Um pequeno rapaz, um pequeno lanche, e um grande milagre

Um pequeno rapaz, um pequeno lanche, e um grande milagre
Texto: João 6:1-13
Introdução: A passagem começa com "Depois destas coisas..." Isso parece ser uma maneira estranha de começar uma história... dizendo depois. Então, ele levanta a questão, depois do que coisas?
* Depois destas coisas: Foi depois que João Batista tinha sido preso por pregar contra o adultério de Herodes em tomar a esposa de seu irmão. Foi depois que Herodias mandou a filha fazer uma dança lasciva para Herodes como presente de aniversário. Foi depois que Herodes, no calor do seu desejo, prometeu a ela tudo que ela solicitasse, até metade do reino. Foi depois que Herodias aconselhou-a a pedir como presente a cabeça de João Batista, que havia pregado contra o adultério e que deveria ser trazida para ela em um prato.[post_ad]Foi depois que João foi sepultado pelos discípulos de Jesus, de acordo com relato de Mateus em Mateus 14:12. Então, quando os discípulos disseram a Jesus sobre ele, ele os levou para um tempo de luto e oração.
* Por causa de seus milagres: v 2, a multidão o seguiu. Muitos só queriam vê-lo realizar algum truque. Alguns procuraram ajuda para sua situação. Outros só queriam saber qual era a verdade sobre este homem de quem tanto ouvira falar. E eles o seguiram.
* Jesus subiu ao monte: V. 3, ele e seus discípulos iam lá para ficar sozinhos, considerando as circunstâncias. Eles estavam fracos, exaustos, desanimados, e provavelmente com medo. Herodes já tinha comparado Jesus a João Batista. Muitos deles eram discípulos de João antes de seguir a Jesus pelo caminho. Quem seria o próximo? Será que a espada de Herodes os buscava? O que seria de suas vidas, ministérios, e as famílias? Eles não tinham nenhum desejo de ministrar, neste momento. Eles simplesmente queriam ficar sozinho para resolver as coisas.

Mas... no meio de todo esse tumulto e confusão, Jesus levanta os olhos e vê uma grande multidão. Ele pergunta a Filipe onde se pode obter algo que lhes dê de comer (v. 5). Em Mateus 14:15 os discípulos disseram ao Senhor que despedisse a multidão, mas ele mandou dar-lhes algo para comer. Eles não tinham nenhum dinheiro, e se tivessem, onde iriam comprar? Eles não tinham os meios para atender a necessidade. Quando se começa a fazer uma coleta, André oferece a sua descoberta de cinco pães e dois peixinhos que um rapaz tinha. Ele sabia que não seria suficiente, mas era como se ele achasse que se todos os discípulos recolhessem um pouco, eles poderiam ter o suficiente para sobreviver. Mas tudo o que Jesus precisava era de um garotinho com um pequeno lanche para fazer um grande milagre.

Nesse relato, vemos o Senhor Magnificado, os pães multiplicados, e o rapaz mistificado, ou você poderia dizer que vemos o Senhor mostrar, os pães multiplicados, e o moço encantado. Embora muito tenha sido pregado sobre o Senhor e os pães a partir desta passagem, quero me concentrar no rapaz.

Como foi que um menino com um pouco de pão e alguns peixinhos foi capaz de fazer parte de um grande milagre? Foi tão grande que é um dos poucos registrados em todos os quatro Evangelhos. O que ele fez para estar em um lugar de bênção, é uma lição para todos nós.

I. Ele seguiu a pessoa certa.

Mateus 14:13, "seguiram-no de todas as cidades..."
E este menino seguiu também. Mas, ele não era apenas um seguidor, ele acompanhou a pessoa certa.
A. Se ele tivesse seguido um discípulo... que não queria alimentá-los. Eles queriam apenas despedi-los. Eram escassos os recursos.
B. Se ele tivesse seguido Herodes... Ele poderia ter sua cabeça cortada.
C. Se ele tivesse seguido a multidão... Ele teria passado fome como teria todo o resto.
D. Mas ele seguiu Jesus Deus o usou ele e seu peixe para um grande milagre.
Os discípulos pensavam que não tinham recursos para alimentar o povo. Eles achavam que não tinha forças para ministrar às pessoas. Eles não esperavam que Deus fosse fazer alguma coisa para as pessoas, mas Jesus pegou um rapazinho com um pequeno lanche e realizou um grande milagre. Nós nos perguntamos por que, como se, mas só temos de seguir a pessoa certa, e quando você se sentir menos capaz de ministrar a outra pessoa pode ser quando Deus te usara da melhor forma.  

II. Ele estava em comunhão com as pessoas certas.

Pense na multidão que estava reunida naquele dia. Esse menino estava em boa companhia, e assim somos nós, se somos salvos.
A. André: uma testemunha. Ele foi quem levou Pedro a Cristo. Ele é uma testemunha. Ele não é de destaque, como Pedro. Ele não é o centro das atenções, como João, mas ele está sempre trazendo alguém a Jesus. Ele é o único que tinha falado com este rapaz. Você não tem que ser alguém proeminente ou importante para falar sobre Jesus, ele queria dizer a todos sobre ele. Foi André, juntamente com Filipe que também é destaque nesta história, que trouxe os gregos para ver Jesus (João 12:20-22). Ele era uma testemunha. Quando você está em comunhão com uma testemunha de Cristo, como André, você está em boa companhia
B. Felipe: um pregador. Felipe era um discípulo de Jesus (João 1:43-44) antes de pregar para Natanael dizendo: "Achamos aquele" Que bênção estar este rapazinho na comunhão dos homens de Deus como Filipe.
C. Os crentes em Cristo: a Igreja. Esse rapaz teve o privilégio de estar entre aqueles que estavam ao pé de uma colina seguindo Jesus. O mundo diz: eles estão em um lugar deserto, eles estão com fome, estão doentes e precisando de um milagre, pois eles são fracos e miseráveis, e eles não têm nada para comer entre todos eles, mas alguns poucos pães e um par de peixes, mas o mundo não pode ver o que Deus vai fazer entre os que estão na igreja. Fique com o povo de Deus. Pode parecer seco, deserto, difícil às vezes, mas a carne não pode ver o que Deus está prestes a fazer, mas Jesus já sabe (v. 6).  

III. Ele esqueceu todas as suas paixões.

Pense sobre isso... onde estão todos os amigos deste rapaz? Não havia uma série de crianças lá com lanches, apenas este rapaz. Parece como se ele fosse o único de sua idade que realmente queria seguir Jesus. Parece como se ele fosse o único que havia deixado fora suas outras atividades, mas também ele foi o único a ser usado neste grande milagre; Deus te recompensará publicamente por servi-lo, mesmo se você for o único.
A. Ele esqueceu a pesca: Você já pensou que este rapaz pode ter pescado esses dois peixes insignificantes? Poucas coisas são mais atraentes do que a pesca para um rapaz do campo com cerca de 12 anos de idade. Esse garoto pode ter ido pescar, pegou uns peixinhos, e deixou a margem do riacho para ir com Deus.
B. Ele esqueceu seus amigos: De volta ao riacho um pequeno grupo de amigos estavam reunidos com linhas de pesca, dizendo que este rapaz estava faltando, mas ele estava onde Jesus estava. Como este garoto, eu deixei a margem do riacho. Eu deixei os meus amigos eu estava sentado quando eu respondi ao chamado de Deus para ser salvo. Eles se sentaram no banco, mas fui para o altar. Poucos meses depois, deixei-os ainda mais para trás quando eu me rendi ao apelo de Deus para pregar. A maioria deles permaneceu meus amigos. Alguns deles foram salvos. Muitos deles aos 15-18 anos de idade me diziam: "Cara, você está perdendo. Você não iria acreditar que bons tempos estamos tendo" Minha carne gostaria de ir com eles, mas meu espírito faminto dentro de mim para estar com Jesus, mesmo que fosse em um lugar deserto.
C. Ele seguiu Jesus: Há algo que se encontra ao seguir a Jesus, que não pode ser encontrado no lago de pesca, nos campos de futebol, ou em outros lugares do mundo.
D. Ele alimentou uma multidão: Bem, Jesus alimentou-os, com seu lanche. Deus usou-o em um grande milagre.
 
Conclusão: v. 11-13, Todos foram alimentados. Todos estavam cheios. Todos os fragmentos foram guardados, de modo que nada se perdeu. Embora ele tivesse um pouco, ele tinha tudo o que precisava, e ele usou tudo o que tinha. Nada que Jesus faz vai para o lixo. Você pode se sentir pequeno e insignificante. Você pode sentir-se como esses discípulos e não têm a energia, emoção, ou os recursos para ministrar a ninguém. Você pode ser o único como este menino e pergunta como Jesus poderia usá-lo, mas é só se colocar nas mãos do mestre. Dê-lhe tudo que você tem. Ele vai usar tudo, ele vai multiplicar tudo, e nada vai se perder. Você pode servir a Ele e a outros para a glória de Deus.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Um pequeno rapaz, um pequeno lanche, e um grande milagre Reviewed by Aldenir Araujo on quarta-feira, fevereiro 08, 2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.