Quatro advertências dignas de serem observadasTexto: Gênesis 19:17

Introdução: Deve ter sido triste para Abraão saber que nem sequer dez justos havia naquela cidade.
Diante desta realidade, Deus decidiu destruir a cidade, mas antes disto exortaria a Ló e sua família para que saísse. Definitivamente a maldade dos homens era tão grande que queriam violar os anjos. (19:1-9).

Tudo isso motivou os anjos de Deus apressar a Ló para que saísse de Sodoma. Por tal razão lhe fizeram quatro advertências.

I. Escapa-te por tua vida. V.17

[post_ad]
1. Deus faz sua parte, mas quer que nós façamos a nossa também. Escapar do mundo é uma decisão pessoal. Ele não nos obriga a nada, mas, quer que nós corramos.
2. Foge da condenação, foge do juízo! Foge do derramar da ira de Deus!
3. Escapar tem a ver com buscar um refugio mais seguro.
4. Escapar por sua vida implicava não só a dele, mas a de toda sua família (v. 12) Lástima que seus genros zombaram não dando crédito (v. 14)

A segunda advertência foi:

II. Não olhes para trás. V.17

1. Aquele que põe a sua mão no arado e olha para trás não é digno do Senhor. (Lucas 9:62)
2. Não podemos permitir que as coisas do passado nos detenham no presente. Ex: a experiência da esposa de Ló; (v. 26)
3. Israel fracassou no deserto porque havia saído de Egito no físico, mas no coração NÃO.

A terceira advertência foi:

III. Não pares em toda esta campina. V.17

1. Não somos chamados para parar na vida cristã, mas para avançar.
2. Não devemos nos deter contemplando o passado com seus êxitos e fracassos. Cuidado com a dúvida, o temor, a ansiedade, o ressentimento, porque todo isso te pode deter.

A quarta advertência foi:

IV. Escapa lá para o monte, para que não pereças. V.17

1. Não peças para ir a Zoar (pequenez) escapa-te (19:17) para o monte de Jeová (v. 20,30)
2. Buscar o verdadeiro lugar Santo, este lugar é “na presença de Jesus”

Conclusão: Se aproxima o dia do juízo de Deus, eu lhe pergunto:

Estás escapando por tua alma?

Pr. Aldenir Araújo