O segredo do contentamento – O pecado do descontentamento

O segredo do contentamento – O pecado do descontentamentoTexto: Filipenses 4:10-13
Introdução: Esta noite, eu gostaria de falar sobre o segredo do contentamento, talvez, o pecado do descontentamento, seria um título melhor para essa mensagem.
Vivemos em um mundo em mudança. Um homem escreveu um livro intitulado "Quem trocou as etiquetas de preço?". Falando sobre a forma como as coisas estão hoje. Coisas que eram valiosas e procuradas, já não são valiosas e importantes hoje.
Porque os valores da sociedade estão mudando como as areias de um deserto, as pessoas estão cada vez mais descontentes. As pessoas estão descontentes com os seus empregos, e os empregadores estão descontentes com os seus trabalhadores. Maridos e esposas descontentes com o outro.
[post_ad]
Famílias são destruídas porque os pais estão descontentes com os seus filhos e os filhos se sentem da mesma forma em relação a seus pais. Isso é verdade no mundo dos negócios, política, esportes e, talvez, a maior tragédia de todas, é verdade entre os cristãos!

I. O contentamento não é.

A. Não é complacência.
1. Ser complacente é estar satisfeito consigo mesmo.
2. Carrega a ideia de não mais se preocupar com o que acontece.
3. Renunciar ou desistir da vida.
B. Não é o atributo natural do homem pecador.
1. Nota: v. 11 “... porque já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre".
2. O contentamento é algo que devemos aprender.
3. Aprendemos pela prática e nós sabemos por experiência.
C. Não é ter tudo o que podemos desfrutar.
1. Estupidamente, muitas pessoas pensam que, se tiverem um emprego que os proporciona dinheiro suficiente para comprar as coisas que elas querem, então serão felizes e satisfeitas.
2. Nota: Eclesiastes 2:10-11 - "E tudo quanto desejaram os meus olhos não lho neguei, nem privei o meu coração de alegria alguma; pois o meu coração se alegrou por todo o meu trabalho, e isso foi o meu proveito de todo o meu trabalho. Então olhei eu para todas as obras que as minhas mãos haviam feito, como também para o trabalho que eu aplicara em fazê-las; e eis que tudo era vaidade e desejo vão, e proveito nenhum havia debaixo do sol".
a. Salomão aprendeu pela prática e sabia por experiência que a satisfação e o contentamento não podem ser encontrados nas coisas.
3. Nota: Eclesiastes 5:10 - "Quem ama o dinheiro não se fartará de dinheiro; nem o que ama a riqueza se fartará do ganho; também isso é vaidade"
a. Alguém foi perguntado quanto dinheiro seria necessário para fazer um homem feliz.
b. A resposta foi: "Só um pouco mais"
c. Davi alertou no Salmo 62:10 : "... se as vossas riquezas aumentarem, não ponhais nelas o coração"
d. Uma empregada fez a declaração "Ah, se eu tivesse apenas cinco Reais, eu estaria contente" Ao ouvi-la, o dono da casa deu-lhe uma nota nova de cinco Reais, e enquanto ele se afastava, ele a ouviu dizer: "Oh, por que eu não pedi dez?”.

II. O segredo do contentamento.

A. Mudar a fonte de nosso contentamento de fora para dentro.
1. Paulo disse: "... Em todas as circunstancias”.
2. Em Colossenses 3:2, "Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra”.
B. Não é o resultado de ter uma grande riqueza, mas de ter poucas necessidades.
1. Um homem mais velho, mais sábio viu quando um rapaz carregava uma coisa após a outra para a casa ao lado.
2. Cada item era novo e mais moderno.
3. O velho disse ao jovem que se ele descobrisse que havia algo que ele não tinha, mas precisava, apenas deixasse-o saber, e ele iria ensiná-lo como fazer sem ela.
4. Pessoas contentes estão satisfeitas com a sua sorte na vida, enquanto outros querem muito mais!
5. Paulo disse: "Mas o meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus" Filipenses 4:19
6. Contentamento não é ter tudo o que queremos, mas é disfrutar de tudo o que temos.

III. Como podemos estar contentes?

A. O exemplo de Paulo. V. 10-13
1. Alegrai-vos no Senhor!
a. Pela maneira como a igreja estava cuidando dele.
b. Não era uma questão de Paulo querer;
2. Ele tinha aprendido o segredo do contentamento!
a. Se honrado ou humilhado.
b. Na fartura ou na fome.
c. Sofrendo uma necessidade ou tendo suas necessidades satisfeitas.
3. O poder de Jesus Cristo foi suficiente para fortalecê-lo em todas as coisas.
a. Este versículo tem sido usado fora de contexto como uma espécie de fórmula mágica para fazer o impossível.
b. No entanto, Paulo estava falando sobre como lidar com o contentamento.
c. Jesus Cristo é capaz de nos fazer contentes, independentemente das nossas circunstâncias!
B. Devemos centrar nossas vidas em torno de Jesus Cristo.
1. "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco" 1 Tessalonicenses 5:18
2. A Palavra de Deus nos instrui a estar contentes... em todas as coisas.
C. Nunca devemos estar contentes...
1. Com o nosso conhecimento da Palavra de Deus.
2. Com o nosso serviço ao Senhor.
3. Com a quantidade de tempo que passamos em oração.
4. Com o número de pessoas que estamos alcançando com o Evangelho.

Conclusão: Você já aprendeu o segredo do contentamento? Se você não conhecer a Cristo como seu Salvador, você nunca vai conhecer a verdadeira satisfação. A Palavra de Deus tem a resposta para o pecado do descontentamento: confissão, arrependimento e perdão.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

O segredo do contentamento – O pecado do descontentamento Reviewed by Aldenir Araujo on quinta-feira, maio 29, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.