando você estiver sentado na assembleia, ouça pessoalmente, por você mesmo. Envie suas ideias, suas tradições e suas doutrinas às Escrituras. Esteja disposto a abandonar qualquer coisa que não seja claramente ensinada na Bíblia. E esteja disposto a obedecer a tudo que é exigido pelo evangelho.

3. Medite na Palavra. Não fale rapidamente contra o que você ouve. Não se zangue com o que ouve. Em vez disso, medite sobre isso. Peça a Deus para aplicar a Palavra ao seu coração e lhe dar compreensão. Busque a glória de Cristo em sua resposta à sua Palavra.

A Religião Verdadeira

Terceiro, começando no versículo 26 do capítulo 1 e indo até o capítulo 5, Tiago nos diz como devemos viver neste mundo para a glória de Deus. Ele nos diz o que é a verdadeira religião nos versículos 26-27 do primeiro capítulo.

(Tiago 1:26-27) “Se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã. A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo”

Então, começando no capítulo 2, ele explica os detalhes.

1. A verdadeira religião envolve cuidar uns dos outros, especialmente cuidar de nossos irmãos necessitados (2:1-26).

A religião pura é sempre marcada e identificada pelo amor fraternal (1:26-27). - Onde não há amor, não há fé em Cristo. - "A fé opera pelo amor". Os santos de Deus, todos os santos de Deus, amem uns aos outros. Não há contradição entre Tiago e Paulo. Tiago não está ensinando que nos justificamos diante de nosso Deus por nossas obras. Em vez disso, o Espírito Santo aqui nos ensina que justificamos nossa fé professada em Cristo por nossas obras. E ele nos diz exatamente quais são essas obras pelas quais justificamos nossa fé professada em Cristo.

(Tiago 2:14-20) “Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo? Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano. e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril?”

A fé se manifesta pela consagração de todo o coração a Deus (Tiago 2: 20-24). - Abraão! - Jefté!

(Tiago 2:20-24) “Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril? Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada; e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé”

A fé se manifesta pela obediência a Deus (Tiago 2: 25-26). - Raabe, a Prostituta!

(Tiago 2:25-26) “E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”

2. A verdadeira religião requer o controle de nossas línguas (3:1-12).

(Tiago 3:1-12) “Meus irmãos, não sejais muitos de vós mestres, sabendo que receberemos um juízo mais severo. Pois todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo. Ora, se pomos freios na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, então conseguimos dirigir todo o seu corpo. Vede também os navios que, embora tão grandes e levados por impetuosos ventos, com um pequenino leme se voltam para onde quer o impulso do timoneiro. Assim também a língua é um pequeno membro, e se gaba de grandes coisas. Vede quão grande bosque um tão pequeno fogo incendeia. A língua também é um fogo; sim, a língua, qual mundo de iniquidade, colocada entre os nossos membros, contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, sendo por sua vez inflamada pelo inferno. Pois toda espécie tanto de feras, como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se doma, e tem sido domada pelo gênero humano; mas a língua, nenhum homem a pode domar. É um mal irrefreável; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Da mesma boca procede bênção e maldição. Não convém, meus irmãos, que se faça assim. Porventura a fonte deita da mesma abertura água doce e água amargosa? Meus irmãos, pode acaso uma figueira produzir azeitonas, ou uma videira figos? Nem tampouco pode uma fonte de água salgada dar água doce”

3. A verdadeira religião exige graça, graça que somente Deus nosso Salvador pode fornecer (3:13-5:6).

Devemos beber da Fonte certa - Cristo. Se quisermos ser sábios, Cristo deve ser nossa Sabedoria (3:13-18).

(Tiago 3:13-18) “Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom procedimento as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há ciúme e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má. Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se em paz para aqueles que promovem a paz”

Devemos reconhecer que nosso maior inimigo somos nós mesmos (4:1-5: 6). - Isso acabará com as guerras entre nós! - Resista ao diabo. - Submeta-se a Deus. - Proteja-se contra fofocas e calúnias. - Protejam o nome uns dos outros!

(Tiago 4:1-11) “Donde vêm as guerras e contendas entre vós? Porventura não vêm disto, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam? Cobiçais e nada tendes; logo matais. Invejais, e não podeis alcançar; logo combateis e fazeis guerras. Nada tendes, porque não pedis. Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Ou pensais que em vão diz a escritura: O Espírito que ele fez habitar em nós anseia por nós até o ciúme? Todavia, dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes. Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos para Deus, e ele se chegará para vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de espírito vacilante, purificai os corações. Senti as vossas misérias, lamentai e chorai; torne-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará. Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz”

Conclusão: Se quisermos honrar nosso Deus, se quisermos fazer todas as coisas para a glória de nosso Salvador, devemos buscar por sua graça ...

Seja paciente (5:7-12).

(Tiago 5: 7-12) “Portanto, irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes; fortalecei os vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima. Não vos queixeis, irmãos, uns dos outros, para que não sejais julgados. Eis que o juiz está à porta. Irmãos, tomai como exemplo de sofrimento e paciência os profetas que falaram em nome do Senhor. Eis que chamamos bem-aventurados os que suportaram aflições. Ouvistes da paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu, porque o Senhor é cheio de misericórdia e compaixão. Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; seja, porém, o vosso sim, sim, e o vosso não, não, para não cairdes em condenação”.

Ore uns pelos outros (5:13-18).

(Tiago 5:13-18) “Está aflito alguém entre vós? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. Está doente algum de vós? Chame os anciãos da igreja, e estes orem sobre ele, ungido-o com óleo em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação. Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós, e orou com fervor para que não chovesse, e por três anos e seis meses não choveu sobre a terra. E orou outra vez e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto”

Procure restaurar um ao outro (5:19-20).

(Gálatas 6:1-3) “Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, vós que sois espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão; e olha por ti mesmo, para que também tu não sejas tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Pois, se alguém pensa ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo”

(Tiago 5:19-20) “Meus irmãos, se alguém dentre vós se desviar da verdade e alguém o converter, sabei que aquele que fizer converter um pecador do erro do seu caminho salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados”

Como posso viver neste mundo para a glória de Deus? Como posso honrar a Deus em minha vida? Deus, o Espírito Santo, nos fala por meio de seu servo Tiago.

  • Creia em Deus! - Confie no Senhor Jesus Cristo!
  • Viva para Deus. - Consagre a sua vida a Deus! - Obedeça a Deus!
  • Viva para os outros. - Viva para os eleitos de Deus, o povo de Deus, a igreja de Deus, o reino de Deus!

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.