31 de maio de 2010

O Encontro Com Deus Através Das Dificuldades
O encontro com Deus através das dificuldadesTexto: João 5:17-20

Introdução: Deus ama a humanidade e sabe muito bem como cada pessoa é diferente da outra, portanto, Ele tem usado diferentes métodos para tornar-se conhecido e ouvido através dos séculos, como o envio de anjos com uma mensagem, ou falar de uma nuvem ou um trovão, ou uma sarça ardente e até mesmo através de uma mula uma determinada vez.

Hoje, Deus fala na maioria das vezes através da Sua Palavra escrita, a Bíblia, e através de momentos de oração com o Espírito Santo ajudando os filhos de Deus entender o que Deus está dizendo.

Existe outra maneira de Deus fazer-se ouvir hoje é através das dificuldades e situações na vida de uma pessoa.

I. As dificuldades são melhor compreendidas quando vistas da perspectiva de Deus

1. Cedo ou tarde, todo o cristão vai encontrar situações que vai olhar para cima e perguntar a Deus: "Porque isso está acontecendo comigo?"
a. A história bíblica de Jó e todas as tragédias que veio sobre ele é um exemplo:
b. Os amigos de Jó lhe disseram que era por causa do pecado em sua vida que a tragédia veio.
c. A esposa de Jó não teve melhor resposta para tudo o que tinha acontecido.
d. Jó foi a Deus e aprendeu do ponto de vista de Deus.
e. Jesus disse que Ele viu Deus, o Pai e, em seguida, a compreensão do ponto de vista de Deus, fez o que Deus, o Pai queria.
2. Não é incomum um cristão nos momentos difíceis olhar para Deus e pensar que Deus não é "justo" ou que Deus está zangado com alguma coisa e está a punir-lhe mas não sabe porque ou para que.
a. Às vezes inclusive acusa Deus e questiona a sabedoria e o amor de Deus e que Deus tem de estar errado pelo que está acontecendo. Porque Deus permitiu que isto acontecesse comigo?

II. Em meio os momentos difíceis ideias erradas sobre Deus pode vir

1. A pergunta que se deve fazer a Deus não é "Porque eu?" mas "Mostra me".
a. Tomar a Palavra de Deus, a Bíblia, estudá-la, pedir ao Espírito Santo para ajudá-lo a ouvir a Deus, compreender o que Deus está fazendo, conversar com Deus, sem culpá-lo.
b. Dê a Deus a oportunidade para lhe mostrar seu ponto de vista sobre a sua difícil circunstância.
2. Na maioria das vezes em circunstâncias difíceis na vida do cristão, Deus está trabalhando para fortalecer a fé da pessoa, bem como a fé dos outros, para aumentar o conhecimento espiritual, e para dar glória a ele mesmo.
3. No entanto, muitos chegam à conclusão de que Deus não se importa com o que eles estão sofrendo e precisam de sua ajuda, especialmente depois de orar muitas vezes para Deus intervir e pôr fim à crise.

III. Somente quando o ponto de vista de Deus é compreendido a pessoa saberá o porquê das circunstâncias difíceis em sua vida

1. Moisés disse a Faraó: "Deus disse para deixar o Seu povo ir" Faraó colocou dificuldades para o povo de Deus e eles culparam Moisés e Moisés, por sua vez culpou a Deus.
2. Deus suavemente e pacientemente explicou a Moisés que Ele queria que todos soubessem que ele era Deus. O ponto de vista de Deus passou a ser compreendido.
3. Lázaro estava doente e Jesus deliberadamente esperou até que Lázaro morresse e fosse sepultado antes de ir. Todo mundo ficou chateado com Jesus por esperar tanto tempo. Jesus explicou que Deus estava para ser glorificado quando Ele ressuscitasse Lázaro dentre os mortos.
4. Jesus parou um cortejo fúnebre e ressuscitou o filho único de uma viúva. Por que Jesus teve que esperar? Para que o nome de Deus fosse glorificado.
5. 5.000 pessoas estavam ouvindo e seguindo a Jesus e eles estavam com fome. O alimento que tinham eram apenas cinco pães e dois peixes. Os discípulos não sabiam o que fazer. Jesus disse-lhes o que fazer e mais de 5.000 foram alimentados e havia comida sobrando. O nome de Deus foi glorificado.
6. Somente quando se descobre o que Deus tem em mente pode-se realmente compreender porque ele/ela está em uma situação difícil. Leia também: Lidando com situações difíceis

Conclusão:

1. Quando as coisas ficam confusas e difíceis, lembre-se que Deus ama você e tem o melhor interesse no coração, portanto, busque a Deus e procure a resposta de Deus. Não culpe a Deus!
2. Por mais difícil que seja, às vezes, leia a Palavra de Deus, ore e espere de Deus o Espírito Santo para ajudá-lo a compreender o que Deus está fazendo e porquê.
3. Não concluir nada até que você tenha ouvido de Deus e obtido Seu ponto de vista.
4. Faça os ajustes que Deus irá te revelar e, no final, você será abençoado e Deus será honrado.

29 de maio de 2010

O Segredo do Poder da Decisão
O segredo do poder da decisãoTexto: Josué 24:15

Introdução: Muitas vezes tomamos decisões de modo impensado ou por influências desastrosas, e os resultados sempre são prejudiciais.

Para se tomar decisões corretas existem uns três segredos que eu quero compartilhar com vocês.

E esse segredo vai nos responder algumas perguntas dos fracassos obtidas em nossas decisões:
Por que não conseguimos ir adiante às decisões tomadas em nossa vida?
Por que não conseguimos colocar em prática um milímetro se quer daquilo que decidimos?
Por que decidimos mudar nosso modo de viver e não conseguimos?
Por que decidimos servir a Deus com mais intensidade e não conseguimos?
Por que somos impactados pela palavra de Deus e choramos, firmamos propósitos, mas quando passa aquele momento continuamos a mesma coisa?

Proposição: Tomar decisão é próprio de um ser humano.

Interrogativa: Qual o segredo do poder da decisão?

Transição: Quero te ajudar nessa noite a responder essas perguntas e ti ajudar a ampliar a sua visão no momento de tomar uma decisão.

I. Quais as razões do fracasso em nossas decisões?

1. Seguir a opinião da maioria.
2. Se basear numa vontade momentânea.
a. Ter base somente em nossos sentimentos: sentimentos é um estado afetivo complexo que é a mistura de elementos emotivos e imaginários. E esse sentimento pode ser de natureza intelectual, moral ou afetivo.
3. Passar a nossa responsabilidade para outro.
4. Achar que Deus deve decidir todas as coisas.

II. Existem alguns elementos indispensável para observarmos na hora de tomarmos uma decisão.

1. O primeiro elemento é nosso pensamento.
a. Pensamento é o processo mental que se concentra nas ideias. É o poder, dado ao homem, de formular conceitos.
2. O outro elemento é a fé.
3. É preciso ter firmeza na decisão.
a. A decisão tem que ser tomada sem dúvida, com convicção.
A oração é outro importante elemento.

III. O segredo do poder da decisão.

1. A decisão é de caráter pessoal. Somos nós que devemos decidir;
a. Podemos até pedir conselhos, orientação, receber influência de outras pessoas, mas a decisão tem que ser tomada por cada um de nós.
b. Toda decisão tem um preço a ser pago, por menor que seja isso é uma realidade.
c. Toda decisão tem em si uma glória para ser desfrutada, por menor que seja esta glória.

Conclusão: Cada um de nós precisamos ter a consciência de que no decorrer de nossa vida é preciso tomar decisões. Umas mais simples, e outras mais serias porém cada uma tem o seu grau de importância.

Não podemos já mais esquecer que Deus pode atuar de maneira poderosa através das nossas decisões.

JCarlos

28 de maio de 2010

20 Razões Porque as Pessoas Não Vêem Suas Orações Respondidas

20 razões porque as pessoas não vêem suas orações respondidas
Texto: João 16:24-25

Introdução: Por que você acha que muitas pessoas não vêem as suas orações respondidas?

Muitas pessoas deixam de apreciar alguns dos obstáculos à oração. Jesus disse: "Até agora, nada pedistes em meu nome: (por minha causa, a minha vontade e para a glória de Deus) pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa” (João 16:24)

Os seguintes são 20 obstáculos à resposta a oração que devemos estar atentos a fim de maximizar a nossa alegria, ao ter nossas orações respondidas pelo Senhor.

1. Preocupação - Ansiedade -

Paulo escreveu: "Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus" (Filipenses 4:6,7)

Jesus disse: "Os gentios se preocupar com comida, roupas, abrigo, mas buscai primeiro o reino de Deus ea sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas a vocês também." (Mt 6:24-33)
Preocupação é como uma cadeira de balanço. Ela lhe dá algo para fazer, mas você nunca chega a lugar nenhum.

2. Desobediência -

Miquéias 3:4 diz: "Então, clamarão ao Senhor, mas não os ouvirá, antes esconderá deles a sua face naquele tempo, visto que eles fizeram mal nas suas obras"
Lamentações 3:42,44 diz: "Nós prevaricamos e fomos rebeldes; por isso, tu não perdoaste. Cobriste-nos de ira e nos perseguiste; mataste, não perdoaste. Cobriste-te de nuvens, para que não passe a nossa oração"

3. Dúvida -

Tiago 1:6,7 diz: "Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante a onda mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa. O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos”

4. Egoísmo -

Tiago 4:1-4 "Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites"
Marcos 10:45 – “Porque o Filho do homem não veio para ser servido mas para servir e dar a Sua vida em resgate por muitos".

5. Motivações erradas -

Tiago 4:3-5 "Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastarde em vossos deleites. Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus"
Você não sabe que cada um de nós será julgado com base em nossas motivações. Somente Deus é capaz de discernir os pensamentos e intenções do nosso coração pelo uso de sua palavra. (Hebreus 4:12)
Permita a Palavra de Deus realinhar as suas motivos com as motivações dEle (a Sua glória, seu amor e sua grande comissão)

6. A falta de observância da Lei de Deus -

Provérbios 28:9 diz: "Se alguém se recusa a ouvir a lei, até suas orações são detestáveis".
Jesus disse: "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele" (João 14:21)

7. Falta de permanecer em Cristo -

João 15:7 diz: "Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito"
2 Pedro 3:18 diz: "Antes, crescei na graça e no conhecimento ( comunhão íntima) de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo..."

8. Altivez (orgulho) -

Tiago 4:6; 10 diz: "Antes, dá maior graça. Portanto, diz:" Deus resiste aos soberbos, dá, porém, graça aos humildes” “Humilhai-vos perante o Senhor e Ele vos exaltará"
O orgulho vem antes da destruição e o espírito altivo, antes do tropeço.

9. A falha em seguir exemplos piedosos -

Paulo orou: "Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual; para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra e crescendo no conhecimento de Deus; corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência e longanimidade, com gozo" (Colossenses 1:9-11)
Paulo orou: "E peço isto: que a vossa caridade aumente mais e mais em ciência e em todo o conhecimento. Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros e sem escândalo algum até o dia de Cristo, cheios de frutos de justiça, que são Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus" (Filipenses 1:9-11)

10. A idolatria impede a oração -

Jeremias escreve: "Eles voltaram para os pecados de seus antepassados, que recusaram ouvir as minhas palavras. Eles seguiram outros deuses para servi-los... Eu vou trazer-lhes uma catástrofe que não poderão escapar, e clamarão a mim; e eu não vou ouvi-los" (Jeremias 11:10,11)

11. Inadequada relação entre marido e mulher -

I Pedro 3:7,8 diz: "Igualmente vós, maridos, coabitai com ela com entendimento, dando honra a mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações"

12. Insinceridade – Falsidade -

Deuteronômio 4:29 diz, "Então, dali, buscarás ao Senhor, teu Deus, e o acharás, quando o buscares de todo o teu coração e de toda a tua alma."

13. Irreverência (adoração inadequada) -

Mal 1:7-10 diz: "Ofereceis sobre o meu altar pão imundo e dizeis: Em que te havemos profanado? Nisto, que dizeis: A mesa do Senhor é desprezível. Porque, quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não faz mal! E, quando ofereceis o coxo ou o enfermo, não faz mal! Ora apresenta-o ao teu príncipe; terá ele agrado em ti? Ou aceitará ele a tua pessoas? – diz o Senhor dos Exércitos"

14. Sem ânimo -

Lucas 18:1-3 diz: "E contou-lhes uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer"

15. Orar contrário à vontade de Deus -

I João 5:14,15 diz: "E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as as petições que lhe fizemos"

16. Recusa de ajudar os pobres -

Provérbios 21:13 diz: "O que tapa o seu ouvido ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido"

17. Hipocrisia - Farisaísmo

Jesus disse: "Propôs também esta parábola a alguns que confiavam em si mesmos, por se considerarem justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um, fariseu, e o outro, publicano.
O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano; jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho. O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado. Traziam-lhe também as crianças, para que as tocasse; e os discípulos, vendo, os repreendiam" (Lucas 18:9-15)

18. Pecados não confessados -

Salmo 66:18 diz: "Se eu atender à iniquidade no meu coração o Senhor não me ouve"
David escreveu: "Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno" (Salmo 139:23,24)

19. Infidelidade -

Oséias 5:6,7 – “Estes irão com os seus rebanhos e o seu gado à procura do SENHOR, porém não o acharão; ele se retirou deles. Aleivosamente se houveram contra o SENHOR, porque geraram filhos bastardos; agora, a Festa da Lua Nova os consumirá com as suas porções"

20. Falta de perdão – Ou não perdoar

Jesus disse: "E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas. [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]”
(Marcos 11:25-26)
Jesus disse: "Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém , não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas” (Mateus 6: 14)
Tiago 5:16 – “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo”

Conclusão: “Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu. E orou, de novo, e o céu deu chuva, e a terra fez germinar seus frutos” Tiago 5:17-18

26 de maio de 2010

Como Enfrentar e Vencer um Gigante
Como enfrentar e vencer um giganteTexto: 1 Samuel 17:1-51

Introdução: Os problemas e obstáculos são parte da vida. Sempre existiram e sempre existirão.

Muitas pessoas não sabem o que fazer com eles. Ficam perturbadas, paralisadas e deixam que os problemas as sufoquem.

Esta é a causa pela qual quando alguns cristãos começam a servir a Deus e surgem os problemas, a única coisa que pensam é em jogar a toalha. Porque acontece isto? Por várias razões
  • Pensamentos negativos
  • Sentimentos de inferioridade
  • Palavras negativas de outros
Israel nos tempos do rei Saul tinha um obstáculo chamado Golias, ele era um herói dos filisteus, um povo inimigo de Israel. Este obstáculo incomodava, oprimia e envergonhava a nação. Até que um dia alguém se atreveu a enfrentá-lo. Essa pessoa foi Davi e tem muito para nos ensinar.

Aqui há algumas chaves para enfrentar e vencer os obstáculos.

1. O gigante tem que ser enfrentado. v. 32

Isto pode resultar muito óbvio, mas é o ponto de partida. Davi viu que todos estavam angustiados, preocupados, atemorizados, mas ninguém fazia nada para resolver o problema. Nem sequer tentavam. Ele se determinou a enfrentar o obstáculo que Israel tinha: Golias.

Quando existe um problema, não resolvemos nada com apenas olhar o problema, e chorar diante dele. É preciso fazer algo, é preciso agir.

Não tema os obstáculos. Enfrente-os.

Golias parecia muito forte, mas não resultou tão forte: uma pequena pedra foi o suficiente para tombá-lo.

Quando enfrentamos os obstáculos descobrimos que não são tão fortes como acreditávamos.

Quais obstáculos há em tua vida? Quais obstáculos há em teu ministério?
Estás disposto a fazer algo? Ou continuarás penando sem fazer nada?

Não permitas que o desalento te domine ou que te invadam pensamentos negativos. Se és capaz de enfrentar os obstáculos, Deus te usará para grandes coisas.

2. Não ouça a voz dos incrédulos. v. 33-34

As pessoas negativas tem a virtude de contagiar a outros. Assim era Saul, um homem negativo que tentou influenciar Davi.

Sempre haverá pessoas que tentarão nos fazer desistir de enfrentar os obstáculos.

Temos que aprender a reconhecer e não ouvir os incrédulos:
  • O incrédulo conhece a Palavra, mas não pratica.
  • O incrédulo sempre ressalta as circunstâncias.
  • O incrédulo é dominado pelo medo, não pela fé.
Nós que conhecemos a Deus, que temos visto seu poder, devemos confiar em sua Palavra.
  • Saul só via o humano, Davi via o espiritual.
  • Saul só via o que faz a lógica, Davi via o poder que há em temer a Deus.
  • Saul via Golias como um gigante invencível, David via Golias como um incircunciso vulnerável.
Tem pessoas que só sabem falar. Saul já havia sido rejeitado por Deus. Quando alguém vem com o espirito de Saul não lhe dê atenção.

3. Confie em Deus. v. 34-36

Para enfrentar os obstáculos tem que confiar em Deus. Paulo disse: “Tudo posso naquele que me fortalece”
  • Em Cristo podes enfrentar qualquer situação.
  • Em Cristo podes encontrar soluções.
Davi havia enfrentado as feras porque sabia que Deus estava com ele. Essa mesma fé agora ela usava para enfrentar Golias.

É a tua fé em Deus que fará com que a mão Onipotente se mova a teu favor.
Davi havia aprendido que não há dificuldade que não se possa vencer.

Davi não tinha nenhuma dúvida que Deus lhe daria respaldo. Sua experiência e os testemunhos da obra de Deus a seu favor o tornava forte.

Deus quer te dar uma saída para teus problemas. Deus quer que você veja o problema como pequeno e que vejas Ele, como O grande. Isto só é possível pela fé.

4. Acredite em seu potencial e nos recursos que Deus te deu. v. 38-40

Davi tinha além da sua fé em Deus, tinha certeza que ele poderia vencer o filisteu. Deus espera que creiamos que ele vai nos usar. Tem pessoas que creem que Deus pode fazer grandes coisas, mas não através deles.

Quem enfrentará teus obstáculos? Chamarás outros para enfrentar por você? Davi enfrentou o problema. Ele estava identificado com sua nação e quando seu povo estava em problemas, não fugiu. Ele sabia que podia enfrentar a situação. A certeza em si mesmo e no que Deus nos tem dado é sumamente importante.

Saul quis dar a Davi armas que Davi não conhecia. Davi recusou e tomou o que ele conhecia: uma funda e cinco pedras. Isso era suficiente para enfrentar o obstáculo.
  • Deus não te usará com o que não tens.
  • Deus não te pedirá o que não tens.
  • Deus sempre nos usa e nos pede o que temos.
Por isso quando negamos a Deus algo que ele nos pede, não temos desculpas.
Na multiplicação dos pães e peixes, Jesus multiplicou o que tinha, não se preocupou pelo que no tinha.

Como alguém pode progredir e vencer se não crê que pode?

Deixe de profetizar miséria, derrota, fracasso.

Confie que tudo você pode em Cristo. Confie que você é um filho de Deus, que você é linhagem escolhido, real sacerdócio, nação santa. Confie que você é um escolhido de Deus para vencer.

Ilustração: O motor limpo sempre terá potência. Assim também uma mente livre de pensamentos negativos proporcionará poder. O que faremos com os obstáculos está determinado por nossa atitude mental.

5. Esteja determinado a vencer. v. 49-51

Davi agiu rapidamente. Não ficou dando voltas. Foi mais rápido que Golias. Não lhe deu chance alguma. Davi tinha Deus do seu lado, mas também atuou com inteligência. Podemos ter Deus e agir com torpeza e colocar a perder o que ele vai fazer.

Davi agiu com determinação. Quando teve os elementos necessários, não perdeu tempo, não permitiu sua fé vacilar nem permitiu que ninguém tirasse sua motivação.

A pedra na testa de Golias o derrubou e ali Davi voltou a mostrar sua determinação. V. 51. Com a própria espada de Golias lhe cortou a cabeça. Não só venceu o obstáculo, mas o eliminou para sempre.

Davi foi terminante. Assim devemos ser com o pecado, com as vacilações. Não se pode vencer o pecado aos poucos, tem que matá-lo na cruz de Cristo. O pecado não pode achar lugar em nós.

Se estás em uma situação que desagrada a Deus, não penses que sairás dela se não tomar uma atitude, tens que ser terminante para que não volte a te prejudicar.

Conclusão: Esta tremenda historia da Bíblia nos ensina como enfrentar os obstáculos. São atitudes bem práticas.

A maioria de nossos obstáculos são mentais, ou seja, os enfrentamos com nossos pensamentos. Por isso é tão importante o que está ocupando nossa mente.

Do que está cheia a tua mente?

Tem pessoas que todo o dia enche sua mente de pequenos pensamentos negativos
Se teu pensamento é que não podes com o obstáculo, não vais conseguir. Muitos de vocês se convenceram que são incapazes de progredir, de ter êxito, de fazer coisas importantes.

Deus nos ensina outra realidade: “Tudo posso em Cristo que me fortalece”. Encha sua mente deste pensamento.

25 de maio de 2010

Cinco Fatos Sobre o Pecado

Cinco fatos sobre o pecado
Texto: Salmos 51

Introdução: Alguma vez você já se perguntou se você poderia pecar - tanto ou tão mal - que Deus não poderia te perdoar? Você acha que poderia haver pecados fora do alcance do perdão de Deus?

Eu me pergunto o que esses pecados pareceria. Seriam os pecados egocêntricos - como o orgulho a arrogância - egoísmo? Seriam os pecados de posição - onde tirar proveito de alguém - porque você tem um desejo tão grande de alcançar o sucesso, ou porque você tem uma necessidade de estar no controle? Seriam os pecados da emoção - onde há uma exibição de raiva, seguidos de brutalidade e talvez assassinato?

Acho que todos os pecados são egocêntricos e, claro, estão fora da vontade de Deus para nossas vidas. A Bíblia nos diz: "Por tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo" 1 João 2:16

O pecado basicamente se resume a desobediência a Deus. Nosso texto de hoje pode ser encontrado em II Samuel. Acompanhe-me na leitura: “Então, Davi disse a Natã: Pequei contra o Senhor..." 2 Samuel 12:13

Acho que a maioria de vocês se lembram da história de Davi e Bate-Seba - mas se você não se lembra, deixe-me refrescar sua memória - ela é encontrado no capítulo onze de segundo Samuel.
Foi o que aconteceu na época do ano quando a maioria dos reis saíam para o campo de batalha para a guerra. Davi, no entanto, tinha decidido ficar em casa esse ano. Uma noite, Davi não conseguia dormir então ele se levantou e saiu no telhado para apanhar ar fresco. Do terraço da casa real, ele viu uma bela mulher com o nome de Bate-Seba tomando banho. Ele descobriu que ela era a mulher de Urias, que estava na guerra na época. Assim, Davi se aproveitou da situação e convidou Bate-Seba ao seu palácio. Bem, uma coisa levou a outra e ela acabou ficando grávida. Então, Davi decidiu que precisava cobrir seu caso com Bate-Seba e mandou Urias voltar para casa e relatar como a guerra estava indo. Depois de Urias dar o relatório - o rei Davi fez uma sugestão.
Ele disse: "Por que você não vai para casa - descansar e relaxar - e se acalme antes de voltar para a batalha?"

Davi calculou que se Urias voltasse para casa - dormisse com sua mulher Bate-Seba; ninguém saberia que ele tinha um caso com Bate-Seba. Mas as coisas não funcionaram como Davi tinha planejado. Em vez de ir para casa - Urias se deitou a porta da casa real. Agora, Davi tinha um verdadeiro problema. Então ele chama Urias novamente.

Ele disse: "Urias, o que você está fazendo? Eu não disse que você deve ir para casa e descansar e relaxar? Mas eu não entendo; nem sequer entrou em sua casa! O que está acontecendo?"
Urias respondeu: "Você espera que eu tenha um bom tempo, quando todos os outros soldados estão dormindo em campo? Como eu poderia fazer isso? Simplesmente não me parece justo"
Então Davi disse, "Venha a uma festa hoje à noite e amanhã você pode voltar para a batalha"
Bem, a festa teve muita comida e muita bebida. Parece que Urias estava cheio de ambos. Ele ficou bêbado. Mas ele ainda não entrou em sua casa.

Então Davi mandou Urias de volta para a batalha com uma carta ao general Joabe dizendo: "...Ponde Urias na frente da maior força da peleja; e retirai-vos de detrás dele, para que seja ferido e morra" II Samuel 11:15

O general Joabe fez como Davi lhe ordenara. Ele colocou as tropas perto da muralha da cidade e vários soldados morreram naquele dia, juntamente com Urias. Davi teve êxito na morte de Urias.
Logo depois - Bate-Seba se muda para casa de Davi e se torna sua esposa. O plano de Davi parecia um sucesso.

Mas o capítulo onze termina com estas palavras: "...Porém essa coisa que Davi fez pareceu mal aos olhos do Senhor" 2 Samuel 11:27

Esta noite eu gostaria de falar sobre “Cinco fatos sobre o pecado”.

Primeiro fato...

1. O pecado nunca pode ser escondido

Davi tentou encobrir seu caso com Bate-Seba – olhe o resultado. Isso levou ao engano - que levou à morte.

Pensamos que ninguém vai saber. No entanto, sabemos e Deus sabe. Colocamos os pecados em nossos armários na esperança de que eles não vão ser descobertos. Esperando que eles irão desaparecer - mas eles não desaparecerão. Números capítulo trinta e dois nos lembra: "...porém sentireis o vosso pecado quando vos achar" Números 32:23

Como cães de caça - os nossos pecados parecem seguir-nos onde quer que vamos.

Não - o pecado não pode ser escondido. Eu sei - Deus sabe - mesmo que ninguém mais sabe, pelo menos, dois de nós sabemos. Encobrir o pecado só cria mais problemas.

Segundo fato...

2. O pecado nunca é sem vítimas

Davi estava afetado e infectado por suas ações. Suas ações criaram lembranças que Davi iria levar com ele o resto de sua vida - assim como você e eu carregamos as nossas memórias com a gente.

Você acha que Bate-Seba foi afetada? - Sabemos que Urias foi. E sobre o general - ele foi afetado? - Ele estava apenas cumprindo ordens. E os outros soldados que foram mortos por causa da trama - foram afetados? - Membros das suas famílias foram afetados também - embora a Bíblia não menciona esse fato. E a gravidez? E o bebê? O que aconteceu com ele? Eu lhe respondo o que aconteceu. O bebê morreu.
Como você vê o pecado tem conseqüências.

A Bíblia diz: "Você colhe o que planta".

Quando o pecado entra em cena - as pessoas se machucam. Sabemos - porque todos nós temos sido ferido. Somos todos vítimas em um mundo onde existe pecado.
Terceiro fato...

3. O pecado nunca é insignificante

Gente; aqui é um fato: Deus odeia o pecado
Não importa se é um "grande” pecado ou um “pequeno” pecado. Deus odeia o pecado.
Por quê? Porque Ele é totalmente puro. Ele é totalmente limpo. Ele é totalmente santo. Qualquer parcial minuto do pecado - Ele odeia. Se Deus tivesse um grão de poeira do pecado - isso significaria que Ele não é totalmente puro. A verdade da questão é - que há coisas em nossas vidas que nós colocamos - que aceitamos como normal - que nós permitimos em nossas vidas - que ele despreza. Um pouco de luxúria - um pouco de desonestidade - uma pouco de grosseria - um pouco de arrogância - um pouco de orgulho - nós pensamos que é normal - mas ainda é impuro e profano.
Deixe-me ilustrar este conceito neste sentido. Eu tenho uma garrafa de água aqui e eu digo: "Eu tenho essa água para você - é boa - é apenas 50% contaminada" Quer beber?
E se fosse apenas 25% contaminada?
E se fosse apenas 5% contaminada?
Gente eu não sei sobre vocês, mas quando alguém diz que a água está contaminada – Não me importar em qual porcentagem a água está contaminada. Eu não vou beber. É impura. Não é limpa. É imprópria para o consumo humano. Ela está contaminada. Se eu beber, estou colocando algo contaminado em meu corpo. Eu não preciso beber água contaminada.

Você sabia que Jesus ensinou sobre este assunto quando Ele disse: "Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar já em seu coração cometeu adultério com ela" Mateus 5:27-28

Por que ele diria uma coisa dessas? Porque mesmo os nossos pensamentos lascivos contaminam nossas vidas. Nos tornam impuros. Nos tornam sujos. O desejo de Deus para você é que você seja puro e santo. Ele quer que você esteja limpo. Ele quer que você viva uma vida pura. O pecado nunca é o padrão de Deus para você e o pecado nunca é insignificante.

Quarto fato...

4. O pecado nunca é esquecido

Estou ciente de que este ponto pode ser um tanto controverso - pois sei que há ministros que dizem por aí: "Deus esquece o pecado" Eu, pelo menos não conheço este conceito nas Escrituras. Eu conheço um - que eu não esqueço de muitos dos meus pecados. Há pecados que me perseguem - como eu acho que há pecados que te persegue também. Eu desejo muito poder esquecê-los - mas eles parecem estar sempre à espreita nas sombras. Eu gostaria que eles pudessem ser esquecidos.

Eu também não acho que Deus tem amnésia santa. Eu não acho que Ele se esquece de nada. Ele se lembra de tudo - Ele se lembra de tudo - mas quando Ele perdoa Ele me trata como se ele tivesse esquecido. A Bíblia diz: "Quanto etá longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões" Salmo 103:12

Deus me trata como puro - como santo - como seu filho - como um filho pródigo – voltando para casa vindo de um chiqueiro - com o cheiro dos porcos ainda em mim. Deus não menciona o cheiro - Ele o ignora - Ele me aceita - e Ele me ama. O cheiro desapareceu? - Não! - Mas Ele me trata como se eu não fedesse. Ele me aceita e Limpa-me. Lava-me! No livro de Hebreus, Deus diz: "Porque serei misericordioso para com as suas iniquidades, e de seus pecados e de suas maldades não me lembrarei mais" Hebreus 8:12

Eu não acho que isso é distração. Eu não acho que esta é uma situação de esquecimento de Deus - mas é um ato da vontade de Deus - para colocar os nossos pecados fora de sua memória. Gosto da tradução da Bíblia; Basic English:

"Eu terei misericórdia de suas más obras, e eu não vou deixar os seus pecados na mente" Hebreus 8:12 (BBE)

Deus não é distraído. Ele não é esquecido. Ele se lembra de todas as coisas. Mas, com o Seu perdão - Ele optou por não manter os nossos pecados em sua mente. Ele nos diz que quando Ele perdoa nossos pecados - Ele nunca vai trazê-los novamente - eles se foram - não estão em sua mente.

Meu pecado não é esquecido - é perdoado. Deus não se esquece - ele perdoa

Quinto fato...

5. O pecado nunca está além do perdão de Deus

Luxuria - adultério - mentiras - assassinatos - isso é o que fez Davi - ainda assim Deus o perdoou. Deus não ignora nossos pecados - Ele não os enfia em um armário - ou os varre para debaixo do tapete - ele lida com eles.

O pecado incomoda Deus? - Mais do que você e eu - e porque incomoda tanto - Ele fez algo sobre isso. Ele enviou Seu Filho para morrer em nosso lugar. Para você ver todos os pecados devem ser punidos. Todos os pecados precisam ser contabilizados. É por isso que Deus enviou seu Filho para ser punido pelos pecados do mundo. Para morrer pelo meu pecado e o seu pecado. Para assumir a nossa punição. Para morrer em nosso lugar. Jesus veio para levar sobre Si o castigo - e sofrer até morrer por você.

Gente é isso que o sacrifício de Jesus representa. Ele morreu como um castigo pelo seu pecado. Ele morreu para que você não tivesse que ser punido. Mas está aqui o segredo - você tem que aceitar o fato de que Jesus morreu por você.

Deus oferece-lhe perdão. A penalidade para o seu pecado foi paga - mas você tem uma escolha. Você pode aceitá-lo ou rejeitá-lo - a escolha é sua. Davi buscou o perdão de Deus. Davi reconheceu o seu pecado quando disse:

"Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado" Salmos 51:1-2

Conclusão: E você? Você quer aceitar o perdão de Deus hoje?

21 de maio de 2010

Superman de Deus

Superman de Deus
Texto: Hebreus 11:8-19

Introdução: Olha o que eu trouxe comigo hoje. Você sabe o que é isso? [Um controle remoto de televisão] Eu sempre quis saber como funcionam essas coisas. Você só clica nesse botão e a TV liga, clica neste botão e ela muda de canal. Ele faz um monte de coisas, mesmo sem você gritar com a TV. Este controle remoto faz coisas incríveis, mas existem algumas coisas que ele não pode fazer. Ela não funciona em pessoas. Se você não acredita pergunte a minha esposa, porque ela tentou. Também não funciona se você não apertar os botões. Não importa o quão bom é o controle remoto que você tem, se você não apertar os botões não irá funcionar. O controle remoto funciona com a TV para fazer as coisas que você quer fazer. Este controle remoto também não funciona sem pilhas, pois as pilhas são o que dão o poder ao controle remoto.

A fim de sermos super-heróis da fé, é preciso ser alimentado pelo Espírito Santo. Como cristãos, temos o Espírito Santo vivendo dentro de nós, mas como o controle remoto, se nós não permitimos que a fonte de energia nos dê o poder necessário ou simplesmente optar por não usar a fonte de energia que temos, então nada irá acontecer.

Um dos Super heróis que todos nós conhecemos é o superman. Todos os Super Heróis tem uma fraqueza e a fraqueza do Superman é ____________ (criptonita)? Deixe-me perguntar-lhe como crente em Cristo, qual é a sua criptonita? O que é que o impede de ser um super-herói da fé?

A sua criptonita é...

1. O medo do desconhecido?

Hebreus 11:8 - "Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu sem saber para onde ia"

Há alguns aqui que sabem, viver momento a momento. Há outros neste lugar que são muito planejados e metódicos sobre o que fazem. Agora há positivos e negativos para ambos os tipos de pessoas, mas para as pessoas planejadas e organizadas, o medo do desconhecido pode impedi-lo de andar pela fé.

Eu não gosto de surpresas. Eu gosto de ter tempo para organizar e planejar o que vou fazer e isso é ótimo, exceto quando isso me faz ser desobediente a Deus. Vocês "organizados" devem entender que às vezes você tem que parar de calcular e planejar, e apenas dar um passo de fé e ir em frente.

A sua criptonita é...

2. O medo do impossível?

Hebreus 11:11-12 - "Pela fé, também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber e deu a luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lho tinha prometido. Pelo que também de um, e esse já amortecido, descenderam tantos, em multidão, como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia do mar".

Talvez você está aqui hoje e você não tem saído na fé, simplesmente porque o que Deus está lhe pedindo para fazer é impossível. Abraão e Sara ter um filho na idade que tinham era impossível. Jesus Cristo, nascer de uma virgem era impossível.

Nunca se esqueça que nada é impossível para Deus! Você pode ser como Sara e rir de Deus. Mas, com Deus, nada é impossível.

A sua criptonita é...

3. A falta de gratificação imediata?

Hebreus 11:13-14 - "Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra. Porque os que isso dizem claramente mostram que buscam uma pátria"

Para muitos que vivem hoje, gratificação imediata é definitivamente um obstáculo. Nós pensamos que só porque fazemos algo para Deus ou fizemos um pedido a Deus, deve acontecer imediatamente. Nós vivemos com uma mentalidade de “Fast Food". Ter do meu jeito, modo certo, e agora!

Você pode estar dizendo, "eu fui e fiz o que Deus disse e nada aconteceu", por isso, obviamente, isso deve significar que não era realmente o que Deus queria fazer. Você tem certeza? Você pode ser como Abraão ou Moisés ou Davi, etc... e nunca ver tudo que Deus prometeu acontecer, mas no tempo de Deus isso vai acontecer, porque Deus nunca quebrou e nunca quebrará uma promessa. Quando Deus diz que Ele nos enviará Jesus para arrebatar os cristãos para fora deste mundo, isso vai acontecer.

Quando Deus diz que haverá um momento em que Jesus reinará sobre a terra como Rei dos reis e Senhor dos senhores durante mil anos, isso vai acontecer!

A sua criptonita é...

4. A falta de vontade de fazer sacrifícios?

Hebreus 11:17-19 - "Pela fé, Abraão ofereceu Isaque, quando foi provado, sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito. Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, considerou que Deus era poderoso para até dos mortos o ressucitar. E daí também, em figura, ele o recobrou"

Deus nunca faz que seja fácil para nós; não é verdade? Ele não nos pede para abandonar as coisas que são fáceis.

É fácil sacrificar coisas sem valor, mas o verdadeiro teste da nossa fé é quando Deus nos pede para abandonar aquilo que é o mais valioso para nós.

A sua criptonita é...

5. A atração do mundo?

Hebreus 11:15-16 - "E se, na verdade, se lembrassem daquela de onde haviam saído, teriam oportunidade de tornar. Mas, agora, desejam uma melhor, isto é, a celestial. Pelo que também Deus não se envergonha deles, de se chamar seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade"

Queridos, nunca se esqueça que você é um estrangeiro neste mundo, que este mundo não é a sua casa.

O inimigo vai fazer tudo que puder para convencê-lo de que sua vida é terrível, que você não tem futuro, que nada vai melhorar, etc... Os cristãos, devem acumular tesouros no céu, porque lá é a nossa casa eterna.

Conclusão:

Quando nós não permitimos que essas coisas nos impeçam de caminhar na fé, somos motivados a fazer, pelo menos, sete coisas:

1. Confiar em Deus.
2. Fazer sacrifícios.
3. Ser paciente.
4. Abençoar outras pessoas.
5. Ser persistente.
6. Ser alegre.
7. Fazer escolhas eternas.

Você quer ser um Super- homem ou Super-mulher de Deus hoje? Não deixe que a criptonita o impeça, mas se ligue no poder de Deus para que o Espírito Santo o capacite a experimentar estas sete coisas.

19 de maio de 2010

Fumar é Uma Questão Moral

Fumar é uma questão moral
Texto: I Coríntios 6:19-20

Introdução:

1. Outra questão moral que os cristãos enfrentam é o consumo de tabaco
a. Sob a forma de fumo (cigarros, charutos, cachimbos)
b. Também o fumo sem fumaça (mastigar, rapé)
2. No passado, os perigos do uso do tabaco pode não ter sido conhecido
a. Levando muitas pessoas (incluindo cristãos) a considerá-lo um hábito inofensivo
b. Ainda hoje alguns acreditam ser inofensivo o seu uso
3. Mas as evidências dos efeitos nocivos do fumo já é esmagadora

I. Estatísticas sobre o fumo

A. A mortalidade global
1. O uso do tabaco é a principal causa evitável de morte nos Estados Unidos
2. O tabagismo causa cerca de 438 mil mortes, cerca de 1 em cada 5 mortes, a cada ano
3. Mais mortes são causadas anualmente pelo uso do tabaco do que por todas as mortes por HIV, uso de drogas ilícitas, álcool, acidentes de automóveis, suicídios e homicídios juntos
4. Em média, os adultos que fumam morrem 14 anos mais cedo do que os não-fumantes

B. A mortalidade por doenças específicas
1. Câncer de pulmão: 123.800 mortes; outros tipos de câncer: 34,7 mil mortes por ano
2. Doença pulmonar crônica: 90.600 mortes, doença cardíaca coronária: 86.800 mortes por ano
3. Ataque fulminante: 17,4 mil mortes; outros diagnósticos: 84,6 mil mortes por ano

C. Efeitos do fumo passivo
1. Fumo passivo causa doenças cardíacas e câncer de pulmão em não fumantes adultos
2. Ele causa cerca de 3,4 mil mortes de câncer de pulmão e 22.700 - 69.600 mortes por doenças cardíacas entre os não fumantes adultos anualmente nos Estados Unidos
3. Ele provoca sintomas respiratórios em crianças e retarda o seu crescimento pulmonar
4. Ele provoca a síndrome da morte súbita infantil, infecções respiratórias agudas, problemas auditivos, e mais freqüentes e severos ataques de asma em crianças
5. Quase 60% das crianças com idades entre 3 e 11 anos nos Estados Unidos, ou quase 22 milhões de crianças estão expostas ao fumo passivo
6. Não existe um nível sem risco de exposição à fumaça de outro fumante - até mesmo uma breve exposição pode ser perigoso

D. Outras formas do uso do fumo
1. Fumar cachimbo, charuto, e cigarros aumentam o risco de morrer de câncer do pulmão, esôfago, laringe, cavidade bucal
2. O fumo contém 28 agentes causadores de câncer (cancerígenos)
3. O uso de fumo sem fumaça aumenta o risco de desenvolver câncer oral (mastigar)
4. Os adolescentes que usam tabaco sem fumaça são mais susceptíveis de se tornarem fumantes
E. Em vista das evidências dos efeitos nocivos, há boas razões para se abster do fumo

II. Por que os cristãos devem abster-se

A. O efeito em nossos corpos
1. Lembre-se o que a Bíblia ensina
a. Nossos corpos são o templo do Espírito Santo - 1 Coríntios 6:19
b. Nossos corpos foram comprados, e não são nossos - 1 Coríntios 6:19-20
c. Nossos corpos são para glorificar a Deus - 1 Coríntios 6:20
d. Nossos corpos são instrumentos através dos quais podemos servir a Deus - Romanos 12:1-2; 6:13,19
2. Assim, nossos corpos são um reflexo de nossa administração
a. Somos todos administradores da multiforme graça de Deus - 1 Pedro 4:10
b. Nosso dever é ser fiel naquilo que nos foi dado - 1 Coríntios 4:2
c. Seremos julgados pelo modo como usamos o que nos foi dado - Lucas 16:10-12
d. E se alguém pega emprestado o que é seu e age mal (por exemplo, o seu carro?)
3. Anos cortados pelo fumo são oportunidades perdidas para servir e glorificar a Deus

B. O efeito sobre os outros
1. Machucando, ou até mesmo matando-os através do fumo passivo
2. Sobrecarregar financeiramente a família com as contas do hospital
3. Privar a família de sua presença como cônjuge, pai, avô
4. Empobrecendo a igreja e a sociedade dos nossos talentos e serviços
5. Estás matando lentamente a si mesmo e os outros sem mostrar o amor? Por egoísmo?

C. O efeito sobre a nossa influência
1. Somos modelos, para a nossa fé é falado pelos outros - Romanos 1:8; 16:19
2. Nós influenciamos os outros para o bem ou para o mal
3. Podemos dizer como Paulo disse: “Sede meus imitadores”? - Filipenses 3:17
4. Você considerar o efeito que tem sobre a salvação de outros? - 1 Coríntios 10:31-33
5. O fumo ajuda ou atrapalha os esforços para compartilhar Cristo com os outros?

Conclusão:

1. Os efeitos nocivos do fumo tem sido claramente estabelecido
a. A evidência científica é esmagadora
b. Até mesmo nossos corpos nos dizem pela maneira como eles reagem ao fumo
2. Os cristãos têm muitas razões para se abster
a. Por razões de saúde
b. Por razões de ordem espiritual
Para os viciados em nicotina, parar pode não ser fácil. Mas eu acredito que se deve fazer todo esforço para se livrar deste hábito que pode destruir o corpo e a alma

18 de maio de 2010

O Projeto de Deus Para o Sexo
O projeto de Deus para o sexoTexto: Gênesis 1:27-28

Introdução: Deus nos criou para sermos amorosos, relacionáveis, seres sexuais, e quando seguimos o projeto e o propósito de Deus para estas coisas, vamos experimentar a satisfação, realização e prazer.

"Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais" (Jeremias 29:11).

· Deus é bom, e Ele nos ama, e Ele tem bons pensamentos e planos para nós.
· A Bíblia é o modelo - O projeto de Deus para as nossas vidas, em sua infinita sabedoria.
· Projeto definido =
O que planejamos fazer.
Desígnio, tenção, plano, cometimento.
Primeira redação! de uma lei, estatutos, etc., que se submete à aprovação.
Constr. Plano gráfico e descritivo.

Vamos pensar sobre o sexo da maneira como Deus pensa sobre o sexo.

· Todas as idades precisam de saber isso - casados ou solteiros, jovens ou velhos.
· Isso pode parecer estranho para você, que Deus pensa sobre o sexo.
· Deus pensou sobre isso, ele criou, e Ele tem um jeito para que ele funcione.
· Deus disse: "era muito bom" Não deveria ser difícil para nós falarmos sobre sexo.

1. Deus é a favor do sexo

"E criou Deus o homem à Sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra..." (Gênesis 1:27-28).
· As duas mais importantes verdades que aprendemos da Palavra de Deus: Deus nos criou, e nos ama.
· Quando Deus criou Adão e Eva, Ele lhes ordenou que tivessem relações sexuais.
· Deus nos projetou para sermos criaturas sexuais. Ele espera que o sexo seja uma experiência deliciosa.
Provérbios 5:18-19 - Deus encoraja os homens a desfrutar e estar satisfeito com a sua esposa.
Cantares de Salomão – Descreve o amor e o relacionamento sexual entre uma mulher e o marido
I Coríntios 7 – Aos maridos e esposas a Bíblia diz para desfrutar do sexo
· Satanás veio e roubou o que Deus criou, e o sexo é visto como algo sujo ou vergonhoso que você não deveria falar.
· Deus quer que nós conheçamos sobre esse presente maravilhoso, e não aprender sobre ele na TV, nas ruas, em alguma festa de pijamas, ou em um filme pornográfico.

2. Deus criou o sexo para o relacionamento conjugal

"Portanto, deixará o homem o seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e serão ambos uma só carne. E ambos estavam nus, o homem e sua mulher; e não se envergonhavam" (Gênesis 2:24-25).
· O projeto de Deus é um homem e uma mulher em uma relação de casamento comprometidos ao longo da vida.
· O que aconteceria no planeta se todo mundo começasse a seguir o design de Deus?
ü Não haveria mais prostituição, o tráfico de escravos do sexo, adultério, estupro, pedofilia, gravidez na adolescência, a pornografia, culpa, vergonha, medo e dor. Nosso mundo não seria melhor?

3. O sexo fora do casamento é errado:

"Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo? E eu, porventura, tomaria os membros de Cristo e os faria membros de meretriz? Absolutamente, não. Ou não sabeis que o homem que se une à prostituta forma um só corpo com ela? Porque, como se diz, serão os dois uma só carne. Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele.
Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo. Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?" (1 Corintios 6:15-19).
· Sexo não é apenas um ato físico, mas há uma união espiritual - uma alma unida - que ocorre.
· Sexo antes do casamento é errado, porque ele viola a lei do amor.
· 1 Coríntios 13:4 diz: "O amor é paciente." O verdadeiro amor espera!
· Não existe sexo seguro fora do casamento! Claro, talvez você possa se livrar de uma AIDS, de se engravidar, e de outras doenças sexualmente transmissíveis. Mas você não pode proteger seu coração.
· Vamos falar mais sobre os benefícios da espera até o casamento: "Por que esperar?"
Ilustração do guarda-chuvas: os mandamentos de Deus são para nossa proteção.
"Agora, pois, ó Israel, que é que o SENHOR requer de ti? Não é que temas o SENHOR, teu Deus, e andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, para guardares os mandamentos do SENHOR e os seus estatutos que hoje te ordeno, para o teu bem?" (Deuteronômio 10:12-13).
· Por que Deus nos deu Seus mandamentos? Para o nosso próprio bem e proteção!
· Quando você segue o plano de Deus, você está sob o guarda-chuva da proteção.
"Tomará alguém fogo no seu seio, sem que as suas vestes se queimem? Ou andará alguém sobre as brasa, sem que se queimem os seus pés? Assim será o que entrar (dorme) á mulher do seu próximo; não ficará inocente todo aquele que tocar" (Provérbios 6:27-29).
· É preciso reconhecer que há conseqüências para o pecado!
· Quando não seguimos o desígnio de Deus, vamos “ficar molhados" (não sob o guarda-chuvas).

4. Por que Deus criou o sexo?

a. Para produzir a vida: "E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos..." (Gênesis 1:28).
1. Deus nos ordena a ter filhos, povoar a terra. Este é um dos propósitos
b. Para proporcionar prazer: "Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade... Deixe seus seios satisfazê-lo em todos os momentos e sempre extasiado com o seu amor" (Provérbios 5:18-19).
1. Se você for casado, encorajo-vos a ler o Cantares de Salomão - Que descreve uma relação sexual intima entre marido e mulher.
2. A questão é - O sexo não é apenas para fazer bebês, é para seu divertimento, também! (Só no casamento)
c. Para promover a unidade: "Por isso o homem deixará seu pai e mãe e se unirá à sua esposa, e os dois serão uma só carne." (Efésios 5:31).
1. Existe uma unidade, uma intimidade, que se realiza. A Bíblia fala sobre “Conhecer” a sua esposa.
d. Para proteger casais casados: "O marido não deve privar sua esposa de intimidade sexual, que é seu direito como uma mulher casada, nem deve privar a mulher de seu marido... Então faça não privar-se de relações sexuais. A única excepção a esta regra seria o acordo de ambos, marido e mulher que se abstenha de intimidade sexual por um tempo limitado, por isso eles podem dar-se mais totalmente à oração. Mais tarde eles devem se reunir novamente para que Satanás não seja capaz de tentá-los por causa de sua falta de auto-controle" (1 Coríntios. 7:3,5).
1. Uma vida sexual saudável no casamento lhe ajudará a defender contra a tentação.
2. Você descobrirá a frequência!

Uma palavra aos pais:

• Se você não ensinar aos seus filhos, eles serão ensinados por alguém. Duas chaves:
1. Ensiná-los a fazer escolhas de entretenimento sábio
a. Se entra lixo, sai lixo! Guarda o coração.
2. Incentive-os a esperar até que eles se tornem mais velhos, para começar a namorar
3. Estatisticamente:
a. Os que começam a namorar aos 12 anos, 91% são sexualmente ativos antes do casamento.
b. Os que começam a namorar aos 14 anos, 56% são sexualmente ativos antes do casamento
c. Os que esperam até os 16 anos, apenas 20% são sexualmente ativos antes do casamento.

Conclusão:

  • Deus é a favor do sexo. Deus criou o sexo para o relacionamento conjugal. O sexo pré-marital é errado.
  • O sexo no casamento é para a produção da vida, proporcionar prazer, promover a unidade, e proteger os casais.
  • É importante falar sobre amor, sexo e relacionamentos, e conhecer o desígnio de Deus.

15 de maio de 2010

Como Deus Pode Ajudar a Sua Família
Como Deus pode ajudar a sua famíliaTema: Família

Texto: Salmo 127

Introdução: Nos próximos minutos eu estarei falando sobre família
A sua família pode não ser a melhor família, mas é toda a família que você tem
Não há lugar como o lar
Viagem de férias ou trabalho
É sempre bom voltar para casa, a casa onde sua família está.
Vamos meditar no Salmo 127 nesta noite, ele no diz o que Deus pode fazer por nossas famílias

Se temos famílias fortes, teremos uma comunidade forte
O salmista menciona pelo menos três coisas que Deus pode fazer por nossa família

I. Deus pode nos ajudar a construir as nossas famílias. V. 1.

A. O autor não está falando sobre a construção de um abrigo, mas sim uma família
B. No início dos tempos Deus estabeleceu a família
1. Depois de criar a terra e o homem
2. O homem deu nome aos animais e procurou companheira adequada
3. Adão não encontrou uma - Gênesis 2:22 “E da costela que o Senhor Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe a Adão”.
C. Ele criou Eva para que o homem não estivesse sozinho
D. Eles formaram uma família e então Deus disse-lhes para serem fecundos e multiplicar
E. O ponto é, se quiser uma base adequada para uma família, consulte o Mestre construtor.
F. Para que qualquer estrutura seja forte, deve ter uma bom fundação
G. A Cidade do México fica danificada completamente sempre que há um Terremoto em qualquer lugar próximo a ela
H. Foi construída em um leito de lago seco
I. O chão treme, é como gelatina, muitas casas são destruídas / Danificadas
J. Da mesma maneira é com as nossas famílias,
K. Se não temos uma boa base quando o problema vem
1. Nossas famílias se fragmentam
L. Como é que Deus nos ajuda a construir nossas famílias?
1. Batendo com uma varinha mágica em você e seu cônjuge e magicamente transformando tudo?
2. Ou sobre os filhos e torná-los as crianças melhores?
a. Ao contrário, ele nos dá instruções
b. Faz sentido, se ele criou a família, ele sabe o que é bom para a família
c. Sim, existem algumas instruções para lidar com a unidade da família
d. Mas, em geral essas instruções tratam da família da igreja
i. Igreja como um grupo de crentes.
e. A família é a igreja em miniatura
i. Igreja é composta de pessoas que são diferentes
ii. O NT nos ensina como viver bem com aqueles que são diferentes
a. Assim como as pessoas da nossa família
b. Pode ser nascido da mesma mãe, mas pode ser diferente como a noite e o dia
M. No Novo Testamento aprendemos sobre o perdão
1. A história do pai, que aceitou seu filho arrependido depois que ele saiu de casa e gastou toda a herança dele
2. Nós aprendemos sobre o amor sacrificial que devemos ter uns pelos outros
3. integridade pessoal
4. A abnegação, desprendimento
a. Colocar as necessidades dos outros, primeiro do que as nossas

II. Deus pode nos ajudar a sustentar as nossas famílias. V. 2

A. Deus não provê o alimentos para a família, enviando-lhe do céu
1. Em vez disso, é através do bom e velho trabalho!
2. Ele nos diz que devemos sustentar as nossas famílias ganhar a vida de maneira boa e honesta
B. O versículo 2 descreve dois tipos de pais que tentam sustentar as suas famílias
1. Primeiro; o que não consegue dormir a noite porque ele não está contente com o que tem
a. Ele trabalha longas horas para sustentar a família com os luxos da vida
b. Eclesiastes. 5:10-12
2. Segundo; o que consegue dormir à noite, não porque ele é preguiçoso
a. Porque ele está contente com o que tem
b. Ele trabalha para sustentar a família com as necessidades da vida
i. Ele se contenta com isso.
ii. A Bíblia nos diz que precisamos saber a diferença entre os luxos e necessidades
iii. Ao contrário do que você pode ouvir de seus filhos
a) Eles não precisam de roupas de marca
b) Muitos brinquedos
c) Ou uma piscina
c. Eles precisam de um teto sobre suas cabeças
a) Eles precisam de comida na mesa
b) Roupas em suas costas
c) Eles precisam da nossa orientação e bom exemplo
d) Eles precisam saber que são importantes para você.
e) Estas são as necessidades
d. Se alguém pode fornecer tanto as necessidades e os luxos para as crianças, ótimo
a) Mas, a maioria dos pais tem que fazer uma escolha.
b) Não seja como o primeiro pai mencionado no verso 2
1. Seja como o segundo
e. Dar às crianças o que eles precisam, em vez de o que eles querem
f. Deus pode sustentar as nossas famílias

III. Deus pode me ajudar a criar minha família. V. 3

A. Este versículo descreve o valor das crianças
B. Eles são uma herança, e não um obstáculo
1. A bênção, não um fardo
C. Muitos vão argumentar crianças é caro
1. Você pode não ser capaz de conduzir o carro que você quer
2. Você não pode pagar a casa que você quer viver
3. Pode não ser capaz de viajar tanto quanto quiser
D. A Bíblia diz que eles são uma herança, uma bênção. V. 4
E. Uma grande analogia em relação ao ensino dos filhos
1. Quando é que um guerreiro influencia mais a direção da sua flecha?
a. Depois que ele atirou? NÃO!
2. Antes de disparar
3. O melhor tempo para ensinar as crianças os valores de Deus é quando eles são novos.
a. Jovens e impressionáveis.
F. Seja um bom exemplo para eles
1. Ensina-lhes a Bíblia não somente por palavras
a. Mas por ações

Conclusão: Deus pode fazer muito para as nossas famílias
Ele pode ajudar a construir as nossas famílias
Ele criou a família, ele saber o que é bom para ela
Ele nos deixa os princípios bíblicos para construir uma família
Ele nos ensina sobre o perdão
O amor sacrifical para com os outros
A colocar as necessidades da nossa família em primeiro lugar em vez das nossas
Ele pode sustentar as nossas famílias
Ele não o faz com um aceno de varinha mágica tornando-nos pais perfeitos / crianças perfeitas
Ele diz que devemos sustentar nossa família através do trabalho honesto
E que devemos saber a diferença entre necessidade e luxo
Não vamos sacrificar nossa família para um extra que nós realmente não precisamos?
Não vamos sacrificar a família, para que possamos ter bom carro, casa grande?
Ele pode nos ajudar a criar as nossas famílias
As crianças são um patrimônio, não um obstáculo
Devemos ensiná-los a respeito de Deus não apenas com palavras, mas, com exemplo

Convite: Talvez após a compreensão deste Salmo esta noite
Você acha que é tarde demais para a sua família, Deus não pode nos ajudar agora
Se tiver crianças pequenas ainda têm a oportunidade de influenciá-los
não deve ficar preso no passado, cometeu erros, todos nós cometemos
Comece hoje deixando Deus edificar a sua família
Se você tem filhos mais velhos ainda não é tarde demais
Comece hoje mudando a sua vida
Eles vão notar a diferença

Pr. Aldenir Araújo
Você é Feliz?
Você é Feliz?Texto: I Coríntios 13.13

Introdução: Estamos vivendo um momento na história da raça humana, de que o conceito de felicidade está mais do que materializado. A mídia, os meios de comunicação passam, transmitem para as pessoas que a felicidade está em ter coisas materiais, dinheiro, fama, poder, status social, influência, cultura intelectual, capacidade de ascensão na escala social e tantos outros valores, puramente humanos, passageiros, efêmeros e fugazes! A felicidade estaria realmente nestas coisas? É possível ser feliz sem elas? O que é ser feliz? Onde encontrar a felicidade? Estas e tantas outras perguntas estão na mente das pessoas!

No entanto, gostaria de propor nesta reflexão os fatores para uma vida feliz, independentemente dos valores defendidos pela sociedade em que vivemos! Que fatores seriam estes para uma vida feliz?

O apóstolo Paulo abordou com muita propriedade a respeito destes valores! Ele disse: “Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor”. ( I Co 13.13). O primeiro fator para uma vida feliz é:

I. A fé

É importante esclarecer que esta fé não é mística, esotérica, ocultista ou supersticiosa! Absolutamente não! Esta fé é originada em Deus e dirigida para Ele mesmo. A fé de que nos fala o autor aos Hebreus: “Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos. Pois foi por meio dela que os antigos receberam bom testemunho”. ( Hb 11.1-2). Esta fé exerce funções extraordinárias na vida de todo e qualquer ser humano que dela se apropriar.
A. A fé leva o ser humano a explorar o desconhecido. Na epístola aos Hebreus, no capitulo onze estão registrados testemunhos tremendos e extraordinários de pessoas que exploraram o desconhecido e venceram pela fé.
B. A fé cria valores que, apesar de invisíveis, condicionam a vida das pessoas e da sociedade. A fé gera a obediência a Deus, expressa na Sua Palavra, logo, proporciona sentido à vida e evita que a sociedade se desintegre pela vingança, pelo ódio e destruição.
C. A fé reduz as tensões da vida. Quantas vezes somos sacudidos pelos vendavais da vida? Muitas vezes ficamos sem rumo, sem saber o que fazer, mas, eis que a fé acende uma chama de vigor e entusiasmo em nossos corações, e em questão de segundos, retornamos à normalidade, crendo que o Deus da nossa fé é maior do que os nossos problemas. Como bem explicitou o profeta Isaías: “Mas aqueles que esperam no SENHOR renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam”. (Isaías 40.31).
D. A fé funciona como elemento de integração da vida. Quantas pessoas viviam confusas, desorientadas, sem sentido, no entanto, a fé produziu uma verdadeira integração em sua personalidade! Hoje, são pessoas felizes, integradas e realizadas.
E. A fé nos direciona para um relacionamento vivo, pessoal, com o Deus Criador, Sustentador, Todo Poderoso, e que age na vida das pessoas. Jó ao chegar ao final do seu sofrimento, deixou este testemunho a respeito da ação de Deus na sua vida: “Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram. Por isso menosprezo a mim mesmo e me arrependo no pó e na cinza". (Jó 42.5-6).
A felicidade está estritamente relacionada à fé que se origina em Deus e é direcionada para Ele mesmo. O segundo fator é:

II. A esperança

As pessoas, as famílias, as comunidades, as cidades, os estados, os países, o mundo, tornaram-se reféns do medo, do pavor, da insegurança. Não é preciso viver numa cidade grande, ou numa grande metrópole, para se viver tenso, inquieto, com medo. O medo, o terror, tem-se alastrado e as pessoas têm perdido a esperança. Ninguém se sente mais seguro em lugar algum! A desilusão vai ganhando os corações das pessoas nos políticos, nas instituições e em todos que exercem alguma forma de poder sobre as pessoas. Os que lêem as revistas de maior circulação no País sabem dos escândalos, da corrupção, da violência, da inversão de valores que imperam em nosso País. O que fazer? Há esperança em meio ao caos em que nos encontramos?
A. Do ponto de vista humano, esta esperança é sofrível e em muitos casos está descartada.
B. No entanto, do ponto de vista de Deus é perfeitamente possível, encontrar, ter e alimentar a esperança! Mesmo porque, em Deus mesmo está a esperança. “Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo”. (Rm 15.13).
C. A esperança mantém dentro de nós a chama da certeza de que nem tudo está perdido, visualizamos dias melhores, por isso prosseguimos em nossos ideais, mesmo enfrentando obstáculos, mas sempre convictos de que a vitória virá. O outro fator é:

III. O amor

Muito se tem falado e escrito sobre o amor, mas, infelizmente, pouco se tem vivido o amor. Os conflitos na vida conjugal, familiar, nos relacionamentos interpessoais seriam resolvidos, sanados, superados se o amor estivesse plantado nos corações. Aliás, o apóstolo Paulo no seu poema a respeito do amor assim ele se expressou: “Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me valerá”. (I Coríntios 13.1-3).

É o amor que dá sentido à vida e ao que realizamos. Sem amor verdadeiro, tudo cai no vazio, fica sem sentido e sem propósito. O próprio Senhor Jesus Cristo sintetizou toda a lei, no amor a Deus, a si mesmo e ao próximo. “Respondeu Jesus: Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo”. (Mateus 22.37-39). No amor a Deus, a si mesmo e ao próximo, estão fundamentadas as dimensões básicas da vida. É preciso cultivar uma relação vertical, no amor a Deus. Uma relação em profundidade, consigo mesmo e uma relação horizontal, saudável com o próximo, que é o resultado da nossa relação com Deus e com nós mesmos.

É preciso que este amor seja vivenciado na família, na sociedade no trabalho; em suma, no nosso viver diário, uns com os outros; na aceitação, no respeito, na valorização, no cuidado, na harmonia, na paz e na busca do bem do outro, como nosso próximo, nosso semelhante. Não existe poder mais contagiante, mais curativo do que o amor.

Conclusão: Há uma incessante busca pela felicidade! Todos querem ser felizes, até mesmo aqueles que estão vivendo em situações as mais adversas! No entanto, a felicidade pode ser vivenciada quando estes fatores estiverem bem fundamentados em nossas vidas: A fé, a esperança e o amor!

Que a sua caminhada seja pautada por estes três fatores abordados pelo apóstolo Paulo quando disse: “Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.” (I Coríntios 13.13).

O Novo Testamento nos diz onde se encontra a verdadeira felicidade: se encontra na pessoa de Jesus Cristo. Quando conhecemos a Cristo como nosso Senhor e Salvador, conhecemos e desfrutamos do significado e propósito desta vida.

O que você precisa para ter uma vida feliz e abençoada é de um encontro transformador com Jesus. Tenha hoje um encontro pessoal com Cristo pela fé.

Pr. Carlos Jones B. Schildt

12 de maio de 2010

O Que Fazer Para Viver Bem
O que fazer para viver bemTexto: Salmo 121

Introdução:

A. Todos nós estamos sujeitos a situações que fogem ao nosso controle. Elas podem ser criadas...
1. Pelo Diabo, para nos tentar;
2. Por nós mesmos por causa da transgressão;
3. Ou por Deus, para nos provar.
B. Em qualquer dessas situações precisamos da ajuda de quem realmente pode (Ex. Davi x Golias).

O que o homem pode fazer para viver bem apesar das lutas?

1. Valer-se do socorro do Senhor. Salmos 121

A. É ininterrupto. Ele não cochila nem dorme
B. É pessoal. “O Senhor é Quem te guarda”
a) Com exceção dos versos 1 e 6, os demais dão ênfase à ação direta do Senhor.
b) Confira. Romanos 8.26,27 nos ensina que a fé reconhece a ajuda pessoal do Espírito Santo que Ele habita em nós. Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira com gemidos inexprimíveis. E Aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos.”
C. É sem limites:
a) Para o corpo. V. 6
b) Para a alma. V. 7
c) Contra todo mal. V. 7: Ao passarmos pela adversidade, no Senhor sairemos vencedores.
d) Em qualquer situação. V. 8
e) Para sempre. V. 8

2. Manter a Esperança no Senhor

A. Alimentar-se das promessas de Deus. “Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis” – II Cr 20.20
B. Descansar nas promessas de Deus. “Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo: não te deixarei, nem te desampararei” – Josué 1:5
C. Andar de acordo com as promessas de Deus. Hebreus 11
D. Proclamar as promessas de Deus

3. Ser ovelha do Senhor. Salmos 23

A. Governado pelo Senhor
B. Guiado pelo Senhor
C. Suprido pelo Senhor
D. Protegido pelo Senhor
E. Obedecendo ao Senhor
F. Amando ao Senhor
G. Confiando no Senhor

Conclusão

1. Ele fez o céu e a Terra – é poderoso para fazer qualquer coisa que precisemos
2. Ele te livrará de vacilar – “Os que confiam no Senhor são como o Monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre” – Salmos 125:1

11 de maio de 2010

Uma Igreja de Olhos Secos em um Mundo Inclinado Para o Inferno
Uma igreja de olhos secos em um mundo inclinado para o infernoTexto: Lucas 19:37-45

Introdução:

1. A vida cristã é para ser transbordante de alegria em abundância.
A. Um cristão tem alegria inefável - 1 Pedro 1:8.
a. Por trás das lágrimas, debaixo de nossas lutas, permanece a alegria.
2. Mas, a vida cristã é também uma vida de prantos e luto.
A. Somos informados de que há "tempo para rir e tempo para chorar" - Eclesiastes 3:4.
3. Três vezes a Bíblia diz que Jesus chorou:
a. No túmulo de Lázaro - João 11:35.
b. No Getsêmani, antes de sua traição - Hebreus 5:7.
c. sobre Jerusalém - Lucas 19:41.
4. O que foi que partiu o coração de Jesus quando ele olhou para a cidade?
A. O que foi que o levou a tanta compaixão que ele chorou?
a. Ele chorou sobre o pecado.
b. Três verdades levaram Jesus chorar sobre a cidade de Jerusalém.
5. Vamos olhar para cada verdade e perguntar a nós mesmos, “não me incomoda essa verdade?”
B. Se eu sou um verdadeiro seguidor de Cristo, então o que partiu o coração de Jesus deveria partir o meu.
C. Ao examinar essas verdades, é preciso considerar, se realmente temos uma semelhança com Jesus?
a. Precisamos perguntar: "Não nos sentimos como Jesus se sentia?"

1. Religião sem realidade

A. Jesus chorou por causa da religião superficial de seu povo.
1. No dia desse evento as pessoas estavam alegres e estendendo ramos de palmas diante dEle.
2. Eles estavam dizendo - versículo 38.
a. Era um dia de alegria e esplendor.
b. Mas, no meio de tudo isso, Jesus chorou.
B. Jesus viu a superficialidade da sua religião.
1. Ele viu uma multidão que tinha uma religião que estava vazia da realidade.
a. Eles tinham celebração, pompa e ritual, mas não a Deus.
b. Eles tinham forma, mas não a força.
2. Ele sabia que a multidão que gritava "Bendito o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas!" Dentro de poucos dias estariam chorando "Crucificai-o! Crucificai-o!"
C. Os fariseus e saduceus do tempo de Jesus, os povo mais religiosos de sua época, nunca tinha realmente conhecido a ele - Mateus 7:21, 22.
1. Eles tinham a pregação, oração, poder e performance.
a. Mas eles não tinham Jesus - Mateus 7:23.
D. Quando Jesus olhou para a sua religião, que era sem realidade e força partiu seu coração.
1. E nós?

2. Oportunidade sem observância

A. Jesus chorou sobre a oportunidade passando diante do Seu povo - Lucas 19:41, 42.
1. Que oportunidade essas pessoas tinham!
a. O Senhor Jesus Cristo, o Rei da glória, estava chegando, e eles não estavam prontos para recebê-Lo.
B. Especialmente neste dia em que deveriam ter conhecido - Lucas 19:42.
1. A oportunidade mais gloriosa de todos os tempos estava passando por eles.
a. Se Jesus olhar para as nossas cidades e as oportunidades perdidas, que temos deixado passar Ele choraria sobre nós!
C. Jesus sabia que um julgamento em pouco tempo estava para vir sobre o povo.
1. Deus dá a oportunidade, mas quando ela é rejeitada, ele dá julgamento.
a. Jeremias chorou sobre Jerusalém e Judá.
i. Advertiu-os do julgamento e ele não quiseram ouvir.
ii. O exército babilônico veio, cercou a cidade e tirou das pessoas os seus alimentos.
1. O julgamento veio.
D. A oportunidade está passando rapidamente diante de nós.
1. O mundo está cheio de embriaguez, drogas, vícios, adultério, fornicação e perversão de todos os tipos.
2. Nós estamos indo para longe de Deus.
3. Ele nos deu a oportunidade, mas ela está passando.
a. Em seguida, vem o julgamento.
E. Se Jesus olhar para nós hoje, nossas igrejas, e a tendência mundial em seguir o pecado, Ele chora!
1. A oportunidade da juventude está passando - Eclesiastes 12:1.
a. Estima-se que apenas 8% das pessoas que são salvas, são salvas após a idade de 20 anos.
b. Muitas vezes nós, como pais falamos para aqueles que estão tentando ensiná-los o evangelho que nós não queremos que nossos filhos sejam manipulados, ou que a religião seja imposta sobre eles.
i. Quando completam 17, 18 ou 19 e estão vivendo em drogas, ou na prostituição, queremos trazê-los para o pastor e dizer: "Você não pode fazer algo por ele?"
c. Quando fazemos essas coisas sufocamos a Palavra ao ponto de ela não cortar mais, penetrar, ou afetar nossas vidas - Hebreus 4:12.
2. A oportunidade de vida está passando - Salmos 89:48.
a. Nós pensamos que somos jovens, e a morte está longe, distante.
i. Faça um passeio em um cemitério e leia as lápides.
1. Você pode ser surpreendido com o número de jovens que estão lá.
ii. Leia os jornais e veja o número de pessoas que morreram na plenitude da vida.
2. Mais pessoas morrem com suas roupas de rua do que com os seus pijamas.

3. Calamidade sem preocupação

A. Neste texto, vemos o julgamento latente - Lucas 19:43, 44.
1. O julgamento estava chegando, mas eles não sabiam disso.
a. Eles estavam vivendo em uma época de paz e tranquilidade.
b. Mas Jesus olhou através do túnel do tempo e viu o julgamento que eles não podiam ver.
B. Eu me pergunto se Jesus não vê o julgamento do mundo.
1. Lembre-se, após a oportunidade, o juízo.
C. A igreja no século 21 é uma "Uma igreja de olhos secos em um mundo inclinado para o inferno"
1. Você sabe o que há de errado com o mundo e a igreja de hoje? Resposta: Não lágrimas!
D. Eu li a história de um obreiro que escreveu uma carta ao pastor e perguntou: "Nós tentamos de tudo para trazer o avivamento sem resultados. Nós oramos, jejuamos, pregamos, mas o avivamento não veio. O que devemos fazer? "O pastor escreveu de volta: "Tente lágrimas".
1. "Nós não teremos avivamento até que tenhamos o Sr. Amém e a Sra. Olhos molhados de volta no banco da igreja"
a. Quando foi a última vez que você chorou por uma alma hipotecado ao diabo?
E. Muitos de nós têm filhos e outros entes queridos fora da igreja.
1. Quando foi a última vez que você realmente derramou lágrimas por essa pessoa?
2. Quando foi a última vez que você baixou suas mãos e joelhos e orou pela sua salvação?
a. Se não tens a resposta para qualquer destas perguntas, nós podemos ter a resposta para a sua condição perdida.
b. Algum dia vai ser tarde demais para chorar, talvez já seja.

Conclusão:

1. Vamos orar para que as coisas que partiu o coração de Jesus, também parta o nosso.
2. Vamos lutar para ter uma religião que é real.
3. Vamos procurar aproveitar as oportunidades que surgem em nosso caminho.
4. Vamos começar a mostrar preocupação real pela calamidade dos perdidos.

10 de maio de 2010

Uma Mãe de Grande Fé

Texto: Mateus 15:21-28 - Marcos 7:24-30

Introdução: Hoje nos reunimos não só para comemorar o Dia do Senhor, mas também para homenagear alguém muito importante para todos nós - mãe.

A Bíblia está cheia de histórias de mulheres que foram mães. Muitas delas pareciam ser boas mães, porém nem todas elas eram boas mães.

Jesus disse que apenas duas pessoas tinham "grande (grego mega) fé". Ele disse que um centurião romano que queria que seu servo fosse curado tinha "grande fé" (Mateus 8:10). A outra pessoa que Jesus disse isso também é a mãe em nosso texto de hoje. Esta é uma mãe que tinha "grande fé". 

O cenário para a nossa história é em encontrados em Mateus 15:21 e Marcos 7:24.
Marcos 7:24 “E, levantando-se dali, foi para os territórios de Tiro e Sidon. E entrando numa casa, queria que ninguém o soubesse, mas não pôde esconder-se”.

Jesus levou seus discípulos com ele para ficar longe por um tempo. Todos os motivos são especulados porque Ele entrou em uma área de gentios:
  • Para fugir da pressão dos que queriam fazê-lo rei.
  • Para fugir de Herodes Antipas, que queria prendê-lo.
  • Para fugir dos líderes religiosos judaicos que queriam vê-lo morto.
  • Para ficar longe por um tempo de descanso e ficar a sós com o discípulos.
Por alguma razão, ele se retirou e não quer ser incomodado.

No entanto, como o perfume trai a si mesmo, então, Ele cujo nome é perfume derramado não pode se esconder.

Uma mãe Gentia veio a Jesus em nome de sua filha.

Uma mãe cristã deve ser uma mulher de grande fé.

I. Uma boa mãe se preocupa com o bem-estar de seus filhos. V. 22.

A. Uma coisa é por demais evidente que esta mãe está preocupada com a sua filha. B. Mateus diz que sua filha estava "miseravelmente endemoninhada" (Mateus 15:22). C. Marcos descreve a filha como tendo um "espírito imundo" (Marcos 7:25).
1. Note no versículo 22, que ela implora a Jesus que "tenha misericórdia dela" ajudando sua filha. Acho que vendo sua filha naquele estado a havia afetado muito.
2. Normalmente, quando uma criança sofre, os outros membros da família também sofrem, especialmente a mãe.
3. A mãe é geralmente aquele que fica em casa e cuida da criança doente, ou fica com elas no meio da noite, ou fica com elas no quarto de hospital, dormindo em uma cadeira desconfortável...
4. Acho que a palavra "mãe" está intimamente associada com as palavras como amor, respeito, compaixão e proteção nas mentes da maioria das pessoas.

II. Uma boa mãe vai fazer tudo o que puder para ajudar os seus filhos. V. 21.

A. Ela estava disposta a ir muito longe em busca de ajuda. 1. Não é dito exatamente onde ela vivia, acreditamos que ela vivia na área de Tiro e Sidon. Tiro e Sidon estavam cerca de 25 milhas de distância e estavam localizadas na costa norte da Galileia. Então, ela pode ter viajado cerca de 25 quilômetros para ir ver Jesus.
2. Isso é muito longe nesse dia e idade para viajar para ver alguém que você apenas ouviu falar.
B. Ela estava disposta a deixar de lado as barreiras religiosas. 1. Ela era uma gentia, pagã, um produto da antiga adoração de Baal Cananeu.
2. Ela provavelmente adorava Astarte e outras divindades pagãs que eram populares naquela época.
C. Ela estava disposta a deixar de lado os obstáculos culturais.
1. Marcos 7:26 nos diz que a mulher era siro-fenícia.
2. Não havia nenhum amor perdido entre os judeus e os fenícios.
Suponho que a inimizade entre os dois grupos começou quando Deus mandou Israel "destruir totalmente" todos os povos desta região, em Deuteronômio 7:2.
Naturalmente, devido ao pecado e à desobediência, Israel não os destruiu totalmente.
Josefo afirma que o povo de Tiro são "os nossos piores inimigos".
Josefo também escreveu que, quando os judeus se rebelaram contra Roma, o povo de Tiro, matou e aprisionou muitos judeus.
A mulher era, portanto, uma dos maiores inimigos de Israel.

Então, essa mãe viajou certa distância e deixou de lado tanto as barreiras religiosas como as barreiras culturais para obter a ajuda necessária para sua filha.

III. Uma boa mãe coloca a sua fé em Jesus Cristo.

A. Uma boa mãe vai reconhecer Jesus quem Ele realmente é.
1. Uma boa mãe reconhecerá Jesus como Senhor. V. 22 - Ao se dirigir a ele como "Senhor" ela estava reconhecendo-O como Aquele que é supremo em autoridade, e como o soberano e onipotente.
2. Uma boa mãe reconhecerá Jesus como o Filho de Davi. V. 22 - Ela percebeu que Jesus era realmente o Messias prometido aos judeus.
B. Uma boa mãe vai a Jesus (o único que pode realmente ajudar). 1. Esta mãe foi ao Senhor, Jesus Cristo.
2. O fato de ela ter ido a Jesus neste momento é uma indicação de que ela estava desiludida com seus ídolos e crenças pagãs.
3. Ela aprendeu que os deuses pagãos não eram reais. Salmos 135:15-18 “Os ídolos dos gentios são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam, têm olhos, mas não vêem, têm ouvidos mas não ouvem, nem há qualquer respiração em sua boca. Os que fazem são como lhes: isso é todos os que neles confiam”.
4. Ela virou as costas para os ídolos pagãos e colocou sua fé completa em Jesus Cristo como seu Senhor e Messias.

IV. Uma boa mãe vai persistir em obter ajuda para seus filhos. V. 23-28.

A. Ela foi até Jesus e pediu ajuda, mas as coisas não pareciam estar dando certo à primeira vista. Observe a sequência de eventos novamente.
1. Ela pediu a Jesus para ajudar sua filha. V. 22.
2. Jesus não lhe respondeu. V. 23.
3. Os discípulos pediram a Jesus que a mandasse embora. V. 23.
4. (Isto pode ser um pedido para ir em frente e curá-la ou simplesmente mandá-la embora com a cura de sua filha ????).
5. Jesus disse aos discípulos que o Seu ministério era principalmente para os judeus. V. 24.
6. Ela, então, cai prostrada diante dele e pede novamente. V. 25.
7. Ele agora se dirige a ela pela primeira vez e diz a ela que não é licito dar a comida dos filhos a um cão. (A palavra grega aqui é um animal doméstico).
8. Agora, neste ponto, eu acho que a maioria das pessoas teriam desistido e se retirado. Alguns teriam se tornado amargos ou ressentidos de que ele não iria ajudar.
9. Mas, esta mãe não desistiu...
10. Ela pediu um pouco de migalhas da mesa do mestre. V. 27.
11. Jesus ficou impressionado com a sua fé e curou sua filha. V. 28.
- Alguns dizem que Jesus foi deliberadamente rude e teria insultado esta mãe. No entanto, eles não dizem porque ele reagiu dessa maneira.
Eu acredito que Jesus nunca fez nada sem amor ou sem um propósito divino.
Ele falava de maneira direta aos fariseus, mas às vezes dizendo que a coisa difícil é a coisa amorosa a fazer.
Parece melhor tomar isso como Jesus testando essa mulher e ensinar os discípulos uma lição ao mesmo tempo.
- Ele quis ensinar seus discípulos o que e fé genuína em comparação com fé superficial daqueles que só seguia pelo que poderiam obter...
- Ele queria desenvolver sua fé, e para ela ver que tipo de fé ela realmente tinha.
O silêncio ou "não" em resposta aos nossos pedidos não são fáceis de lidar, mas podem nos ajudar a crescer e revelar-nos algumas coisas sobre a nossa fé e confiança no Senhor.
A mãe obedeceu Mateus 7:7. “Pedi, e dar-se vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se vos-á”
Esta mãe continuou buscando, procurando, e batendo, até que o Senhor lhe respondeu.
Agradeço ao Senhor por mães como esta.
Já ouvi inúmeras histórias de pessoas que foram salvas devido a uma mãe orando por eles, às vezes por muitos anos.

Conclusão:

A. Uma boa mãe se preocupa com o bem-estar de seus filhos. V. 22.
B. Uma boa mãe vai fazer tudo o que puder para ajudar os seus filhos. V. 21.
C. Uma boa mãe coloca a sua fé em Jesus Cristo.
D. Uma boa mãe vai persistir em obter ajuda para seus filhos. V. 23-28.