Um chamado a responsabilidade
Texto: Mateus 25:14-30 
Introdução: Nós todos amamos a liberdade enumeradas e protegidas pela nossa Constituição e devemos ser gratos pela liberdade que temos como brasileiros. No entanto, juntamente com os nossos direitos maravilhosos vêm importantes responsabilidades. Como crentes, somos responsáveis ​​perante Deus pelo caminho que tomamos em nossas vidas.
Portanto, devemos viver de uma maneira que não apenas glorifica o Pai e edifica os outros, mas também preserva e protege os valores sagrados que apreciamos.

I. A nossa liberdade em Cristo não nos dá o direito de entregar-se ao pecado.

[post_ad]A. Os pais devem conversar diariamente com seus filhos sobre as coisas do Senhor (Deuteronômio 6:7).
B. Apesar de nossos pecados estarem perdoados, ainda vamos enfrentar as consequências pelas escolhas que fazemos (Mateus 25:14-30). Isto pode ser visto claramente na parábola de Jesus sobre os talentos. O Senhor nos dá dons, habilidades, recursos e talentos, e somos responsáveis ​​de usá-los de maneira que Ele seja honrado. Se não conseguirmos fazer isso, perdemos a nossa recompensa no céu.

II. O que é responsabilidade?

A. A responsabilidade significa que somos responsáveis ​​perante os outros, e devemos aceitar esta responsabilidade, como um dom de Deus. Não só proporciona um sistema de controle e equilíbrio que nos protege do mal, mas também nos dá oportunidades únicas de compartilhar nossas vidas com os outros e incentivá-los.

III. Exemplos bíblicos de responsabilidade?

A. Adão e Eva - Gênesis 3:8-19
B. Samuel e Saul - 1 Samuel 13:8-14
C. Natan e Davi - 2 Samuel 12:1-14
D. Jesus e Pedro, Mateus 16:21-23

IV. Por que é importante a responsabilidade em nossas vidas?

A. Saber que alguém vai perguntar sobre a nossa conduta nos motiva a fazer o nosso melhor e nos incentiva a sermos bons mordomos do nosso tempo, talentos e recursos.
B. Quando somos responsáveis perante os outros, estamos posicionados para a promoção. Como os que têm autoridade revisam nosso trabalho, e percebem o nosso potencial.
C. A responsabilidade inspira e nos protege e também aqueles que estão mais próximos, o que torna nossas relações ainda mais fortes.
D. Devemos regularmente enfrentar a verdade sobre as nossas atitudes e ações, e analisar se estamos no centro da vontade de Deus.
E. Ser responsável perante o Senhor e os outros nos desafia a manter padrões elevados, convicções piedosas, um coração transparente, e um caráter digno de confiança.

V. Por que as pessoas resistem a responsabilidade?

A. Rebeldia
B. Preguiça
C. Medo da perda
D. Deslealdade
E. Orgulho

VI. O que acontece se vivermos sem responsabilidade?

A. Não podemos fazer o nosso melhor.
B. Os nossos recursos podem ser desperdiçados.
C. O crescimento espiritual será prejudicado.
D. Haverá divisões em nossos relacionamentos mais importantes.
E. Sentiremos falta de oportunidades, privilégios, promoções e recompensas.
F. Outros podem se sentir livre para tirar vantagem de nós. 

Conclusão: A responsabilidade é absolutamente necessária em todos os aspectos da nossa vida, começando com as relações em nossa família e entre os crentes. No entanto, devemos também manter os outros em sociedade responsável por aquilo que fazem; se estão na igreja, escolas, ou o governo. Estes são dias graves para a nossa nação e o mundo, e como crentes, somos responsáveis ​​de defender a fé e proclamar o evangelho da salvação, o único caminho para a libertação do pecado e da morte. Nós conhecemos a verdade, por isso não podemos manter silêncio sobre isso. Pelo contrário, nós somos responsáveis ​​de declarar a verdade tão apaixonadamente, efetivamente, e sem medo; sempre que pudermos.

Pr. Aldenir Araújo