Os inimigos do cristianismoTexto: I Pedro 3:17-18

 
Introdução
1. O cristianismo tem inimigos! Simplesmente porque estamos em guerra e, a guerra em que estamos, é uma guerra espiritual (Efésios 6:12; II Timóteo 2:3-4; II Coríntios 10:3).
2. Nosso dever como cristãos é estar alertas contra estes inimigos. Mas para que possamos estar alertas contra eles, devemos saber quem são.
3. É por isso que nesta ocasião estaremos meditando no tema: “Os inimigos do Cristianismo.” E para alcançar isto, observemos o seguinte:

I. O que significa a palavra “Inimigo”?

A. A palavra “Inimigo”e seu significado.
1. A palavra “Inimigo” vem do término Grego [ἐχθρός – echthros ] e é usado para descreve uma pessoa odiosa, hostil que se opõe a outra pessoa. É usado para descrever os homens que estão em inimizade com Deus por causa do pecado (Tiago 4:4). É usado para descrever a morte, a qual é o último inimigo do homem que será abolido quando vier o fim (I Co. 15:26). E, também, é usado para descrever Satanás, na parábola do trigo e do joio (Mt. 13:39).
2. Algo interessante acerca dos inimigos do Cristianismo é que seu ódio é tão grande que se transforam em uma obsessão, até o ponto que chegam a investir toda uma vida para estorvar os esforços nobres que o Cristianismo avança pela causa de Cristo.
3. Para muitos quiçás seja impossivel imaginar que o Cristianismo tenha inimigos, mas a realidade é que se os tem e estão ativos para fazer todo o dano que eles podem a causa de Jesus Cristo.

II. Características dos inimigos do cristianismo.

A. Algumas Características.
1. O apóstolo Paulo, por meio de inspiração, escreveu as seguintes características dos inimigos do Cristianismo, descritos como “Os inimigos da Cruz de Cristo.”
2. Filipenses 3:18-19, “Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O fim deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles é para confusão deles mesmos, que só pensam nas coisas terrenas.” Deste texto tiramos as seguintes características dos inimigos do Cristianismo:
a. Eles trazem tristeza – “digo, chorando.”
b. Seu fim será a perdição se não se arrependerem – “o fim deles é a perdição.”
c. Eles buscam satisfazer seus desejos egoístas – “o deus deles é o ventre.”
d. Eles são arrogantes – “a glória deles é para confusão deles mesmos.”
e. Eles se rebelam abertamente contra Deus – “que só pensam nas coisas terrenas.”
3. Como podemos observar, os inimigos do Cristianismo já tem sua própia agenda; portanto, é imperativo que nós estejamos alertas contra os ataques que eles efetuam.

III. Alguns inimigos do cristianismo.

A. Os Relativistas.
1. Quem são os relativistas? Os relativistas são pessoas que adotam o relativismo.
Agora, o que é relativismo? Orelativismo é a doutrina que propunha que o conhecimento humano éincapaz de alcançar verdades absolutas e universalmente válidas. Em poucas palavras, a verdade é subjetiva e não objetiva. Dando a entender que a verdade é baseada nas circunstâncias e opiniões das pessoas e não em principios já establecidos.
2. Acerca destes inimigos o apóstolo Paulo disse que “sempre estão aprendendo, mas que nunca chegam ao pleno conhecimento da verdade” (II Tm. 3:7), porque para eles a verdade não é absoluta, não se pode saber com certeza.
3. Sem dúvida, Cristo mesmo nos ensinou uma verdade absoluta em João 8:32. Ele disse: “E conheceréis a verdade e a verdade vos libertará.” Desta passagem, podemos aprender com certeza as seguintes verdades absolutas:
a. Primeiramente, há um corpo de informação chamado “Verdade.”
b. Em segundo lugar, esta “Verdade” se pode chegar a conhecer.
c. Em terceiro lugar, ao conhecê-la “Verdade” ela nos faz livres.
d. Eem quarto lugar, a “Verdade” é singular e não plural. Ou seja, “A Verdade” e não verdades.
4. Portanto, como podemos observar, o relativismo é falso e vai contra o que Jesus ensinou; e as pessoas que adotam esta maneira de pensar são inimigos do cristianismo e devemos estar alertas contra eles, já que estão muito ativos em nossos dias.
B. Os Materialistas.
1. Quem são os materialistas? Os materialistas são pessoas que adotam o materialismo. Mas, o que é o materialismo? O materialismo é a tendência a dar importância primordial aos interesses materiais.
2. Qual é o problema com o materialismo? O problema com o materialismo é que faz com que nos esqueçamos dos valores humanos e espirituais mais profundos e isto nos leva a não colocar nosso olhar nas coisas de cima (Colossenses 3:1-2).
3. 3. Jesus Cristo, em Mateus 6:19-21 advertiu contra o materialismo. Ele disse: “Não acumuléis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões minam e robam; mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem destroem, e onde ladrões não penetram nem roubam; porque onde estiver teu tesouro, aí estará também teu coração.” Neste versículo 33 nosso Redentor nos admoesta que busquemos primeiramente o reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas nos serão acrescentadas.
4. E o apóstolo Paulo escreveu o seguinte em I Timoteo 6:10, “Porque a raíz de todos os males é o amor ao dinheiro, e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se transpassaram a si mesmos com muitas dores.”
5. Agora fazemos as perguntas: É mal o dinheiro? É pecado ser rico? A resposta a ambas perguntas é não, simplesmente, porque no primeiro século havía cristão ricos e Paulo deixou instruções para eles (I Tm. 6:17-19).
6. Lembremos que o problema não está no dinheiro, mas no amor ao dinheiro
porque ao cobiçá-lo alguns, se desviaram da fé e se transpassaram com muitas dores.
7. Portanto, estejamos alertas contra o materialismo já que este nos pode tornar em pessoas indiferentes as coisas de Deus e isso causará que sejamos vomitados da boca do Senhor (Apocalipse 3:14-19). Ao, nos convertermos emn materialistas, isso, automáticamente nos converte em inimigos do Cristianismo, e por conseguinte, inimigos de Deus.
C. Os Hedonistas.
1. Quem são os hedonistas? Os hedonistas são pesoas que adotam o hedonismo.
Mas, o que é o hedonismo? O hedonismo é a doutrina ética que propoe a execução do prazer como fim supremo ao identificá-lo com o bem – O fundador do hedonismo foi Aristipo de Cirene.
2. Em términos mais simples, o hedonismo é: “Descansa, come, bebe e folga” (Lucas 12:19). É uma variação do dito: “Comamos e bebamos que amanhã morreremos” (I Co. 15:32). Com a diferença de que a gente não pensa em morrer, só em divertir.
3. O mundo oferece um sem número de prazeres, e os hedonistas são pessoas que procuram desfrutar ao máximo destes prazeres.
4. Nossa sociedade está empregnada com pessoas hedonistas, e isto é evidente porque para a nova geração, se não há baile, sexo, alcool, e drogas, não há diversão.
5. Sem dúvida, a Biblia nos adverte contra o hedonismo. O discípulo amado em I João 2:15-17 escreveu o seguinte: “Não améis o mundo nem as coisas que estão no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a paixão da carne, a paixão dos olhos e a arrogância da vida, não provém do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e também suas paixões, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
6. Portanto, como cristãos em geral (e especialmente os jovens) devemos lembrar que os prazeres do pecado são passageiros (Hebreus 11:25) e que não devemos deixar influênciar por os hedonistas, já que são inimigos do cristianismo e escravos do pecado (João 8:34).
D. Os Denominacionalistas.
1. Quem são os denominacionalistas? Os denominacionalistas são pessoas que adotam o denominacionalismo. Mas, o que é o denominacionalismo? O denominacionalismo é a tendência a separar grupos religiosos em denominações, cada um com suas própias doutrinas, mas tendo em comum a fé em Cristo Jesus.
2. O problema com estes inimigos do Cristianismo é que eles pensam que podem ensinar o que eles queiram e servir e adorar a Deus da maneira que eles querem, sempre e quando sejam sinceros, porque o único que importa é crer em Jesus e no sacrificio que Ele fez pela humanidade.
3. Sem dúvida, quando lemos a Biblia, podemos entender que:
a. O denominacionalismo é carnal e não espiritual (I Co. 3:1-3),
b. O denominacionalismo traz divisão (I Co. 1:10) e não unidade (João 17:20-21),
c. O denominacionalismo é sinonimo de sectarismo, o qual é um pecado condenado pela Palavra de Deus (Galatas 5:20-21; II Pedro 2:1; Atos 5:17); e o que é ainda pior,
d. O denominacionalismo transforma Deus em um autor de confusão, quando Ele não o é (I Corintios 14:33).
4. O denominacionalismo é pecaminoso, e por onde, podemos concluir que as pessoas denominacionalistas estão em pecado. Sem dúvida, muitos não o querem reconhecer e por isso se opõe ao verdadeiro Cristianismo que está apresentado no Novo Testamento.
5. Portanto, estejamos alertas, já que os denominacionalistas são inimigos do Cristianismo que buscam a maneira de perverter ainda mais o evangelho e agradar aos homens e não a Deus (Galatas 1:6-10).

IV. Como devemos reagir contra os inimigos do cristianismo?

A. Algumas sugestões Bíblicas.
1. Orar por eles para que Deus lhes conceda chegar ao conhecimento da verdade e ao arrependimento (II Timoteo 2:25-26).
2. Procurar restaurar os que são irmãos em Cristo, mas que se converteram em inimigos do Cristianismo (Galatas 6:1-2; Tiago 5:19-20).
3. Estar alertas para que nós outros não nos convertamos em inimigos do Cristianismo como eles (I Corintios 10:12).
4. E, saturar nossos corações com a Palavra de Deus para estarmos preparados para apresentar defeza (I Pedro 3:15; Judas 3).


Conclusão:
1. Irmãos, os inimigos do Cristianismo são muitos, “mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Corintios 15:57).
2. Que Deus nos ajude a estar sempre firmes, constantes, abundando sempre na obra do Senhor, sabendo que nosso trabalho no Senhor não é vão! (I Corintios 15:58).


Pr. Aldenir Araújo

Postar um comentário Blogger Disqus

 
Top