A morte de um servo de Deus – Fúnebre

A morte de um servo de Deus – Fúnebre
Esboço de sermão para culto fúnebre

Texto: Salmo 116:17 – 2 Coríntios 4:16 – 5:10

Introdução: Nós que aqui estamos, nos encontramos diante do corpo de quem em vida foi um irmão muito amado; nosso querido irmão............., um santo servo de Deus

E nós aqui estamos para cumprir, pelo menos três propósitos....

1. Propósitos

a. Para nos despedir com apreço e dignidade do irmão que faleceu
b. Para com nossa presença, amizade e palavras expressar nossa condolência cristã e trazer uma mensagem de consolo a família dolente
c. Para dar graças e gloria a Deus pela vida e o testemunho desse servo de Deus, desse fiel crente em Jesus Cristo, o irmão..............

2. Como os céticos veem a morte?

Para alguns, o acontecimento da morte excita muitos medos, levanta perguntas inquietantes e semeia duvidas e confusão na mente

3. Como os crentes em Cristo veem a morte?

Para nós que cremos em Deus e na palavra de Deus; e para quem como nosso falecido irmão........., temos recebido a Jesus Cristo como o salvador da alma e o senhor da vida, o fenômeno da morte nos entristece, sim, mas não nos atemoriza nem nos afunda no desespero, mas nos firma em nossa fé e esperança cristã.

I. Uma declaração Bíblica de suma importância.

A. Agora permita-me convida-los para que juntos meditemos em uma preciosa, profunda e reveladora afirmação, e em uma tremenda verdade Bíblica. A Bíblia, que é o livro da vida, sem dúvida, também nos fala muito da morte. É neste livro que nós cristãos encontramos a resposta para algumas perguntas relacionadas a morte, e é dele que recebemos também o consolo em nossa hora de tristeza.

B. Uma afirmação bíblica surpreendente. O salmista e rei Davi escreveu as seguintes palavras, “Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos”. Salmo 116:15

1. Essa é uma afirmação surpreendente. Esta declaração bíblica parece um pouco estranha, vista assim. Mas ela se trata da “morte dos seus santos”.

2. E que são “seus santos”? Segundo a Bíblia, nós que somos separados pelo Senhor e para o Senhor, somos chamados “santos”. Somos os crentes em Cristo, seus seguidores. Somos os possuidores da vida eterna.

II. Porque é “Preciosa à vista do Senhor a morte dos seus santos”?

Tem que haver razões, e concretas, para uma revelação como esta.

A. “Porque Deus não é Deus de mortos, mas de vivos” Lucas 20:38

1. O Senhor é chamado de Deus de Abraão, Deus de Isaque e Deus de Jacó. Lucas 20:36-38

a. Abraão: Gênesis 25:7-8 “Estes, pois, são os dias dos anos da vida de Abraão, que ele viveu: cento e setenta e, cinco anos. E Abraão expirou, morrendo em boa velhice, velho e cheio de dias; e foi congregado ao seu povo”.
b. Isaque: Gênesis 35:29 “e, exalando o espírito, morreu e foi congregado ao seu povo, velho e cheio de dias; e Esaú e Jacó, seus filhos, o sepultaram”.
c. Jacó: Gênesis 49:33 “Acabando Jacó de dar estas instruções a seus filhos, encolheu os seus pés na cama, expirou e foi congregado ao seu povo”.

Estas expressões sublinhadas, estabelecem a verdade, a doutrina de que os filhos de Deus, no fenômeno da morte física, continuam com espíritos vivos na presença do Senhor. Assim se revelou Deus a Moisés, no símbolo da sarça que ardia e não se consumia, como o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, os quais havia muitos anos que haviam morrido, mas que continuavam como espíritos vivos diante do Senhor.

2. Jesus mesmo ao morrer na cruz, disse: “…Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito...”. Lucas 23:46

3. Estevão, o primeiro mártir do cristianismo, ao morrer disse: “…Senhor Jesus, recebe o meu espírito”. Atos 7:59

4. Deus é chamado de “Pai dos espíritos”. “Além disto, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e os olhávamos com respeito; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, e viveremos? ” Hebreus 12:9

5. “as coisas que se veem são temporais, enquanto as que se não veem são eternas”. Leia 2 Coríntios 4:16 – 5:10 O apostolo Paulo também nos diz o seguinte em Colossenses 1:12 “dando graças ao Pai que vos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz”

6. Os filhos de Deus que nos precederam na viajem para a eternidade, como espíritos vivos, são expectadores dos que sobre a terra seguem correndo a carreira, “que nos está proposta”.
“Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta” Hebreus 12:1

Pois bem, qual é a conclusão dessas passagens bíblicas?

A conclusão é que, os que morrem em Cristo, dormem aqui na terra e despertam no céu; descansando de suas obras, sofrimentos e dores e vão morar nas mansões celestiais. Esta é a felicidade que desfruta agora nosso irmão..........que nos deixou.

B. Mas há outra razão porque é “Preciosa à vista do Senhor a morte dos seus santos”

1. Porque os justos irão para o céu

a. O apostolo Paulo expressou: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro”. Filipenses 1:21 - É lucro porque o crente ao morrer, vai a presença do Senhor, em seu espirito, e em estado consciente, porque “estar ausente deste corpo, é estar presente com o Senhor”. 2 Coríntios 5:8b
b. É a promessa de Jesus aos seus. Ler João 14:1-3 “…para que onde eu estiver estejais vós também”.

2. O testemunho do grande evangelista Dwight L. Moody

Ele disse: "Algum dia havereis de ler nos jornais que Dwight L. Moody morreu". "Não acreditem nisso! Nessa hora estarei mais vivo do que hoje, apenas em um lugar mais alto, livre da velha morada de barro, vivendo em habitação imortal, um corpo que a morte não poderá tocar, que o pecado não poderá manchar..." E quando estava para morrer disse: “Meus irmãos, vejo a terra que a terra retrocede e o céu se abre. Deus está me chamando”

Conclusão: Eu conheci nosso irmão......... que agora está na “herança dos santos na luz”. Assim morrem os cristãos. Jesus disse aos seus discípulos: “Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono”. João 11:11. Nosso irmão, amigo............., dorme. Sim, ele dorme e seu corpo ressuscitará no último dia, e nós nos sentimos consolados porque: “Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos”

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A morte de um servo de Deus – Fúnebre Reviewed by Aldenir Araujo on sexta-feira, setembro 16, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.