Cinco homens e cinco árvores

Cinco homens e cinco árvores
Texto: Marcos 8:22-26 
Introdução: Apenas o Evangelho de Marcos registra esta história. Este milagre de cura em particular é único, pois é o único milagre que Jesus fez que aconteceu gradualmente. Geralmente as curas realizadas por Jesus aconteciam de repente e completamente.
Neste milagre, no entanto, a visão do cego foi restaurada em duas etapas. Durante a primeira fase, enquanto sua vista ainda estava turva, ele olhou em volta e supôs que viu "os homens como árvores que andam" (v.24). Como ele percebeu os homens como árvores andando é realmente estranho. Curiosamente, encontramos alguns homens na Bíblia que estão conectados com árvores.

1. Um homem pecador atrás de uma árvore - Adão (Gênesis 3:6-8).

[post_ad]Primeiro; Eva tomou o fruto proibido e comeu. Então ela levou alguns a seu marido e ele também comeu. Ambos desobedeceram ao Senhor, mas observe que, Eva foi enganada, mas Adão pecou voluntariamente com plena consciência (I Timóteo 2:14). É por isso que Paulo coloca a responsabilidade em Adão não em Eva, como aquele que trouxe o pecado e a morte para a raça humana (Romanos 5:12; I Coríntios 15:22).

2. Um homem sincero debaixo de uma árvore - Natanael (João 1:45-51).

Jesus, tendo conhecimento sobrenatural, chamou Natanael de "um verdadeiro israelita, em quem não há dolo". Natanael estava confuso a respeito de como Jesus sabia a respeito dele. Jesus disse que Ele sabia exatamente o que Natanael estava fazendo debaixo da figueira antes mesmo de Filipe se aproximar dele. Observe que o Senhor conhece os detalhes da vida de uma pessoa (Salmos 139:1-4 cf. Mateus 10:30).Tal conhecimento sobrenatural, levou Natanael a confessar Jesus como o Messias - "Rei de Israel" "o Filho de Deus" e Jesus revelou a Natanael uma causa maior para crer. Dos vv.50-51, pode-se concluir que Natanael estava meditando sobre a vida de Jacó debaixo da figueira; sobre o incidente em Gênesis 28:12, onde Jacó viu os anjos de Deus subindo e descendo em uma escada que atingia o céu. Mas Jesus disse que Natanael veria os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem - Jesus, substituiu a escada que era o elo de Deus com a terra!

3. Um homem em busca de uma árvore - Zaqueu (Lucas 19:1-10).

Zaqueu era rico e influente, mas também um publicano desprezado (ou cobrador de impostos para Roma). Ele sabia que era um pecador. Quando Jesus chegou a Jericó, Zaqueu queria obter um vislumbre d'Ele, mas não podia porque era de pequena estatura. Ele correu adiante e subiu em um sicômoro, onde, como uma criança, ele esperou Jesus passar por ali (Lucas 18:17). Jesus já conhecia Zaqueu e tudo sobre ele. Ele chamou o homem do imposto para descer imediatamente porque Jesus queria pousar em sua casa. Isto era mais do que Zaqueu tinha esperado, então ele alegremente acolheu Jesus em sua casa.
Muitos murmuravam porque Jesus foi ser hóspede de um pecador conhecido. Zaqueu se levantou e voluntariamente anunciou que iria dar metade do que ele possuía aos pobres e restituir quatro vezes tudo o que ele tinha defraudado. Ele queria que o público as pessoas soubessem que seu encontro com Jesus tinha mudado sua vida. As palavras de Jesus foram: "Hoje veio a salvação a esta casa" (v.9) não implica que dar aos pobres e compensar os danos salvou Zaqueu, mas que suas boas ações provou a realidade do seu arrependimento e salvação. Esta era de fato a missão de Jesus - "buscar e salvar o que estava perdido" (v.10). Zaqueu era um homem rico que estava perdido foi encontrado e salvo por Jesus (cf. Lucas 18:25).

4. Um homem salvador em uma árvore - Cristo (Gálatas 3:13).

Esta é uma citação parcial de Deuteronômio 21:23. Todos os homens são pecadores e têm quebrado a lei de Deus. Paulo declara que há esperança para todos aqueles que violaram a lei e estão, portanto, sob sua maldição. Essa esperança não está na religião, mas em Cristo que nos resgatou da maldição da lei. Mas como Cristo redimiu o homem? A resposta é; Ele "fez-se maldição por nós".
Esta é uma declaração clara da redenção substitutiva que Cristo levou a pena de todos os infratores culpado sobre si mesmo. Assim, a "maldição da lei" foi transferida dos pecadores para Cristo (I Pedro 3:18). A citação de Deuteronômio 21:23 refere-se aos tempos do Antigo Testamento, quando criminosos condenados eram executados (normalmente por apedrejamento) e exibidos em uma estaca ou poste para mostrar a rejeição divina de Deus. Quando Cristo foi crucificado, era uma evidência de que Ele veio sob a maldição de Deus e levou os nossos pecados em seu corpo, sobre o madeiro da cruz (I Pedro 2:24).

5. Um homem salvo como uma árvore - o cristão (Salmo 1:1-3).

O Salmo 1 descreve o homem salvo como um homem abençoado que leva uma vida imaculada e próspera - que está de acordo com a Palavra de Deus e em contraste com os ímpios quem se perdem. No verso 1, o homem salvo "não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores." Aquele que não é manchado por essa influência maligna é considerado "bem-aventurado" Ou seja, ele está bem com Deus e goza de paz e alegria a partir desse relacionamento.
No verso 2, vemos que o homem salvo não é influenciado por pessoas más, mas por sua meditação na palavra de Deus. Tal meditação envolve a leitura e o estudo sério que não é um fardo, mas sim uma "delícia" para ele.
É por isso que no verso 3 o homem salvo é comparado a uma árvore frutífera. Todos os que tomam seu prazer em viver pela Palavra de Deus é recompensado com a prosperidade. Sob a imagem de uma árvore frutífera, o salmista declarou que qualquer que seja os justos irão prosperar. Duas qualificações precisam ser notadas. Primeiro, o fruto (prosperidade) é produzido em sua temporada. Segundo, o que o homem justo faz é controlado pela lei de Deus. Portanto, se um homem medita na Palavra de Deus, suas ações serão santas, e Deus controlando suas atividades ele vai prosperar - ou seja, no momento perfeito e a vontade de Deus (Salmo 92:12-14). 

Conclusão: Vimos algumas conexões interessantes de homens com as árvores. A mais notável é a de Jesus, que morreu crucificado na árvore da cruz para pagar pelos nossos pecados. Se você ainda não se arrependeu verdadeiramente de seus pecados e pessoalmente confiou em Cristo como Senhor e Salvador, agora é a hora! Você pode ser salvo hoje e ser um homem abençoado. Você pode ser como uma árvore frutífera que é plantada ao lado de um rio - sempre fresca e próspera!

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Cinco homens e cinco árvores Reviewed by Aldenir Araujo on quarta-feira, outubro 05, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.