CAIM E ABEL – O PRIMEIRO ATO DIABÓLICO DE ASSASSINATO
Lição 20

Gênesis 4:1-15

I. Introdução

A. Adão e Eva nunca entenderam completamente o impacto que seu único pecado teria sobre a raça humana. Neste capítulo, vemos a entrada do ódio e do assassinato na sociedade. Quando Eva segurou o corpo sangrento e morto de seu Filho Abel contra o peito, e seu filho Caim foi o assassino, ela teve uma vislumbre da excessiva pecaminosidade do pecado.

B. O ato diabólico de assassinato de Caim é apenas uma imagem em miniatura da história do mundo. A história, como a conhecemos, é a história das guerras, batalhas e derramamento de sangue da humanidade. A história é o espaço em que o machado de Caim se transforma em metralhadoras, napalm, bombas de hidrogênio e foguetes espaciais.

NOTA: A guerra começou em Gênesis 4.

II. O Nascimento de Caim e Abel. 4:1-2

A. “Conheceu Adão a Eva, sua mulher; ela concebeu e, tendo dado à luz a Caim, disse: Alcancei do Senhor um varão”. O primeiro filho de Adão e Eva foi Caim. Esta história em Gênesis 4:1-15 é um relato altamente condensado, cobrindo um período de muitos anos; talvez até cem anos. Caim e Abel estavam, sem dúvida, na casa dos vinte ou trinta anos quando esse assassinato ocorreu.

1. “Caim” significa “adquirido” ou “possuído” e o significado superficial é que Eva havia adquirido um homem físico através da ajuda do Senhor.

2. Pode haver um significado mais profundo para Caim, pois Eva pensou que nele seria cumprida a promessa de sua semente. Alguns traduziram isso: "Eu consegui um homem, até o Senhor". Ela pensou que essa seria a semente para ferir a cabeça da serpente.

NOTA: Ela estava errada, mas ela claramente entendeu a promessa de Deus em Gênesis 3:15.

B. “Tornou a dar à luz a um filho-a seu irmão Abel...”. O segundo filho foi Abel, que significa “nada” ou “vaidade”. As grandes esperanças de Eva sobre a vida logo desapareceram, sendo enganada sobre a vida. Ficara decepcionada com as esperanças do filho primogênito.

C. “Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra”.

NOTA: Nos primórdios da história, a humanidade compreendeu e esteve envolvida em atividades pastorais. Ela não era, como os evolucionistas nos dizem.

III. A Rejeição de Caim. 4:3-5

A. “Ao cabo de dias...”. Isso significa literalmente: “No fim dos dias”. Talvez houvesse um período prescrito para o sacrifício, indicando que o sacrifício era praticado por Adão e Eva e ensinado aos filhos. Este é o primeiro sacrifício registrado nas Escrituras, mas pode não ter sido o primeiro sacrifício oferecido pela humanidade.

NOTA: Adão e Eva treinaram seus filhos para adorar a Deus. A humanidade começou a adorar o único Deus verdadeiro, mas por causa do pecado, a adoração deteriorou-se em idolatria, politeísmo e outras práticas degradantes. (Romanos 1:18-32). O homem não evoluiu de muitos deuses para um Deus, mas deixou de evoluir de um Deus para muitos deuses por causa do pecado.

B. “... Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura. Ora, atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta, mas para Caim e para a sua oferta não atentou”. Por que o sacrifício de Caim foi rejeitado? Talvez esses dois tenham entendido claramente que a abordagem a Deus era através do sacrifício de um animal (Gênesis 3.21). Os vegetais de Caim não foram aceitáveis ​​a Deus, pois Deus os estava ensinando “que sem derramamento de sangue não há remissão de pecados”. Isso, é claro, todos esperavam ansiosamente por Cristo, que seria morto pelos pecados dos homens (João 1:29)

NOTA: O sacrifício nos ensina que o problema do pecado é muito sério. Não pode ser tratado por uma boa resolução ou por uma determinação sincera. Não é resolvido virando uma nova folha ou mudando a atitude de alguém. O pecado é algo que está incorporado na raça humana e toca as fontes da vida. Só pode ser resolvido pela morte.

NOTA: No entanto, o problema era muito mais profundo do que o tipo de sacrifício, pois era de atitude. Caim não ofereceu sua oferta com fé (Hebreus 11:4).

C. “Pelo que irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante”. A rejeição da oferta fez Caim ficar irado e ressentido. Ele ficou tão ciumento que todo o seu rosto mudou. Ele se enfureceu com a escolha de Deus por Abel e isso resultou em ódio e ciúme do seu irmão. Ele ficou zangado com Deus e com o homem porque não conseguiu o que queria. Mas o verdadeiro problema era a atitude de seu coração.

NOTA: Quando a ira, o ódio e o ciúme agarram o coração humano, eles mudam toda a personalidade do indivíduo e até a aparência externa. Ele fica com semblante duro e amargo.

IV. A Paciência de Deus Com Caim. 4:6-7

A. “Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante?”. Deus pacientemente faz esta pergunta a Caim para trazê-lo ao arrependimento, pois a ira é uma coisa séria e pode ter resultados devastadores se não for controlada.

B. “Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante?”. O Senhor não está falando em se esforçar mais, mas em trazer uma oferta de sacrifício adequada ao Senhor. Não era tarde para Caim, se ele trocasse alguns grão por um cordeiro e o trouxesse como oferta; ele seria aceito como Abel.

C. “e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar”. Mas, se Caim se recusasse a se arrepender e aceitar o caminho de sacrifício de Deus pelo pecado, então o pecado o agarraria, pois se assemelha um leão à porta da vida de alguém pronto para atacar, apoderar e destruir.

NOTA: Se o ódio e o ciúme se agravar, logo uma pessoa se verá controlada por um poder maior do que pode aguentar. Ele dirá e fará coisas que nunca pensou que poderia fazer.

V. O Assassinato de Abel Por Caim. 4:8

A. “Falou Caim com o seu irmão Abel. E, estando eles no campo”. Caim aparentemente levou Abel para um campo longe de Adão e Eva para realizar seu ato diabólico de assassinato. No entanto, ele não pode se esconder de Deus que viu tudo.

B. “Caim se levantou contra o seu irmão Abel, e o matou”. Caim se recusou a se arrepender, alimentou seu ódio e concebeu uma conspiração diabólica para matar seu irmão. Isso, ele pensa, é uma maneira de se vingar. Ele deixa cair seu machado assassino e Abel se torna vítima da mão de seu irmão.

NOTA: Esse assassinato começou com o ódio, pois todo ato externo de pecado encontrou alojamento no coração humano (Mateus 5:21-22).

NOTA: Toda guerra é resultado de ódio, ciúme, inveja e conflitos que estão no coração de todo homem. Somente Cristo pode acalmar e controlar a guerra que ocorre dentro dos indivíduos.

C. PONTO: O ato de assassinato de Caim o colocou na linhagem ímpia da semente que se oporia à linhagem divina da semente do Messias. De acordo com Gênesis 3:15, haveria essas duas linhas. Abel representa a linha divina. Caim era do diabo por seu ato de assassinato (1 João 3:11-12).

VI. A Paciência Continua de Deus Com Caim. 4:9

A. “Onde está Abel, teu irmão?”. Deus conhecia toda a situação, mas faz esta pergunta para fazer Caim confessar sua culpa diante de Deus. Deus ainda queria levá-lo ao arrependimento.

B. “Respondeu ele: Não sei; sou eu o guarda do meu irmão?”. Caim, sabendo que ele era culpado, se recusa a aceitar a responsabilidade por seu irmão. Embora ele negasse, ele era totalmente responsável por seu irmão.

NOTA: Homens culpados fogem de reconhecer a verdade. Eles a empurram para dentro ou fingem que não está lá, mas os homens não podem fugir de Deus que sabe todas as coisas.

“Agora maldito és tu desde a terra...”

VII. O Julgamento de Caim. 4:9-15

A. “A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim desde a terra”. A terra gritava por vingança, por justiça, pela correção desse erro. Isso é vingança de Deus, não do homem.

B. “Agora maldito és tu desde a terra... Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força”. Caim era um agricultor de grande orgulho e sucesso, mas agora ele não será capaz de obter terra para produzir. Não haverá nada além de frustração, suor, lágrimas e trabalho para ele. Caim perdeu a habilidade de cultivar a terra.

C. “fugitivo e vagabundo serás na terra”. Devido ao seu trabalho infrutífero, Caim será banido e sem-teto. Ele se tornará um andarilho na terra. Ele se tornará um fugitivo, procurando em vão encontrar algo satisfatório. Ele ficará sozinho, vazio e inquieto todos os dias que viver.

D. “É maior a minha punição do que a que eu possa suportar”. Caim foi amaldiçoado a uma existência sem sentido, que é muito pior do que a morte. Observe que ele estava endurecido com o pecado, mas estava preocupado apenas com o castigo. Não houve arrependimento. Ele não se importava com Deus, mas se importava de maneira egoísta.

E. “e qualquer que me encontrar matar-me-á...”. Caim é obcecado e assombrado por sua culpa. Onde quer que vá na sociedade, ele será um homem marcado, caçado e assombrado.

F. “O Senhor, porém, lhe disse: Portanto quem matar a Caim, sete vezes sobre ele cairá a vingança. E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que não o ferisse quem quer que o encontrasse”. Deus faz uma promessa de proteger Caim da sociedade. O que a marca significa?

1. Alguns acham que foi um tipo de marca física colocada em seu corpo para indicar que ele foi estabelecido por Deus. Existem diferentes pontos de vista sobre o assunto. Pode ser uma aparência lamentável, doença de pele, paralisia, aflição mental ou uma maneira feroz, que o tornou um homem selvagem. Alguns pensam que sua pele se tornou colorida e isso começou a raça negra, o que é bastante improvável. Nós simplesmente não sabemos o que era essa marca, se era de natureza física.

2. Outros acham que a marca foi um sinal de Deus. No hebraico, não é necessariamente "em Caim", mas "para Caim". Era um sinal de que Deus permitiu aparecer para a garantia de Caim, um sinal de garantia ou uma promessa de que ele estaria protegido.

3. Problema teológico: Por que Deus permitiu que Caim vivesse em vez de exigir sua morte por tirar a vida de outro? Talvez Deus tenha demonstrado misericórdia a Caim para prolongar seus dias para se arrepender. Talvez seu castigo tenha sido mais severo que a morte, pois ele foi forçado a viver uma existência sem sentido. Talvez Deus tenha achado conveniente deixar o joio e o trigo crescerem lado a lado, para que o mal siga seu curso completo até que seja julgado completamente por Deus.


Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem