2
Enquanto tiver vasos tem azeite
Texto: II Reis 4:6
 
Introdução: Quando Eliseu operou o milagre da multiplicação do azeite da viúva, ele pediu que se trouxessem muitos vasos vazios. Se fosse hoje, traríamos muitas panelas de alumínio, ou de ferro, mas, naquele tempo, eram vasos de barro. O azeite só parou de jorrar quando os vasos acabaram. Embora Deus pudesse agir de tantas maneiras, ele decidiu usar os vasos que estivessem disponíveis. Assim também, ele deseja nos encontrar à sua disposição para que milagres aconteçam.
Deus busca homens e mulheres que sejam vasos de barro, portadores do precioso tesouro, da unção poderosa, do unguento supremo, do azeite da unção...

I. Características dos vasos que Deus usa.

1. Os vasos que Deus usa, são vasos comuns. Isaias 64:8
a. A mulher enviou seus filhos para buscar vasos emprestados
b. Se alguém te pede um vaso emprestado, você não empresta o melhor vaso, empresta o vaso comum.
c. Estes vasos não eram especiais, eram vasos comuns.
d. Deus não procura vasos especiais, Deus procura vasos comuns, para que a excelência do poder seja dele e não nosso.
2. Todos os vasos eram diferentes em sua forma, mas eram feitos do mesmo material. I Coríntios 12:14-17
a. Naquela época não havia maquinas para fazer vasos, por mais profissional que fosse o oleiro na arte de fazer vasos, jamais poderia fazer um vaso exatamente igual ao outro. O único que estes vasos tinham em comum é que eram feitos do mesmo material.
b. Da mesma maneira, você e eu, somos diferentes, não existe um ser humano exatamente igual ao outro.
c. Esta é a grandeza de Deus, que de milhões e milhões de pessoas que já nasceram não há nenhum exatamente igual ao outro, até os gêmeos idênticos sempre tem uma diferença, somos como flocos de neve, que não tem nenhum igual ao outro.
d. Por esta razão podemos formar o corpo de Cristo, todos nós somos diferentes, temos distintas funções, precisamos uns dos outros, mas somos feitos do mesmo material, barro.
e. Brancos, negros, amarelos, morenos, somos feitos do mesmo material, e pela mesma mão, e ninguém é melhor do que o outro.
f. Todos nós somos importantes, mas ninguém é indispensável, todos os órgãos do corpo são necessários, mas nenhum é indispensável. A não ser a cabeça. De todos os órgãos do corpo já se fazem transplante, o único que não tem como fazer transplante é o cérebro.
g. A cabeça é Cristo, nós, a igreja; somos o corpo, se não faltar a cabeça, o corpo pode continuar vivendo.
3. Deus procura vasos de barro para depositar o tesouro da unção. II Coríntios 4:7
a. Deus não procura vasos de ouro para depositar sua unção, Deus procura vasos de barro que sejam conscientes do que são e para que são. (propósito)
b. Deus quer depositar a unção sobre sua vida, não é necessário ser alguém especial, não é necessário ser alguém com muitas habilidades, só é necessário ser um vaso de barro, e disposto para que Deus te encha.

II. As causas porque o azeite deixa de fluir

1. Quando não tem mais vasos
a. Ou seja, quando não existem mais corações dispostos a buscar o Senhor, e serem cheios da sua presença.
b. Um avivamento acaba, quando os corações dispostos não são encontrados.
c. Acabaram se os vasos, então parou o azeite.
2. Quando abrimos as portas
a. Quando se abre as portas para o pecado, para as más atitudes, o azeite deixa de fluir.
b. Eliseu disse: “entra e fecha a porta...”.
3. Quando os vasos estão sujos
a. Deus não pode derramar algo santo em algo imundo, porque o que é santo não pode conviver com o que é profano.
b. É preciso limpar o vaso
c. Quando há pecado, não pode haver unção de Deus.
4. Quando os vasos estão trincados.
a. Quando existem feridas, falta de perdão, quando te fizeram algo e não perdoaste, a ferida está aí aberta, é necessário fechar a ferida, porque se não todo azeite sairá pelas rachaduras.
b. É preciso restaurar o vaso, para que Deus encha do seu azeite santo.

III. O que fazer quando o azeite deixa de fluir?

1. Ter um coração disposto para Deus
a. Quando acabaram os vasos, o azeite parou de fluir, seja um vaso de barro disposto para a honra e a glória de Deus, para que ele deposite seu tesouro em você, Deus procura vasos dispostos.
2. Feche toda a porta para o inimigo
a. O profeta Eliseu disse: “fecha a porta”, Paulo disse: “não deis lugar ao Diabo”.
b. Se algo te faz cair, foge, deixa, não permita que o Diabo tire vantagens em tua vida.
3. Permita que Deus limpe teu coração
a. Com arrependimento e com o sangue de Jesus, o qual é eficaz para limpar-nos de todo o pecado e de toda maldade.
4. Permita que Deus restaure o seu coração
a. Se tiveres que perdoar, perdoa, se não consegues, peça a ajuda de Deus.
b. Deixa que Deus restaure tua vida, sare tuas feridas e derrame o azeite em você.
5. Dê o primeiro lugar para Deus
a. Lembre-se da viúva que iria morrer de fome, pois só tinha um pouquinho de farinha e um pouquinho de azeite para fazer um bolo, Elias lhe disse: “faz primeiro para mim”, assim ela fez, e o azeite nunca mais parou de fluir.
 
Conclusão: Pode ser que o vaso não seja perfeito, que não seja especial, não importa.
O importante é que esteja disposto, que não abra a porta para o Diabo, que não esteja sujo com pecados, que não esteja trincado com magoas ressentimentos. Deus derramará o azeite e te usará para glória e honra do nome dele.

Pr. Aldenir Araújo

Postar um comentário Blogger

  1. É uma pura verdade, Deus não precisa de vasos especiais, e sim de vasos disponíveis para que Ele possa usar em suas poderosas mãos. temos que a cada dia está na posição em que Deus noa chamou! Que Deus te recompense pastor.

    ResponderExcluir
  2. Paz amado. Estou aqui para parabenizar este blog bem como o seu conteudo, agradeço pela vista em meu blog http://pastordbarbosa.blogspot.com/
    Abraços

    ResponderExcluir

 
Top