Senhor, quem creu?

Senhor, quem creu?Texto: João 12

Introdução: Na semana antes da morte, sepultamento e ressurreição de Jesus Cristo, Ele entrou em Jerusalém montado num jumentinho. Para os primeiros seguidores de Jesus, esta foi uma semana que começou com enorme entusiasmo e expectativa.
Eles tinham sido seguidores de Jesus por cerca de três anos e meio e tinham testemunhado Jesus realizando milagres extraordinários, curando os enfermos, expulsando demônios e até mesmo silenciando os líderes religiosos da época, com a autoridade que Ele respondia as suas perguntas e desafios.
[post_ad]
Eles tinham crido que ele era o Messias que todos os profetas do Antigo Testamento tinha falado. E agora eles estão prontos para coroá-lo como rei e viver e governar com Ele para sempre. Todos de Jerusalém estavam olhando para este grande evento com antecipação e esperança. João 12:12-15
“No dia seguinte, as grandes multidões que tinham vindo à festa, ouvindo dizer que Jesus vinha a Jerusalém, tomaram ramos de palmeiras, e saíram-lhe ao encontro, e clamavam: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor! Bendito o rei de Israel! E achou Jesus um jumentinho e montou nele, conforme está escrito: Não temas, ó filha de Sião; eis que vem teu Rei, montado sobre o filho de uma jumenta"
• Da exaltação à rejeição
Mais uma vez, esta semana começou com enorme entusiasmo e grandes expectativas. No decorrer da semana as pessoas, inclusive os discípulos, passaram da exaltação ao desânimo, do entusiasmo à decepção e desânimo, da esperança à desilusão e da crença a descrença.
Eles começaram a semana proclamando o como Rei e terminou a semana rejeitando-o. Pode-se dizer que, foi uma semana em que sonhos foram destruídos e a crença deles em Jesus como o Messias foi destruída.
No final da semana, essas mesmas pessoas que começaram a semana proclamando-o como Rei dos judeus, estava agora o rejeitando e condenando-o à crucificação na cruz.
Seus discípulos que orgulhosamente discutiram um com o outro sobre quem ia ser o maior e sentar ao lado dele no reino estavam abandonando-o. E Pedro, que uma vez o proclamou como o Cristo foi encontrado agora negando três vezes. A fé deles em Cristo estava tão destruída que, mesmo após a Sua ressurreição eles foram lentos para crer. João 12:37-38
“E embora tivesse operado tantos sinais diante deles, não criam nele; para que se cumprisse a palavra do profeta Isaías: Senhor, quem creu em nossa pregação? e a quem foi revelado o braço do Senhor?"
• Sistema de crença falido
Todas essas pessoas e as situações são exemplos clássicos de um sistema de crença falido. O que levou a fé deles falhar no momento de crise e dizer que não tinham rei, senão César?
O objetivo desta mensagem é descobrir o que é que nos faz não ter o forte sistema de crença que pensamos que temos.
Nós não queremos ser apanhados na mesma teia de enganos que essas pessoas foram, na medida em que cumpriu a profecia do profeta Isaías sobre: "Senhor, quem creu em nossa pregação?”.
Pedro e os outros discípulos estavam enganados quanto à sua crença e fé. Pedro nunca pensou que fosse possível que ele pudesse negar o Senhor. Os outros nunca imaginaram abandoná-lo em seu momento de crise. E você? Você sabe o quão forte é o seu sistema de crença?

I. Causas de um sistema de crenças falido.

1. Conceitos falsos e falta de entendimento.
Jesus tentou em várias ocasiões e oportunidades preparar os seus discípulos e às multidões para este momento de crise. Mas todos eles falharam em compreender o significado do que ele estava tentando dizer a eles. Até o final eles tiveram falsa concepção de Jesus e Seu reino. João 12:32-34
"E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim. Isto dizia, significando de que modo havia de morrer. Respondeu-lhe a multidão: Nós temos ouvido da lei que o Cristo permanece para sempre; e como dizes tu: Importa que o Filho do homem seja levantado? Quem é esse Filho do homem?"
Quantas vezes deixamos de ouvir coisas porque já temos uma ideia do que alguém está tentando nos dizer?
O povo de Israel naquele dia tinha um conceito forte já fixo em suas mentes a respeito do que se esperava do Messias e como Ele iria governar. Eles estavam tentando ver Jesus e Seu reino através de uma lente distorcida.
Devido a isso o coração não poderia compreender o significado completo do que Jesus estava dizendo a eles. Enquanto Ele estava compartilhando com eles, eles já estavam começando a perder a fé nEle. "Senhor, quem creu em nossa pregação?”

• Os discípulos mais próximos de Jesus tinha esse mesmo problema.
Mateus 16:22 “E Pedro, tomando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso de modo nenhum te acontecerá”.
Aqui encontramos Pedro, que tinha acabado de receber a revelação de quem era Cristo, ainda segurando a suas falsas concepções e ideias preconcebidas. Elas estavam impedindo-o de ver o quadro completo de como o reino de Jesus era para ser revelado.
Como resultado a sua crença em Cristo não foi capaz de ser reforçada para além da sua perspectiva limitada. Isso contribuiu para condição enfraquecida de Pedro em seu momento de experimentação e de crise, quando ele negou conhecer Jesus.
Ele perdeu a oportunidade de a sua fé e crença ser reforçada por causa de suas ideias preconcebidas. Como resultado, ele foi tardio em ouvir. Ele e os outros discípulos permitiram que suas falsas concepções endurecessem o coração para ouvir a verdade. Eles foram seletivos em que ouviram.
O que acontece conosco quando estamos tentando algo novo e uma situação difícil vem ao nosso caminho? Nós voltamos à velha forma e tentamos mesmo que possa estar errado ou ineficaz. É por isso que é importante fortalecer o nosso sistema de crenças imediatamente. Por exemplo. Parábola do semeador.
Pedro assim como os outros discípulos tinha sido ensinado a visão distorcida da vinda do Messias desde os tempos de infância. Eram falsos conceitos que tinham sido construídos muito fortemente em seu sistema de crenças e foi para isso que eles voltaram quando viram Cristo ser preso. Como resultado o entusiasmo transformou-se em desânimo, a esperança em desilusão e a crença em descrença. Eles foram destruídos em sua fé.
Quantos de nós temos permitido outras coisas além da palavra de Deus moldar o nosso sistema de crenças, como experiências negativas, ideias preconcebidas, filosofias, tradições de homens ou vãs sutilezas.
Colossenses 2:6-8 “Portanto, assim como recebestes a Cristo Jesus, o Senhor, assim também nele andai, arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, abundando em ação de graças. Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo”.
2. O medo do homem lhe arma laços.
Há muitas pessoas que tiveram uma visão maravilhosa da verdade a respeito de Jesus e Seu reino, mas por causa do medo do homem e do medo de serem rejeitados por seus amigos e suas tradições eles nunca confessam totalmente o que eles acreditam e a verdade nunca é totalmente plantada em seus corações.
Provérbios 29:25 “O receio do homem lhe arma laços; mas o que confia no Senhor está seguro”.
João 12:42 “Contudo, muitos dentre as próprias autoridades creram nele; mas por causa dos fariseus não o confessavam, para não serem expulsos da sinagoga”.
Creio que um dos problemas enfrentados quando Pedro negou Cristo por três vezes foi o medo do homem. Pedro nunca havia conquistado essa área em sua vida e como resultado, em um momento de dúvida e incerteza, ele cedeu ao medo do homem.
Temos de ser capazes de confessar corajosamente o que nós acreditamos. O apóstolo Paulo disse: "Eu acreditei e por isso falei". Nós temos que fazer também, mesmo em face da oposição.
3. Há uma falta de vontade de pagar o preço. João 12:42-43
“Contudo, muitos dentre as próprias autoridades creram nele; mas por causa dos fariseus não o confessavam, para não serem expulsos da sinagoga; porque amaram mais a glória dos homens do que a glória de Deus”.
Muitas pessoas não ouve plenamente o que Deus está dizendo, porque eles têm medo do que vai custar-lhes. Muitas pessoas, até mesmo pastores, permanecem sob o jugo de tradições, por causa do medo de perder sua reputação e amigos quando o Espírito Santo revela ainda mais a verdade a respeito de Jesus Cristo e Seu reino. Como resultado, o sistema de crenças é enfraquecido em vez de fortalecido.

II. Observações finais.
Meu objetivo com esta mensagem é nos tornar conscientes de quão perigoso e prejudicial, é para nós, não fortalecer a nossa fé em Cristo e Seu reino enquanto temos a oportunidade. É somente à medida que avançamos nele que nós crescemos, de fé em fé. Caso contrário, nós estaremos permitindo que estas áreas enfraqueçam nossa crença e confiança em Cristo e Seu reino. Há outra hora escura que está chegando antes da segunda vinda de Cristo. Assim como a escuridão que veio sobre a terra durante sua crucificação fez tropeçar a muitos, o mesmo deve acontecer nos últimos dias.
Há uma grande apostasia que vem antes de Jesus ser revelado na Sua segunda vinda em toda a Sua glória. Assim como o povo sucumbiu à pressão da multidão nos dias de Jesus a negá-Lo, o mesmo deve acontecer nos últimos dias. Porque muitos dos seguidores de Cristo têm sistemas de crenças mal estabelecidos, muitos cairão fora. Agora é o dia para se fortalecer em Cristo.
Hebreus 12:26-28, “a voz do qual abalou então a terra; mas agora tem ele prometido, dizendo: Ainda uma vez hei de abalar não só a terra, mas também o céu. Ora, esta palavra-Ainda uma vez-significa a remoção das coisas abaláveis, como coisas criadas, para que permaneçam as coisas inabaláveis. Pelo que, recebendo nós um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e temor”.
Alguns anos atrás, ouvi uma história de um homem que pegou uma bela rocha do leito de um rio na Carolina do Norte e usou-o como batente de porta. Anos mais tarde, um geólogo que estava caminhando na área parou e percebeu o batente, que ele reconheceu imediatamente como um enorme pedaço de ouro. Na verdade, era uma dos maiores pepitas de ouro já encontrado a leste das Montanhas Rochosas.
Como o homem que não conseguiu reconhecer o ouro, quando ele o segurou em suas mãos, os discípulos não conseguiram reconhecer a verdadeira natureza do Senhor, mesmo depois de mais de três anos com ele. E você? Conhece quem ele é?

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!