Vencendo o desânimo e o desespero

Vencendo o desânimo e o desesperoTexto: Salmo 77
 
Introdução: O desânimo é o resfriado comum das emoções. Eventualmente, ele afeta a todos nós.
 
Elias, homem de ferro de Deus do Antigo Testamento tornou-se tão desanimado que ele sentou-se debaixo de um zimbro e orou para morrer. De acordo com Marcos 8:12, até mesmo o próprio Jesus muitas vezes "suspirou" profundamente dentro de seu espírito.
[post_ad]
Paulo teve muitas experiências difíceis na Ásia, que de acordo com 2 Coríntios 1:8 ele disse, "até da vida desesperamos" A palavra "desesperado" significa, "estar em uma perda total" Em outras palavras, a situação de Paulo parecia tão desesperado que ele não via saída, mas a morte.
 
O homem que nos encontramos neste Salmo suportou todas as marcas que hoje seriam diagnosticadas como depressão. Ele sentiu-se esquecido e abandonado por Deus. Ele não conseguia dormir. Ele não conseguia articular seus pensamentos por causa da exaustão emocional. Ele estava cansado o tempo todo. Ele vivia no passado procurando por um dia que havia passado. Lembrou-se de quando ele era feliz e tinha uma música em seu coração, mas não mais, e ele não conseguia voltar para lá, não importa o quanto ele tentasse.
 
Ele ficou tão deprimido que ele mesmo começou a questionar Deus (7-9). "Será que Deus rejeitou o seu povo?" "Será que Deus não se importa?" "Será que Deus perdeu a compaixão?" Estas são perguntas penetrantes, mas eram as perguntas que viam do salmista quando ele se revolvia em desespero.
 
Ele não chegou a tal situação da noite para o dia. Existe sempre a progressão em tais experiências emocionais. O desespero começa com uma decepção que não é tratada de forma construtiva. O padrão é o seguinte: a decepção leva a dúvida, dúvida leva à depressão, e a depressão leva ao desespero. A decepção é o pai do desespero.
 
Alguns de vocês podem estar como o salmista e questionando se Deus te deixou sem ajuda no seu tempo de angústia. Mas ele teve uma visão surpreendente que o salvou de seu desespero. Vemos isso no versículo 10, "isto é a minha aflição", diz ele. Ele reconheceu que o problema era com ele e não com Deus.
 
Ele viu que suas dúvidas eram devido a sua própria fraqueza, e não negligência de Deus. Foi neste momento que ele decidiu fazer algo sobre o seu problema. Quatro vezes nos versículos 10 e 11, ele diz: "Eu...”.
 
Isto é significativo. Nós não somos vítimas indefesas de nossas emoções. Nós não temos de ser sequestrado por nossas atitudes. Podemos agir. Nossos pensamentos governam nosso humor, pois se pensarmos corretamente vamos nos sentir bem.
 
A maioria das depressões surge de um pensamento errado e nós temos dentro de nós o poder de mudar ou controlar nossos pensamentos. Para lidar com essas emoções prejudiciais devemos ser mentalmente fortes. Se você não lidar com suas emoções elas vão lidar com você. Você deve tomar a decisão de não permitir suas circunstâncias derrotá-lo.
 
Como os cristãos deveriam lidar com o desânimo e o desespero?
 
Na divisão por diante deste Salmo (11-20) o salmista nos diz o que ele fez. E nós podemos ser vitoriosos, fazendo as mesmas coisas.

I. Concentre-se na grandeza de Deus. (11-12)

A. Estude a Palavra de Deus e recorde Suas poderosas obras em outros dias.
B. Eu li recentemente que 93% dos cristãos deprimidos admitem gastar menos do que uma hora por semana no estudo da Bíblia.
C. Sempre haverá circunstâncias que nos decepcionará, e elas podem nos levar a um ponto de desespero, mas elas são muito menos propensas se permanecermos no estudo da Bíblia, observando a grandeza de Deus.
D. Concentrar-nos na maneira como Deus agiu no passado de Deus, vai nos convencer de que ele vai fazer isso de novo.

II. Consistentemente dar graças por sua grandeza. (13-14)

A. Quando o salmista se concentrou no que Deus tinha feito no passado, ele começou a cantar e louvá-Lo por Sua grandeza.
B. Não devemos encontrar a nossa alegria em nosso sucesso, mas no próprio Deus.
C. Se encontrarmos a nossa alegria em nossas realizações, então quando falharmos ou não tivermos sucesso ao nível que pensamos que deveríamos ter; ficaremos abatidos e nos moveremos na direção do desespero.
D. Nossa alegria não pode vir de coisas ou realizações, mas deve vir da pessoa de Jesus Cristo.
E. Devemos aprender a ser feliz com Deus.

III. Considere suas obras passadas. (19-20)

A. Olhe para a história do Êxodo.
B. Lembre-se do profeta que foi alimentado durante toda a seca com a pequena quantidade de refeição da panela de uma viúva.
C. Lembre-se que a vida de Jesus foi poupada quando todos os outros meninos de sua idade foram mortos.
D. Lembre-se que a vida de Paulo foi poupada, diversas vezes para que o Evangelho pudesse seguir adiante.
E. Deus nunca falhou; o que te faz pensar que ele vai falhar no seu caso?
 
Conclusão: Muitas vezes, Deus está trabalhando em nossas vidas quando não podemos ver as suas pegadas, mas ele não deixa de estar trabalhando. Ele nunca nos deixará nem nos abandonará.
 
Em tempos de desanimo e desespero é necessário...
 
1. Concentrar-se na grandeza de Deus.
2. Consistentemente dar graças por sua grandeza.
3. Considerar suas obras passadas.
 
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Vencendo o desânimo e o desespero Reviewed by Aldenir Araujo on sexta-feira, outubro 25, 2013 Rating: 5

Um comentário:

  1. Amados irmãos bela a mensagem agradeço a todos em o nome do sr Jesus.

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.