A importância da presença de Jesus

A importância da presença de JesusTexto: João 6:16-21
 
Introdução: A passagem que acabamos de ler é precedida pela história familiar de Cristo alimentando 5000 homens. Isto aconteceu no auge da popularidade de Cristo como um pregador. Neste ponto, multidões estão reunidas em torno de Cristo, na esperança de ter um milagre realizado por ele, ou então, pelo menos, ver um milagre realizado por ele. João 6:2 diz que uma grande multidão o acompanhava.
 
João 6:15 diz que eles estavam indo para tentar forçá-lo a se tornar seu rei. Ele era muito popular, mas, até o final do capítulo, a popularidade de Cristo se foi. Ninguém, exceto os discípulos tiveram permissão de seguir a Cristo.
[post_ad]A popularidade é uma coisa passageira! Se você basear sua vida no popular, garanto que você vai estar em uma montanha-russa! Em nossa passagem de hoje, temos o relato de um dos últimos eventos da vida de Cristo, quando ele ainda era considerado popular pelas multidões. No entanto o foco não está na multidão, mas nos discípulos.

Eles estavam um pouco frio para com o Senhor e Seus milagres.
Marcos 6:52 – “Pois não tinham compreendido o milagre dos pães: antes, o seu coração estava endurecido.” Jesus retirou-se das multidões e dos discípulos, não arbitrariamente, mas com um propósito. Seu propósito era ensinar uma lição de grande importância. Isto é o que eu quero considerar esta noite: A importância da presença de Jesus.

I. A natureza das tempestades e provações

A. Elas podem surgir inesperadamente.
1. A localização geográfica do Mar da Galileia, faz dele um local provável para tempestades repentinas.
2. Se houvesse uma tempestade, é improvável que os discípulos entrariam no barco e tentariam navegar através dela.
3. O mesmo acontece com as nossas vidas... Ninguém procura problemas ou dificuldades para suas vidas, mas eles vêm! João 16:33 “Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”
B. Elas podem nos frustrar.
1. Os discípulos estavam contando com o barco e com suas próprias habilidades para atravessar o mar.
2. Mas o barco era agitado como uma rolha no mar.
3. Os ventos que geralmente eram a favor deles, agora eram contrários e intensificaram a situação.
4. Eles eram fortes, experientes pescadores e eles continuavam remando, mas eles não estavam chegando a lugar algum.
5. Como deve ter sido frustrante para eles.
6. Todos nós experimentamos certo nível de frustração quando nos encontramos no meio de uma tempestade que não podemos controlar!
C. Elas são dirigidas por Deus. 
Marcos 6:46 “E, tendo os despedido, foi ao monte para orar.”
1. Foi Jesus que os enviou...
2. Lembre-se, nada acontece sem o conhecimento de Deus... Ele é onisciente!
3. Quando entendemos que Ele está no controle... Mesmo quando parece que ele não está!
4. Então nós podemos começar a entender um pouco mais sobre a sua soberania!
5. O Senhor dirigiu-os em seu propósito! E para o seu benefício. Romanos 8:28 “E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto”.
6. Entenda hoje que as provações atinge a todos.
7. Inclusive, Você!

II. A natureza do Salvador

A. Jesus veio na hora certa.
1. Os discípulos pensavam que estavam sozinhos no meio da tempestade.
2. Mas Ele prometeu nunca nos abandonar!
3. Ele nunca os perdeu de vista... Marcos 6:48 “E, vendo que se fatigavam a remar, porque o vento era contrário, perto da quarta vigília da noite, aproximou-se deles, andando sobre o mar, e queria passar adiante deles.”
4. Uma das coisas sobre atravessar uma tempestade é que muitas vezes pensamos que estamos sozinhos, mas devemos saber que Jesus como nosso Salvador, nunca está longe, distante!
B. Jesus veio na hora mais escura.
1. Tanto Mateus como Marcos afirma que Jesus apareceu em torno da quarta vigília da noite... Isso foi entre 3-6 da manhã.
2. Alguém disse: "É sempre mais escuro antes do amanhecer".
3. Os discípulos tinham esgotado todos os seus recursos... e a tempestade continuava com fúria.
4. Eles simplesmente não poderiam fazê-lo sozinho... E nós também não podemos!
5. O mundo diz: "Quando você chegar ao final da sua corda dê um nó e segure-se.”
6. Eu digo: "Quando chegamos ao fim da nossa corda é que precisamos nos achegar ao nosso Salvador!”
7. Na hora mais escura da noite, Jesus fez a Sua presença conhecida a seus discípulos... Lembre-se que ele estava sempre perto assistindo... Mas agora Ele revela-se a eles.
C. Jesus veio para eles com conforto.
1. Nota: Ele não veio para parar a tempestade, Ele poderia ter feito isso a qualquer momento.
2. Ele não veio para criticar ou repreendê-los como ele já tinha feito. Mateus 8:26 “E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pequena fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e houve uma grande bonança.”
3. Mas desta vez ele veio trazer-lhes conforto e segurança no meio da tempestade.

III. A natureza da sua presença

A. Sua presença remove todo o medo. João 6:20 "... Sou eu; não temais."
1. Com essas palavras todos os seus medos se desvaneceram.
2. Davi se alegrou quando se lembrou de Deus nas vigílias da noite. Salmos 63:5-6 “A minha alma se fartará, como de tutano e de gordura, e a minha boca te louvará com alegres lábios, quando me lembrar de ti na minha cama, e meditar em ti nas vigílias da noite.”
3. Sua presença dissolve os nossos medos, no meio da tempestade... Lembre-se não há garantia de que Ele irá acalmar a tempestade, mas ele estará conosco na hora mais escura!
4. Sua presença vai remover todo o medo!
B. Sua presença nunca é forçada. João 6:21 “Então, eles, de boa mente, o receberam no barco;”
1. Os discípulos não parecia estarem muito preocupados com a falta de sua presença quando o tempo estava bom,
2. Mas quando a tempestade veio, eles o receberam de bom grado!
3. Isso tem de ser uma das maiores compreensões na Bíblia!
4. O Senhor promete que Ele se aproximará de nós se nós nos aproximarmos Dele! Tiago 4:8“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós...”
5. Mas ele não vai se impor.
C. Sua presença muda tudo. João 6:21 “Então, eles, de boa mente, o receberam no barco; e logo o barco chegou a terra para onde iam.”
1. Mateus e Marcos nos dizem que, logo que Jesus entrou no barco a tempestade parou.
2. João nos diz que imediatamente o barco estava em terra.
3. A última vez que tivemos uma correção na sua posição eles estavam no meio do mar e no meio da tempestade.
4. Agora tudo mudou por causa da presença de Jesus!
5. Tanto o barco como a tempestade tinha servido o seu propósito... Eles ajudaram a ensinar os discípulos à importância da sua presença.
6. Nossas provações e dificuldades não terminarão até que Deus cumpra os seus objetivos através deles em nossas vidas.
7. Sua presença remove todo o medo, a Sua presença nunca é forçada, e Sua presença muda tudo!
 
Conclusão: Você conhece Sua presença esta noite? Primeiro de tudo você tem colocado a sua fé na obra consumada de Cristo no Calvário? Se não, o convite é para você vir agora e confiar Nele. Só então você pode conhecer as bênçãos de Sua presença em sua vida.
 
Irmãos, temos dado valor a presença de Jesus?
 
Como os discípulos, temos nos tornado um pouco indiferentes a ele e a importância de sua presença? Chegue-se a ele hoje. Não nos encontramos no meio de uma prova ou tempestade? Buscai o Senhor e Sua presença fará toda a diferença!
 
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A importância da presença de Jesus Reviewed by Aldenir Araujo on terça-feira, agosto 20, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.