A glória da cruz

A glória da cruzTexto: I Coríntios 1:18-25 – Gálatas 6:14
Introdução: A cruz de Cristo “é o evento no qual Deus simultaneamente torna conhecida sua santidade e seu amor, em um único evento, de um modo absoluto” (John Stott; A Cruz de Cristo; Vida; pp. 118)
“Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo”

I. A cruz - vergonha transformada em glória

A. De todas as formas de morte concebíveis, a crucificação tem sido a mais temida em toda a história.[post_ad]B. A morte de cruz era para o pior dos criminosos e aqueles que cometiam traição
C. A morte de cruz constituía a maior humilhação, vergonha e desgraça, especialmente entre os judeus.
1. Deuteronômio 21:23 – “...porquanto o que for pendurado no madeiro é maldito de Deus;...”
2. Gálatas 3:13 – “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar (porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro)”
D. Jesus tomou a vergonha e a humilhação da cruz e a transformou em um instrumento para glorificar a Deus
-Hebreus 12:2 – “olhando firmemente para o Autor e Consolador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus”
1. Os primeiros cristãos faziam a mesma coisa, eles se gloriavam na cruz de Cristo.
E. Hoje as pessoas se gloriam em sua riqueza, status social, fama, conhecimento e muitas vezes os cristãos se gloriam em seus dons, talentos e posições na igreja, mas como Paulo, devemos nos gloriar somente na cruz de Cristo.
1. Coríntios 1:29 – “a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus”
2. Jeremias 9:23-24 – “Assim diz o SENHOR: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas; mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o SENHOR e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o SENHOR”

II. A cruz demonstra a onipotência de Deus

A. Se você quisesse salvar o mundo, uma cruz seria a última coisa que você gostaria de usar - "Que estranha forma de salvar o mundo”
B. A cruz demonstra a capacidade de Deus para usar qualquer coisa, independentemente de quão simples ou fraca, pode parecer.
1. Um Deus que criou tudo do nada pode usar qualquer coisa que Ele quer para o que Ele quer (I Coríntios 1:27-28) – “pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são”
C. Deus transformou a cruz; de um instrumento de morte para aquele que traria a vida eterna, um instrumento de tortura a um que traria a paz ao coração humano, um instrumento de extrema dor em algo que traria alegria extrema, um instrumento de vergonha e desgraça em algo que as pessoas se agarram com orgulho;
1. Não havia nada de bom em uma cruz antes de Cristo, mas depois de Cristo, tem sido abraçada por milhões.
D. Alguma vez você já se perguntou por que cantores de rock e heavy metal usam cruzes em volta do pescoço?
1. Satanás é um imitador, ele pega as coisas de Deus e muda o significado da mesma para honrar a si mesmo.
2. Exemplos - a música e a dança - essas coisas se originou na presença de Deus como os anjos se alegra em Sua presença. Satanás mudou estas coisas para agora honrar a sua natureza caída e imoral.
3. A cruz é um símbolo da onipotência de Deus e sua grandeza. Satanás reconhece o que a cruz representa e por isso ele leva a mensagem de Cristo e a salvação fora dela e as pessoas usam isso para quem sabe o motivo, mas agora em vez de representar a Deus, é atribuída por alguns a imoralidade degradante do pecado que satanás se gloria.

III. A cruz demonstra que Deus não tem fraquezas

A. Ao longo da história satanás tem tentado ser superior a Deus B. Quando Deus assumiu um corpo de carne e sangue, Satanás pensou que era a chance dele.
C. Satanás tentou pela primeira vez Jesus para o pecado e que não funcionou, então o seu próximo passo era matá-lo.
1. Satanás motivou o coração das pessoas para matar Jesus em várias ocasiões (Nota: Ele foi morto por inveja)
D. Se você pudesse retratar Deus em um momento de fraqueza, um momento em que Ele parecia estar acuado e sem saída e satanás em seu melhor momento, um momento em que parecia que ele não podia perder. Teria sido quando eles pregaram Jesus na cruz. Você podia ouvir o riso hediondo de Satanás nas vozes dos que passavam zombando.
E. Deus demonstrou que ele não tem pontos fracos, mesmo quando pregado a uma cruz e sucumbindo à morte, Ele foi ainda maior do que Satanás e se levantou vitorioso no terceiro dia.

IV. A cruz demonstra a sabedoria de Deus

A. Satanás sabia que Deus havia prometido um homem que esmagaria sua cabeça (feriria)
B. Satanás, como todo mundo, não estava esperando que Deus viesse a Terra como veio.
C. Quando Jesus foi pregado na cruz, Satanás pensou que tinha finalmente derrotado a Deus.
D. Satanás não sabia que a cruz seria sua queda.
1. I Coríntios 2:7-8 – “mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, outrora oculta, a qual Deus preordenou desde a eternidade para a nossa glória; sabedoria essa que nenhum dos poderosos deste século conheceu; porque, se a tivessem conhecido, jamais teriam crucificado o Senhor da glória;”
2. Isto fala primeiro dos governantes terrenos e em segundo lugar dos príncipes das trevas deste mundo... O primeiro não viu Jesus por quem Ele realmente era: "O Senhor da Glória", se tivessem, não teriam crucificado. O segundo não viu a importância da cruz no grande esquema de Deus.
3. Ousamos pensar por um momento que se Satanás soubesse o alcance do que Deus faria através da cruz, teria motivado o coração das pessoas para não crucificar Jesus.

Conclusão:
A. Deus, através da cruz, tinha um plano de redenção para a raça humana que Satanás não podia parar.
B. Hoje e todos os dias devemos estabelecer as nossas conquistas e glória na cruz, sem a qual ninguém pôde ser salvo.
C. A cruz demonstra verdadeiramente o poder e sabedoria de Deus e traz glória ao Seu nome.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A glória da cruz Reviewed by Aldenir Araujo on terça-feira, fevereiro 22, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.