Quando os planos se transformam em cinzas

Quando os planos se transformam em cinzas
Texto: Lucas 15:11-24
Introdução: A rebelião contra Deus sempre termina em decepção. O que quer que você adquire fora da vontade de Deus finalmente se transforma em cinzas. A parábola do filho pródigo ilustra esta verdade. O jovem usou sua herança para satisfazer os seus desejos egoístas. No entanto, quando o dinheiro acabou, ele se encontrava em uma situação pior do que os servos de seu pai. 
A rebelião resultou em pobreza espiritual, relacional e física.
I. Deus nos permite adquirir coisas fora de Sua vontade.
A. Na parábola, o pai deixa o filho sair de casa com sua herança ainda que o jovem planejasse levar um estilo de vida, imprudente e imoral.[post_ad]B. De forma semelhante, temos a liberdade de tomar decisões insensatas. Caso contrário, seríamos como robôs programados para seguir comandos.
III. Deus pode nos permitir desfrutar dos prazeres do pecado por um tempo.
A. O filho pródigo viaja para longe de casa para seguir suas paixões. Ele escolheu viver imoralmente e luxuosamente gastar a sua herança (Lucas 15:15, 30).
B. Por que a rebelião é agradável?
1. Momentaneamente realiza um desejo.
2. O fato de que o pecado é proibido pode aumentar sua atração.
3. A transgressão tipicamente oferece uma gratificação imediata.
4. A desobediência é agradável em alguns aspectos, por um curto tempo (Hebreus 11:25).
C. Por que desobedecemos a vontade de Deus para nossas vidas?
1. Satanás nos encoraja a se concentrar em desejos imediatos.
2. Esquecemo-nos das bênçãos que já desfrutamos.
3. Deixamos de considerar as consequências das escolhas erradas.
III. Deus nos adverte que; o que adquirimos fora da Sua vontade se transforma em cinzas.
A. Quando uma casa queima, nada resta a não ser cinzas, fragmentos insubstanciais do que foi. Espiritualmente falando, as cinzas são restos de desobediência e rebeldia.
B. O pecado pode parecer atraente, mas leva à destruição (ver Números 32:23). As pessoas podem ser capazes de encobrir as consequências externas do pecado. Mas a menos que eles se afastem deles, seus erros acabará por destruí-los.
V. Quando voltamos aos nossos sentidos, Deus responde com o perdão, aceitação, restauração e alegria.
A. Os chamados amigos; do filho prodigo já não lhe queria, uma vez que seu dinheiro tinha desaparecido. Ele tinha que alimentar porcos, o trabalho mais degradante que qualquer hebreu poderia imaginar. Ninguém estava disposto a ajudá-lo a encontrar trabalho decente, e muito menos cuidado para as suas necessidades diárias.
B. Cristo contou esta parábola para revelar o coração do Pai celeste pelas pessoas quebradas, feridas. Nela, o pai do filho pródigo, que representa Deus, correu para seu filho arrependido. O jovem pede um trabalho como um servo, mas seu pai o presenteia com um anel e um manto e uma festa. Em vez de simplesmente oferecer o perdão, o pai se deleitou com a restauração do seu filho com todos os benefícios da filiação.
C. Podemos ter esperança, mesmo quando as partes de nossas vidas viraram cinzas.
1. Como o filho pródigo, devemos voltar aos nossos sentidos (Lucas 15:17). Temos de admitir que a vida seria melhor se estivéssemos dentro da vontade de Deus.
2. Aqueles que nunca confiaram em Jesus como Salvador deve aceitar o Seu perdão por viverem uma vida de rebelião contra ele. Os crentes já estão perdoados por cada transgressão - passado, presente e futuro.
3. Deus não elimina necessariamente as consequências naturais das más escolhas. Podemos perder oportunidades, saúde, finanças, ou relacionamentos. Mas não vamos pagar um preço pelo pecado eterno que Cristo já tratou (Romanos 6:23). Nós simplesmente temos de pedir-Lhe para nos purificar da desobediência (1 João 1:9). O Senhor nos recebe com alegria e boa vontade restaura todos os benefícios de ser membro da Sua família.

Conclusão: A sua vida foi reduzido a cinzas? Talvez a devastação seja óbvia para todos. Ou talvez o fogo do pecado tenha queimado de uma forma menos visível, deixando danos em sua maioria internos. Nosso Pai Celestial pode trazer restauração, não importa quão grave é a destruição. Volte aos seus sentidos, admita que você se desviou de sua vontade, e volte-se para Deus. Deixe que Ele demonstre sua misericórdia surpreendente de uma maneira pessoal.

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Quando os planos se transformam em cinzas Reviewed by Aldenir Araujo on segunda-feira, janeiro 02, 2012 Rating: 5

Um comentário:

  1. Saudações!
    Amigo ALDENIR ARAUJO:
    Mais uma mensagem de grande relevância espiritual a todos nós.
    Verdadeiro, em essência, o homem faz os planos, mas, a resposta vem de DEUS.
    Valeu a pena conferir!
    Abraços,
    LISON COSTA

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.