Agindo como nosso Pai

Agindo como nosso Pai
Texto: Mateus 5:43-48
Introdução:
A. Quando Jesus falou sobre "responder ao mal", Ele estabeleceu dois princípios: 1. Não resistam ao perverso (Mateus 5:39a)
2. Responder ao mal fazendo o bem (Mateus 5:39b-42)
B. Esta é certamente uma tarefa desafiadora que Jesus colocou diante dos Seus discípulos...
1. É tentador responder ao mal com o mal
2. Especialmente quando os maus-tratos vêm de um inimigo!
C. Mas no texto para esta lição...
1. Nós encontramos Jesus ensinando sobre o tratamento de nossos inimigos[post_ad]2. Somos informados que devemos agir da forma descrita em Mateus 5:38-42
D. Mateus 5:43-48

A. A Lei de Moisés e a interpretação tradicional

1. A lei não diz "odeie o seu inimigo"
a. Ela ensinou a "amar o teu próximo como a ti mesmo" - Levítico 19:18
b. Mas também ensinou a que a bondade era para ser mostrado ao seu inimigo...
1) Êxodo 23:4-5
2) Provérbios 25:21-22
2. A interpretação tradicional tinha uma aplicação errada da lei
a. Embora tenha dado lhes o mandamento de "amar o próximo”...
b. É inferido a partir deste mandamento um tinha o direito de "odiar o seu inimigo" - Mateus 5:43
1) Esta frase não se encontra em Levítico 19:18, mas é uma inferência rabínica que Jesus repudia sem rodeios. O Talmude não diz nada sobre o amor aos inimigos.
2) Os rabinos corrompidos Levítico 19:18, que resume a Lei de Israel, acrescentando “odeie seu inimigo” adulterando as Escrituras, tinham a intenção de definir os seus vizinhos para incluir apenas os judeus e para excluir samaritanos e gentios
3. Tendo observado a diferença entre o que a Lei realmente ensinava e à interpretação errada dada pelos escribas e fariseus, vamos agora considerar o que Jesus ensinou em...

B. Como tratar nossos inimigos.

1. Jesus exige que:
a. "Amemos" nossos inimigos
1) Não os odiar
2) Em vez disso, mostrar "boa vontade ativa" para com eles.
b. "Bendizer" aqueles que nos maldizem
1) Podem falar mal de nós
2) Mas, em resposta, devemos falar gentilmente deles.
c. "Faça o bem" para aqueles que nos odeiam
1) Podem nos ignorar ou fazer coisas más para nós
2) No entanto, devemos tratá-los gentilmente em ambos os casos.
d. "Orar" por aqueles que acintosamente nos ultrajem e nos perseguem
1) Observe, devemos orar por eles, e não apenas sobre eles.
2) Ou seja, orar para o seu bem-estar, salvação, etc.
2. Esta é uma expansão dos princípios nos versículos 39-42
a. Não procurem vingança!
b. Não resistas ao perverso!
c. Em vez disso, reagir, manifestando o amor agressivo!
3. Por que devemos responder aos nossos inimigos desta forma? Jesus continua a mostrar...

C. Razões para reagir assim.

1. "Para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus" (Mateus 5:45a)
a. Ou seja, para demonstrar a nós mesmos que somos verdadeiramente Seus filhos!
b. Como é nosso Pai?
1) Ele dá bênçãos materiais tanto para os maus e os bons, os justos e os injustos - Mateus 5:45b
2) Ele é bondoso para com os ingratos e maus - Lucas 6:35
3) Ele ofereceu Seu Filho, quando éramos ainda pecadores e inimigos! - Romanos 5:8, 10
4) Ele nos amou antes que o amassemos - 1 João 4:10
c. Como ensinado em outros textos, deve imitar o nosso Pai Celestial...
1) 1 João 4:11
2) Efésios 4:31- 5:2
d. Estamos agindo como Jesus ensinou...
2. Para sermos diferente dos "publicanos", ou cobradores de impostos... a. Nos dias de Jesus, os publicanos eram desprezados pelos judeus, porque eles se tornaram ricos através da recolha de impostos de seus companheiros para o governo romano.
b. E, no entanto, estes cobradores de impostos...
1) Amavam aqueles que os amavam
2) Saudavam cordialmente aqueles que os saudavam
c. Nós não somos diferentes, se o nosso amor é limitado aos nossos "irmãos" ou "amigos"! - Mateus 5:46-47
d. Estamos agindo como Jesus ensinou...
3. Para sermos "perfeitos" como o nosso Pai do céu é perfeito
a. A palavra; "perfeito" significa "completo, maduro, em nada deficientes"
b. Neste contexto, refere-se à questão de demonstrar amor e misericórdia; note a passagem paralela:
1) Lucas 6:36
2) Mateus 5:48
c. Quando exibimos amor e misericórdia para com nossos inimigos...
1) Nós somos "completos", "maduros" em demonstrar o amor.
2) Assim como nosso Pai, quando Ele mostra bondade para com os homens maus e ingratos!

Conclusão:
A. Se realmente queremos ser...
1. "Filhos do vosso Pai que está nos céus”
2. "Perfeitos, como vosso Pai que está nos céus é perfeito”
B. É imperativo que sejamos influenciados...
1. Mais pelos ensinamentos e exemplo do Filho de Deus
2. Do que pelas atitudes e exemplo dos “cobradores de impostos"!
C. Você está "agindo como o nosso Pai" que está nos céus?
1. Ou você está imitando as pessoas carnais à nossa volta?
2. Que as palavras de nosso Senhor levem-nos a considerar a maneira correta de responder a nossos inimigos e a qualquer um que nos perseguir!
3. Mateus 7:28

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Agindo como nosso Pai Reviewed by Aldenir Araujo on sábado, outubro 29, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.