Consequências da Hipocrisia Espiritual
Texto: Atos 5:1-11

Introdução: A história de Ananias e Safira nos adverte do perigo do pecado da hipocrisia espiritual. Foi literalmente mortal para este casal. Alguém disse que, se Deus lidasse com todos os hipócritas da igreja como lidou com esse casal, nossas igrejas se tornariam necrotérios!

Não nos é dito se Ananias e Safira eram verdadeiros crentes em Jesus Cristo. Alguns argumentam que eles eram; alguns que eles não eram. Talvez não nos seja dito, porque se soubéssemos que eles não eram cristãos verdadeiros, nós nos livraríamos da história deles como se não aplicasse a nós. Se soubéssemos que eles eram cristãos verdadeiros, poderíamos dizer: “Graças a Deus que isso foi apenas uma ocorrência única!” Não hesitaríamos e nos perguntaríamos: “A fé em Cristo é genuína? Preciso lidar com o pecado da hipocrisia?”. Sabemos que Ananias e Safira faziam parte da igreja primitiva. Sua história se aplica a todos nós!

Em Atos 4, vimos o inimigo atacando a igreja, ataque de fora. Os líderes judeus perseguiram os apóstolos e os ameaçaram com medidas mais severas se continuassem a pregar em nome de Jesus. Mas apesar de (ou talvez por causa de) suas ameaças, a igreja continuou a crescer dramaticamente. Havia um espírito de unidade, amor e generosidade incomum entre os crentes (4:32-35).

Neste contexto, nos é apresentado um exemplo positivo de um homem piedoso, José, mais conhecido como Barnabé (4:36-37). Então nos é dado o exemplo deste casal, que colocou a máscara da hipocrisia e foi morto por Deus (5:1-11). Essa ameaça de sedução de dentro é muito mais sutil e perigosa do que a oposição de fora. É especialmente um perigo quando uma igreja está experimentando a bênção e o poder de Deus. A lição é:

Porque todos nós somos propensos ao pecado mortal da hipocrisia, devemos diligentemente buscar o caráter piedoso.

1. Porque algumas pessoas pensam que podem se beneficiar fingindo ser o que não são?

A desonestidade é um pecado grave contra Deus.

Ananias e Safira se ofereceram para vender sua propriedade e dar o dinheiro para a igreja, mas eles mentiram sobre dar todo o dinheiro a Deus enquanto guardavam algum para si mesmos. Esse marido e mulher fingiam ser virtuosos, mas na verdade eram hipócritas.

O Senhor queria preservar a integridade da igreja, por isso matou os dois para sinalizar o quão importante a pureza de coração significa dentro da igreja. Todos devem ter cuidado, pois com Deus não há engana. Ele cuida para que colhamos exatamente o que semeamos para o bem ou para o mal.

Aplicação: Peça ao Senhor para ajudá-lo a realizar todos os atos de adoração com o intuito de agradar ao Senhor e não às pessoas. Deixe o julgamento para o Senhor.

2. Os primeiros crentes poderiam ter ficado desanimados com a dureza desse juízo, mas eles rapidamente se tornaram melhores com a lição.

Que ninguém se torne frustrado com a correção do Senhor. Hebreus 12:11 diz:

"Na verdade, nenhuma correção parece no momento ser motivo de gozo, porém de tristeza; mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por ele têm sido exercitados"

A correção do Senhor é para o nosso melhor, para que possamos compartilhar sua santidade.

Aplicação: Peça ao Senhor para lhe dar a graça de se recuperar de qualquer correção, poda ou disciplina, para que você possa dar mais frutos. Seja honesto sobre suas forças e fraquezas.

3. Toda a igreja se encheu de temor como resultado desse juízo dramático.

O temor do Senhor é uma coisa saudável. Nós vivemos em um mundo hoje onde poucos parecem temer o Senhor. Como resultado, muitas pessoas abrigam pecados secretos que são autodestrutivos. Davi escreveu: "Temei ao Senhor, vós, seus santos, porque nada falta aos que o temem". (Salmos 34:9)

Quando tememos a Deus e guardamos Seus mandamentos, Ele nos fornece tudo aquilo de que realmente precisamos - nem sempre o que queremos. Muitos cristãos temem pessoas, problemas ou oposição mais do que Deus e vivem em um estado contínuo de insegurança.

Aplicação: Peça ao Senhor para ensinar-lhe como ter um temor saudável do Senhor que ajudará a adequar seus desejos ao Seu bom prazer.

4. O juízo começa com a igreja para dar exemplo para todos.

Ananias e Safira podem ter raciocinado que sua piedade e caridade compensariam sua decepção, mas estavam enganados. Não caia no padrão de orgulho, luxúria ou autoengano pensando que suas boas qualidades irão contrabalançar o mal.

Evite as consequências dolorosas do juízo de Deus desenvolvendo a mente de Cristo em todas as áreas de seus relacionamentos, vida pessoal e trabalho. Pedro escreveu:

"Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e se começa por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus?" (I Pedro 4:17)

O Senhor usa o juízo para enviar uma advertência aguda a todos sobre a necessidade de arrepender-se e seguir plenamente a Cristo em todos os aspectos da vida.

Aplicação: Peça ao Senhor para ajudá-lo a aprender com a correção.

5. Não permita que seu desejo de impressionar os outros se sobreponha à sua obediência ao Senhor.

Vivemos em um mundo que está muito interessado em apresentar a imagem certa.

Aplicação: Seja quem o Senhor te chamou para ser, nem mais nem menos. Peça ao Senhor para ajudá-lo a evitar ser falso ou hipócrita.

6. Todos os seres humanos falharão em um momento ou outro, somente Jesus nunca falha.

Confie no Senhor para ajudá-lo a lembrar: "Mas o próprio Jesus não confiava a eles, porque os conhecia a todos". (João 2:24). Confie no Senhor para ajudá-lo a superar as decepções humanas.

7. A desonestidade tem um jeito de arruinar nossa credibilidade.

O Senhor trouxe um juízo tão severo porque não queria que a igreja cristã primitiva estragasse sua reputação pelos bilhões que aprenderiam sobre Cristo por meio de seu testemunho.

Aplicação: Não somente as pessoas contam conosco pelo que falamos, mas também pelo que fazemos. Peça ao Senhor para ajudá-lo a praticar a fidelidade em todos os momentos.

8. Precisamos ser honestos e coerentes em todos os aspectos do nosso discurso, conduta, amor, fé e estilo de vida.

Muitas pessoas são honestas em 90% de seus negócios, mas isso não é suficiente para Deus.

Aplicação final: Peça ao Senhor para ajudá-lo a lembrar-se do objetivo de Deus: "...o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida". (I Timóteo 1:5).

Peça ao Senhor que o ajude a aprender como prestar contas a alguém que possa ajudá-lo a crescer em seu temor ao Senhor. Seja comprometido com a verdade, não importa o quanto doa, porque os resultados do engano são muito mais custosos.

Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem