A Epístola de Judas – Parte 4

A Epístola de Judas – Parte 4
Texto: Judas 8-16, 19

Introdução: Até agora nesta epístola, temos notado que Judas...
a. Exortou seus leitores a "a pelejar pela fé" – v. 3
b. Fez menção de "homens ímpios" que "se introduziram furtivamente" Judas 4
1) Homens que "convertem em dissolução a graça de nosso Deus"
2) E que "negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo"
c. Recordou-lhes exemplos da justa condenação de Deus no passado – v. 5-7
1) A nação de Israel no deserto
2) Os anjos que pecaram
3) As cidades de Sodoma e Gomorra
 
No sermão desta noite, queremos considerar a descrição de Judas desses "sonhadores imundos".

I. Eles "blasfemam das dignidades" (8-11)

A. "blasfemam das dignidades" (8-9)
1. A palavra "dignidades" pode se referir a seres angélicos, ou aqueles em posições de autoridade.
2. Em ambos os casos, esses homens não hesitaram em blasfemar.
3. Para ilustrar a loucura de seu comportamento, a disputa sobre o corpo de Moisés é apresentada:
a. Miguel, o arcanjo, não ousou fazer uma acusação de maldição contra o diabo.
b. Dizendo apenas "O Senhor te repreenda"
c. Quão tolo, então, para esses "sonhadores" falar mal dos que estão na autoridade
B. "blasfemam de tudo o que não entendem" (10-11)
1. Sem medo de blasfemar das dignidades, eles não hesitam em falar mal de coisas de que não sabem nada!
2. E o que eles sabem naturalmente, na medida em que se corrompem! “Mas estes, como criaturas irracionais, por natureza feitas para serem presas e mortas, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção” (2 Pedro 2:12)
3. Ao se conduzirem desta maneira.
a. Eles seguiram o caminho de Caim
1) Cujas obras eram más – 1 João 3:12
2) Que não agiu por fé - Hebreus 11:4
b. Eles incorreram gananciosamente no erro de Balaão com fins lucrativos
1) Que amou o salário da injustiça - 2 Pedro 2:15-16
2) Que colocou um tropeço diante dos filhos de Israel - Apocalipse 2:14
c. Eles morreram na rebelião de Coré
1) Uma rebelião que estava abertamente contra Moisés e Arão. Números 16:1-45
2) Mas era realmente contra o próprio Senhor - Números 26:9

II. Eles "contaminam a carne" (12-15,19)

A. Eles eram "manchas" nas festas do amor. V. 12
1. Eles "apascentam a si mesmos sem temor"; eles também eram "sensuais"
2. Eles aproveitavam a hospitalidade dos irmãos para se envolverem em seus pensamentos lascivos.
3. Eles eram "sensuais" em vez de serem espirituais.
B. A depravação deles é ilustrada. (12-13)
1. "nuvens sem água, levadas pelos ventos"
a. Oferecendo promessa de bênção
b. Mas não deixando nenhuma
2. "são árvores sem folhas nem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas"
a. Estéril quando o fruto deve ser esperado
b. Mas, pior ainda, sem frutificação porque estão mortos e isolados de qualquer fonte de alimento
3. "ondas furiosas do mar, espumando as suas próprias torpezas"
a. Assim, suas vergonhas surgem com suas palavras e comportamento
4. "estrelas errantes, para as quais tem sido reservado para sempre o negrume das trevas"
a. Brilham por um momento
b. Mas sem direção ou órbita, eles acabarão por desaparecer para sempre!
C. A condenação deles foi profetizada há muito tempo. (14-15)
1. Por Enoque, o homem "que andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou" - Gênesis 5:24
2. Enoque profetizou a vinda do Senhor ...
a. Vindo com dez milhares de Seus santos - 1 Timóteo 3:13; 2 Tessalonicenses 1:7
b. Vindo para executar juízo - 2 Tessalonicenses 1:8-9
c. Vindo para convencer todos os que são ímpios.
1) De seus atos ímpios cometidos de uma maneira ímpia
2) Das coisas faladas contra o Senhor por pecadores ímpios

III. Eles "desprezam a autoridade" (16,19)

A. Evidenciado pela forma como falam.
1. Vimos que eles eram rápidos para blasfemar, contrariamente ao ensinamento apostólico
2. A descrição de Judas deles como "murmuradores, queixosos" também mostra uma falta de respeito pela autoridade apostólica - 1 Coríntios 10:10; Filipenses 2:14
3. O uso da lisonja também foi condenado pelos apóstolos. Romanos 16:17-18
B. Evidenciado pelo jeito que eles andam.
1. "andando segundo as suas concupiscências", como "pessoas sensuais", claramente era uma rejeição da autoridade apostólica e do ensino - 1 Pedro 2:11; 1:14
2. O mesmo era verdade em "causar divisões" Romanos 16:17-18
 
A última frase do verso 19 resume verdadeiramente a condição desses "sonhadores imundos": "... não tendo o Espírito". Eles "contaminam a carne, rejeitam a autoridade e blasfemam ..." - Judas 8. Eles demonstram que estão andando "de acordo com os desejos da carne", não "de acordo com o Espírito" - Gálatas 5:16-23
 
O fim destes "sonhadores ímpios" está claramente indicado nas Escrituras ... Como enfatizou o apóstolo Paulo: "aqueles que praticam tais coisas não herdarão o reino de Deus" - Gálatas 5:21 Como afirmado por Pedro: ". ... para quem a escuridão das trevas está reservada para sempre". - 2 Pedro 2:17. Como disse Judas: "... para as quais tem sido reservado para sempre o negrume das trevas" - Judas 13

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

A Universidade da Biblia preparou um Kit com mais de 2.000 Ilustrações, Esboços e Sermões! Um Acervo com Ilustrações e Sermões Valiosos! Grandes sermões! Ilustrações selecionadas! Esboços detalhadamente prontos!

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para adquirir seu KIT.

A Epístola de Judas – Parte 4 Reviewed by Aldenir Araujo on domingo, dezembro 04, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.