Quatro responsabilidades para com a verdade de Deus

Quatro responsabilidades para com a verdade de DeusTexto: 2 Tessalonicenses 2:13 - 3:5
 
Introdução: Paulo tinha um ministério equilibrado. Nessas cartas, ele se move da profecia a prática da vida cristã. Do negativo (mentiras de Satanás) para o positivo (a verdade de Deus) e da advertência à ação de graças e a oração.
 
Precisamos desesperadamente de ministérios equilibrados em nossas igrejas de hoje.
 
A ênfase de Paulo era na verdade da Palavra de Deus, em contraste com a grande mentira de Satanás. Cada crente tem quatro responsabilidades para com a verdade de Deus.
[post_ad]

I. Crer na verdade. 2:13-14.

Nestes dois versículos, Paulo analisou as etapas na experiência de salvação deles.
1. Deus os amou (2:13a). Tudo o que Deus faz para o mundo perdido é pelo seu amor eterno. Deus provou seu amor por nós, dando o seu Filho por nós.
2. Deus os escolheu (2:13b). Não é só o amor que nos salva, pois Deus ama o mundo inteiro, e mesmo assim todo o mundo não será salvo. O amor se revela na graça e misericórdia.
3. Deus os separou (2:13c). A palavra santificar significa "separado". Paulo está se referindo ao trabalho do Espírito em conduzir o incrédulo a fé em Cristo.
4. Deus os chamou ( 2:14). Deus tem usado instrumentos humanos para levar o Evangelho aos perdidos.
5. Deus lhes deu glória (2:14b). Estamos aguardando o retorno de Cristo, e então a glória será revelada.

II. Guardar a verdade. (2:15).

Paulo lhes tinha dito sobre a rebelião futura contra a verdade, a grande apostasia encabeçada pelo Anticristo. Mas ele também alertou que havia um perigo atual, e que a igreja deveria guardar a verdade de Deus e não se desviar dela.
 
Deus age no mundo através da verdade da Sua Palavra, e Satanás se opõe a esta verdade, tentando substitui-la por suas mentiras. A natureza humana é propensa a acreditar em uma mentira e resistir à verdade. Satanás realiza melhor seu trabalho através de pessoas que se dizem cristão, mas não creem na verdade de Deus. Eles têm "aparência de piedade", mas nunca experimentaram o poder da verdade salvífica de Deus.
 
A palavra tradição significa simplesmente "aquilo que é transmitido de uma pessoa para outra" (ou seja, a verdade do Evangelho). Ele não está se referindo as ideias religiosas criadas pelo homem que não são baseadas na Palavra de Deus.

III. Praticar a verdade. (2:16-17 ).

Não é o suficiente crer na verdade e guardá-la, devemos também praticá-la. Se ouvirmos a Palavra, mas não a obedecemos, estamos apenas enganando a nós mesmos.
 
Estes dois versos registram o desejo e a oração de Paulo pelos seus amigos: ele queria encorajá-los e confirmá-los "em toda boa obra e palavra"
 
Quando Paulo estava com eles, encorajou-os individualmente como um pai a seus filhos. Ele os encorajou a caminhar para agradar a Deus, e crescer em amor para com os outros.
 
Firmar-se no Senhor também é importante. Paulo enviou Timóteo de volta a Tessalônica para que ele pudesse se estabelecer em sua fé, e Paulo orou para que Deus pudesse estabelecê-lo. A criança deve ser ensinada a ficar de pé antes que ela possa aprender a andar ou correr.
 
É Deus quem estabelece, mas Ele usa pessoas para realizar a Sua obra. A grande necessidade em nossas igrejas é de cristãos que dedicam tempo para estabelecer os novos crentes.
 
Paulo estava preocupado com dois aspectos da vida cristã deles: a palavra e o trabalho, o dizer e o fazer. Se a nossa caminhada contradiz nossas palavras, perdemos o nosso testemunho.

IV. Compartilhar a verdade. (3:1-5).

Nós não podemos compartilhar o que não cremos, e melhor podemos compartilhar o que nós temos praticado.
 
A Palavra de Deus é glorificada na vida de quem a compartilha e daqueles que a recebem. Hoje muito trabalho cristão é realizado por planos humanos e promoção, e não pela Palavra de Deus.
 
Não é suficiente que somente o pastor ou os líderes da igreja compartilhem a Palavra, cada cristão deve ser uma parte deste ministério vital. A palavra de ordem que Paulo usou em 3:4 significa "uma ordem militar transmitida de um oficial superior"
 
Cristo é o Capitão da nossa salvação, nós somos seus soldados. Em uma batalha não é suficiente apenas os oficiais lutar, cada homem deve fazer o seu dever. Isto também é verdade no trabalho da igreja local.
 
E se um exército for a uma batalha com a mesma falta de obediência, ordem e disciplina que muitas vezes vemos na igreja local?
 
Eles nunca iriam ganhar a guerra. Se os soldados participassem do treinamento somente quando sentissem desejo ou vontade, eles nunca seriam equipados para enfrentar o inimigo. Se os recrutas desobedecerem às ordens de seus oficiais da forma como alguns membros da igreja desobedecem a Palavra de Deus, eles seriam enviados para a corte marcial.
 
Um soldado obedece principalmente por lealdade e medo. Mas o cristão tem motivos muito maiores para a obediência: o amor de Deus e a volta de Cristo.
 
Conclusão: Ele está voltando para nós. Este é o tema das duas cartas de Paulo aos tessalonicenses, e ele relacionou esta verdade a vida prática diária. Como soldados de Deus, devemos estar compartilhando a Palavra, pois Ele um dia vai voltar e pedirá uma prestação de contas de nossas vidas. Todos nós cristão temos quatro responsabilidades para com a verdade de Deus
 
Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Quatro responsabilidades para com a verdade de Deus Reviewed by Aldenir Araujo on segunda-feira, novembro 11, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

All Rights Reserved by O Pregador © 2014 - 2015
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.