O estudo da Bíblia é o coração do sermão

O estudo da Bíblia é o coração do sermão
O  sermão realmente começa com Deus e depois se move para o pregador.

A parte de Deus inclui revelação, inspiração e iluminação. A parte do pregador inclui observação, interpretação, aplicação, correlação e comunicação.

O primeiro aspecto da parte de Deus é a revelação. A revelação é dar ou fazer conhecer Deus e a Sua verdade. Em outras palavras, Deus se revelou ao homem. Sem revelação, não conheceríamos a Deus.

Outro aspecto da parte de Deus é a inspiração. A inspiração tem a ver com o registro da verdade de Deus. Significa literalmente "Deus respirou" e envolve Deus entregando a Sua verdade ao homem para ser registrada. Sem inspiração, não teríamos a Palavra de Deus para pregar.

Outro aspecto da parte de Deus é a iluminação. A iluminação tem a ver com a compreensão da verdade de Deus. Isso envolve a obra de Deus, o Espírito Santo, à medida que ele ilumina a mente dos homens para entender a verdade de Deus. Sem iluminação, não entenderíamos a Palavra de Deus.

Uma dupla responsabilidade por Deus e pelo Pregador é a seleção. Qual assunto e texto devo pregar? Essa é uma pergunta frequentemente feita pela maioria dos pregadores. O processo de seleção é variado, mas a seleção final é importante.

A decisão final deve ser deixada para o Senhor, mas Ele usa várias circunstâncias enquanto Ele nos guia através do processo para uma eventual seleção do assunto e texto ou textos para a mensagem que ele quer que pregamos.
A primeira responsabilidade da parte do Pregador é a observação. A observação é basicamente apenas isso. É a habilidade de observar o que está lá. E esta é a base para o estudo indutivo da Bíblia.

Outra responsabilidade na parte do Pregador é a interpretação. A interpretação é discernir o significado da Verdade de Deus que foi devidamente observada. Existem princípios básicos e regras que devem ser seguidas para interpretar corretamente.

Outra responsabilidade da parte do Pregador é a aplicação. A aplicação relaciona a verdade de Deus comigo e com a minha audiência. Isto é trazer a verdade de Deus para o século XXI.

Outra responsabilidade na parte do Pregador é a correlação. A correlação mostra como a verdade apresentada se relaciona com o verso, parágrafo, capítulo, livro e a Bíblia.

Outra responsabilidade da parte do Pregador é a comunicação. A comunicação é quando realmente proclamamos as verdades de Deus para os outros. Temos a verdade de Deus; entendemos a verdade; nós decidimos a melhor maneira de comunicar a verdade.

Tudo isso tem a ver com o estudo bíblico. Definitivamente precisamos ser estudantes mais sérios da Palavra de Deus.

Quando o estudo da Bíblia for uma prioridade na nossa vida, então e somente então podemos começar a construir o sermão que acabaremos por pregar.

Na Escola da Bíblia Shubert o objetivo é desmistificar a dificuldade das Escrituras. Na verdade, a Escola da Bíblia Shubert acredita que com as ferramentas corretas, você tem a capacidade de compreender as coisas mais profundas da Palavra de Deus.

Seja um exímio conhecedor da Bíblia, conheça a Escola da Bíblia Shubert.

Saiba mais aqui

O estudo da Bíblia é o coração do sermão O estudo da Bíblia é o coração do sermão Reviewed by Aldenir Araujo on agosto 23, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.