A dor do dia das mães
Texto: Lucas 13:34-35

Introdução: Quando pensamos no Dia das Mães, geralmente pensamos em ocasiões festivas e felizes. Um dia como este produz calor, alegria e sentimentos.

Mas para outros, há um outro aspecto para estas ocasiões. Para muitos este dia pode trazer dor, sofrimento e muita tristeza.

Alguns que podem ser especialmente afetados pelo dia das mães:
1. Aquelas que desejam ser mães mas não podem.
2. Aqueles que perderam mães.
3. Aqueles que vivem sem mães - divórcio, separação, prisão.
4. Aqueles que adoecem por causa das más mães - Abuso, dependência, negligência.
5. Aquelas que são carregadas pelas responsabilidades de ser mãe.

Tudo isto pode trazer dor e tristeza, não só para as mulheres, mas para os homens e as crianças também.

I. Em nosso texto aprendemos que Jesus quer ser como uma "mãe" para nós.

A. Proteção, abrigo e aproximação.
B. Salmos 27:10 "Quando meu pai e minha mãe me abandonarem, então o Senhor me acolherá"
C. Qualquer que seja a dor, mágoa, ou tristeza, Jesus nos levará em Seus braços amorosos e cuidará de nós.

II. Temos que permitir que Jesus faça isso por nós - "Vós não o quisestes"

A. Ele só oferece - nunca força ou coage.
B. Temos de dizer "Sim" e permitir que Ele faça por nós o que Ele deseja.

III. Não podemos escolher as nossas dores, mas podemos escolher nossa resposta a elas.

A. Alguns permitem a dor torná-los amargos, odiosos, ressentidos e até mesmo revoltados com Deus.
B. Outros permitem a dor torná-los humilde, sinceros, e dependentes de Deus.
C. Como você vai lidar com sua dor.

Com ódio e ressentimento ou correndo para os braços abertos de Cristo?

Com amargura e raiva ou se achegando àquele que está se achegando a você?