Uma Grande Declaração

Uma grande declaraçãoTexto: João 3:16

Introdução: Há vários profundos e grandes versos na Bíblia sobre o amor de Deus para o homem.

Um deles é "Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor" (I João 4:8).

Outro versículo é João 3:16: "Porque Deus amou o mundo tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" João 3:16 é memorizado, citado, e referido, talvez mais do que qualquer outro versículo em toda a Bíblia.

Infelizmente, João 3:16 também está entre os versos mais mal compreendidos na Bíblia. Iremos Agora, explorar o verso para saber o seu significado e porque o verso contém uma declaração tão grande.

I. Grande por causa de quem amou

A. Deus amou! O Deus eterno, imutável, onisciente, onipresente, o Deus absolutamente santo que criou tudo o que é criado - Ele amou (Deuteronômio 33:27, Hebreus 6: 17, 18, Jó 34: 21, Salmos 139, Levítico 11: 44, Gênesis 1:2).

II. Grande por causa de quem ele amou

A. "Porque Deus amou o mundo", somos informados.
1. O "mundo" (kosmos) não é o mundo que João disse para "não amar", mas humanidade (I João 2:15, aqui cosmos é utilizado para os elementos mais básicos, consulte o versículo 16 de I João 2).
2. A grandeza do amor de Deus para com o homem é visto no fato da total indignidade do homem para ser um destinatário do amor de Deus: "Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós" (Romanos 5:8). Cristo morreu pelos ímpios (vs. 6).

III. Grande por causa de quanto Ele amou

A. "Porque Deus amou...", escreveu João. Continua a haver um debate entre alguns estudiosos quanto ao fato de "tal" significado forma ou grau.

B. João escreveu mais tarde: "Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai..." (I João 3:1).

IV. A extensão do amor de Deus é visto em "Que deu o seu único filho...”.

A. O amor (ágape) de João 3:16 não é egoísta e visa o bem estar do mundo que ele amou. Assim, "ele deu." O Pai amou tanto que deu o seu "Filho unigênito".

B. Jesus foi único (unigênito é Segundo o Strong`s o termo “monogenes” (G3439) é resultado da junção de “monós” (G3441) com “ginomai” (G1096). Segundo esse mesmo léxico, a definição é exatamente único nascido, podendo ser também aplicado como “único filho”). Tal ato altruísta de Deus para o sacrifício ( "deu"), seu único Filho, para salvar homens pecadores!

V. Grande por causa de “quantos” Deus amou 

A. A universalidade do amor de Deus é visto em "...todo aquele que crê...." O conceito dos fariseus na época de João limitando o amor de Deus aos judeus (Mt 5:43 e ss.).

B. A visão agostiniana que tenta contornar o amor de Deus para os "eleitos", aqueles que foram arbitrariamente predestinados para serem salvos (chamado Calvinismo hoje). No entanto, as escrituras ensinam: "... se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele, e ele comigo" (Apocalipse 3:20).

VI. Grande por causa do efeito negativo da declaração.

O verso diz: "...Todo aquele que nele crê não pereça...".
A. "Pereça" é um antônimo de "vida eterna".
1. Esta falta de permissão para perecer, entretanto, é condicional (ver mais tarde).

VII. Grande por causa do efeito positivo da declaração

A. O oposto de perecer, como visto, é "tenha a Vida Eterna". Só haverá duas classes de indivíduos, "E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna" (Mateus 25: 46). Jesus apresenta em detalhe as duas classes em (Mateus 25:31-46).

1. "Vida eterna" é indicativo da grandeza e da felicidade que aguarda os salvos (2 Coríntios 5:1-9, Apocalipse 20 - 22). "Vida eterna" é a herança que está reservada no céu para os salvos (I Pedro 1:4, Tito 1:2).

VIII. Grande por causa da condição em que o homem pode usufruir dos benefícios do maravilhoso amor de Deus 

A. A condição é: "...para que todo aquele que nele crê não pereça...." Que seja imediatamente compreendido, a contemplado “crê” não um morto, ou uma fé inativa (Tiago 2:14-26). A fé que aproveita "fé que opera pelo amor" (Gálatas 5:6, I João 5:3). "A fé somente", como tal, nunca salvou ninguém (Tiago 2:19).

1. "Crê" é traduzido de pisteuon. A gramática de pisteuon ("crer") é importante: caso nominativo, singular em número, em gênero masculino, particípio e presente do indicativo (O Grego Analítico Lexicon, pg. 326). O particípio presente do indicativo descreve um curso, ação contínua. Uma tradução expandida ficaria assim, "aquele que crê em... (acreditas, se apega ao, depende)..." (The Amplified New Testament). Marshall acenta o particípio, "todos que acreditam nele..." (Interlinear Greek-English New Testament)

2. Aqueles que acreditam nele (presente) são aqueles que se arrependem, confessam a divindade de Cristo, e são batizados para a remissão dos pecados (Atos 2: 38, Romanos 10:9-10, Atos 2:38, ver Atos 16:30-34) O Senhor adiciona-os à sua igreja (Atos 2:47 - Gálatas 3:26-27). Aqueles que acreditam que irá em seguida, adicionar todas as virtudes (crescer) e ao fazê-lo, "... porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis" (II Pedro 1:5-10). No entanto, pode-se optar por deixar de acreditar (Hebreus 3:12-19).

Conclusão: João 3:16 contém uma grande declaração. É triste saber que nem todos os homens estão se apropriando do amor de Deus para si e colhendo os ricos benefícios desse amor (Judas 21).

"Outos gar egapesen o Teos ton kosmon oste ton uion autou ton monogene edoken ina pas o pisteuon eis auton me apogetai all eche zoen aionion” João 3:16 (grego koiné)

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá á  disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!