Ads (728x90)

Quando somos Transformados Parte 1Texto: Efésios 4:17 – 24

 

2 Coríntios 3:18 “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”.

 

2 Coríntios 5:17 “Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”.

Características das pessoas não transformadas:

1. Elas são ineficazes (v. 17b)

1. Elas são ignorantes (v. 18a)

2. Elas estão isoladas (v. 18b)

3. Elas são indulgentes (v. 19)

 

O que acontece internamente quando experimentamos a salvação?

1. Quando somos transformados, deixamos de lado nosso passado (v. 22).

A. Nós todos temos um passado.

B. Todos nós temos um passado ruim.

C. Todos nós precisamos fazer alguma coisa sobre o nosso passado.

Romanos 6:2 “De modo nenhum. Nós, que já morremos para o pecado, como viveremos ainda nele?”.

Romanos 6:6-7 “sabendo isto, que o nosso homem velho foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado fosse desfeito, a fim de não servirmos mais ao pecado. Pois quem está morto está justificado do pecado”.

2. Quando somos transformados, buscamos uma nova perspectiva (v. 23).

Romanos 12:2 “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”.

3. Quando somos transformados, servimos um novo propósito (v. 24).

A. Nosso novo propósito envolve tornar-se como Deus.

B. Nosso novo propósito envolve viver retamente.

C. Nosso novo propósito envolve viver uma vida santa.

2 Pedro 1:3-4 “visto como o seu divino poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e virtude; pelas quais ele nos tem dado as suas preciosas e grandíssimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo”.

 

Pr. Aldenir Araújo

Postar um comentário

Blogger Disqus