Incredulidade: Um Pecado Ignorado

Incredulidade: Um Pecado Ignorado
Texto: Hebreus 3:7-19
Introdução: Nós não entendemos os efeitos devastadores da incredulidade sobre nossas vidas. As pessoas falam sobre pecados terríveis, e o pecado imperdoável, e nós não podemos nem falar deles perto de nossos filhos. Mas não vai ser o pecado de roubo que vai nos mandar para o inferno, nem assassinato, nem fornicação e adultério.
 
Se fizéssemos uma pesquisa em nossa congregação hoje, um deles poderia ser votado como o "pior" pecado. Mas se eu perguntasse quantos têm problemas com o pecado da incredulidade, provavelmente todos nós teríamos que vir até o altar. O verso 19 diz: "Eles não puderam..." por causa da incredulidade.
 
Se no reino espiritual ou secular, a maioria das pessoas não pode fazer as coisas que eles querem por causa da incredulidade. Nestes versos, quatro coisas são direta ou indiretamente indicado sobre este pecado.

I. A incredulidade nunca tem provas suficientes. 3:9-10

A. Basicamente todo nós temos a mesma informação para extrair.
1. As mesmas promessas, a mesma Palavra de Deus, os mesmos exemplos de pessoas para olhar e etc.[post_ad]2. Mas algumas pessoas têm conseguido guardar isso, e outros não, apesar de terem a mesma prova.
3. Você está à espera de mais uma coisa?
4. O que vai fazer você crer?
B. Observe o exemplo dos filhos de Israel:
1. Eles permaneceram na escravidão por 400 anos.
2. Eles clamaram a Deus, Moisés os libertou e, em seguida, dois milhões de pessoas testemunharam todos os tipos de milagres - pragas, piolhos, toda a água se transformou em sangue, o anjo da morte...eles viram tudo isso.
3. Eles viram os egípcios deixá-los ir, as águas rolarem em grandes paredes, e eles viram isso bem atrás deles.
4. Eles ainda assim não acreditavam.
5. A incredulidade nunca tem prova suficiente.
6. Quarenta anos no deserto vendo grandes obras de Deus e ainda assim não foi suficiente.
7. E se Deus tivesse feito mais, ainda assim não teria sido suficiente.
C. Observe o exemplo do homem rico e Lázaro. (Lucas 16:19-31)
1. O homem rico implorou ao Senhor que enviasse alguém para falar com seus cinco irmãos ainda vivos, mas o Senhor disse ainda que se ele ressuscitasse dentre os mortos, eles ainda não acreditariam.
2. A falta de fé nunca é preenchida, mas continuamente deve ser alimentanda - deve ver algo maior, melhor.

II. A incredulidade nos rouba oportunidades. 3:11-16

A. Os filhos de Israel e a Terra Prometida
1. Deus sorriu para eles e chamou-os em parceria com Ele.
2. Depois que eles atravessaram o Mar Vermelho, eles viram o litoral coberto de corpos de soldados egípcios, se viraram e viram a coluna de fogo ou a nuvem - tinham tudo a favor deles.
3. Só que eles ainda permaneciam incrédulos e vagaram no deserto com isso por 40 anos.
B. Judas Iscariotes
1. Ele teve a oportunidade de andar e falar com o Senhor, mas uma palavra descreve a vida de Judas... desperdício!
2. Quando não cremos que Deus vai cuidar de nós, então nós tomamos as coisas em nossas próprias mãos...
3. E isso não nos aproxima mais dEle do que estávamos quando começamos.
C. Os Brasileiros:
1. Uma das razões porque não acreditamos é porque talvez a gente vê muitos milagres.
2. Talvez estejamos acomodados demais.
3. Enquanto cuidava dos rebanhos no lado ocidental do Monte Horebe, Moisés virou de lado para olhar para uma sarça ardente.
4. Por causa da combustão espontânea do sol no meio dos arbustos secos do deserto, a visão era bastante comum.
5. Ninguém prestou atenção ao que parecia um evento insignificante e comum, até que Moisés se voltou para ver, e foi então que Deus falou com ele, deu-lhe a oportunidade.
6. Preste atenção aos pequenos fios que é preciso para fazer uma vassoura; pequenas coisas se somam.

III. A incredulidade traz indignação a Deus. 3:17

A. É comparado à dor que sentimos quando vemos um ente querido com dor.
1. A geração de Israel viu a obra de Deus por quarenta anos e ainda tinha a incredulidade.
2. Esta indignação afeta Deus.
3. Deus sempre significou bom para nós, mas ainda assim não cremos, recusamos e questionamos: "Mas... mas..."
4. Nós na verdade, suspeitamos de Deus.
B. Deus sente como se ele estivesse realmente nos perdendo, assim como lamentamos quando vemos os nossos entes queridos pouco antes de eles morrerem.
1. A incredulidade é o único pecado que limita Deus e desenha um perímetro em torno do que Ele pode fazer.
2. "Por causa de sua incredulidade..." Mateus 13:58
3. "Por causa de vossa pouca fé..." Mateus 17:20

IV. A incredulidade traz destruição. 3:17-18

A. Os filhos de Israel:
1. Apenas dois dos 600 mil ficaram.
2. Isso significa que houve uma média de 41 mortes por dia.
3. Houve lamento, lagrimas, choro por dias a fio, por quarenta anos.
4. Os jovens, finalmente disseram: "Isso não é bom!" e creram em Deus.
B. Período da Tribulação:
1. Durante este tempo, haverá muitas calamidades.
2. Uma em cada três pessoas na terra vai morrer, e ainda assim o restante ainda não vai se arrepender! Apocalipse 9:20-21 "Os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras das suas mãos, para deixarem de adorar aos demônios, e aos ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar. Também não se arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos".
C. Brasil:
1. Estamos em declínio por causa da incredulidade.
2. A destruição eventualmente acontecerá.
 
Conclusão: A crença é uma oferta limitada. Se houver uma verdadeira pechincha na cidade, uma verdadeira boa oferta, haverá um limite para isso. É assim que é com a salvação. Deus disse que Seu espírito nem sempre vai contender com o homem. Mas não cometa o erro de pensar que a incredulidade lida apenas com a salvação. Ela vai muito mais além do que isso. Não deixe que o último verso seja o nosso epitáfio "Nós não podemos" por causa da incredulidade.  Veja: Como desenvolver uma fé forte
 
O que devemos fazer com a nossa incredulidade é arrepender-se, pedir perdão ao Senhor, colocar novamente a nossa confiança nEle. A incredulidade tem um preço mais elevado do que qualquer pessoa pode pagar. Ficaríamos muito magoados se nossos filhos dissessem: "Eu não vou obedecê-lo, porque eu não acredito em você." Deus está olhando para a nossa confiança e que se manifesta em nossa obediência a Ele.
 
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Incredulidade: Um Pecado Ignorado Reviewed by Aldenir Araujo on quinta-feira, março 12, 2015 Rating: 5

Um comentário:

  1. Exatamente! Muito bom!
    Fiz um vídeo sobre a Incredulidade : https://www.youtube.com/watch?v=pPu0nHBU5m8
    Fiquem na Paz!

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.