José: O Homem Que Deus Escolheu Para Criar Seu Filho

José: O Homem Que Deus Escolheu Para Criar Seu Filho
Texto: Mateus 1:18-25

Introdução: Como você acha que Deus agiu quando Ele estava escolhendo a família que iria criar Jesus? Eu penso que Deus planejou encontrar uma família que iria tratar bem a criança, que iria treiná-la no caminho do Senhor, e que faria de Jesus o exemplo que todo os homens precisam e merecem.

Muitas vezes demasiada ênfase é colocada sobre Maria e sua escolha de se tornar a mãe de Jesus. Sim, ela merece ser agradecida e grande respeito, mas, muitas vezes, nos esquecemos de José. Seu exemplo e estilo de vida foram muito influentes na vida do Senhor Jesus.

Hoje à noite, eu quero tomar apenas alguns minutos para observar sobre José, o homem que Deus escolheu para criar seu filho.

I. Seu Dilema. V. 18-19

A maneira como José lidou com a situação revela muito sobre o seu verdadeiro caráter.

A. Um acontecimento inesperado - A gravidez de Maria durante o período de noivado era uma ofensa grave. (O período de noivado era considerado como obrigação para um casamento.) (Como reagimos em um momento de crise revela nossa verdadeira natureza! Quando as coisas estão indo bem, somos capazes de esconder muita coisa que se tornam evidentes em uma crise!) A reação de José revela um homem sob controle! (Jesus estava sempre no controle de si mesmo - Ele provavelmente viu essa característica em José!)
B. Uma deliberação atípica - A maioria dos homens teria se divorciado de Maria, (O procedimento!) Isso a teria deixado atingida pela pobreza e por causa do bebê nenhum outro homem teria se atrevido a se casar com ela. José era justo! Ele queria fazer a coisa certa a Maria! (José e Jesus foram ambos marcados por compaixão - João 8: 1-11. (A tradição diz que José era um viúvo que era muito mais velho do que Maria Se assim for, isso pode ter sido responsável por sua paciência, calma e sabedoria na situação)
C. Uma decisão incomum - José, por certo, poderia ter invocado a pena de morte - Deuteronômio 22:13-21. Ele poderia levar Maria a ser apedrejada publicamente até a morte. No entanto, ele escolheu poupá-la da vergonha. Novamente, isso revela compaixão por parte de José.

II. Seu Sonho. V. 20-23

3 grandes verdades foram reveladas a José em seu sonho

A. A verdade da gravidez é revelada - José descobre quem é o verdadeiro Pai. José percebe que ele foi escolhido para ser parte de um plano glorioso.
B. O título da criança é revelado - José é ordenado a colocar o nome na criança de "Jesus" - Jeová É Salvação!
C. A tarefa de José é revelada - José teria que viver com a vergonha que seria colocado sobre ele por outros. Existem várias tradições que cercam o nascimento de Jesus.
1) O filho de José;
2) Maria tinha um amante secreto;
3) Um soldado romano estuprou Maria. Novamente, isso fala bem de José, ele estava disposto a carregar essa cruz para a glória de Deus. Certamente, Jesus aprendeu muito observando este homem sofrer em silêncio!

III. Sua Decisão. V. 24-25

A. Ele obedeceu aos mandamentos do Senhor – A obediência revela o coração do homem como nada mais! João 14:15; 1 Samuel 15:22. Quando obedecemos ao mandamento do Senhor, mesmo quando eles são desagradáveis ​​ou difíceis, isso prova nosso amor por Ele e revela onde nossa lealdade verdadeiramente está.
B. Ele observou a castidade de Maria - Maria e José nunca se uniram fisicamente até que Jesus nasceu, cumprindo assim a Escritura - v. 23. Esta é outra indicação da idoneidade moral do homem. Um homem não idôneo teria exigido o direito de um marido. (José possuía as características do seu homólogo José do Antigo Testamento - Gênesis 39 Gênesis 39:9)
C. Ele obedientemente deu o nome ao menino - O direito de nomear a criança estava na mão do Pai. José sabia que o verdadeiro pai da criança queria que o filho se chamasse Jesus. Portanto, José chamou o menino de Jesus.

Conclusão: José foi escolhido para ser o pai adotivo de Jesus, porque ele era puro de vida e puro de coração. Ele era o tipo de homem que Deus poderia usar, porque Deus não precisava se preocupar com José se perder no caminho. Em outras palavras, ele se submeteu à vontade do Senhor. Devemos olhar para as nossas próprias vidas hoje à noite e nos perguntar: "Será que somos o tipo de pessoa que Deus poderia usar de maneira poderosa?" Se não, então o que temos de fazer para chegar lá? Deus nunca irá chamar outro homem para fazer o que José fez. Mas, Deus tem abundância de grandes obras para fazer, Ele só precisa de pessoas que estejam dispostas e qualificadas para fazê-las.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

José: O Homem Que Deus Escolheu Para Criar Seu Filho Reviewed by Aldenir Araujo on quarta-feira, outubro 14, 2015 Rating: 5

2 comentários:

  1. Meu amado.... José foi escolhido por Deus pelo fato de ser o descendente da linhagem davídica. Jesus foi, literalmente, o rei dos judeus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amado.... Na ocasião havia somente José como descendente da linhagem de Davi? Ele era o único?

      Excluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.