A história mais triste com o final mais feliz

A história mais triste com o final mais feliz
Texto: I Coríntios 15:14 - Marcos 15:1-39 - João 19:1-38 
Introdução: Uma conversa entre um cristão e um muçulmano seria assim: 
Cristão: Nós acreditamos que Deus se revelou ao homem. 
Muçulmano: Nós acreditamos também.
Cristão: Nós acreditamos que Deus se revelou na criação. 
Muçulmano: Nós acreditamos também.
Cristão: Nós acreditamos que Deus se revelou em um livro, a Bíblia. 
Muçulmano: Acreditamos que Deus se revelou em um livro, o Corão.
Cristão: Nós acreditamos que Deus se revelou em um homem, Jesus Cristo. 
Muçulmano: Acreditamos que Deus se revelou em um homem, o profeta, Maomé.
Cristão: Nós cremos que Jesus morreu para salvar os Seus seguidores.[post_ad]Muçulmano: Acreditamos que Maomé morreu por seu povo.
Cristão: Cremos que Jesus foi capaz de provar suas afirmações, porque Ele ressuscitou dos mortos. 
Muçulmano: Não temos informações sobre o nosso profeta depois que ele morreu.
Sem dúvida houve muitos outros que morreram de forma sacrificial, também para uma causa grande, mas ninguém fez o que Jesus fez na sua morte. A morte de Jesus é a história mais triste, mas, tem o final mais feliz.

I. A história mais triste

1. Ele estava na cruz: a. Com o poder para destruir seus inimigos com um raio do céu, mas, Jesus escolheu morrer.
b. Eternos inimigos de Deus esvaziado a sua ira sobre o sacrifício sem pecado, fazendo a terra tremer, o sol esconder seu rosto na escuridão.
c. Deus, o Pai das nuvens de chuva permitiu seu filho ter sede.
d. Deus, quem veste os vales e montanhas em cores bonitas deixou Seu Filho nu sob o céu escuro pendurado em uma cruz.
2. Não era de admirar que: a. O sol retirou sua luz.
b. A terra vacilou em sua órbita.
c. As rochas se fenderam.
d. Os mortos caminhavam pelas ruas.
e. As ruas estavam cheias de turistas curiosos.
3. A terra não tinha mais escuro pecado ou nenhuma página mais negra na história ou na humanidade nenhum ponto mais feio do que a crucificação do Salvador.
4. Aqui, na Bíblia, a história mais triste do homem e a história mais triste de Deus se encontram e juntos fazem a história mais triste da história humana.
a. O homem começou num ambiente perfeito, vestido de justiça, beber de um córrego que dá vida, comendo das árvores no jardim, respirando o sopro de Deus.
b. Foi neste jardim do Éden, que o homem caiu, começando assim a triste história da humanidade.
c. Sua cor trágica é visto no sangue de Abel.
d. Sua tristeza é vista na vergonha de um Noé bêbado.
e. A sua confusão é visto na cidade de Babel.
f. A sua opressão é visto no cativeiro egípcio do povo de Deus.
g. A sua amargura é visto na picada das serpentes, enquanto no deserto.
5. A triste história de Deus é o Calvário.
a. No Éden é visto o início da tragédia que teve o fim no Calvário.
b. No Calvário é visto a expiação do pecado, que começou no Éden.
6. O Calvário lança sua sombra para trás através das páginas da história:
a. De o Calvário voltar para o pátio de Pilatos.
b. De Pilatos voltar para o Cenáculo.
c. De o Cenáculo voltar para o Monte da Transfiguração.
d. Do Monte da transfiguração de volta ao rio Jordão, onde Jesus foi batizado.
e. De o Rio Jordão voltar para Nazaré, onde Jesus trabalhou com suas mãos, vivendo com o suor de seu rosto.
f. De Nazaré voltar para Belém, onde Jesus nasceu.
g. A sombra do Calvário lança sua longa sombra sobre as páginas do Antigo Testamento, como visto nas profecias de muitos profetas.
7. Jesus nasceu com a sombra da cruz.
a. Ele aprendeu a andar a sombra da cruz.
b. Ele aprendeu a falar à sombra da cruz.
c. Ele começou a trabalhar a sombra da cruz.
d. Desde os seus primeiros momentos na terra, a sombra da cruz caiu sobre ele.
e. Ela caiu em cima de seus panos.
f. Estava sobre a estrada para o Egito onde Seus pais o levaram.
g. Ele caiu sobre as águas do lago da Galileia.
h. Estava sobre a Samaritana no poço.
i. Ela caiu sobre o Jardim do Getsêmani.
j. Estava sobre ele, quando os soldados vieram prendê-lo.
k. Estava sobre ele, quando com um beijo, Judas o traiu.
l. Ele andava pelas ruas de Jerusalém, desonrado por sua sombra.
m. Ele subiu o Monte das Oliveiras oprimido por seu peso.

II. O final feliz

1. Sim, eles mataram Jesus e sepultaram-no - mas nenhum túmulo na terra pode detê-Lo. No terceiro dia, assim como Jesus havia dito a seus seguidores, Ele caminhou para fora, para sempre vivo.
2. Parece impossível? Se alguém pudesse sair do mundo eterno, Seu advento, a carreira e o último regresso ao mundo eterno seria uma constante de maravilhar e conversar.
a. Se a ressurreição de Jesus Cristo é um mito, não há razão para supor que outros eventos extraordinários relatados nos evangelhos são algo mais.
b. Se, por outro lado a história da ressurreição é verdadeira, então é-nos dada uma ferramenta de medição pelo qual os incidentes e ditos de Jesus, caso contrário, ser aberta a suspeita como mera filosofia e meias-verdades.
3. A ressurreição é um fato histórico em que o evento realmente ocorreu. Aconteceu!
a. É um "não histórico" evento em que não se encaixam em comum as experiências humanas.
b. Ele pertence a todo o povo de Deus.
c. É o centro da mensagem cristã.
d. Não há uma mensagem entregue nem um sermão pregado que a ressurreição não é o tema central.
e. Jesus não ressuscitou dentre os mortos por causa de algum poder inato da imortalidade.
f. Jesus não ressuscitou dos mortos como um ato de Sua própria vontade.
g. Jesus não ressuscitou dentre os mortos por causa de alguma necessidade inevitável.
h. Jesus ressuscitou dentre os mortos, porque Deus agiu para ressuscitá-lo.
4. Sim! Jesus morreu, foi sepultado e ressuscitou, e por que razão, a que propósito? a. Não foi por Sua vida sem pecado que Jesus se tornou o substituto do homem.
b. Não foi por Seus milagres que Jesus satisfez a justiça de Deus, cumprindo assim as exigências de Deus.
c. Não foi por seu belo exemplo que Jesus foi capaz de tomar nosso lugar.
d. Não foi por seu caráter que a dignidade insultada de Deus foi reembolsada.
e. Foi somente por seu sofrimento - só através de sua morte que Jesus adequadamente compensou pelos delitos do homem.
5. Jesus Cristo morreu! Jesus Cristo morreu por nossos pecados. Jesus Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras.
a. Jesus Cristo foi sepultado. Ele ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
b. Este é o fundamento da nossa esperança.
c. Este é o nosso Evangelho.
d. Esta é a nossa prova de triunfo sobre a sepultura.
e. Esta é a mensagem que os nossos antepassados, pregaram com o barulho das cadeias de prisão em meio ao calor abrasador e a sufocante fumaça das fogueiras e inúmeras outras formas de morte.
f. Esta é a nossa mensagem.
g. Esta é nossa esperança.
6. Os dedos da profecia apontam para a ressurreição. a. O nascimento de Jesus Cristo foi uma preparação para a ressurreição.
b. A transfiguração prenunciava a ressurreição.
c. Pentecostes foi o fruto da ressurreição.
7. Na ressurreição:
a. A história de culpa do homem foi encerrada.
b. Armadura da lei foi removida.
c. A condenação foi suspensa.
d. A morte do pecado, se fez certa.
e. A sentença de morte anulada.
f. A porta para o céu aberta.
g. A fonte da salvação foi aberta.
h. As sombras da morte foram dissipadas.
i. A escuridão da eternidade se iluminou. 

Conclusão:
1. Foi por isso que Jesus Cristo nasceu que morreu no Calvário, que Ele ressuscitou dos mortos.
2. A ressurreição de Jesus Cristo serve como uma garantia de ressurreição para todos os corpos de crentes que vai ser como o de Jesus e que também terá uma vida como a de Jesus.
3. Foi realmente um dia triste quando Jesus morreu, mas teve o final mais feliz - Ele ressuscitou!

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A história mais triste com o final mais feliz Reviewed by Aldenir Araujo on quarta-feira, maio 04, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.