Parábolas: O joio e o trigo

Parábolas: O joio e o trigo
Texto: Mateus 13:24-30, 34-43

Introdução: Jesus começou a ensinar utilizando parábolas. Antes deste ponto no Seu ministério Ele ensinava abertamente para todos ouvirem, mas a maioria das pessoas não queriam ouvir a verdade. (Não muito diferente de hoje.) O que aconteceu é que os judeus, em sua maioria, tinham rejeitado Jesus e Sua mensagem. Eles tinham dito que Ele fazia milagres pelo poder de Satanás, e não pelo poder de Deus! Nota: Mateus 12:24; Marcos 3:22.

Ele agora volta sua atenção para uma abordagem mais pessoal e individual para alcançar as pessoas. Somente aqueles que realmente queriam ouvir, inquiriam e encontravam a verdade. Nota: Marcos 4:11-12. Compare com Mateus 13:15

Quando olhamos para uma parábola devemos fazer três coisas básicas:

1. Considerar o contexto em que nosso Senhor a apresentou em seu ambiente e arredores.
2. Em seguida, precisamos prestar atenção a explicação do Senhor.
3. Fazermos a aplicação para nós hoje.

Na semana passada, nós olhamos para a parábola do semeador que o Senhor inclui em três dos relatos dos Evangelhos. Hoje à noite, vamos olhar para outra parábola da semeadura.

Esta só está incluída no relato de Mateus. É a parábola do joio e do trigo.

I. O cenário: V. 24-30

II. A explicação: v. 34-43

A. O Semeador: O Filho do Homem ou Jesus Cristo.
B. O campo: O mundo
C. O inimigo: O maligno ou Satanás (note que ele faz o seu trabalho sob a cobertura da escuridão)
D. O joio: Os filhos do maligno (e não apenas as ervas daninhas, mas uma planta que se parece com o trigo a única diferença é o fruto)
E. A colheita: No final dos tempos
F. Os ceifeiros: Os anjos de Deus
G. O resultado:
1. O joio será colhido e queimado no fogo.
2. O trigo será reunido no celeiro.

III. A aplicação:

A. O campo é o mundo, e pertence a Deus.
1. Pertence a Deus determinar o que fazer com o campo.
2. Pode estar agora sob a influência e o poder do maligno, mas um dia Deus irá recuperar todos os direitos de propriedade.
B. Deus vai decidir quando e quem vai fazer a colheita.
C. Nosso trabalho é crescer, se desenvolver, e cumprir o propósito pelo qual o nosso Senhor nos colocou aqui.

Conclusão: O Senhor pode voltar a qualquer momento ... você não tem todo o tempo do mundo ... a "ceifa" é iminente. Deus é o ceifeiro e a verdade é de fato “sombria” ... ele vai lançar sua foice afiada e vai colher. Só ele é capaz de distinguir a diferença corretamente, e nesse dia será tarde demais. A coisa certa a fazer é ter a certeza de que você está salvo enquanto há tempo!

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!