O Reino de Deus Revelado

O Reino de Deus ReveladoTexto: Marcos 1: 14-15
Introdução: É evidente que alguns assumiram sua fé "cristã" de ânimo leve e assim que as dificuldades ou as diferenças ameaçam, eles são rápidos a renunciar à sua profissão de fé e a veracidade da sua "profissão em Cristo" fica clara. No entanto, aqueles que verdadeiramente aceitaram a verdade de Jesus Cristo e se entregaram a Ele não são intimidados por nada. Eles são aqueles que permanecem quando estão na benção e quando está difícil até mesmo através de perseguição. Jesus, mais uma vez, é o nosso exemplo:
[post_ad]
- Assim que Jesus soube da prisão de João Batista, Ele foi para a Galiléia, onde João estava pregando e começou onde João havia parado, até a mesma mensagem: "... Arrependei-vos porque o reino de Deus está próximo; Arrependei-vos, e crede no Evangelho".

I. O que é este reino que eles estavam anunciando?

1. Este é o Reino de Deus.
- Um império que Deus levanta sobre as almas dos homens e não por meios mundanos de armas e guerra, mas por uma influência espiritual invisível sobre as mentes e os corações dos homens.
- Um império não determinado por limites particulares, mas espalhados sobre a face de toda a terra.
- Suas leis são escritas nos corações de seus súditos e afetam seus pensamentos e desejos, bem como suas ações exteriores.
- Um reino que não tem a pompa e o espetáculo como outros reinos, mas está localizado dentro dos corações dos homens e que consiste em justiça, paz e alegria no Espírito Santo.
- Seus temas têm privilégios peculiares, como nenhum outro povo na terra tem que são de natureza espiritual e invisível aos olhos carnais.
- O rei está sempre com eles e cada súdito tem acesso a ele em todos os tempos e tudo o que Ele possui é deles.
- Seu poder é constantemente estendido para a proteção e apoio de todos os indivíduos entre eles, ordenando tudo para seu bem e está sempre ocupado em fazê-los felizes, dando-lhes uma paz que excede todo o entendimento e uma alegria que é inexplicável e glorificado.
- Este reino é também chamado de "O Reino dos Céus", pois é uma contrapartida exata do que está no céu e difere apenas na sua medida e grau. O que quer que se passe no céu é duplicado no reino na terra, só que em menor grau. A lei da santidade é a mesma, os privilégios são os mesmos e a felicidade em Deus é um grande privilégio compartilhado.
2. Um Reino que naquele tempo seria estabelecido.
- Os profetas tinham falado claramente durante séculos de um reino a ser estabelecido pelo Messias em um tempo determinado.
- O tempo tinha chegado. A mulher samaritana disse: "... sabemos que o Messias está vindo...”.   "... O tempo está cumprido, o reino de Deus está próximo...", respondeu Jesus. Jesus ordenou aos seus discípulos para declarar o mesmo - "... tenham certeza disso, que o reino de Deus é chegado a vós”.
- Embora todo mundo estivesse procurando e esperando um reino terreno visível, o reino que João e Jesus falavam era um reino espiritual composta de temas espirituais.

II. O que era /é necessário para se tornar súdito deste reino?

Não há necessidade de migrar para outro país a fim de colocar-se sob o domínio de Cristo, pois há um caminho apontado para que todos tenham seus nomes inscritos entre o Seu povo.
1. É necessário se arrepender.
- Arrepender-se é o dever de cada pessoa, seja cristão ou não, porque todo ser humano violou as leis de Deus, no entanto o arrependimento é um requisito indispensável para a admissão no Reino de Deus. Nenhum pecador impenitente com pecados grandes ou pequenos pode ser contado entre os súditos do Reino de Deus.
- Aqueles que se recusam a arrepender-se, não cedem à autoridade de Deus e despreza os privilégios não podem ter acesso a este Reino.
- Não importa o que um impenitente pode chamar ele/ela mesma, o Rei do Reino de Deus vai considerar essa pessoa um inimigo, um rebelde, um traidor.
- Para se tornar um concidadão dos santos, o individuo deve se tornar um santo.
2. É necessário crer no Evangelho.
- O arrependimento é necessário para preparar homens e mulheres para o reino, mas é a fé que na verdade os introduz nele.
- O Evangelho apresenta Jesus Cristo como "o príncipe", mas como "Salvador" também. Representa-o como tendo tomado os nossos pecados em Seu próprio corpo na cruz, e assim fez uma plena satisfação a Deus por eles. Ele também garante a perfeita satisfação a Deus. No momento exato em que uma pessoa abraça as verdades do Evangelho, a reconciliação completa é feita.
- Pelo arrependimento rejeitamos as nossas armas de rebelião e pela fé nós nos dedicamos a Jesus Cristo como Seu povo peculiar.
 
Conclusão:
1. As perguntas vêm à mente neste momento.
- Súditos de qual reino nós somos hoje? Podemos pertencer apenas a um dos dois reinos nesta terra - de Satanás ou de Deus.
- Você conheceu os requisitos para pertencer ao Reino de Deus? Se você ainda não conheceu, você pertence ao reino de Satanás.
- Você desfruta de todos os benefícios e privilégios de um súdito do Reino de Deus?
2. Não deveria ser humilhante para todos no Reino de Deus?
- Quão pouco amor temos demonstrado para com o nosso Rei Celestial, quão pouco interesse demonstramos em seu serviço.
- Pense no sacrifício que um súdito de um reino terreno faz pelo seu rei - até mesmo a morte, a fim de receber um "aceno" do reconhecimento de seu rei honrado.
- Quando somos chamados para o serviço de Deus, reclamamos ou pedimos para ser dispensado? Qual consciência não se envergonha quando pensamos quão pouca gratidão temos demonstrado ao maior benfeitor de todos?
3. Quem não tem razões para ser grato ao Rei do Reino dos Céus?
- Até mesmo aqueles que não reconhecem isso, ainda têm oportunidade de pertencer ao Reino de Deus.
- Especialmente aqueles de nós que pertencem e desfruta de todos os privilégios e benefícios de nosso Rei.
 
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

O Reino de Deus Revelado Reviewed by Aldenir Araujo on terça-feira, novembro 18, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.