Preparando um sermão

Preparando um sermão
Este guia oferece sugestões sucintas para a preparação de um sermão exegético. A preparação do sermão decorre e depende da exegese da passagem bíblica. O trabalho exegético é sempre o primeiro passo ao preparar-se para pregar a partir da Escritura.

O objetivo do sermão é pregar fielmente a Palavra de Deus para aqueles que vieram para ouvir a revelação de Deus proclamada. Isso presume que o pregador investiu tempo tanto para ouvir a Palavra de Deus como para compreender a aplicação da mesma para o pregador e a vida do ouvinte.

Guia sugerido para a Preparação do Sermão

1. Oração

Comece a preparação do sermão com oração. O sermão é um ato de fé e obediência ao Deus vivo, que continua a revelar-se através da Palavra escrita proclamada pelo poder do Espírito Santo.

2. Determine o pensamento principal da passagem.

Com base em sua análise exegética, especifique o conteúdo, a intenção, e o argumento de uma passagem. Além disso, como é que a mensagem desta passagem se relaciona com o contexto imediato, bem como o resto da Escritura? O objetivo é discernir claramente o que a passagem está dizendo. Isso é necessário se você vai pregar a partir da passagem (ou seja, seguir o caminho que já está presente nas Escrituras), em vez de simplesmente apresentar suas próprias preocupações.

3. Identifique aqueles a quem você estará pregando.

É importante identificar e compreender aqueles que irão ouvir o sermão. Sempre que você procurar comunicar de forma eficaz, é necessário identificar o grupo ao qual você vai falar e adequar o seu sermão em conformidade (por exemplo, ilustrações, vocabulário, etc.).



4. Comece a aplicar o texto para a vida dos seus ouvintes hoje.

O sermão procura esclarecer como a revelação de Deus em um contexto histórico particular, aplica-se a vida da Igreja em Cristo hoje. Depois de se esforçar para entender o que o texto está dizendo e por que, agora tente ver como este significado se aplica a sua vida e aqueles que irão ouvir o seu sermão. Gostaria de sugerir três questões de desenvolvimento que contribuem para este processo:

A. O que isto significa? Como o autor está desenvolvendo o pensamento dessa passagem? Existem elementos na passagem que devem ser explicados para o público para que possam entender o texto? Essas perguntas ajudam a garantir a inteligibilidade.

B. É verdade? Podemos crer? Como é que o autor bíblico substancia o que é dito? Que experiências em nossas vidas torna problemáticas as reivindicações que estamos fazendo?

C. Que diferença faz? Nós lemos a Bíblia para ouvir Deus falar, de modo que, perguntar como o que a passagem diz é aplicável em nossa situação é muito natural.

5. Decida o propósito do sermão.

A partir de sua compreensão de como uma passagem se aplica a sua vida e aqueles que irão ouvir o sermão, procure indicar o seu propósito no sermão. Você está tentando levar os ouvintes a aplicar um princípio ou ação em particular em suas vidas? Você está procurando explicar um aspecto crucial da fé cristã (por exemplo, a ressurreição ou quem é Jesus Cristo)?

6. Selecione uma forma de sermão que facilita a realização do propósito e crie um esboço do sermão.
Sermões vêm em diferentes formas: seja aplicando um princípio, explicando uma ideia-chave, uma narrativa e etc. Tente deixar a própria passagem ajudar a definir a forma que você vai empregar. Depois que a forma for selecionada, crie um esboço que incorpora a mensagem da passagem, na forma selecionada. Tente comunicar a mensagem da passagem, não apenas esboçá-la. Para quem não tem um curso presencial em sua cidade, eu indico esse curso online que se chama – Kit Curso Pregador Completo – Como preparar sermões e pregar a Bíblia (clique aqui para ver). Para sem um bom pregador o caminho da preparação é obrigatório!

7. Preencha o esboço do sermão.

Adicione o material de apoio para o sermão. Isso inclui ilustrações, citações, dados factuais, etc., que apoiem, iluminem, ou aplica os pontos do sermão, bem como motiva o ouvinte a ação. Boas ilustrações são um ofício que elucidam claramente o significado de um texto em vez de simplesmente entreter o público.

8. Construa a introdução e a conclusão.

A introdução e conclusão bem planejada são essenciais para um sermão bem trabalhado, e possuem um significado que supera o seu comprimento relativo. A introdução deve introduzir o propósito e ajudar a capturar a atenção do ouvinte. Alguns podem optar por construir primeiro a conclusão, já que é o lugar para o qual o sermão está se movendo. A conclusão deve trazer para casa a mensagem do sermão.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Preparando um sermão Reviewed by Aldenir Araujo on quarta-feira, julho 20, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.