A Tentação de Jesus no DesertoTexto: Mateus 4:1-11

Introdução

A. Embora seja bom meditar nas horas que Jesus passou no Getsêmani e no Calvário, não devemos esquecer-nos de meditar nos 40 dias da tentação que aconteceram no deserto da Judéia.

B. Naquele tempo, Jesus experimentou uma grande pressão, por isso ele buscou tempo a sós com o Pai em oração e jejum.

I. Esta pode ter sido a melhor oportunidade para Satanás obter a vitória sobre o homem.

A. Embora não seja claro o quanto Satanás sabia sobre Jesus, ele sabia é quem era Jesus (Mateus 4:3; 3:17).
B. Deus não pode ser tentado (Tiago 1:13), mas desta vez Jesus conheceu as tentações que o homem experimenta (Hebreus 4:15).

II. No deserto, Jesus foi tentado em tudo, como nós somos.

A. Existem três formas básicas em que Satanás tenta o homem (1 João 2:16; Gênesis 3:6).
B. Durante os 40 dias da tentação Satanás usou cada uma dessas táticas contra Jesus, mas sem sucesso (Mateus 4: 3,6,9).

III. Ninguém jamais foi tão fortemente tentado como Jesus foi.

A. Nenhum homem jamais foi igual a Jesus na força espiritual (Hebreus 4:15; 1 Coríntios 10:13).
B. Jesus mostrou grande força espiritual, mesmo em face da morte (Mateus 27).

Conclusão

A. O sacrifício de nosso Salvador se estende muito além das horas na cruz.
B. Devido à perfeição de Jesus, podemos ser justificados, apesar das nossas falhas frequentes, se colocarmos nossos olhos nEle (Hebreus 12:2).

Pr. Aldenir Araújo

Gostou Desse Esboço? Olha a Novidade Que Tenho Para Você!

Eu preparei um E-book Com 365 Esboços de Sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! CLIQUE AQUI para adquirir seu livro.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem