Menu

Browsing "Older Posts"

Browsing Category "Natal"
>

Três reações ao menino Jesus

domingo, 22 de dezembro de 2013 / Nenhum Comentário

Três reações ao menino JesusTexto: Mateus 2:1-12

 

Introdução: Em 1247 um hospital foi fundado na Inglaterra chamado, Saint Mary's of Bethlehem (Santa Maria de Belém). Dois séculos mais tarde, foi transformado em um asilo de loucos. Naqueles dias, os doentes mentais eram acorrentados e abusados e suas mentes atormentadas os faziam gritar e gemer constantemente. Devido a isso o Saint Mary's of Bethlehem tornou-se conhecido como um lugar de barulho e confusão. Os Ingleses para encurtar as palavras gradualmente levou o nome “Bethlehem” a se tornar "Beth-lem”, então anos mais tarde, tornou-se "Bedlam”. Uma palavra que passou a significar confusão e tumulto.

 

Não é surpreendente que um nome pacífico como Belém poderia tornar-se confusão. Bem tal transformação bizarra aconteceu com o aniversário do nosso Senhor. O Natal foi transformado de uma celebração do nascimento do Messias para uma orgia materialista.

 

A maior novidade da temporada é que a gente vai gastar 30% a mais que no ano passado. A maior parte dos jornais é a seção de venda. As maiores concentrações de pessoas não está na casa do Senhor, mas no shopping. Assim como “Bethlehem” mudou para “Bedlam” (confusão) o aniversário do Senhor mudou para uma farra de materialismo.

 

Por quê? Porque o homem quer evitar a verdade, de que Jesus é o Senhor. As pessoas querem viver em sua condição pecaminosa egoísta sem serem confrontadas com as reivindicações de Cristo.

 

O Natal força até o mais mundano dos homens a olhar para o Salvador. Há três atitudes predominantes nos homens a respeito de Jesus. Homens que veem Jesus em termos de um rival, em termos de religião ou em termos de redenção.

I. Para Herodes era um monarca rival. V. 3

1. Herodes ficou perturbado. Por quê? Ele estava preocupado que Jesus o tiraria da jogada. Acaso os sábios não estavam em busca de um novo rei?

2. A cidade inteira estava perturbada. (v. 3) Por quê? Toda uma caravana de dignitários estrangeiros apareceu anunciando que o Messias havia nascido. Ei! Isso ia chatear o status quo, isto iria afetar os negócios.

3. A verdade é que Jesus veio para perturbar o status quo. Ele veio trazer uma mudança dramática para o mundo. Ele veio trazer uma mudança dramática em sua vida.

4. É por isso que os homens ainda estão preocupados com o Natal. Jesus veio para mudar a vida. Ele veio para salvar os homens de seus pecados. Ele veio para tomar o controle de vidas que estão fora de controle. Ele veio para dar abundância de vida para aqueles que agora estão vazios e tristes. Isso incomoda as pessoas, porque elas veem Jesus como um rival para o trono de suas vidas.

5. Orgulho e o eu está sentado no trono de muitos corações aqui hoje. O orgulho não admite que você é um pecador. O orgulho lhe diz que você é bom o suficiente para ir ao céu sem receber Jesus. O orgulho deve ser destronado para Jesus reinar

6. Herodes ficou perturbado, porque Jesus era um rival para o seu trono. Você está perturbado hoje? Talvez você só precise tirar o rei que está no trono de seu coração agora e colocar Jesus lá.

II. Para os escribas ele era apenas um mito religioso. V. 4-6. Então, eles eram indiferentes.

1. Eles sabiam que o Messias viria. Eles sabiam tudo sobre ele. Na verdade, eles ainda disseram a Herodes onde estava para nascer. Então, por que não montaram em seus camelos e foram para Belém? Eles estavam muito ocupados fazendo suas coisas religiosas. Eles tinham que participar de reuniões, dar aulas e atender aos negócios dos rituais judaicos. Eles não tinham qualquer interesse na busca insensata dos homens sábios. Os estudiosos consideraram o Messias apenas mais uma de suas religiões muitas tradições e mitos.

2. O maior evento na história dos judeus ocorreu e os líderes religiosos perderam.

3. É a mesma coisa hoje. A maioria dos Brasileiros vai celebrar o nascimento de Cristo, sem nunca querer Jesus Cristo em seus pensamentos. Vamos falar de Papai Noel, renas e presentes. Teremos um Natal de presentes, comidas e bebidas, vamos deixar o Grinch roubar o Natal, e totalmente deixar de fora o Senhor do Natal.

 

Ilustração: Duas mulheres estavam desfrutando de um almoço em um restaurante chique, quando outro amigo se aproximou para vê-las. O amigo se aproximou da mesa e perguntou qual era a ocasião especial? Uma das mulheres disse: "É o aniversário do meu bebê" "Bem, onde é que está o bebê, então" perguntou o amigo. "Você não acha que eu iria trazer o bebê para este restaurante e estragar meu almoço, não é?"

 

A maioria dos brasileiros celebra o nascimento do Salvador, mas eles não o convidam para a sua celebração.

 

3. Há um perigo real que nós, pessoas religiosas fazendo todas as coisas religiosas associadas ao Natal e estamos esquecendo a adoração ao Senhor.

 

Quando Cristo nasceu em Belém. Herodes pensou que ele fosse um monarca rival; os escribas um mito religioso...

III. Mas os sábios o consideravam um messias redentor. V. 11

1. João 1:11 “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome”

2. Quando os sábios gentios vieram do oriente a Jesus apresentaram seus presentes e se tornaram filhos de Deus. Por quê? Eles acreditavam em Jesus.

3. Quando o carcereiro da cidade de Filipos perguntou "O que eu devo fazer para ser salvo?" a resposta foi: Atos 16:31 "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e tua casa"

4. O Natal é sobre um redentor. Não sobre Papai Noel, bonecos de neve ou arvores, mas sobre o maior presente que você pode sempre receber. O dom de Deus.

 

Veja também: A verdadeira expressão do natal

>

Sermão de Natal 2013: A visita dos Magos

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013 / Nenhum Comentário
Sermão de Natal 2013: A visita dos MagosTexto: Mateus 2:1-12
 
Introdução: Uma das histórias fascinantes relacionadas com o nascimento de Cristo foi a visita dos magos. Nós não podemos dizer o quão longe eles viajaram. Viajar era extremamente difícil naqueles tempos. Havia rios para atravessar, desertos sem caminhos para penetrar e talvez montanhas para atravessar, mas eles não foram impedidos pelas dificuldades ou os perigos do caminho.
 
Onde quer que a história do nascimento de Jesus é contada, também é mencionado esses homens estranhos de alguma terra distante que trouxeram presentes para o menino Jesus.
 
A história vem a nós somente no evangelho de Mateus. Tudo o que sabemos sobre os Reis Magos encontramos no capítulo 2. Eles aparecem no versículo 1 e desaparecem no versículo 12, deixando para trás muitas perguntas sem respostas.
 
Mateus nos apresenta três tipos de pessoas e como cada uma delas reagiu à notícia sobre o nascimento messiânico. Cada resposta revela-nos o tipo de pessoa que eram.

1. O rei Herodes

A. A resposta de Herodes foi carnal. O Novo Testamento diz que ele era um inseguro, tirano e um líder assassino.
B. Ele percebeu o nascimento de Jesus como uma ameaça. Ele tentou matar a criança e com isso mandou assassinar todos os meninos em Belém e seus arredores.
C. Herodes estava muito perto da verdade, mas perdeu porque sua mentalidade carnal ficou entre ele e o Messias.

2. Os escribas

A. Os escribas eram apáticos. O fato de que Belém estava a apenas 6 quilômetros de distância de Jerusalém, nenhum deles fez uma visita confirma isso.
B. Os escribas eram um grupo formado por fariseus e saduceus. Eles eram os intérpretes das Escrituras.
C. O mais apaixonado muitas vezes não é o que tem mais conhecimento da Escritura, mas a pessoa que aprendeu a viver em conformidade com as escrituras.

3. Os Reis Magos

A. Ao contrário de Herodes e os escribas que tinham acesso à Escritura, os Magos responderam ao sinal com o coração aberto.
B. Embora fossem as pessoas mais intelectuais da época, não hesitaram em reconhecer a superioridade de Jesus.
C. Mateus escreve que os Magos adoraram a Jesus, porque o que mais importa é a maneira pela qual eles responderam a descoberta.
 
Conclusão: Jesus é a Palavra encarnada de Deus (João 1:14). À luz do mesmo modo como reagimos à palavra de Deus, da mesma forma iriamos responder a Jesus se ele nascesse entre nós hoje. Deixe-me desenhar três implicações na conclusão.
 
O cristão carnal - Como Herodes ele está preocupado apenas com as coisas terrenas. Eles resistem à correção, anseiam por poder e veem os outros como uma ameaça.
 
O cristão apático - Ele tem um conhecimento apenas de cabeça da escritura. Mas trata a palavra de Deus de qualquer maneira, gosta de mostrar seus conhecimentos, é rápido para julgar os outros.
 
O cristão de coração aberto - Embora possa não possuir uma grande quantidade de conhecimento intelectual sobre as escrituras, ele está aberto à correção. Cristo é o Senhor da sua vida.
 
Pr. Aldenir Araújo
 
 
>

Por que os pastores?

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012 / Nenhum Comentário

Por que os pastoresTexto: Lucas 2:8-20

 

Introdução: O nascimento de Jesus Cristo não foi revelado para reis e governantes. Não foi revelado para a elite religiosa. Quando Deus veio a terra, Ele deixou o mundo saber, anunciando o nascimento de Seu Filho a humildes pastores.

Por quê?

Talvez ele quisesse que os pobres e marginalizados da sociedade soubessem que eles eram importantes também. Pode ser que Deus queria que o mais humilde da humanidade percebesse que seu amor os incluía; especialmente em um mundo onde eles eram normalmente excluídos.

 

Além disso, parece-me que Ele queria que todos nós compreendêssemos que as qualidades do amor, misericórdia e compaixão é para ser estendido a todos, independentemente da sua posição social.

 

I. Deus revela-se ao mais humilde da humanidade. Lucas 2:8-10

Nota: Entre os judeus na época do nascimento de Cristo, os pastores não eram tidos em grande estima. No Talmude está escrito que os pastores não eram autorizados nos tribunais para ser testemunhas. De fato, o Talmude ensina que nenhuma ajuda poderia ser dada aos pagãos ou pastores. Os pastores eram desprezados porque eles não podiam comparecer aos serviços do templo e manter os rituais e as leis cerimoniais quando os seus rebanhos os impedia de praticar a sua religião.

A. Jesus se identifica com o manso e humilde. Mateus 11:28-30, 1 Coríntios 1:26-30; 1 Pedro 5:5

1. Ele se identifica com aqueles que estão cansados. (Mateus 11:28-30)

2. Ele se identifica com aqueles que são incultos (incultos para o mundo). (1 Coríntios 1:26-30)

i. Se Deus fosse revelado na sabedoria do homem, apenas homens sábios poderia conhecê-Lo.

ii. Se Deus fosse revelado na força do homem, apenas homens fortes poderiam conhecê-Lo.

iii. Se Deus fosse revelado nas realizações do homem, apenas o orgulhoso poderia conhecê-Lo.

iv. Se Deus fosse revelado na riqueza do homem, só os ricos poderiam conhecê-Lo.

v. Deus escolheu se revelar naqueles que são desprezados no mundo, de modo que quando o milagre da salvação é operado neles, somente Deus recebe a glória.

3. Ele se identifica com aqueles que são humildes. (1 Pedro 5:5)

4. Ele se identifica com os que são tentados. (Hebreus 4:15-16)

i. Jesus suportou as mesmas tentações que todos nós enfrentamos, mas permaneceu sem pecado porque era impossível Ele pecar.

ii. Sendo tentado como nós, Ele se compadece das nossas fraquezas. (Salmo 103:13-14)

iii. Ele conhece a luta com a tentação, porque Ele enfrentou todo o peso da tentação.

iv. Nunca somos totalmente tentados, porque na nossa fraqueza, eventualmente desmoronar sob a tensão.

v. Mas porque Jesus não poderia pecar, Ele foi forçado a suportar o peso da tentação, sem possibilidade de alívio.

vi. Nossa única via de escape da tentação é confiar no trono da graça.

vii. Aqui encontramos a nossa rota de fuga. (1 Coríntios 10:13)

B. Jesus cuida de mim como um pastor cuida de seu rebanho. João 10:11-16

1. O Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.

2. Ele cuida de suas ovelhas, ele avisa as ovelhas quando o lobo está próximo.

3. Ele procura por outras ovelhas, para que também se tornem parte do rebanho.

 

II. Deus revelou-se como o mais humilde da humanidade. Lucas 2:11-12

A. Jesus nasceu em um lugar reservado para os animais.

1. Talvez isso fosse apropriado para aquele que era o Cordeiro de Deus.

2. Uma tenda animal, com cheiro de feno e estrume velho, era uma imagem adequada do mundo em que Deus havia entrado.

B. Jesus nasceu nas profundezas da pobreza.

1. Jesus nasceu na pobreza para que pudesse alcançar aqueles que eram pobres de espírito.

2. Ele nasceu na pobreza para que os pobres soubessem que eles são bem-vindos.

3. Ele nasceu na pobreza para mostrar que a salvação não é um privilégio reservado apenas para alguns poucos felizardos.

4. Ele nasceu na pobreza para mostrar que a salvação não pode ser comprada a qualquer preço.

5. Jesus veio a primeira vez na pobreza, mas Ele virá novamente como Rei dos Reis.

C. Jesus nasceu na obscuridade e humildade. Miquéias 5:2

1. Com exceção de seus pais terrenos, Ele nasceu como Ele morreu - sozinho.

2. Não havia nenhum hospital, nenhum médico, e nenhuma parteira.

3. Ele não veio com pompa e circunstância.

4. Sua missão era morrer, não ser um rei.

 

III. Deus revela-se na adoração do mais humilde da humanidade. Lucas 2:15-20

A. A mensagem foi entregue - Temos que recebê-la. Lucas 2:15, 1 Tessalonicenses 2:13, João 1:12

1. Assim que os anjos entregaram a mensagem, os pastores partiram para Belém.

2. Eles foram a Belém para "ver os acontecimentos que o Senhor nos deu a conhecer", não para "ver se isso ia acontecer”.

3. Eles ouviram a palavra de Deus, e creram. (1 Tessalonicenses 2:13)

4. Da mesma forma, quando cremos em Deus e em Sua palavra, e cremos que Jesus Cristo veio para nos salvar, nos tornamos filhos de Deus. (João 1:12)

B. A mensagem foi entregue - Temos de agir sobre ela. Lucas 2:16

1. Suas ações provou a sinceridade de sua crença.

2. Porque eles creram em Deus, eles foram apressadamente e encontraram o Rei recém-nascido.

3. O que eles fizeram foi fundado sobre a crença sincera de que o Messias tinha finalmente chegado.

C. A mensagem foi entregue - Temos que compartilhá-la. Lucas 2:17-18

1. O fato de que tantas crianças estão morrendo de fome é trágico.

2. Que isso está acontecendo em nossos dias revela uma falta grave de compaixão para com nossos semelhantes.

3. Mas ainda mais trágico é o número incontável de almas que entram na eternidade sem Jesus Cristo.

4. Quantos vão morrer hoje sem ouvir o evangelho?

5. Quantos nos encontramos hoje que nunca ouviram o evangelho?

6. Quantos vão cruzar os nossos caminhos que não conhecem a Jesus Cristo como seu Salvador?

7. Nós temos a responsabilidade de contar aos outros sobre Cristo, como estamos fazendo? (Mateus 28:19)

D. A mensagem foi entregue - Devemos louvar a Deus por isso. Lucas 2:20

1. Depois de compartilhar a boa notícia, os pastores voltaram aos seus campos e glorificavam a Deus pelo que tinham visto.

2. Não era uma moda passageira.

3. Eles tinham visto o Cristo, e deram a Deus a glória que Ele merecia.

 

Conclusão: Por que os pastores? Sendo um com conhecimento infinito, tenho certeza de que Deus tinha muitas razões pelas quais Ele Se revelou aos pastores. Em minha opinião, o Seu propósito principal era o de transmitir a mensagem de que o evangelho é aberto a qualquer um que esteja disposto a acreditar.

 

Quando Jesus nos mandou ir para o mundo inteiro e pregar o evangelho, Ele nunca especificou a quem devemos ir. Na verdade, quando Ele nos disse para ir para a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra (Atos 1:8), Ele eliminou qualquer possibilidade de discriminação de nossa parte.

 

Todo mundo tem necessidade da salvação, independentemente de sua situação financeira ou posição social.

 

Pr. Aldenir Araújo

 

>

O tipo de pessoa que Deus usa

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 / Nenhum Comentário
O tipo de pessoa que Deus usa
Texto: Lucas 1:26-38
 

Introdução:


A. A Bíblia mostra que Deus está buscando pessoas para usar
1. Então, que tipo de pessoa Deus usa para construir sua igreja para construir o Seu Reino.

B. Bem, sabemos que Deus escolheu Maria para usa-la com um propósito muito especial, trazer seu Filho ao mundo e para ser sua mãe.
1. É interessante notar que não havia realmente nada de especial sobre Maria
a. Nem uma única vez na Bíblia diz que devemos adorá-la
b. Não diz que ela era perfeita ou sem pecado
2. Por que Deus escolheu Maria?
a. Não foi por causa de sua educação, porque ela não tinha nenhuma.
b. Não foi por causa de sua riqueza, porque ela era pobre.
c. Não foi porque ela estava madura, porque ela era apenas uma adolescente.
3. Aqui está à razão, Deus escolheu Maria porque ela confiou em Deus.
a. Ela era tão comum como você ou eu
b. Deus escolheu uma camponesa simples, comum para se tornar a mãe de seu filho.
c. Mesmo sendo ela comum, Deus a usou de forma extraordinária.
d. Isto é o que você precisa entender, Deus quer usar você, também.
e. É uma verdadeira bênção quando Deus usa você para abençoar a vida de outra pessoa

C. Muitas vezes nós permitimos que os nossos medos nos mantenha pequenos
1. Quando não conseguimos descobrir tudo, quando temos de confiar em Deus.
a. Muitas vezes não estamos dispostos a dar o passo necessário para permitir que Deus abençoe
b. Muitas vezes quando Deus diz vá? Dizemos whoa
c. A fé leva-nos além de nossos medos
2. Você acha que Maria estava com medo do que ia acontecer?
3. Medo da crítica
a. O que todo mundo vai pensar?
b. Sou virgem e vou ter um bebê
4. Medo do sobrenatural
a. O que vai acontecer comigo?
5. Medo da insuficiência
a. Como posso lidar com isso?
6. Medo da mudança
a. Como isso vai mudar minha vida?
7. Estes são os mesmos medos que podem impedi-lo de ser usado por Deus
a. O que as pessoas pensaram se eu estiver realmente comprometido com o Senhor; será que eles pensaram que eu sou algum tipo de aberração de Jesus ou algo assim?
b. O que eu poderia fazer? Eu não posso fazer nada para Deus. Sou incapaz.
c. Como é que isto vai mudar minha vida?
8. Deus diz a você e a mim a mesma coisa que Ele disse a Maria
a. Não tenha medo-LEIA: Lucas 2:26-38

I. Deus usa pessoas que desejam fazer sua vontade

A. Deus tem um plano para sua vida, mas isso não é automático.
1. Deus nunca tira seu livre-arbítrio
a. Você tem o direito de desperdiçar sua vida e não fazer valer a pena para qualquer coisa
b. Você tem o desejo de ir a Deus e dizer: Eu quero ser o que você quer que eu seja.

B. Tente imaginar como Maria deve ter se sentido quando um anjo apareceu a ela e disse: “Maria, Deus vai vir à Terra para mostrar ao mundo como ele é, e Ele vai usá-la”.
1. Maria não disse...
a. Não é uma boa escolha de carreira.
b. Você não pode escolher outra pessoa.
c. Mas, Deus, eu tenho meus objetivos, meus sonhos, meus desejos...
2. Maria desejava fazer a vontade de Deus
a. Lucas 1:46-48

C. Você quer ser usado por Deus?
1. Ou você quer fazer o mínimo possível para sobreviver
a. Fazer o mínimo possível e ainda ser chamado de cristão
2. Devemos desejar a vontade de Deus
a. Davi - Salmo 40:8 “Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração".
b.Paulo - 2corintios 5:9 “Pelo que também nos esforçamos para ser-lhe agradáveis, quer presentes, quer ausentes”.
3. Você tem o desejo de saber qual a vontade de Deus para sua vida?
a. Acredito que a razão porque muitas pessoas não têm um momento de silêncio com o Senhor é porque eles não querem saber a vontade de Deus, Seus desejos.
b. Lucas 2:19 “Mas Maria guardava todas estas coisas, meditando-as no seu coração”.
c. Estava em sua mente
d. Ela tinha o hábito de ouvir a Deus

D. O que você mais deseja?
1. Se casar?
a. Ser independente financeiramente
b. Se aposentar
c. Desfrutar a vida fácil
2. Estes não são o fim último para a vida

II. Deus usa as pessoas que decidem pagar o preço

A. Se tornar um cristão não é difícil, viver a sua responsabilidade como um cristão é
1. Há um preço a ser pago para o seu compromisso com Cristo
2. Quanto mais perto você chegar de Deus e quanto mais em sintonia estiver com a Sua vontade
a. Mais vai te custar
b. Haverá riscos
c. Vai exigir fé no desconhecido, de realmente colocar sua vida nas mãos de Deus.
3. Maria decidiu assumir o risco
a. Verso 38

B. O que custou a Maria?
1. Sua reputação
a. Ela era uma virgem, grávida e noiva.
b. Sou solteira, estou grávida, e o bebê vai ser Deus.
c. O que aconteceria se a sua noiva dissesse: estou grávida e você não é o pai, mas, Deus.
2. Medo da rejeição e críticas
a. Ela está grávida e nem um deles ia admitir isso.

C. Você tem a coragem de dizer, Deus, o que você quer que eu faça?
1. Às vezes as pessoas vão tentar convencê-lo a fugir de seu compromisso
a. Por que você daria tanta coisa para a igreja?
b. Por que você passa tanto tempo fazendo coisas da igreja?
2. Custou a Maria seu conforto
a. Como você acha que é estar de 9 meses de gravidez e fazer uma viagem no lombo de um burro
b. Era seu primeiro filho
c. Ela estava em uma cidade estranha, teve o bebê em um celeiro, não tinha a família em torno dela.
d. Eles fugiram para o Egito
e. O plano de Deus para minha vida inclui problemas
3. Custos - Lucas 14:27 “Quem não leva a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo”.
a. Maria - Como posso criar um filho perfeito?
b. Paulo compreendeu o custo - disse que valeu a pena muito mais do que qualquer outra coisa nesta vida
4. O que você está disposto a desistir?
a. Velhos hábitos
b. Relações que estão te puxando para baixo
c. Alguns dos seus sonhos ou suas metas

III. Deus usa pessoas que ousam confiar em Suas promessas

A. Precisamos ser pessoas de fé
1. Coragem não significa que você não tem medo
a. Significa avançar, apesar de seus medos.
b. Significa enfrentar seus medos
c. Outra palavra para coragem - fé
2. Maria tinha perguntas, dúvidas.
a. Lucas 1:34-35
b. Verso 37
3. Nós tendemos a gostar de jogar pelo que é seguro, ter tudo planejado.
a. Nós tendemos a gostar de jogar com o que é seguro espiritualmente, também.
4. Em vez de apavorar-se sobre o desconhecido, Maria louvou a Deus e O adorou
a. Lucas 18:27 “Jesus respondeu: "O que é impossível aos homens é possível para Deus"
b. Pense sobre isso: Se Deus pode fazer uma pobre, camponesa sem instrução, a mãe de Deus, você não acha que Deus pode fazer algo com sua vida, também?
c. O que Deus pode fazer com esta congregação se avançarmos na fé, sabendo que nada é impossível com Deus
 

Conclusão:

A. Então, deixe-me perguntar, o que você vai dar a Jesus hoje no Natal.
1. É seu aniversário, você sabia?
2. O que Deus não tem?
a. Afinal, Ele disse, toda a prata e ouro são meus.
b. Ele é dono do gado em mil montanhas.
3. Ele não tem tudo de você a menos que você dê a ele.

Pr. Aldenir Araújo
>

O Cristo do Natal

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011 / 2 Comentários
natal
Texto: Mateus 6:13-16

Cristo veio para:
1. Moldar seu caráter.
2. Impactar o seu sistema de crenças.
3. Influenciar o seu estilo de vida.
4. Determinar o seu destino.

A encarnação:
No momento de seu nascimento Deus veio à terra na pessoa de uma criança.

A missão de Cristo é:
1. Revelar o Pai
2. Redimir a humanidade
3. Ensinar
4. Curar
5. Edificar sua igreja
6. Para deixar claro que haveria uma ressurreição e vida após a morte

Pr. Aldenir Araújo
>

O Natal para mim é...

domingo, 18 de dezembro de 2011 / Nenhum Comentário
bolas de natal
Texto: João 3:16-18

Introdução: Como você explica o significado do Natal em poucas palavras? Bem, a melhor maneira que conheço é esta:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”
Ninguém pode superar o que Deus fez. Ninguém pode dar um maior presente que Deus já deu. Eu gostaria que nos considerássemos o significado do Natal esta noite, o que deve significar para todos e cada um de nós aqui reunidos hoje.

Natal significa um monte de coisas para um monte de pessoas diferentes. Para alguns, é
- Um tempo de compras e gastos
- Um tempo de beber e farrear
- Um tempo de viagem e entretenimento.
- Um tempo de dar e receber presentes

Mas, qual é o verdadeiro significado do Natal? Que mensagem deveria transmitir a cada um de nós?

Para mim, o Natal é...
I. Um tempo de lembrar
A lembrança do grande amor que Deus teve para todos e cada um de nós. Ele nos amou tanto, que Ele não poupou Seu Filho único para que pudéssemos ser salvos.
A lembrança da singularidade de
Sua vida
Seus ensinamentos
Seus milagres
Suas profecias
Sua morte
Sua ressurreição
- Lembrar-se de todas aquelas pessoas humildes, mas grande em torno da história de Natal as pessoas como José e Maria, Zacarias e Elizabeth, Ana, Simeão, os pastores, os sábios, etc.

Para mim, o Natal é...
II. Um tempo de amar
As pessoas fazem um esforço especial para serem um pouco mais bondosas, um pouco mais atenciosas com os outros, e um pouco mais generosas na época do Natal. Eles se envolvem em coisas como recolher brinquedos para os necessitados, refeições para os mendigos, etc.
É um tempo para chegar aos outros com amor e preocupação. Deus amou o mundo nunca nos esqueçamos de que! Em todos os da nossa pregação, ensino, evangelização, etc lembremo-nos sempre que a motivação para tudo isto é o amor de Deus para os pecadores perdidos. Ele realmente se preocupa conosco. Então, devemos nos preocupar como Ele se importa.
Então, devemos amar como Ele ama.

Para mim, o Natal é...
III. Um tempo de dar
“Porque Deus amou o mundo, que deu...”
O amor não pode olhar com indiferença os famintos, e doentes, e os solitários, as almas perdidas deste mundo. O amor deve dar.
Deus deu tudo o que Ele pode dar. Ele deu o Seu Filho unigênito. Este dom foi dado gratuitamente, amor dado, dado graciosamente para todos nós, que eram pecadores indignos.
Cristo participou de nossa natureza humana para que pudéssemos receber a Sua natureza divina. Dia a dia, aqueles que O recebem estão sendo transformados em Sua imagem, até que todos cheguem à plena estatura de filhos aperfeiçoados de Deus, lavado no sangue do Cordeiro.

Para mim, o Natal é...
IV. Um tempo de perdoar
Deus estava disposto a nos perdoar. Ele estava disposto a mostrar misericórdia a um mundo pecaminoso e perdido, e morrendo. Possuímos Seu espírito de perdão?
Ou, é o nosso espírito um julgamento, que olha para os outros?
Há alguém que precisamos perdoar hoje?

Para mim, o Natal é...

V. Um tempo de resgatar
Deus nos resgatou por seu amor e misericórdia. Ele nos salvou de perecer.
Sem Cristo, somos, sem vida, e se dirigindo para uma eternidade sem Deus para sempre separado de Deus, que nos fez e anseia para nos salvar.
Ele quer que nós herdemos a vida eterna. Somos todos descendentes de uma raça em extinção. Mas pela graça de Deus, estaríamos todos de igual modo perecereis.

Para mim, o Natal é...
VI. Um tempo de mudança
O Cristo do Natal nos muda. Ele nos faz novas criaturas. Tudo se fez novo para nós. Temos novas metas, novas ideias, nova direção, uma nova esperança.
Cristo muda as pessoas para melhor.

Para mim, o Natal é...
VII. Um tempo de alegria
- Alegria na graça imerecida de Deus
- Alegria na liberação de perdão
- Alegria em uma nova vida com uma nova missão.

Conclusão: Eu tentei compartilhar com vocês esta noite o que o Natal significa para mim. O que significa a vinda de Cristo a este mundo para você? Você o recebeu como Senhor e Salvador?
Se não, eu o encorajo a vir a Ele agora.

Pr. Aldenir Araújo
>

A história dos sábios do oriente

sábado, 17 de dezembro de 2011 / Nenhum Comentário
sabios do oriente
Texto: Mateus 2:1-12
 
Introdução: A história dos sábios é uma história que está envolta em mistério. Da tradição parece que conhecemos todos os fatos e detalhes. Mas quando estudamos as Escrituras descobrimos que há um monte de perguntas que não podemos responder sobre os sábios do texto bíblico. Por exemplo:
Quantos eram? Nós não sabemos.
De onde eles vêm? Nós não sabemos.
Quanto tempo durou a viagem? Nós não sabemos.
Eles apenas aparecem misteriosamente - e tão misteriosamente eles se foram. Mas uma coisa eu estou certo é que o número de homens e mulheres sábios aumenta a cada geração as pessoas continuam a buscar o Cristo.
 
Vejamos três fatos que podemos aprender com a história dos sábios.

1. A jornada de um homem sábio é uma jornada de fé.
“Onde está aquele que é nascido rei dos judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente".
O que levaria alguém a deixar o conforto de sua casa para ir a uma viagem perigosa? Romance? Sim. Riqueza? Mais definitivamente. Mas a fé? Sim - a fé. "Onde está aquele que é nascido rei dos judeus?" Que pergunta sondagem - não há dúvida em suas palavras que Ele havia nascido - a pergunta é "Onde está Ele?" Eles tinham visto a estrela - a evidência era real - agora onde está Ele? Eles tinham fé de que Ele estava vivo - que Ele existia - agora tudo que eles precisavam fazer era encontrá-Lo. Seu propósito estava estabelecido - encontrá-Lo. E assim, eles estavam dispostos a arriscar tudo para encontrá-Lo. Eles estavam dispostos a deixar a segurança de suas casas - para o risco de uma perigosa jornada em busca de um rei.
Você pode imaginar a reação de seu vizinho? "Você vai a uma viagem?" "Sim." "Onde você está indo?" "Nós não sabemos com certeza." "É muito longe?" "Bem, nós não sabemos" Quanto tempo você vai demorar? "Bem, não temos certeza sobre isso"
Mas você sabe que devem ter dito as mesmas coisas para Abraão quando deixou sua casa para a Terra Prometida. Eles devem ter dito as mesmas coisas a Noé que estava construindo uma arca - embora nunca tivesse chovido na história da Terra, até que ponto. Eles devem ter dito o mesmo tipo de coisas a Pedro, André, João e Tiago, quando eles deixaram as redes de pesca para se tornarem pescadores de homens. O que você está louco? Você é insano? Perdeu o juízo? Não, louco não- insano não – sem juízo não - homens de fé.

Fato: As viagens de Deus sempre envolvem fé”.
É impossível agradar a Deus sem fé. E por quê? Porque qualquer um que queira se aproximar de Deus deve acreditar tanto que ele existe e que ele se importa o suficiente para responder àqueles que o buscam. Hebreus 11:6.
Pessoas de fé se mostram dispostos a responder aos desafios do desconhecido repetidas vezes ao longo da história.
William Cary era sapateiro quando um dia ele ouviu falar de milhões de pessoas na Índia que não tinham ouvido a Boa Nova de Jesus Cristo. Ele acreditava na grande comissão "Ide por todo o mundo e pregai o evangelho" Ele acreditava que esse versículo estava falando diretamente com ele. Assim, ele se ofereceu para ir para a Índia, mas foi informado "Jovem, sente-se. Quando Deus quer converter os pagãos, Ele o fará sem a sua ajuda" Cary foi assim mesmo – sem ajuda financeira. Durante sete anos trabalhou sem ver uma única pessoa se converter -, mas até o final de sua vida, ele viu centenas de igrejas e milhares de convertidos. Hoje ele é conhecido como o "Pai das Missões Modernas". Ele era um homem de fé.
 
O segundo ponto que eu quero observar é:

2. A jornada de um homem sábio é uma jornada de adoração.
Quando os sábios foram em sua viagem foi com o propósito de adoração. Trouxeram com eles presentes: ouro, incenso e mirra. Estes presentes têm um monte de simbolismo que lhes estão associados. Ouro representa a riqueza. É um excelente presente para um rei. (Jesus era o Rei dos Reis) Incenso é a seiva de uma árvore que seca e endurece e usada como incenso para adorar a Deus. Assim, vemos um presente para sua divindade. (Jesus era o Filho de Deus) A mirra é um perfume aromático que era usado para ungir os mortos - para embalsamar e preservá-los. (Jesus era o Cordeiro Sacrificial)
 
Fato: “Adoração sempre envolve sacrifício”.
Houve um preço a ser pago para a adoração dos homens sábios? Você crê. Haviam-se dedicado para uma viagem. Viajar nesses dias não era muito confortável - na verdade, poderia ser realmente perigoso. Os sábios tinham sacrificado seu próprio conforto para encontrar o rei e adorá-Lo. Ouça o que disse Davi sobre o sacrifício:
“... porque não oferecerei ao Senhor meu Deus holocaustos que não me custem nada" II Samuel 24:24
Romanos diz desta maneira: "Rogo-vos pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional" Romanos 12:01
Realmente adoração requer sacrifício.
O maior presente - o maior sacrifício - que você pode dar a Deus é você mesmo. Você diz, mas eu não dei nada para ele hoje. Eu digo sim, você deu! Ainda hoje você lhe deu algo de si mesmo. Você tem dado a Ele o seu tempo por estar aqui. Você está preparado para uma viagem esta noite ao deixar o conforto de sua casa se vestir e pronto para procurar um rei. Você pegou seu carro – usou a gasolina para vir à igreja. Alguns de vocês no momento da oferta vieram ao gazofilaço entregaram uma oferta para ajudar a pagar as despesas do reino e manter o prédio da igreja - água, eletricidade, zelador, todos têm que ser pagos. Quando você coloca sua oferta no gazofilaço você ajudou a manter o reino de Deus. Quando você veio hoje você veio como um sacrifício vivo - mesmo que você não pode vê-lo como - mesmo que você pode não ter percebido isso. Os esforços que você faz para adorar a Deus é o seu sacrifício para ele. Mas aqui é um fato que eu quero que todos vocês se lembrem:

Fato: “O que Deus quer, acima de tudo - acima de tudo; eu”
Ele quer seu coração - Ele quer sua atenção - a pergunta a fazer é: O que estou disposto a dar-Lhe? Estou disposto a dar-lhe o meu melhor? Estou disposto a ir em uma jornada espiritual para adorá-Lo? Estou disposto a desistir de minha zona de conforto para seguir a Cristo? Os Reis Magos estavam - e você?
 
O terceiro ponto que eu quero observar é:

3. A jornada de um homem sábio é uma jornada de mudanças.
Veja o versículo doze: “Então, sendo por divina revelação avisados ​​em sonhos para não voltarem a Herodes, partiram para a sua terra por outro caminho”
Não é interessante que depois que eles adoraram a Jesus; não podiam voltar da mesma maneira que eles tinham vindo? Acho que é um fato até hoje. Uma vez que você se encontrou com Deus, você nunca mais será o mesmo. Um encontro com Deus muda as coisas - ele muda você - não é? Sempre foi assim.
Jacó lutou com Deus e nunca mais andou do mesmo jeito o resto de sua vida.
Isaías entrou na presença de Deus e "Ai de mim, pois estou perdido! Porque eu sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de lábios impuros; Porque os meus olhos viram o Rei, O Senhor dos Exércitos" Isaías 6:5. Ele nunca mais foi o mesmo.
Jó questiona a Deus uma e outra vez sobre seu sofrimento e quando Deus aparece Jó diz. "Eis que sou vil; que te responderia eu? Antes ponho a minha mão sobre a boca. Uma vez tenho falado, e não replicarei; ou ainda duas vezes, porém não prosseguirei" Jó 40:4-5
Jó se encontrou com Deus e se tornou um homem mudado.
Isso é o que acontece quando andamos na presença de Deus. Somos transformados. Foi o que aconteceu aos sábios quando encontraram Cristo - eles foram mudados. Isso é o que acontece quando nos deparamos com Cristo - as coisas se tornam diferentes.

Conclusão: É tempo de Natal e ouvimos a história dos sábios do oriente. Eles eram sábios porque eles tinham fé, eles eram sábios, porque eles adoravam e eles foram mudados para sempre - tudo por causa de uma criança. E você? Você está procurando uma mudança em sua vida? Encontra-se com Cristo neste Natal e posso garantir que você vai ser mudado. As coisas serão diferentes. Um passo de fé e busque-o como os sábios fizeram.

Pr. Aldenir Araújo
>

Preparação para o Natal

terça-feira, 13 de dezembro de 2011 / Nenhum Comentário
presentes de natal
Texto: João 1:12

Introdução: Esta é a época do ano quando todo mundo começa a se preparar para o Natal. As lojas estão cheias de pessoas comprando presentes. Shopping estão cheios de favoritos enfeites de Natal. Aquelas caixas embaladas longos meses atrás são retiradas e todo esse material lindo de Natal é exposto. As casas são decoradas com luzes e enfeites e pátios tornam-se vitrines do esplendor do Natal.
O que você faz para se preparar para o Natal?
Em algumas casas há um esforço de limpeza em massa. Toda a casa é limpa de cima para baixo para começar tudo de forma excelente. Antes de qualquer decoração ser colocada, toda a casa recebe uma boa limpeza.
Quando a limpeza está concluída, a casa precisa de ser arranjada para a decoração. A sala de jantar fica completamente alterada para a árvore de Natal e todas as outras decorações. Estantes são movidas. Decorações cotidianas são afastadas. Toda a casa é dada um novo olhar em preparação para a decoração. Depois de todos os arranjos feitos corretamente, as decorações começam e tudo começa a ficar com o aspecto do Natal. A árvore é criada com luzes amarradas de cima a baixo e ornamentos estão espalhados nos galhos. Vários outros enfeites surgem em torno da casa. Quando tudo isso é feito o trabalho de preparação está quase concluído.
A preparação final para o Natal gira em torno dos presentes. Listas são criadas de desejos determinados ou necessidades específicas e as idas as lojas começa. Várias viagens são feitas em várias lojas e centros comerciais. Claro que não seria Natal sem quatro ou cinco viagens para o shopping. O shopping é feito para que possamos dar e receber presentes no dia de Natal.
Tudo isso é uma grande ilustração de como Deus quer-nos a preparar para o Natal. Quando realmente se preparar para o Natal, há uma purificação pessoal. Quando realmente se preparar para o Natal, há um novo arranjo das nossas prioridades. Quando realmente se preparar para o Natal, há uma decoração do coração. Quando realmente se preparar para o Natal, há um dar e receber de presentes.

I. A limpeza do coração

“Bem-aventurados os puros de coração porque eles verão a Deus” Mateus 5:8
A palavra "bem aventurado" literalmente quer dizer feliz no original grego. A partir desta declaração de Jesus vemos que os puros de coração são os felizes de coração. Por quê? Simplesmente porque um dia verão Deus face a face. Agora isso parece muito simples, não é, porque tudo o que você precisa é um coração puro.
Eu não sei sobre você, mas muitas vezes meu coração parece mais poluído do que puro. Ainda fico com raiva quando alguém me fecha quando eu estou dirigindo na estrada. Fico frustrado quando meus melhores planos se desmoronam. Eu ainda perco a paciência com problemas estúpidos e insignificantes. Ainda fico com ciúmes quando ouço dos outros cujas realizações brilham mais do que as minhas.
Talvez nada disto se aplica a você. Talvez, você não é como eu e você tem sua vida em completa harmonia. Talvez você não tem nenhum problema com a questão puro de coração. Mas para aqueles de vocês, que são como eu e ainda luta com o ser puro de coração, tenho uma pergunta? Como podemos nos tornar puros de coração? O que temos que fazer?
Eu tenho algumas notícias extremamente ruins para você, não há nada que você possa fazer para tornar seu coração puro! A boa notícia é que Deus é o único que limpa o coração e tudo o que você precisa fazer é pedir-Lhe. Davi pediu a Deus exatamente isso: “Cria em mim um coração puro e renova um espírito reto dentro de mim” (Salmo 51:10) Deus concedeu o pedido de Davi e lhe deu um coração puro. Ele pode fazer o mesmo por você, tudo que você precisa fazer é pedir-Lhe.

II. A organização de prioridades

“Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Mateus 6:33
Uma parte essencial da preparação para o Natal envolve rearranjar. Assim como preparamos as nossas casas, horários e outros aspectos de nossas vidas para o Natal. Deus quer que preparemos nossos corações para o Natal. Seu desejo é que você crie mais espaço para o seu Filho na sala do seu coração.
Quando criamos esse espaço extra no coração, Deus nos abençoa com mais de Cristo. É então as bênçãos de Deus começa a fluir rapidamente em nossas vidas e transborda para a vida dos outros. Quando colocamos Cristo no centro de nossas vidas, todo o resto vem junto.
Quando Jesus fez esta declaração de buscar o reino de Deus em primeiro lugar, ele estava dando o antídoto para a preocupação. Jesus deixa claro que se quisermos ter sucesso na vida, o nosso foco deve ser em Deus em primeiro lugar.
Tornamo-nos tão ocupados celebrando a temporada que esquecemos totalmente o motivo da temporada! Tornamo-nos centrado em compras para os presentes certos e esquecemo-nos de dizer aos outros o dom perfeito de Deus. Não estamos preparados para o Natal até as nossas prioridades estão em linha.

III. A decoração do coração

O que Deus faz para decorar um coração?
“Eu lhe darei um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei um coração de carne”.
Deus decora um coração por evisceração do velho e criando algo novo. Quando Deus decora um coração ele deve ter total controle sobre toda a vida. Muito frequentemente, nós só damos a Deus o controle parcial e só permitimos que Ele faça as mudanças que nós aprovamos. O desejo de Deus é tomar sua vida e torná-la ainda mais bonita. Deus quer agregar valor à sua vida.
Deus quer apenas o melhor para sua vida e ele quer ser a influência de sua vida. No entanto, ele espera por você para dar-lhe permissão para começar o trabalho. Deus deseja decorar sua vida com a sua bênção e dar-lhe algo completamente novo.

IV. O recebimento e distribuição de presentes

A. O recebimento de presentes
“Mas, a todos quantos o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus”. João 1:12
João fala daqueles que receberam a Cristo. O significado da palavra grega "receber" significa "bem-vindo" ou "aceitar." João está deixando claro que devemos dar as boas vindas a Cristo em nossas vidas. Este receber não é apenas para algumas partes da nossa vida, mas é para todas as áreas da nossa vida.
Cristo também deve ser crido. Crer no nome de Jesus significa colocar fé nEle como uma pessoa e no que ele representa. O simples ato é que muda a vida e transforma, porque nós nos tornamos filhos de Deus.
Deus nos deu um presente incrível. Pela fé, em Cristo, podemos nos tornar filhos de Deus. Quando aceitamos a Cristo, somos levados a família de Deus. João diz que por meio de Cristo nos é dado o direito de se tornarem filhos de Deus. Literalmente nos é dado a permissão para se juntar a família de Deus. Pela fé em Cristo, tornamo-nos uma parte da eternidade. Nossa cidadania é alterada e nós ganhamos uma morada no céu. Nossa posição na vida é alterada. Ganhamos uma morada no céu e a graça divina de Deus Pai.
B. A doação de presentes
Uma das maiores alegrias do Natal encontra-se em dar. Na verdade, é melhor dar do que receber. Eu nem sempre aprecio as compras ou a embalagem de presentes, mas eu gosto de dar os presentes. O mesmo pode ser verdade para você. Você gosta de ver os outros derramarem lágrima enquanto abre a embalagem. Você gosta de ver o brilho nos seu olhos. Você gosta de ouvir as palavras "Era tudo o que eu queria!"
Você pode se surpreender, mas isso se aplica a Cristo também. Há uma grande alegria quando você dá um presente a Cristo. O que Cristo quer de você?
“Filho meu, dá-me o teu coração; e deleitem-se os teus olhos nos meus caminhos” Provérbios 23:26
O maior presente que você pode dar a Cristo é você mesmo

Conclusão: Então, como você está com seus preparativos para o Natal? Existem algumas áreas de seu coração que precisam ser limpos? Talvez você precise rearranjar algumas coisas para dar mais espaço para Cristo em sua vida? Talvez o seu coração esteja bastante estéril e precisa de algumas das bênçãos de Deus para a decoração. Você recebeu o dom de Cristo e deu a Ele o seu coração?
Este ano, a maravilha do Natal pode se tornar viva para você de maneira nova, se você vai abrir seu coração e permitir Deus prepará-lo para o Natal.

Pr. Aldenir Araújo
>

A celebração do Natal

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010 / Nenhum Comentário
natalTexto: Lucas 2:14 "Glória a Deus nas alturas e paz na terra, boa vontade para com os homens"

Introdução: Muitas semanas antes do dia finalmente chegar, as pessoas começam a comemorar o Natal. Tem luzes piscando à noite nas janelas, nas árvores e no exterior dos edifícios. Tem muitos que correm para comprar uma árvore de Natal. Tem música de Natal nas lojas e nas rádios. Tem pensamentos sobre o que comprar, e as vendas para chamar nossa atenção. Nós estamos tendo um tempo de celebração. Mas, estamos celebrando da maneira certa, ou da maneira errada?

1. A maneira errada de celebrar o Natal.
Muitas pessoas vão fazer do Natal uma época de festas pecaminosa. Muitos vão fazer do Natal uma época para beber e entrar em atividade pecaminosa que podem terminar em tragédias. Satisfação carnal não é o caminho certo para comemorar o nascimento do Senhor Jesus. Certamente, a pessoa que bebe e dirige pode acabar matando alguém ou se matar. Não beba bebida forte para celebrar o Natal. Deixe o Espírito Santo levantar o seu espírito a verdadeira e duradoura felicidade neste Natal para a realização do verdadeiro significado do Natal.

2. A maneira certa para celebrar o Natal.
Natal é tempo de promover a paz na Terra. Podemos orar para que as armas de guerra sejam deixadas de lado, e os bilhões de dólares que estão sendo usados para matar pessoas e destruir casas possam ser usados para alimentar os famintos, para vestir os pobres que vivem nas ruas e milhões de famintos e fornecer habitação que vai protegê-los do frio e da chuva. Esta é a "boa vontade" que honra e agrada a Jesus. É o nascimento de Jesus que estamos celebrando.

3. Os resultados maravilhosos.
Quando celebramos o Natal da maneira certa, nós trazemos a glória e honra a Deus. Os anjos disseram: "Glória a Deus nas alturas", e nossa maior ambição deve ser glorificar a Deus em todas as nossas atividades no Natal. Então, devemos ter a certeza de manter a Jesus Cristo no centro de nossas celebrações.
 
Muitas vezes, muita atenção também é dada para o Papai Noel e as decorações. Natal é tudo sobre Jesus, nosso único Salvador.

Pr. Aldenir Araújo
 
>

Lições dos Sábios do Oriente

terça-feira, 26 de outubro de 2010 / Nenhum Comentário
Texto: Mateus 2:1-11
"Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra." - Mateus 2:11

Introdução:
1. Mateus 2:1-11.
2. As lições a serem aprendidas com os sábios do oriente a respeito de nossa oferta.

I. Planejaram sua oferta.
A. Os sábios reconheceram Jesus como o rei dos judeus e deram em conformidade - Mateus 2:2.
B. Devemos considerar cuidadosamente nossa oferta porque nós, como os sábios, damos a Cristo o rei.
1. Devemos ofertar conforme Deus nos tem feito prosperar - I Coríntios 16:1-3.
2. Devemos ofertar segundo temos proposto em nossos corações - II Coríntios 9:6-7.

II. Protegeram sua oferta.
A. Os sábios fizeram uma longa viagem para ver Cristo. Eles protegiam a sua oferta de ser roubada ou perdida ao longo do caminho.
B. Muitos cristãos não conseguem dar no primeiro dia da semana como deveriam, porque não protegem a sua oferta durante a semana. Muitos permitem que a sua oferta seja roubado por prazer. Outros permitem que a sua oferta seja roubado por "necessidade". Outros, ainda, permitem que sua oferta seja roubada por descuido.

III. Apresentaram sua oferta a Cristo.
A. Os magos entraram na casa onde Jesus estava e apresentaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.
B. Como Cristo e a sua Igreja são inseparáveis, quando apresentamos a nossa oferta para a igreja, em essência apresentamos a nossa oferta a Cristo.

Conclusão:
1. Nossas contribuições devem ser:
a) Planejadas.
b) Protegidas.
c) Apresentada a Cristo.

Confira também este esboço de sermão com o tema: Guiados por uma estrela

Pr. Aldenir Araújo
>

Natal, o dia seguinte

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009 / Nenhum Comentário
Natal, o dia seguinte
Tema: Natal
 
Texto: Lucas 2:20

Introdução: Uma das coisas que eu gosto muito sobre a época do Natal é como as atenções das pessoas estão centradas em Cristo. As pessoas vêm de longe para celebrar o Natal. Há uma grande quantidade de viagens acontecendo. E as pessoas que não frequentam a igreja o resto do ano, vão à igreja durante a época do Natal!

Talvez o primeiro Natal foi algo como o que vemos hoje! Eles tinham os anjos cantando, assim que o ar estava cheio com a música de Natal. Eles tinham a visita dos pastores, tipo como de amigos. E tinham os homens sábios vindos de fora da cidade, eles não chegaram a tempo para o Natal, mas eles chegaram lá pela mesma razão! Tipo como quando nós vamos visitar nossa família em outras cidades, e nós não chegamos lá para o Natal, mas nós aparecemos nessa época do ano!

Mas deixe-me recordar-lhe algo interessante!

Lucas 2:20 registra para nós, que depois que os pastores visitaram o bebê, os pastores voltaram! Na verdade, se você pensar bem, para a maioria, a vida voltou ao normal depois do primeiro dia de Natal!

Os pastores voltaram para os seus rebanhos; Os anjos silenciaram seus cantos. Os Sábios fizeram a longa viagem para casa. E parece que todo mundo esqueceu aquela noite! Tanto assim, que nem sequer sabe ao certo o dia certo em que Cristo nasceu! Os pastores voltaram como fizeram todos os outros, todos, exceto Maria e José!

Quando passar o Natal deste ano, você vai simplesmente voltar para a vida normal, talvez, louvando a Deus pela oportunidade de celebrar o Natal, mas realmente, nada diferente do que estava antes? Ou será que você, como Maria e José tem sua vida mudada radicalmente no Natal?

Todos nós que tivemos filhos sabemos que; O NASCIMENTO DE UM BEBÊ MUDA NOSSA VIDAS PARA SEMPRE!

Uma pessoa nunca pode ser o mesmo depois de ter tido um filho nascido em sua família! E, embora, quando um bebê nasce, muitas pessoas vêm para ver a criança, ou visitar no hospital, trazer algumas flores, ou talvez uma pequena lembrança, e um abraço no bebê um minuto ou dois. Apenas os pais têm totalmente suas vidas mudadas a partir do NASCIMENTO!

E eu estava pensando esta manhã, quando consideramos a nossa visita com Cristo este Natal, vamos chegar mais longe, como aqueles que param por alguns minutos para ver o bebê, e então seguir com a vida como normal? Ou será que nós seremos mais parecidos com os pais, cujas vidas nunca mais são a mesma a partir do nascimento do bebê?

I. Maria e José nunca retornaram de ver Jesus!

A. Naquela noite de Natal, quando viram pela primeira vez Jesus, era para eles apenas o começo! A partir de então, toda noite, para o resto de suas vidas, eles estavam com Jesus Cristo!
B. Eles tiveram que sair de Belém, mas eles levaram Cristo com eles!
Sabemos, por exemplo, que eles se mudaram de Belém para o Egito. E, em seguida, mudou-se do Egito para Nazaré... Mas nunca se moveram sem levar Jesus com eles!
C. E houve um dia, quando escorregaram e deixaram Cristo em Jerusalém. Mas logo que perceberam sua falta, eles imediatamente foram encontrá-lo! Este Natal, milhões de pessoas vieram a adorar e ver Jesus. Mas à grande maioria vai simplesmente sair dizendo: "Que bom!" E continuar com a vida, como de costume. Serão apenas poucos que depois de terem visto Jesus Cristo, determinarão nunca mais sair do seu lado novamente!

Quando tivermos de avançar ou qualquer outra coisa, nos asseguramos de voltar a uma igreja local, onde podemos manter Cristo conosco!
E quando o fazemos, ocasionalmente, perdendo o rumo, devemos fazer uma linha reta de volta para ele assim como nós o descobrimos!

Para José e Maria, o Natal era mais do que uma celebração uma vez no ano, era dia-a-dia a realidade!

II. Maria e José nutriram sua relação com Jesus Cristo!

A. Criar uma criança é uma experiência cada vez maior!
Qualquer pessoa que tenha gerado filhos sabe da veracidade desta afirmação. Você cresce quase tanto quanto a criança! Por um lado, você mal conhece a criança no primeiro dia que você a trouxe para dentro da casa!

Você tem que conhecer essa criança que cresce em sua casa... E a verdade é você nunca a conhece plenamente!

À medida que crescem, mudam, e você também, assim que o seu relacionamento requer um cuidado quase constante para ter certeza de que você realmente a conhece!
B. Você tem que aprender a ser um pai.
Portanto, esperamos que você esteja sempre melhorando nessa área também! Enquanto os pastores voltaram para os seus rebanhos... Maria e José ficaram lá, responsáveis pelo resto de suas vidas de alimentar e desenvolver o seu relacionamento com Jesus Cristo!

O mesmo acontece com a nossa relação com Cristo. Nós começamos a conhecê-lo apenas um pouco no dia que fomos introduzidos pela primeira vez a Ele como nosso Salvador! Nós estamos contentes com o relacionamento, sabemos que estamos indo para o céu.

Mas praticamente não conhecemos Cristo realmente E não sabemos quase nada sobre como lhe agradar! E mesmo depois de ter começado a descobrir um pouco, nós nunca nesta vida nunca obteremos um lugar onde sabemos tudo que nós precisamos saber sobre a nossa relação com Jesus Cristo!

Há muitos, e muitos cristãos, que para lhe dizer a verdade, eu não encontro falha neles, exceto em uma coisa.
ELES NÃO ESTÃO CRESCENDO EM CRISTO MAIS! Eles sabem uma determinada quantidade sobre Cristo, eles estão felizes com o que sabe, e eles não estão interessados em SABER MAIS!

Maria e José não passaram apenas o Natal, mas o resto de suas vidas crescendo em seu relacionamento com Jesus!

III. Maria guardava tudo o que ouvia sobre Jesus no seu coração.

Lucas 2:19 “Mas Maria guardava todas estas coisas, meditando-as no seu coração.”
Lucas 2:51 “E desceu com eles, e foi para Nazaré, e foi -lhes sujeito, mas sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração.”

Em um verso Maria guardava tudo o que era dito sobre Jesus em seu coração e meditando acerca delas, no outro ela guardava tudo o que Jesus disse no seu coração.

Você pode ver o significado aqui? Os outros apenas visitaram o bebê, alegraram e celebraram um tempo, e voltaram para casa. Maria e José guardaram tudo o que foi dito e feito, tanto sobre Jesus e por Jesus, e meditando-as no seu coração. Eles foram mudados para sempre pelas palavras faladas por Jesus e as palavras ditas sobre Jesus!

Conclusão: Aqui estamos, neste Natal, e eu quero saber que tipo de multidão nós somos? Somos nós como os pastores e os sábios, que vieram ver Jesus, mas depois voltaram para suas próprias vidas? Ou somos como Maria e José, para quem, o Natal era apenas o início de uma maneira nova e radical de vida e pensamento! Que nunca deixaram Jesus? Que alimentou seu relacionamento com Cristo? E que guardava tudo o que foi dito por e sobre Jesus e meditava no seu coração?

Pr. Aldenir Araújo
>

A verdadeira expressão do natal

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009 / Nenhum Comentário

A verdadeira expressão do natalTexto: Mateus 1: 18-22

Introdução:

Qual é a primeira coisa que acontece com as pessoas, quando anuncia o Natal?
• Crianças: Roupas novas, brinquedos, presentes, fogos de artifício, luzes.
• Jovens: Festas, impressionar a namorada, bebidas.
• Adultos: Décimo terceiro, viagens, férias, comidas, negócios.

Agora, pergunto: Será que é realmente esse pensamento que nós devemos cultivar nesta época, que celebra o Natal?

Qual é a verdadeira expressão do natal?

I. O natal expressa a maior humilhação: "Deus tornou-se homem"

1. Tal foi a humilhação do Senhor que não encontrou um lugar para nascer confortavelmente. Lucas 2:7 diz que não havia lugar para ele na estalagem. Nasceu em uma manjedoura que servia para alimentar o gado.

2. Tal foi a humilhação do Senhor que precisou fugir para uma terra estranha porque Herodes decidiu matá-lo. Mateus 2: 13

II. O natal expressa a maior manifestação do amor de Deus.

1. O que João disse em João 3:16?

2. Em seu amor:

a. Deus viu a humanidade perdida. (Romanos 3: 10-18)

b. Deus amou a humanidade perdida. (João 3:16)

c. Deus redimiu a humanidade perdida. (Gálatas 4: 4-5)

III. O natal expressa a maior decisão do homem.

1. Dado o fato incontestável de que Jesus veio para salvar o homem, torna-se importante e indispensável que o homem tome decisões:

a. Rejeitar Jesus. (João 3: 17-21)

b. Aceitar Jesus. (Romanos 10: 9-10)

Conclusão: De que maneira você foi tem comemorado o Natal nestes últimos anos?

Com as luzes? Com presentes? Com festas? Bebidas? Quero-te dizer que nada disso aconteceu na noite que Jesus nasceu. O que brilhou naquela noite foi a luz de Jesus para a salvação da humanidade.

Deixa que em sua vida se celebre a verdadeira expressão do Natal: "Jesus nascendo em seu coração"

Hoje pode ser o Natal para você, se você só deixar Jesus nascer em seu coração.

Pr. Aldenir Araújo

>

Guiados por uma estrela

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 / Nenhum Comentário

Guiados por uma estrelaTexto: Mateus 2: 9-12

Introdução: A estrela que os magos viram no oriente, tem sido alvo de muitas explicações. Para alguns aquela estrela era um grupo de anjos que voavam naquela noite.

Para os astrólogos um cometa, que segundo eles teve uma aparição para aquele dia. Para a astrologia era uma combinação de varias estrelas. Ou um encontro entre os planetas Júpiter e Saturno.

Para mim, eu creio que aquela estrela foi igual a nuvem que dirigiu os israelitas no deserto durante o dia, e a coluna de fogo que os guiavam durante a noite, são de origem sobrenatural e de procedência divina, são mistérios de Deus.

I. Guiados por uma estrela, buscaram Jesus. V. 2

1. Com sacrifício.
a. A travessia foi grande
b. Deixaram para trás, muitas comodidades
2. Com abnegação.
a. Não desanimaram
3. Com paciência
4. Com confiança

a. Saíram, crendo que chagariam ao seu destino
5. Com perguntas
a. Ao chegar a Jerusalém estavam um pouco desorientados, mas perguntaram. 2:2.

II. Guiados por uma estrela, encontraram Jesus. V. 9

1. Os pastores o encontraram em uma manjedoura. Lucas 2:15-16
2. Os magos o encontraram em uma casa. V. 11
3. A mulher samaritana o encontrou junto ao poço. João 4: 6-7
4. O gadareno o encontrou em um cemitério. Marcos 5: 1-2
5. Zaqueu o encontrou em uma arvore. Lucas 19: 4
6. Saulo o encontrou no caminho a Damasco. Atos 9: 3-6
7. Onde e como encontramos Jesus, não é tão importante, o importante é ter uma experiência com ele.

Leia também: Lições dos Sábios do Oriente

III. Guiados por uma estrela, adoraram Jesus. V. 11.

1. Um verdadeiro encontro conduz a adoração.
2. Diante da presença do Senhor não há posições ou títulos
3. A adoração leva ao desprendimento pessoal. V. 11
4. Todos nós temos algo para dar a Cristo.
a. MIRRA: Jesus é o nosso profeta
b. OURO: Jesus é o nosso rei
c. INCENSO: Jesus é o nosso sacerdote

IV. O resultado. V. 12

1. Entenderam a vontade de Deus
2. Foram obedientes
3. O verdadeiro cristão não anda por caminhos que não agrada a Deus
4. O Senhor altera nossos planos e muda nossa rota
5. O outro caminho ode ser mais longo, mais difícil, de menos prazer, mas é o caminho que o eterno Deus nos revelou.

Leia também: A história dos sábios do oriente

Conclusão:  O cristão hoje não é guiado por estrelas siderais, nosso Deus nos dirige e nos guia através do seu Espírito. Isto requer fé e paciência, mas o resultado é gozo.

Deus enviou seu filho Jesus para que o busquemos, o encontremos e para que o adoremos, Amém

Pr. Aldenir Araújo

>

Perigos a serem evitados no natal

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009 / Nenhum Comentário

Perigos a serem evitados no natalTexto: Mateus 15:1-9  

Introdução
A. Provavelmente há mais pecado e injustiça cometida na semana, que se estende do final de dezembro até 1 de janeiro, do que em qualquer outra época do ano.
B. Muitas pessoas, na celebração religiosa do Natal, acham que elas estão honrando a Cristo, mas, na realidade, eles estão desonrando.
C. Vamos listar algumas formas de desonrar Cristo, nesta época do ano.

I. Desonramos a cristo quando praticamos uma adoração vã.

A. Toda a adoração deve ser feita de acordo com a verdade, e não através de tradições e doutrinas dos homens. João 4:24; Mateus 15:9
B. Cristo é desonrado quando homens comemoram seu nascimento sem a sua sanção.
1. Não há nada de errado em lembrar as bênçãos do nascimento de Jesus.
i. No entanto, quando o homem criou a celebração do nascimento de Cristo como o padrão de Deus para a adoração, tornou-se pecado e errado.
ii. Não havia nada de errado com os judeus lavar as mãos antes de comer, mas quando eles fizeram disso um ato de culto; eles acrescentaram à lei de Deus. Marcos 7:1-3, 15
iii. Não havia nada de errado com a prática da circuncisão por motivos de saúde ou sociais, mas quando os judeus cristãos tornaram essa pratica necessária para a salvação, eles pecaram. Atos 15:5; Gálatas 2:4-5
C. A importância de ter autoridade para todas as crenças e prática não pode ser exagerada.
1. Se o Senhor nos quisesse celebrando o Natal como Seu aniversário, Ele nos teria dado o dia preciso, e nos mostrado quando e como praticá-lo.
i. Datas precisas foram dadas no Velho Testamento, e certamente poderia ter sido dada no âmbito do novo se o Senhor quisesse.
2. Somos instruídos nas Escrituras a lembrar da morte de Jesus no primeiro dia da semana, participando do pão e do fruto da videira. 1 Coríntios. 11:23-26, Atos 20:7
i. Nós não honramos a Cristo pelo exercício de uma prática que sua palavra não autoriza. 1 Coríntios. 4:6; 2 João 9; Mat. 7:21-23; Gal. 6:8-9
D. Nós sabemos a partir de registros históricos que a importância atribuída ao dia de Natal originou-se centenas de anos após a Lei de Cristo ter sido dada. Damos um exemplo. Muitos outros poderiam ser dados.
1. A Enciclopédia Americana: "O Natal, de acordo com muitas autoridades, não era celebrado nos primeiros séculos da igreja cristã ... Uma festa foi estabelecida em memória do nascimento de Cristo, no século IV. No quinto século, a Igreja Ocidental (Igreja Católica) ordenou que fosse comemorado no dia da festa romana antiga do nascimento do sol, já que nenhum conhecimento certo do dia do nascimento de Cristo existia ”

II. Outra maneira de desonrar a cristo durante o natal é as; festas de bebedices.

A. Os cristãos são muitas vezes enredados nas festas da empresa realizadas na época do Natal e Ano Novo.
B. Um estudo do uso de bebidas alcoólicas na Bíblia nos leva a compreender os males da participação no mesmo.
1. Os efeitos da bebida são:
i. Ela perverte o julgamento. Isaias 28:7-8
ii. Ela seduz e destrói. Prov. 23:29-35
iii. É viciante - "escraviza o coração." Oséias 4:11
iv. Ela provoca doenças. Oséias 7:5
C. Beber bebidas alcoólicas é condenado no Novo Testamento. 1 Tessalonicense 5:5-7
1. A palavra "sóbrio", que é usado muitas vezes no NT é "nepho" no grego, que entre outras coisas, significa, "ser livre da influência de entorpecentes."
i. Bebedices estão condenadas em I Pedro 4:3.
D. Deixe-me encorajar todos para evitar beber bebidas alcoólicas durante o natal, e em qualquer outra época.
1. Não deixe que seus colegas de trabalho ou de escola te aliciem e seduzam você a tomar uma bebida.
i. Mesmo porque a bebida pode ter uma influência sobre a mente.
2. Não seja hipócrita, mas tome uma posição forte para o que é direito.
i. Ouvi falar de um cristão hipócrita que disse que na festa da empresa, em vez de beber o licor, ele derramou um pouco de coca em um copo e segurou-a na mão, para dar a aparência de estar fazendo o que todo mundo estava fazendo.
ii. Isto não é coragem e firmeza diante do Senhor.
3. Algumas pessoas poderiam afirmar que a religião não tem lugar no escritório, mas um estudo recente prova o contrário.
i. Vamos com ousadia pregar a palavra de Deus em todas as oportunidades, independentemente do que os homens podem dizer ou pensar.
E. Apesar de tudo isso, há alguns irmãos que dizem: "Paulo disse a Timóteo para tomar um pouco de vinho por causa do seu estômago." Veja 1 Tm. 5:23
1. Paulo estava simplesmente instruindo Timóteo a tomar um pouco de "puro suco de uva" para o seu estômago.
2. Paulo não está encorajando Timóteo a começar a beber rígidos licores.
F. Alguns irmãos querem fazer uma grande confusão sobre Jesus transformar a água em vinho.João 2:1-8
1. Deixe-me fazer uma simples pergunta, mas, importante, "Jesus estava incentivando a embriaguez?” Em outras palavras, Jesus transformou a água em vinho para que todos os convidados do casamento ficassem bêbados com o vinho que ele fez?
i. Uma resposta honesta a essa pergunta tira o argumento daqueles estão tentando se justificar com esta passagem.
ii. Os vinhos suaves que existiam no tempo de Jesus não são nada em comparação com as bebidas alcoólicas, que nós temos hoje.
iii. Assim, temos a expressão, "dados a muito vinho" nas Escrituras.

III. A terceira forma de desonrar a cristo durante o natal é a; falta de fidelidade.

A. As atividades especiais associados com a família e amigos, escola eventos, viagens, entretenimento, compras, etc., são todas conduzidas em um ritmo frenético durante os feriados.
B. Muitos cristãos permitem essas atividades seculares para empurrar a Deus de seu lugar de direito.
1. Cultos da igreja são negligenciados, a oferta é reduzida, Estudo bíblico, oração, trabalho pessoal e outras atividades são  negligenciadas.
C. Assim, podemos verbalmente denunciar a observância religiosa do Natal como uma tradição dos homens, que, na prática, permitem o Natal para empurrar Cristo para fora de nossas vidas.
1. Por favor, considere: Mateus 6:33, 1 Pedro 1:13, Colossenses 3:2
i. Influenciar os cristãos a serem indiferente no Trabalho do Senhor é a maior obra do diabo.
ii. Não sejamos mornos, mas preocupados, zelosos, e ativos na obra do Senhor.

IV. Outra coisa para evitar nesta época do ano é; o materialismo.

A. Eu temo que alguns de nós estão estabelecendo um padrão para as nossas crianças que não é bom.
B. Jesus disse que é mais abençoado dar do que receber. Atos 20:35
1. Nossas crianças estão acostumadas a receber, e elas querem receber.
2. Eles querem e, normalmente, começa, com o mais recente brinquedo, só que um, mas muitos outros.
3. O que é triste, é que a dívida que os pais cristãos fazem para manter a tradição do natal, chega quase à Lua, para fornecer esses presentes para suas crianças.
C. Mesmo as pessoas não crentes reconhecem que o Natal se tornou um comercio.
1. Eu não estou dizendo que é pecado dar presentes nesta época do ano, ou em qualquer outra, mas deveríamos evitar os extremos.
2. Vamos evitar os perigos do materialismo. Lucas 12:15  

Leia também: A verdadeira expressão do natal

Conclusão
A. Nunca devemos permitir que as pressões das tradições dos homens nos leve a observar algo que não é ordenado por Deus.
1. A maneira de honrar a Cristo é fazer exatamente como ele mandou, nem mais, nem menos.
B. Além disso, não podemos permitir que as atividades do natal nos leve a desviar-se do serviço fiel ao Senhor.

Pr. Aldenir Araújo