Adoração: Uma Atitude do Coração

Adoração: Uma Atitude do Coração
Texto: João 12:1-8

Ideia Principal: Egoísmo, orgulho e amargura são atitudes que nos impedirão de celebrar a presença de Deus na adoração.

Interrogativa: Quais são as barreiras que nos impedirão de celebrar a presença de Deus na adoração?

Introdução: Quando olho para essa congregação, vejo pessoas que realmente colocam seu coração e sua alma em adoração. Eles gostam de cantar louvores a Deus, e dos momentos de oração e a palavra pregada. Mas também vejo outros que preferem estar em outro lugar. Porque é assim? Eu acho que é porque muitos não entendem que a adoração é uma atitude do coração.

A adoração não é um ato intelectual - nossas mentes não estão preparadas para a adoração: é um ato espiritual. Porque Deus é Espírito, então aqueles que o adoram devem adorar em espírito e em verdade. Esse versículo da tradução da Mensagem diz assim: “Deus é ser puro em si mesmo - Espírito. Aqueles que o adoram devem fazê-lo em seu próprio ser, em seus espíritos, em seu verdadeiro eu, em adoração”.

Acredito que qualquer igreja que se reúna para o culto deve fazê-lo com a atitude correta de coração. Igrejas que não fazem isso nunca crescerão.

Quando nos reunimos como povo de Deus para adorá-lo, devemos celebrar a Sua presença entre nós.
No entanto, vamos primeiro entender e evitar as barreiras que nos impedem de adorar com o coração sincero.

Nesta passagem, vamos examinar as ações do coração de duas pessoas. Uma teve a atitude correta de coração, enquanto a outra não. Uma, não deixou que nada a impedisse de expressar sua adoração, enquanto a outra ergueu barreiras em seu coração que a impediram de adorar.

I. Contexto (vv 1-8)

A primeira barreira é ...

II. Não Podemos Adorar Com um Coração Egoísta (v. 3)

1. Maria ficou tão grata pelo que Jesus fez pela sua família, que ela deu o melhor para Jesus (v. 3)
2. Judas, que fingia estar preocupado com os pobres, estava apenas preocupado com o que poderia fazer (v. 6)
3. A adoração é um ato de entrega altruísta, não um ato egoísta.

A segunda barreira é ...

III. Não Podemos Adorar Com um Coração Orgulhoso (v. 3)

1. O ato de Maria de enxugar os pés de Jesus com o cabelo era um sinal de submissão ao seu mestre. (v. 3)
2. Você acha que Judas era o tipo de pessoa que se humilharia o suficiente para lavar os pés do mestre?
3. A adoração é um ato de humildade diante de Deus.

A terceira barreira é ...

IV. Não Podemos Adorar Com um Coração Amargo (vv. 4-5)

1. O coração de Maria estava cheio de amor e devoção a Jesus, evidenciado por suas ações.
2. Judas não estava apenas amargurado em relação a ela pelo que ela fez, mas também por Jesus (ele estava se dirigindo a Jesus) (Você poderia tê-la impedido!) (V. 5)
3. Nossa amargura e criticidade em relação aos outros afetará nossa atitude para com Deus.

V. Conclusão

1. Egoísmo, orgulho e amargura são atitudes que nos impedirão de celebrar a presença de Deus na adoração.
2. É um propósito primordial da igreja adorar a Deus e uma necessidade para nós, se quisermos experimentar crescimento.
3. Se tivermos alguma dessas atitudes erradas no coração, precisamos pedir a Deus que tire essas coisas de nós.

Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.

Adoração: Uma Atitude do Coração Adoração: Uma Atitude do Coração Reviewed by Aldenir Araújo on maio 17, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.