Lições da parábola do fariseu e do publicano

Lições da parábola do fariseu e do publicanoTexto: Lucas 18:9-14

Introdução: Jesus contou uma parábola a alguns que confiavam em sua própria justiça e desprezavam os outros. Portanto, esta é a mensagem de Deus para você e para mim hoje.

1. O orgulho espiritual

A. A oração do fariseu indica dois sintomas de orgulho espiritual.
[post_ad]
B. Primeiro, ele julga o cobrador de impostos e todos os outros.
C. Em segundo lugar, a oração é toda sobre ele, suas boas obras e justiça.

2. Humildade

A. Ao contrário do fariseu, o cobrador de impostos está cheio do temor de Deus.
B. Para ele a presença de Deus é como um espelho que reflete o estado de sua alma.
C. Ele se arrepende e busca a misericórdia de Deus. Ele não se gaba nem julga o fariseu.

3. O resultado

A. Os fariseus eram ícones da espiritualidade enquanto os cobradores de impostos eram símbolos do pecado.
B. O publicano sai justificado, mas o fariseu saiu da mesma forma que entrou.
C. Deus é misericordioso para com os humildes de coração, mas despreza os soberbos (Tiago 4:6)

Aplicação

Esta parábola tem três lições para nós. Se aplicarmos estas três verdades não vamos sair da presença de Deus da mesma forma que entramos; como o publicano vamos sair justificados, transformados e com paz de espírito.

A. Não julgue

1. Julgar os outros significa pronuncia-los culpados. É o fruto do orgulho espiritual.
2. Exemplo: fofoca, crítica, maledicência, condenação, denuncias falsas e etc.
3. Não usar a correção como uma cobertura para julgar os outros. A correção é pessoal, amorosa e respeitosa, mas julgar não é, (Mateus 18:15-17).

B. Não se gabe.

1. Não ir à igreja para mostrar suas habilidades, riqueza ou conhecimento. Deus condena tais motivos.
2. Peça ao Espírito Santo para lhe mostrar seus defeitos quando você estiver diante da presença de Deus.
3. Arrepender-se e buscar a misericórdia de Deus. Ore para que ele lhe dê a graça de abandonar seus velhos hábitos.

C. Dependa de Deus

1. A falsa espiritualidade dos fariseus era usada como uma tampa para encobrir suas fraquezas e deficiências.
2. Na igreja também alguns cristãos muitas vezes cobrem suas fraquezas com uma sensação de falsa espiritualidade.
3. Não deixe que o ministério ou qualquer outra coisa sustentar sua autoimagem. Dependa de Deus e ele te exaltará, (... quem se humilha será exaltado... Lucas 18:14)

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Lições da parábola do fariseu e do publicano Reviewed by Aldenir Araujo on domingo, maio 26, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.